Ir para baixo
avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Relato sobre PMO e maconha

28/9/2021, 03:57
Fala galera, sou novo aqui e vou contar sobre algumas experiências interessantes que tenho vivenciado nos últimos meses.

Conheci a pornografia aos 10 anos (hoje tenho 24) por um vizinho que me mostrou como acessar o site da uol, na época se tornou um vício que até então era "comum" pra idade.
Desde então, pratiquei PMO de 3 a 7 vezes por semana.
Nunca foi um problema aparente, porém sempre tive uma baita ansiedade social, mesmo me considerando um cara bonito (8/10 de aparência), não tinha muita habilidade social e a confiança que as pessoas com aparência similar possuíam.

Aos 17 anos experimentei maconha e em aprox. 3 meses eu já estava viciado, e desde então passei a fumar todos os dias de forma descontrolada, o que invocava a PMO como consequência, pelo menos 1 ou 2x no dia.

Nunca imaginei que essa ansiedade social se dava graças à PMO + fumar maconha, mesmo sendo bem informado e lendo bastante, era um conteúdo onde minha atenção nunca havia chegado. Eu jurava que a maconha não me atrapalhava em absolutamente nada e achava que fumaria até o fim da minha vida, já que meu pai fuma desde criança...

Há 7 meses atrás resolvi parar com PMO, e só assim comecei a perceber o mal que a maconha estava me fazendo... estava sem objetivos na vida, só queria saber de prazeres rápidos, sem estabilidade financeira e morando com os pais, absolutamente sem nenhuma perspectiva de crescimento, somente cursando adm numa universidade barata.

Fiquei 90 dias em hardmode, e durante esses 90 dias tive a determinação que precisava para largar a maconha, e tive benefícios extremos como melhor libido, confiança, melhores relações sociais, aumento de desempenho cognitivo, atenção, foco e energia.

Quando achei que conseguiria voltar a fumar só de vez em quando, acabei viciando novamente e perdendo ambas as streaks, percebi que uma coisa estava ligada a outra.

Fiquei novamente 3 meses usando maconha e praticando PMO, sempre que tentava parar somente com a maconha nunca conseguia, era muito mais forte do que eu. Porém ao começar o mês de setembro resolvi fazer nofap novamente, e percebi que a masturbação era a chave para que eu conseguisse parar de fumar, ou seja, pra conseguir largar a masturbação eu precisava parar de fumar, e pra parar de fumar eu precisava largar a masturbação.

Existe uma relação dopaminergica e motivacional que interliga ambos os vicios, um é o gatilho do outro, então creio que a chave seja se livrar dos gatilhos e perceber como eles nos manipulam pra que voltemos a dar aquele prazer barato e rápido ao cérebro.

Estou há 35 dias sem PMO e 10 dias sem fumar novamente, somente após começar a sentir os benefícios do nofap meu cérebro percebe que a maconha está atrapalhando o aumento desses benefícios, me dando a força que preciso pra parar. Só agora enxergo o potencial que desperdicei estando preso a essas amarras que só servem para nos aprisionar em futilidades, não caiam nessa armadilha pessoal.

Agradeço quem leu até o final, espero que atinjam seus objetivos pessoal, abraço.


TheTrooper, Progresso, GuerreiroDeFé, Jpe, Marcos081, Komatsu e Estudante2058 gostam desta mensagem

avatar
ironmaiden2244
Mensagens : 120
Data de inscrição : 11/05/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

28/9/2021, 10:37
Fala, meu querido.

Que bom que decidiu se livrar desses vícios.

"Existe uma relação dopaminergica e motivacional que interliga ambos os vicios, um é o gatilho do outro, então creio que a chave seja se livrar dos gatilhos e perceber como eles nos manipulam pra que voltemos a dar aquele prazer barato e rápido ao cérebro."

A clareza que vc tem em relação ao seu problema é um sinal muito positivo. Que tbm te ajudará a chegar lá.

Continue firme, motive-se diariamente.

Abraços e conte conosco!


DHB97 gosta desta mensagem

avatar
Marcos081
Mensagens : 90
Data de inscrição : 13/09/2021
Idade : 21

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

30/9/2021, 08:46
Fala DHB97, blz?
Então, eu com 16 anos passei a fumar maconha também por que eu me sentia diferente, a pmo ja tinha desgraçado minha vida. Com 17 anos eu descobrir o nofap e tentei por anos e anos me livrar, nunca conseguia ir longe, sempre que eu fumava eu recaia, e eu sentia que maconha me atrapalhava nisso! Mas não conseguia parar de jeito nhum. Eu era bastante preguiçoso, sem objetivos na vida, minha memória era péssima e eu era bem lento pra fazer as coisas... o tempo foi passando e ao completar 20 anos eu busquei a força de vontade necessária pra largar a maconha, mesmo estando imerso em PMO ainda, bom, conseguir! Fiquei mais de 200 dias longe, e só fumei 2 vezes nesse ano, esse mês!, por curiosidade minha e confesso que foi bom, mas não usarei! Se você tem um forte desejo de fumar, é por que falta algo em você, deve se analisar mais e ver oque falta em sua vida... bom, tmj meu mano, chama nós qualquer coisa.

_______________________________________

ironmaiden2244 e DHB97 gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1074
Data de inscrição : 10/12/2018

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

1/10/2021, 00:59
Oi, DHB97!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa

DHB97 gosta desta mensagem

avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty 37º Dia - Sigo firme e forte

5/10/2021, 01:44
Obrigado pelo apoio rapazeada, vocês não sabem o quanto o apoio de vocês é motivador.

Estou no 37º dia sem PMO e no 16º dia sem fumar maconha. Acredito que o mais difícil seja a abstinência de maconha, já que fui fumante diário por 7 anos consecutivos.

O que atrapalha demais é que meu pai fuma em casa, várias vezes por dia, então pensa na tortura que é sentir o cheiro toda hora.. Inclusive se eu pedir ele me dá a hora que eu quiser, até me oferece de vez em quando, é tenso... Nos finais de semana é pior ainda, simplesmente uma tortura.

Porém sinto que quanto mais tempo sem, mais fácil é evitar, então sigo firme e forte, tenho notado um aumento da minha disciplina em várias áreas da minha vida, o que fortalece a força de vontade de qualquer forma.

TheTrooper gosta desta mensagem

TheTrooper
TheTrooper
Mensagens : 80
Data de inscrição : 24/12/2020

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

6/10/2021, 16:47
Fala meu amigo,

Muita felicidade ver que você, tão jovem, conseguiu reconhecer os malefícios da PMO e da droga para o seu corpo e seu desenvolvimento. Maconha e PMO destroem o cara quase que da mesma forma: destroem seu cérebro, acaba com seus instintos sexuais, com seus relacionamentos, te impedem te perseguir seus objetivos na vida. Te transformam num zumbi, num ser que veio a terra apenas a passeio, esperando os dias finais chegarem.

Ainda mais tendo seu pai como usuário de maconha dentro de casa, não deve ser realmente algo fácil.

Esse contexto familiar mostra que é realmente surpreendente a sua luta. Só de você ter reconhecido o vício e seus malefícios, diferentemente da maioria esmagadora dos demais caras que estão nas sombras, Isso mostra que você tem tudo pra ser um grande homem, e não mais um no meio da manada.

Aproveite que ainda é jovem e lute forte contra os vícios. Elimine da sua vida o mais rápido possível

Conte conosco.

_______________________________________
Meu diário:

DHB97 gosta desta mensagem

avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

14/10/2021, 14:50
Marcos081 escreveu:Fala DHB97, blz?
Então, eu com 16 anos passei a fumar maconha também por que eu me sentia diferente, a pmo ja tinha desgraçado minha vida. Com 17 anos eu descobrir o nofap e tentei por anos e anos me livrar, nunca conseguia ir longe, sempre que eu fumava eu recaia, e eu sentia que maconha me atrapalhava nisso! Mas não conseguia parar de jeito nhum. Eu era bastante preguiçoso, sem objetivos na vida, minha memória era péssima e eu era bem lento pra fazer as coisas... o tempo foi passando e ao completar 20 anos eu busquei a força de vontade necessária pra largar a maconha, mesmo estando imerso em PMO ainda, bom, conseguir! Fiquei mais de 200 dias longe, e só fumei 2 vezes nesse ano, esse mês!, por curiosidade minha e confesso que foi bom, mas não usarei! Se você tem um forte desejo de fumar, é por que falta algo em você, deve se analisar mais e ver oque falta em sua vida... bom, tmj meu mano, chama nós qualquer coisa.

Seu relato é incrível amigo, fico feliz por compartilhá-lo conosco. Como andam as coisas?
avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty 44 Dias e libido altíssima

14/10/2021, 14:56
Fala pessoal.

Estou no 44º dia sem PMO e no 25º dia sem fumar maconha.

Me sinto literalmente uma nova pessoa sem fumar, já havia ficado períodos longos sem fumar (máximo de 2 meses), porém sem o mindset de hoje não percebia tanta diferença, mas agora sinto que realmente é algo que não quero mais pra minha vida.

Sobre o nofap, havia entrado em uma flatline no dia 18, e agora percebo que ela terminou, e com o fim dela percebi uma melhora muito grande no meu sono, agora durmo 7 horas seguidas sem ficar acordando durante a noite e isso é muito satisfatório.

O fim da flatline também veio acompanhado de um aumento substancial da minha libido, qualquer mulher que vejo já me "provoca" sexualmente, até mesmo as que não achava tão atraente antes. Não sei definir se isso é bom ou ruim, estou há uns 30 dias sem ejacular (por meio de sexo), e ao mesmo tempo que essa energia me ajuda a fazer algumas coisas, também fico tentando racionalizar uma masturbação sem pornografia, porém não sei se devia.

Ao ver algumas fotos de mulheres no instagram começo a fantasiar, e a dor no saco vem logo depois. Não sei se ficar tanto tempo sem ejacular realmente faz mal, por mim eu aguentaria, mas o que me incomoda de verdade é a dor no saco após essas "fantasias", que também são estimuladas pelo simples toque do penis na cueca.

TheTrooper e ironmaiden2244 gostam desta mensagem

TheTrooper
TheTrooper
Mensagens : 80
Data de inscrição : 24/12/2020

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

15/10/2021, 00:36
Fala irmão. Tudo que você está sentindo é normal durante o nofap hardmode. E como o próprio nome diz é difícil, principalmente passar por essas fissuras que vc tá sentindo, são picos de libido que se não aprendermos a lidar é recaída na certa..
Eu pratiquei PMO desde os 12 anos de idade, ou seja, nos últimos 20 anos da minha vida.
Dito isso, após muito ler e estudar sobre o assunto cheguei a conclusão que devemos eliminar pornografia e masturbação das nossas vidas. Não existe meio termo.
Claro que se você não tem uma namorada ou esposa para sexo real (easy mode), te sobrará o hard mode que é em alguns momentos torturante. É um mega desafio.
Mas… a retenção seminal tem como um dos principais efeitos te deixar mais atraente para as mulheres, além de te tornar um homem melhor.
Se tiver interesse procure no YouTube vídeos sobre o assunto.. curto o canal do Daniel Pataro (ex consumidor de P) que fala sobre retenção seminal e nofap. Foram fundamentais pra mim.
Por ora, você tem que canalizar essa sua energia acumulada e testosterona elevada para outras atividades, especialmente exercícios físicos. Além disso vc não pode ficar se testando com esses gatilhos das redes sociais, até vc aprender a controlar totalmente seus impulsos, no fim do reboot
Siga firme!!

DHB97 gosta desta mensagem

avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

15/10/2021, 19:15
TheTrooper escreveu:Fala irmão. Tudo que você está sentindo é normal durante o nofap hardmode. E como o próprio nome diz é difícil, principalmente passar por essas fissuras que vc tá sentindo, são picos de libido que se não aprendermos a lidar é recaída na certa..
Eu pratiquei PMO desde os 12 anos de idade, ou seja, nos últimos 20 anos da minha vida.
Dito isso, após muito ler e estudar sobre o assunto cheguei a conclusão que devemos eliminar pornografia e masturbação das nossas vidas. Não existe meio termo.
Claro que se você não tem uma namorada ou esposa para sexo real (easy mode), te sobrará o hard mode que é em alguns momentos torturante. É um mega desafio.
Mas… a retenção seminal tem como um dos principais efeitos te deixar mais atraente para as mulheres, além de te tornar um homem melhor.
Se tiver interesse procure no YouTube vídeos sobre o assunto.. curto o canal do Daniel Pataro  (ex consumidor de P) que fala sobre retenção seminal e nofap. Foram fundamentais pra mim.
Por ora, você tem que canalizar essa sua energia acumulada e testosterona elevada para outras atividades, especialmente exercícios físicos. Além disso vc não pode ficar se testando com esses gatilhos das redes sociais, até vc aprender a controlar totalmente seus impulsos, no fim do reboot
Siga firme!!

Você tem toda razão amigo.

Hoje me aconteceu algo no mínimo curioso.

Sempre tive problema com ejaculação relativamente precoce, ficava muito ansioso no início do sexo, e as mulheres quase não percebiam porque eu controlava muito bem, porém não era algo que eu tinha total controle.

Hoje uma amiga com quem transo regularmente veio aqui em casa, eu estava bem ansioso porque já estava há quase 40 dias sem ejacular, libido altíssima, pensei que fosse gozar extremamente rápido.

Pouco antes dela chegar fiz uma meditação rápida pra controlar a ansiedade, e pela primeira vez durante o sexo tive quase que total controle sobre minha ejaculação, e um prazer relativamente mais forte. Fiquei meio assim pois naturalmente teria de ejacular no final, porém o telefone dela tocou com um problema do trabalho, e acabou que eu terminei nem ejaculando.

Fiquei com medo de ter a tão temida blueballs (dor nas bolas) porém curiosamente isso não aconteceu, me senti extremamente relaxado, porém não tive problema com dores, como se toda aquela energia acumulada tivesse sido canalizada pra outra parte do meu corpo, sem a necessidade do orgasmo. Tem alguma explicação pra isso?
avatar
GuerreiroDeFé
Mensagens : 235
Data de inscrição : 16/06/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

16/10/2021, 13:02
DHB97 escreveu:Fala galera, sou novo aqui e vou contar sobre algumas experiências interessantes que tenho vivenciado nos últimos meses.

Conheci a pornografia aos 10 anos (hoje tenho 24) por um vizinho que me mostrou como acessar o site da uol, na época se tornou um vício que até então era "comum" pra idade.
Desde então, pratiquei PMO de 3 a 7 vezes por semana.
Nunca foi um problema aparente, porém sempre tive uma baita ansiedade social, mesmo me considerando um cara bonito (8/10 de aparência), não tinha muita habilidade social e a confiança que as pessoas com aparência similar possuíam.

Aos 17 anos experimentei maconha e em aprox. 3 meses eu já estava viciado, e desde então passei a fumar todos os dias de forma descontrolada, o que invocava a PMO como consequência, pelo menos 1 ou 2x no dia.

Nunca imaginei que essa ansiedade social se dava graças à PMO + fumar maconha, mesmo sendo bem informado e lendo bastante, era um conteúdo onde minha atenção nunca havia chegado. Eu jurava que a maconha não me atrapalhava em absolutamente nada e achava que fumaria até o fim da minha vida, já que meu pai fuma desde criança...

Há 7 meses atrás resolvi parar com PMO, e só assim comecei a perceber o mal que a maconha estava me fazendo... estava sem objetivos na vida, só queria saber de prazeres rápidos, sem estabilidade financeira e morando com os pais, absolutamente sem nenhuma perspectiva de crescimento, somente cursando adm numa universidade barata.

Fiquei 90 dias em hardmode, e durante esses 90 dias tive a determinação que precisava para largar a maconha, e tive benefícios extremos como melhor libido, confiança, melhores relações sociais, aumento de desempenho cognitivo, atenção, foco e energia.

Quando achei que conseguiria voltar a fumar só de vez em quando, acabei viciando novamente e perdendo ambas as streaks, percebi que uma coisa estava ligada a outra.

Fiquei novamente 3 meses usando maconha e praticando PMO, sempre que tentava parar somente com a maconha nunca conseguia, era muito mais forte do que eu. Porém ao começar o mês de setembro resolvi fazer nofap novamente, e percebi que a masturbação era a chave para que eu conseguisse parar de fumar, ou seja, pra conseguir largar a masturbação eu precisava parar de fumar, e pra parar de fumar eu precisava largar a masturbação.

Existe uma relação dopaminergica e motivacional que interliga ambos os vicios, um é o gatilho do outro, então creio que a chave seja se livrar dos gatilhos e perceber como eles nos manipulam pra que voltemos a dar aquele prazer barato e rápido ao cérebro.

Estou há 35 dias sem PMO e 10 dias sem fumar novamente, somente após começar a sentir os benefícios do nofap meu cérebro percebe que a maconha está atrapalhando o aumento desses benefícios, me dando a força que preciso pra parar. Só agora enxergo o potencial que desperdicei estando preso a essas amarras que só servem para nos aprisionar em futilidades, não caiam nessa armadilha pessoal.

Agradeço quem leu até o final, espero que atinjam seus objetivos pessoal, abraço.


A maconha realmente interfere muito meu parceiro, durante o meu reboot as poucas vezez que fumei me deu uma ansiedade absurda e a vontade veio de praticar PMO, não larguei totalmente pq quando encontro meus amigos a gente fuma junto porem estou fumando bem menos do que ja fumei uns anos atrás, sinto os beneficios como disposição, mais foco e menos ansiedade longe do consumo frequente.
avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

16/10/2021, 19:18
GuerreiroDeFé escreveu:
DHB97 escreveu:Fala galera, sou novo aqui e vou contar sobre algumas experiências interessantes que tenho vivenciado nos últimos meses.

Conheci a pornografia aos 10 anos (hoje tenho 24) por um vizinho que me mostrou como acessar o site da uol, na época se tornou um vício que até então era "comum" pra idade.
Desde então, pratiquei PMO de 3 a 7 vezes por semana.
Nunca foi um problema aparente, porém sempre tive uma baita ansiedade social, mesmo me considerando um cara bonito (8/10 de aparência), não tinha muita habilidade social e a confiança que as pessoas com aparência similar possuíam.

Aos 17 anos experimentei maconha e em aprox. 3 meses eu já estava viciado, e desde então passei a fumar todos os dias de forma descontrolada, o que invocava a PMO como consequência, pelo menos 1 ou 2x no dia.

Nunca imaginei que essa ansiedade social se dava graças à PMO + fumar maconha, mesmo sendo bem informado e lendo bastante, era um conteúdo onde minha atenção nunca havia chegado. Eu jurava que a maconha não me atrapalhava em absolutamente nada e achava que fumaria até o fim da minha vida, já que meu pai fuma desde criança...

Há 7 meses atrás resolvi parar com PMO, e só assim comecei a perceber o mal que a maconha estava me fazendo... estava sem objetivos na vida, só queria saber de prazeres rápidos, sem estabilidade financeira e morando com os pais, absolutamente sem nenhuma perspectiva de crescimento, somente cursando adm numa universidade barata.

Fiquei 90 dias em hardmode, e durante esses 90 dias tive a determinação que precisava para largar a maconha, e tive benefícios extremos como melhor libido, confiança, melhores relações sociais, aumento de desempenho cognitivo, atenção, foco e energia.

Quando achei que conseguiria voltar a fumar só de vez em quando, acabei viciando novamente e perdendo ambas as streaks, percebi que uma coisa estava ligada a outra.

Fiquei novamente 3 meses usando maconha e praticando PMO, sempre que tentava parar somente com a maconha nunca conseguia, era muito mais forte do que eu. Porém ao começar o mês de setembro resolvi fazer nofap novamente, e percebi que a masturbação era a chave para que eu conseguisse parar de fumar, ou seja, pra conseguir largar a masturbação eu precisava parar de fumar, e pra parar de fumar eu precisava largar a masturbação.

Existe uma relação dopaminergica e motivacional que interliga ambos os vicios, um é o gatilho do outro, então creio que a chave seja se livrar dos gatilhos e perceber como eles nos manipulam pra que voltemos a dar aquele prazer barato e rápido ao cérebro.

Estou há 35 dias sem PMO e 10 dias sem fumar novamente, somente após começar a sentir os benefícios do nofap meu cérebro percebe que a maconha está atrapalhando o aumento desses benefícios, me dando a força que preciso pra parar. Só agora enxergo o potencial que desperdicei estando preso a essas amarras que só servem para nos aprisionar em futilidades, não caiam nessa armadilha pessoal.

Agradeço quem leu até o final, espero que atinjam seus objetivos pessoal, abraço.


A maconha realmente interfere muito meu parceiro, durante o meu reboot as poucas vezez que fumei me deu uma ansiedade absurda e a vontade veio de praticar PMO, não larguei totalmente pq quando encontro meus amigos a gente fuma junto porem estou fumando bem menos do que ja fumei uns anos atrás, sinto os beneficios como disposição, mais foco e menos ansiedade longe do consumo frequente.

No início também planejava fumar só socialmente, porém devido a abstinência eu fico totalmente retardado quando fumo hahaha perco totalmente a habilidade de socializar decentemente, então decidi parar de vez. Quem sabe um dia fume novamente, mas por enquanto sinto que me atrapalharia e to me sentindo ótimo assim.

_______________________________________


Meu diário: t12177-relato-sobre-pmo-e-maconha

GuerreiroDeFé gosta desta mensagem

avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Incríveis percepções que tive

18/10/2021, 00:57
Fala pessoal, beleza?

Estava pensando hoje, completo já 1 mês sem fumar maconha após quase 7 anos de uso diário, e 48 dias sem PMO e tive percepções incríveis sobre como a PMO e as drogas afetam nossa forma de perceber o mundo e a forma como somos percebidos.

Sabemos que P, M, O, drogas e álcool são "bombas" de dopamina no nosso cérebro, e nossos receptores se tornam menos sensíveis a esses estímulos, fazendo com que procuremos esses recursos de forma cada vez mais frequentes, aumentando em quantidade e em frequência como zumbis.

Porém eu percebi algo contraditório, que coexiste com essa dessensibilização dos nossos receptores de dopamina, e achei MUITO curioso.

Eu sempre me achei uma pessoa muito "sensível" aos estímulos externos, principalmente após a puberdade (após iniciar PMO) e mais ainda após os 17 anos (que foi quando comecei a fumar), curiosamente, quanto mais PMO e quanto mais maconha, começamos a nos sentir estranhos socialmente... além da maioria começar a ter EP.

Eu sempre achei que ria muito fácil das coisas, tentava agradar muito os outros, ria de piadas sem graça e me sentia MUITO desconfortável em situações sociais que não fossem 100% agradáveis, além disso, também tinha uma leve EP, e sempre notei que esses estímulos eram muito fortes em mim, embora eu tivesse controle.

Refletindo hoje, após ter me afastado dessas bombas de dopamina, percebi que ao mesmo tempo que nossos receptores de dopamina se tornam menos sensíveis aos estímulos gerados por essas "drogas", eles se tornam mais sensíveis pra tentar captar qualquer coisa que seja prazerosa, qualquer coisinha mínima, e tudo o que foge disso se torna terrível pro cérebro e nos faz agir de forma descompensada de acordo com a realidade objetiva.
Então pensem comigo, quanto mais bombas de dopamina colocamos em nosso cérebro, mais nosso cérebro distorce a realidade à nossa volta, tentando achar o menor fragmento de prazer e fugir do menor fragmento de desconforto possível. Faz com que comecemos a duvidar de nossa capacidade de interação social, não sabemos mais se uma piada é realmente engraçada ou não, se alguém gosta da gente ou não, se nosso trabalho é chato ou não, paramos de perceber o real valor das coisas, pois nossa mente só busca o prazer e está extremamente viciada nele, procurando-o em qualquer canto.
Notei que após esse período sem PMO e drogas, minha EP praticamente desapareceu, me sinto mais masculino e mais sério em situações em que devo ser sério, não acho mais graça no que não tem graça, não me sinto mais estranho socialmente (por não precisar buscar aprovação e prazer em qualquer coisa que faço).
Faz algum sentido pra vocês?

_______________________________________


Meu diário: t12177-relato-sobre-pmo-e-maconha

TheTrooper, ironmaiden2244 e GuerreiroDeFé gostam desta mensagem

avatar
GuerreiroDeFé
Mensagens : 235
Data de inscrição : 16/06/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

18/10/2021, 12:25
DHB97 escreveu:Fala pessoal, beleza?

Estava pensando hoje, completo já 1 mês sem fumar maconha após quase 7 anos de uso diário, e 48 dias sem PMO e tive percepções incríveis sobre como a PMO e as drogas afetam nossa forma de perceber o mundo e a forma como somos percebidos.

Sabemos que P, M, O, drogas e álcool são "bombas" de dopamina no nosso cérebro, e nossos receptores se tornam menos sensíveis a esses estímulos, fazendo com que procuremos esses recursos de forma cada vez mais frequentes, aumentando em quantidade e em frequência como zumbis.

Porém eu percebi algo contraditório, que coexiste com essa dessensibilização dos nossos receptores de dopamina, e achei MUITO curioso.

Eu sempre me achei uma pessoa muito "sensível" aos estímulos externos, principalmente após a puberdade (após iniciar PMO) e mais ainda após os 17 anos (que foi quando comecei a fumar), curiosamente, quanto mais PMO e quanto mais maconha, começamos a nos sentir estranhos socialmente... além da maioria começar a ter EP.

Eu sempre achei que ria muito fácil das coisas, tentava agradar muito os outros, ria de piadas sem graça e me sentia MUITO desconfortável em situações sociais que não fossem 100% agradáveis, além disso, também tinha uma leve EP, e sempre notei que esses estímulos eram muito fortes em mim, embora eu tivesse controle.

Refletindo hoje, após ter me afastado dessas bombas de dopamina, percebi que ao mesmo tempo que nossos receptores de dopamina se tornam menos sensíveis aos estímulos gerados por essas "drogas", eles se tornam mais sensíveis pra tentar captar qualquer coisa que seja prazerosa, qualquer coisinha mínima, e tudo o que foge disso se torna terrível pro cérebro e nos faz agir de forma descompensada de acordo com a realidade objetiva.
Então pensem comigo, quanto mais bombas de dopamina colocamos em nosso cérebro, mais nosso cérebro distorce a realidade à nossa volta, tentando achar o menor fragmento de prazer e fugir do menor fragmento de desconforto possível. Faz com que comecemos a duvidar de nossa capacidade de interação social, não sabemos mais se uma piada é realmente engraçada ou não, se alguém gosta da gente ou não, se nosso trabalho é chato ou não, paramos de perceber o real valor das coisas, pois nossa mente só busca o prazer e está extremamente viciada nele, procurando-o em qualquer canto.
Notei que após esse período sem PMO e drogas, minha EP praticamente desapareceu, me sinto mais masculino e mais sério em situações em que devo ser sério, não acho mais graça no que não tem graça, não me sinto mais estranho socialmente (por não precisar buscar aprovação e prazer em qualquer coisa que faço).
Faz algum sentido pra vocês?
Faz total sentido irmão, eu diminui muito o uso de drogas, principalmente a maconha que uns anos atrás fumava diariamente, hj fumo 1x no mês ou quando meus amigos botam, faz um tempo que quando fumo nao tenho mais a sensação boa que tinha anos atrás, meu coração acelera, parece que minha mente começa a pensar em muitas coisas ao mesmo tempo e vem aqueles pensamentos ruins, me torno anti social e evito o contato com outras pessoas, que nem vc disse ela distorce a realidade a nossa volta, ontem fumei e realmente percebi que a maconha não cabe mais na minha vida, a brisa ja não é mais boa, mesmo que eu saia com meus amigos e eles fumem eu vou negar, não tenho que usar algo que não faz mais bem pra mim, o tempo que fico longe das drogas parece que minha vida realmente anda pra frente e consigo ficar de bem com a minha mente, a partir de hoje cortarei a maconha que é a única droga que ainda uso. Incrível como nossas vivencias sao parecidas meu amigo, siga firme abraço

ironmaiden2244 e DHB97 gostam desta mensagem

TheTrooper
TheTrooper
Mensagens : 80
Data de inscrição : 24/12/2020

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

18/10/2021, 20:20
Fala DHB,

É fantástico você relatar essa percepção que você teve.

Quase 100% das histórias de sucesso que eu já li relatam justamente os efeitos das religações dopaminérgicas causadas pelo reboot. Todos relatam voltar a sentir (ou começar a sentir pela primeira vez) prazer com as atividades diárias e outras pequenas coisas da vida. Até mesmo atividades "banais" passam a ser prazerosas.

Bem diferente de quando estamos no vício: a descarga brutal de dopamina que recebemos durante uma sessão de PMO ou uso de drogas faz com que o cérebro fique satisfeito, e não temos estímulo pra mais nada. É aí viramos inúteis, sem brilho, disposição, capacidade de produzir algo que preste.

É isso aí, vamos continuar na luta para nos reconectar com a vida.

Abç.

_______________________________________
Meu diário:

DHB97 gosta desta mensagem

avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

20/10/2021, 02:20
Essa percepção é bizarra pois realmente sinto como se meu cérebro estivesse se auto condicionando em todos os aspectos.. sem mais picos de emoções.

Me parece que a EP e toda ansiedade (tanto social, quanto em momentos de repouso) vem da expectativa do cérebro de receber rapidamente uma grande recompensa, por isso a ansiedade acaba gerando EP, ou em situações sociais acabamos ficando muito nervosos, com medo de não agradarmos e recebermos essa recompensa (validação social)... até mesmo as 10 garotas que eu conversava todos os dias no instagram eu deixei a conversa morrer por não estar mais naquela vibe de alimentar meu ego.

Hoje já são 49 dias, eu só me preocupo com a questão da ejaculação, penso se não deveria me M somente pra fazer uma "limpeza", porém caso essa limpeza não seja necessária eu sinto que consigo ficar sem o tempo que quiser, minha libido deu uma boa equilibrada agora, a ponto de até parecer uma outra flatline.

_______________________________________


Meu diário: t12177-relato-sobre-pmo-e-maconha

TheTrooper gosta desta mensagem

avatar
DHB97
Mensagens : 20
Data de inscrição : 28/09/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Dia 51 - Mudanças corporais e mentais

Ontem à(s) 15:38
No dia 1 de setembro não achei que fosse chegar tão longe, porém os benefícios e a forma como você "faz as pazes" consigo mesmo são combustíveis para continuar.

As únicas coisas que ainda não consegui regular da forma como quero são minha vida financeira e minha alimentação, estou empreendendo online e está difícil vencer a procrastinação e a frustração em alguns momentos, porém sigo firme e a musculação não falha nunca em manter a mente e o corpo alinhados, assim que resolver minha vida financeira conseguirei alinhar minha dieta novamente.

Tenho sentido um pouco mais de estresse ultimamente, sinto que minha voz ficou um pouco mais grave, como se tivesse com algum tipo de pigarro. Não sei se é a abstinência da erva (já fazem 33 dias), ou algum tipo de mudança na minha testosterona, além disso estou sentindo muito mais fome e sinto que minha libido está alta, porém num nível bem saudável.

Sinto muito mais vontade de sair para interagir, parece ter se tornado extremamente mais fácil, mas minha situação financeira está realmente me impedindo de muita coisa no momento, então vou focar em resolver isso e assim que der certo relatarei aqui as mudanças sociais que mais me chamaram atenção.

_______________________________________


Meu diário: t12177-relato-sobre-pmo-e-maconha

ironmaiden2244 e GuerreiroDeFé gostam desta mensagem

avatar
ironmaiden2244
Mensagens : 120
Data de inscrição : 11/05/2021

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

Ontem à(s) 16:54
DHB97 escreveu:No dia 1 de setembro não achei que fosse chegar tão longe, porém os benefícios e a forma como você "faz as pazes" consigo mesmo são combustíveis para continuar.

As únicas coisas que ainda não consegui regular da forma como quero são minha vida financeira e minha alimentação, estou empreendendo online e está difícil vencer a procrastinação e a frustração em alguns momentos, porém sigo firme e a musculação não falha nunca em manter a mente e o corpo alinhados, assim que resolver minha vida financeira conseguirei alinhar minha dieta novamente.

Tenho sentido um pouco mais de estresse ultimamente, sinto que minha voz ficou um pouco mais grave, como se tivesse com algum tipo de pigarro. Não sei se é a abstinência da erva (já fazem 33 dias), ou algum tipo de mudança na minha testosterona, além disso estou sentindo muito mais fome e sinto que minha libido está alta, porém num nível bem saudável.

Sinto muito mais vontade de sair para interagir, parece ter se tornado extremamente mais fácil, mas minha situação financeira está realmente me impedindo de muita coisa no momento, então vou focar em resolver isso e assim que der certo relatarei aqui as mudanças sociais que mais me chamaram atenção.

Que sensacional.

Essa questão da voz claramente é um aumento notório nos níveis de testo... Sem dúvida alguma. Vc ainda está alinhando outras áreas da vida para completar o reboot. Esse é exatamente o caminho...

Vc está indo muito bem. Meus parabéns mano...

Abraços e continue firme.


_______________________________________
"Se você quer conquistar grande sucesso, plante em sua mente um forte motivo."
Progresso
Progresso
Mensagens : 165
Data de inscrição : 10/01/2021
Idade : 24

Relato sobre PMO e maconha Empty Re: Relato sobre PMO e maconha

Ontem à(s) 20:19
Mano passei anos me sabotando! De verdade, logo quando descobri a mistura dos dois. Bizarro!
Fiquei um ano ou quase um ano inteiro sem fumar por livre e espontanea vontade mesmo
comecei a perceber o quanto me prejudicava, com o tempo fui voltando bem aos poucos, maior parte do meu ciclo social fuma, o que me ajudou foi me rodear de amigos que fumam, mas buscam crescer, se desenvolver, então acaba sendo prazeroso estar perto de pessoas que pensam como você e tentam usar algo em prol, sem ser ficar preguiçoso e fumando sem parar, o que fiz durante tempos!!

Tenho algumas coisas relatadas sobre no meu diário.
No geral parabenizo você por estar criando seu diário também e assim somando com informações e trocas de ideias.
Desejo você o tempo necessário para recuperar os danos.

Até qualquer hora irmão,
você não está sozinho

_______________________________________
Para entender melhor meu diário: → Visões e Insights, meu processo.
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos