Ir para baixo
Escanor Lin
Escanor Lin
Mensagens : 7
Data de inscrição : 01/12/2021

A luta de Escanor Empty A luta de Escanor

2/12/2021, 22:03
Oi gente, me chamo Escanor tenho 18 anos e sou bissexual.

Bem esse é a minha primeira aparição aqui no fórum. Conheci o projeto há uns dias atrás e estou muito animado pra essa nova era de descoberta na minha vida.
Eu não tenho propriamente um vício em PMO, nunca tive. Sempre fui mto ativo no meu dia a dia, sempre praticando exercícios físicos e estudando mto e fazendo várias coisas no dia. De fato, passo/passava grande parte dos meus dias estudando, evoluindo o lado profissional da minha vida e nunca deixei de fazer coisas pra assistir P, nem de sair pra assistir P. Porém, em momentos ocasionais, nos dias em que minha libido estava alta e eu me via sozinho em casa e queria me M,  eu sempre me M assistindo P.
Eu estou solteiro e tenho acumuladas poucas experiências amorosas/sexuais. Basicamente, já beijei três pessoas na minha vida: duas meninas, uma com quem eu tive uma relação curta e a outra cm quem eu tive um rolo maior de meses, e um menino, com quem eu tive relações sexuais, porém apenas sexo oral. Bem, cm vcs podem ver minhas relações amorosas foram mto poucas e essa escassez piorou depois que a pandemia começou, pois eu, aproveitando as circunstâncias, decidi focar exclusivamente nos meus estudos e, por questão de segurança, não sair de casa. Isso, somado ao fato de que eu basicamente me privei de relações reais por conta da pandemia, aumentou e muito meu contato com a P, porque eu tinha mais tempo livre pra ficar em casa e ficar navegando naquele buraco negro. Enfim, resultado, criei um maior contato com a P na pandemia, de modo que toda vida que eu ia me M eu ia ver algo diferente nos sites. Isso piorou e muito os impactos da pornografia na minha visão sexual e na minha sensibilidade sexual sabe. Eu não percebia mas eu ficava justamente com os sintomas que o E-Book descreveu, um sentimento de hiperestimulação, de inundação de dopamina, de inundação de prazer, o que me fazia buscar mais e mais aquilo. Isso consequentemente me trouxe o primeiro problema, que eu acredito ter 95% de certeza de que veio da P, que é a EP. Eu nunca tive total controle da minha ejaculação nem da minha sensação de prazer> toda vida que eu me M, o desejo de querer gozar e de querer ter o orgasmo vinha muito muito rápido, justamente por conta do desregramento à dopamina que meu cérebro tinha. Isso também se manifestou nas minhas relações, lembro que eu ficava muito muito ansioso e o sentimento de inundação de dopamina vinha muito rápido quando eu sequer pensava em ter relações com alguém ou fantasiava ou me imaginava encontrando uma menina ou um menino ou quando eu tava sozinho e simplesmente começava a tocar meu pênis, meu coração acelerava muito rápido e o prazer era muito massivo. É tanto que quando eu tive meu primeiro sexo oral, que foi cm o menino que eu disse, eu, nas duas vezes que eu fiquei com ele, ejaculei precocemente, pq o prazer era TANTO que eu não conseguia controlar. Pra vocês terem uma noção desse desregulamento, eu logo depois que ejaculei cm o menino fazendo oral em mim, passou dois minutos de período refratário, e meu pênis já tava durasso. É claro que é normal isso pra pessoas mais jovens, mas, mesmo assim, era/é algo completamente desregrado.

Porém, uma coisa interessante que eu aprendi a ser mais aberto comigo mesmo nessa quarentena foi a curiosidade de pesquisar sobre sexualidade, sexologia, sobre o que é o sexo de verdade, sobre a anatomia da vulva das mulheres, sobre orgasmo feminino e masculino, enfim, me abri ao campo de pesquisa sobre o sexo em geral. Toda vida que eu me M vendo P eu aproveitava pra pesquisar sobre coisas que eu tinha interesse, não nos sites de P, mas em sites de médicos renomados, ou em sites sérios de sexologia humana, pra realmente entender como tudo isso funcionava. Soa um pouco contraditório eu sei, mas é pq eu achava que assistir P e se inteirar sobre o que é o sexo era a mesma coisa, pois eu entendia que, ao assistir a P, eu estaria aprendendo como fazer as posições na hora do sexo, sobre como por exemplo masturbar uma mulher, enfim, achava que a P era algo benéfico.Eu desconfiava que a P tinha seus malefícios em mim, mas n fazia muita ideia. Sendo que, quando eu encontrei o fórum e li as experiêcias de várias pessoas e li o Ebook, eu abri meus olhos pro quanto a P é prejudicial pras nossas mentes, tanto em quesitos sexuais, como em quesitos sociais e até emocionais. Foi aí que, depois dessa última sessão de M e depois dessa descoberta que eu tinha feito do fórum, foi que eu decidi colocar em prática o Projeto proposto pelo fórum. E posso dizer pra vocês que os benefícios que eu já estou sentindo nesses primeiros dias do projeto SÃO SENSACIONAIS

Atualmente, no meu contador, estou com 9 dias sem PMO, porém acredito que seja uns 13, pois eu parei o PMO antes de começar a contar e só fui instalar o contador depois que uns dias decorreram. Mas enfim, os efeitos que eu estou sentindo na minha percepção sexual e social nesses primeiros pequenos dias são incríveis> A minha ansiedade sexual abaixou muito muito muito mesmo. Acredito que eu esteja num período de flatline, mas, sinceramente, isso está vindo como uma luva pra mim, porque quando me vêm pensamentos mais eróticos assim do nada né, eu não fico mais excitado como eu ficava. Quando eu pego no meu pênis, seja pra me limpar ou pra ajeitar ele na cueca, a sensação de prazer não vem instantaneamente e eu n sinto uma sensação de inundação de dopamina e de ansiedade sexual só de tocar nele. E agora, quando eu me imagino conversando com algum parceiro/parceira em alguma ocasião eu consigo me imaginar muito mais confiante, sem tremedeiras, sem ansiedades a mais sabe, consigo me imaginar com muito mais capacidade de conseguir o que eu quero. ( Digo consigo imaginar, pois, apesar de eu ser uma pessoa com bastante autoestima e muito sociável, eu ainda n fui me encontrar com ninguém desde quando comecei o projeto, porque, como eu disse, estava focado estudando pro vestibular, que terminou agora, que foi o enem, e estava aproveitando esse tempo pra ficar somente em casa até que eu tomasse a segunda dose e ficasse mais de boa pra sair, então, agora que o enem passou, é que eu estou voltando à vida mesmo.) Mas enfim, só de me imaginar sendo mais confiante e não mais tão ansioso em ocasiões amorosas é um passo muito grande pra mim.E eu tô mto feliz que essa flatline esteja ocorrendo pq é sinal que meu cérebro está reconfigurando as sensações sabe, deixando de lado os estímulos e a sensações virtuais, pelas sensações reais
Sem o fórum e o projeto, eu nunca imaginaria que toda aquela minha extasia demasiada que eu sentia em ocasiões amorosas era decorrente da P.


Enfim, é isso, são esses os sintomas que eu senti até agora com o projeto e pretendo vir atualizando aqui e continuar firme pra nunca mais voltar pra P e pras desgraças das estimulações virtuais e superficiais. Apenas estimulações reais!!! Obrigado a quem tenha lido até aqui Smile
( PS: estou indo de hard mode na minha caminhada por agora, pelo menos até completar os 90 dias. Não tenho pressa pois eu estou em uma fase da minha vida que, por conta da pandemia, eu não vejo meus amigos há quase 2 anos, e então, quero tirar esse período de férias e pós-vestibular pra me curtir e pra curtir meus amigos. Então, vou unir o útil ao agradável e focar também no projeto ao mesmo tempo que foco em relações mais de amizade e tal)
Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1165
Data de inscrição : 10/12/2018

A luta de Escanor Empty Re: A luta de Escanor

2/12/2021, 23:25
Oi, Escanor Lin!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa

Escanor Lin gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

A luta de Escanor Empty Re: A luta de Escanor

4/12/2021, 21:27
Escanor Lin escreveu:Oi gente, me chamo Escanor tenho 18 anos e sou bissexual.

Bem esse é a minha primeira aparição aqui no fórum. Conheci o projeto há uns dias atrás e estou muito animado pra essa nova era de descoberta na minha vida.
Eu não tenho propriamente um vício em PMO, nunca tive. Sempre fui mto ativo no meu dia a dia, sempre praticando exercícios físicos e estudando mto e fazendo várias coisas no dia. De fato, passo/passava grande parte dos meus dias estudando, evoluindo o lado profissional da minha vida e nunca deixei de fazer coisas pra assistir P, nem de sair pra assistir P. Porém, em momentos ocasionais, nos dias em que minha libido estava alta e eu me via sozinho em casa e queria me M,  eu sempre me M assistindo P.
Eu estou solteiro e tenho acumuladas poucas experiências amorosas/sexuais. Basicamente, já beijei três pessoas na minha vida: duas meninas, uma com quem eu tive uma relação curta e a outra cm quem eu tive um rolo maior de meses, e um menino, com quem eu tive relações sexuais, porém apenas sexo oral. Bem, cm vcs podem ver minhas relações amorosas foram mto poucas e essa escassez piorou depois que a pandemia começou, pois eu, aproveitando as circunstâncias, decidi focar exclusivamente nos meus estudos e, por questão de segurança, não sair de casa. Isso, somado ao fato de que eu basicamente me privei de relações reais por conta da pandemia, aumentou e muito meu contato com a P, porque eu tinha mais tempo livre pra ficar em casa e ficar navegando naquele buraco negro. Enfim, resultado, criei um maior contato com a P na pandemia, de modo que toda vida que eu ia me M eu ia ver algo diferente nos sites. Isso piorou e muito os impactos da pornografia na minha visão sexual e na minha sensibilidade sexual sabe. Eu não percebia mas eu ficava justamente com os sintomas que o E-Book descreveu, um sentimento de hiperestimulação, de inundação de dopamina, de inundação de prazer, o que me fazia buscar mais e mais aquilo. Isso consequentemente me trouxe o primeiro problema, que eu acredito ter 95% de certeza de que veio da P, que é a EP. Eu nunca tive total controle da minha ejaculação nem da minha sensação de prazer> toda vida que eu me M, o desejo de querer gozar e de querer ter o orgasmo vinha muito muito rápido, justamente por conta do desregramento à dopamina que meu cérebro tinha. Isso também se manifestou nas minhas relações, lembro que eu ficava muito muito ansioso e o sentimento de inundação de dopamina vinha muito rápido quando eu sequer pensava em ter relações com alguém ou fantasiava ou me imaginava encontrando uma menina ou um menino ou quando eu tava sozinho e simplesmente começava a tocar meu pênis, meu coração acelerava muito rápido e o prazer era muito massivo. É tanto que quando eu tive meu primeiro sexo oral, que foi cm o menino que eu disse, eu, nas duas vezes que eu fiquei com ele, ejaculei precocemente, pq o prazer era TANTO que eu não conseguia controlar. Pra vocês terem uma noção desse desregulamento, eu logo depois que ejaculei cm o menino fazendo oral em mim, passou dois minutos de período refratário, e meu pênis já tava durasso. É claro que é normal isso pra pessoas mais jovens, mas, mesmo assim, era/é algo completamente desregrado.

Porém, uma coisa interessante que eu aprendi a ser mais aberto comigo mesmo nessa quarentena foi a curiosidade de pesquisar sobre sexualidade, sexologia, sobre o que é o sexo de verdade, sobre a anatomia da vulva das mulheres, sobre orgasmo feminino e masculino, enfim, me abri ao campo de pesquisa sobre o sexo em geral. Toda vida que eu me M vendo P eu aproveitava pra pesquisar sobre coisas que eu tinha interesse, não nos sites de P, mas em sites de médicos renomados, ou em sites sérios de sexologia humana, pra realmente entender como tudo isso funcionava. Soa um pouco contraditório eu sei, mas é pq eu achava que assistir P e se inteirar sobre o que é o sexo era a mesma coisa, pois eu entendia que, ao assistir a P, eu estaria aprendendo como fazer as posições na hora do sexo, sobre como por exemplo masturbar uma mulher, enfim, achava que a P era algo benéfico.Eu desconfiava que a P tinha seus malefícios em mim, mas n fazia muita ideia. Sendo que, quando eu encontrei o fórum e li as experiêcias de várias pessoas e li o Ebook, eu abri meus olhos pro quanto a P é prejudicial pras nossas mentes, tanto em quesitos sexuais, como em quesitos sociais e até emocionais. Foi aí que, depois dessa última sessão de M e depois dessa descoberta que eu tinha feito do fórum, foi que eu decidi colocar em prática o Projeto proposto pelo fórum. E posso dizer pra vocês que os benefícios que eu já estou sentindo nesses primeiros dias do projeto SÃO SENSACIONAIS

Atualmente, no meu contador, estou com 9 dias sem PMO, porém acredito que seja uns 13, pois eu parei o PMO antes de começar a contar e só fui instalar o contador depois que uns dias decorreram. Mas enfim, os efeitos que eu estou sentindo na minha percepção sexual e social nesses primeiros pequenos dias são incríveis> A minha ansiedade sexual abaixou muito muito muito mesmo. Acredito que eu esteja num período de flatline, mas, sinceramente, isso está vindo como uma luva pra mim, porque quando me vêm pensamentos mais eróticos assim do nada né, eu não fico mais excitado como eu ficava. Quando eu pego no meu pênis, seja pra me limpar ou pra ajeitar ele na cueca, a sensação de prazer não vem instantaneamente e eu n sinto uma sensação de inundação de dopamina e de ansiedade sexual só de tocar nele. E agora, quando eu me imagino conversando com algum parceiro/parceira em alguma ocasião eu consigo me imaginar muito mais confiante, sem tremedeiras, sem ansiedades a mais sabe, consigo me imaginar com muito mais capacidade de conseguir o que eu quero. ( Digo consigo imaginar, pois, apesar de eu ser uma pessoa com bastante autoestima e muito sociável, eu ainda n fui me encontrar com ninguém desde quando comecei o projeto, porque, como eu disse, estava focado estudando pro vestibular, que terminou agora, que foi o enem, e estava aproveitando esse tempo pra ficar somente em casa até que eu tomasse a segunda dose e ficasse mais de boa pra sair, então, agora que o enem passou, é que eu estou voltando à vida mesmo.) Mas enfim, só de me imaginar sendo mais confiante e não mais tão ansioso em ocasiões amorosas é um passo muito grande pra mim.E eu tô mto feliz que essa flatline esteja ocorrendo pq é sinal que meu cérebro está reconfigurando as sensações sabe, deixando de lado os estímulos e a sensações virtuais, pelas sensações reais
Sem o fórum e o projeto, eu nunca imaginaria que toda aquela minha extasia demasiada que eu sentia em ocasiões amorosas era decorrente da P.


Enfim, é isso, são esses os sintomas que eu senti até agora com o projeto e pretendo vir atualizando aqui e continuar firme pra nunca mais voltar pra P e pras desgraças das estimulações virtuais e superficiais. Apenas estimulações reais!!! Obrigado a quem tenha lido até aqui Smile
( PS: estou indo de hard mode na minha caminhada por agora, pelo menos até completar os 90 dias. Não tenho pressa pois eu estou em uma fase da minha vida que, por conta da pandemia, eu não vejo meus amigos há quase 2 anos, e então, quero tirar esse período de férias e pós-vestibular pra me curtir e pra curtir meus amigos. Então, vou unir o útil ao agradável e focar também no projeto ao mesmo tempo que foco em relações mais de amizade e tal)

Olá amigo,frank zane aqui.

Assim como você também não era viciado em pornô,porém a pandemia fez eu me aproximar da pornográfia e infelizmente agora estou viciado tanto em porno quanto em masturbação.

Abraço amigo,boa sorte em sua jornada!
Escanor Lin
Escanor Lin
Mensagens : 7
Data de inscrição : 01/12/2021

A luta de Escanor Empty Re: A luta de Escanor

6/12/2021, 20:07
Convidado escreveu:
Escanor Lin escreveu:Oi gente, me chamo Escanor tenho 18 anos e sou bissexual.

Bem esse é a minha primeira aparição aqui no fórum. Conheci o projeto há uns dias atrás e estou muito animado pra essa nova era de descoberta na minha vida.
Eu não tenho propriamente um vício em PMO, nunca tive. Sempre fui mto ativo no meu dia a dia, sempre praticando exercícios físicos e estudando mto e fazendo várias coisas no dia. De fato, passo/passava grande parte dos meus dias estudando, evoluindo o lado profissional da minha vida e nunca deixei de fazer coisas pra assistir P, nem de sair pra assistir P. Porém, em momentos ocasionais, nos dias em que minha libido estava alta e eu me via sozinho em casa e queria me M,  eu sempre me M assistindo P.
Eu estou solteiro e tenho acumuladas poucas experiências amorosas/sexuais. Basicamente, já beijei três pessoas na minha vida: duas meninas, uma com quem eu tive uma relação curta e a outra cm quem eu tive um rolo maior de meses, e um menino, com quem eu tive relações sexuais, porém apenas sexo oral. Bem, cm vcs podem ver minhas relações amorosas foram mto poucas e essa escassez piorou depois que a pandemia começou, pois eu, aproveitando as circunstâncias, decidi focar exclusivamente nos meus estudos e, por questão de segurança, não sair de casa. Isso, somado ao fato de que eu basicamente me privei de relações reais por conta da pandemia, aumentou e muito meu contato com a P, porque eu tinha mais tempo livre pra ficar em casa e ficar navegando naquele buraco negro. Enfim, resultado, criei um maior contato com a P na pandemia, de modo que toda vida que eu ia me M eu ia ver algo diferente nos sites. Isso piorou e muito os impactos da pornografia na minha visão sexual e na minha sensibilidade sexual sabe. Eu não percebia mas eu ficava justamente com os sintomas que o E-Book descreveu, um sentimento de hiperestimulação, de inundação de dopamina, de inundação de prazer, o que me fazia buscar mais e mais aquilo. Isso consequentemente me trouxe o primeiro problema, que eu acredito ter 95% de certeza de que veio da P, que é a EP. Eu nunca tive total controle da minha ejaculação nem da minha sensação de prazer> toda vida que eu me M, o desejo de querer gozar e de querer ter o orgasmo vinha muito muito rápido, justamente por conta do desregramento à dopamina que meu cérebro tinha. Isso também se manifestou nas minhas relações, lembro que eu ficava muito muito ansioso e o sentimento de inundação de dopamina vinha muito rápido quando eu sequer pensava em ter relações com alguém ou fantasiava ou me imaginava encontrando uma menina ou um menino ou quando eu tava sozinho e simplesmente começava a tocar meu pênis, meu coração acelerava muito rápido e o prazer era muito massivo. É tanto que quando eu tive meu primeiro sexo oral, que foi cm o menino que eu disse, eu, nas duas vezes que eu fiquei com ele, ejaculei precocemente, pq o prazer era TANTO que eu não conseguia controlar. Pra vocês terem uma noção desse desregulamento, eu logo depois que ejaculei cm o menino fazendo oral em mim, passou dois minutos de período refratário, e meu pênis já tava durasso. É claro que é normal isso pra pessoas mais jovens, mas, mesmo assim, era/é algo completamente desregrado.

Porém, uma coisa interessante que eu aprendi a ser mais aberto comigo mesmo nessa quarentena foi a curiosidade de pesquisar sobre sexualidade, sexologia, sobre o que é o sexo de verdade, sobre a anatomia da vulva das mulheres, sobre orgasmo feminino e masculino, enfim, me abri ao campo de pesquisa sobre o sexo em geral. Toda vida que eu me M vendo P eu aproveitava pra pesquisar sobre coisas que eu tinha interesse, não nos sites de P, mas em sites de médicos renomados, ou em sites sérios de sexologia humana, pra realmente entender como tudo isso funcionava. Soa um pouco contraditório eu sei, mas é pq eu achava que assistir P e se inteirar sobre o que é o sexo era a mesma coisa, pois eu entendia que, ao assistir a P, eu estaria aprendendo como fazer as posições na hora do sexo, sobre como por exemplo masturbar uma mulher, enfim, achava que a P era algo benéfico.Eu desconfiava que a P tinha seus malefícios em mim, mas n fazia muita ideia. Sendo que, quando eu encontrei o fórum e li as experiêcias de várias pessoas e li o Ebook, eu abri meus olhos pro quanto a P é prejudicial pras nossas mentes, tanto em quesitos sexuais, como em quesitos sociais e até emocionais. Foi aí que, depois dessa última sessão de M e depois dessa descoberta que eu tinha feito do fórum, foi que eu decidi colocar em prática o Projeto proposto pelo fórum. E posso dizer pra vocês que os benefícios que eu já estou sentindo nesses primeiros dias do projeto SÃO SENSACIONAIS

Atualmente, no meu contador, estou com 9 dias sem PMO, porém acredito que seja uns 13, pois eu parei o PMO antes de começar a contar e só fui instalar o contador depois que uns dias decorreram. Mas enfim, os efeitos que eu estou sentindo na minha percepção sexual e social nesses primeiros pequenos dias são incríveis> A minha ansiedade sexual abaixou muito muito muito mesmo. Acredito que eu esteja num período de flatline, mas, sinceramente, isso está vindo como uma luva pra mim, porque quando me vêm pensamentos mais eróticos assim do nada né, eu não fico mais excitado como eu ficava. Quando eu pego no meu pênis, seja pra me limpar ou pra ajeitar ele na cueca, a sensação de prazer não vem instantaneamente e eu n sinto uma sensação de inundação de dopamina e de ansiedade sexual só de tocar nele. E agora, quando eu me imagino conversando com algum parceiro/parceira em alguma ocasião eu consigo me imaginar muito mais confiante, sem tremedeiras, sem ansiedades a mais sabe, consigo me imaginar com muito mais capacidade de conseguir o que eu quero. ( Digo consigo imaginar, pois, apesar de eu ser uma pessoa com bastante autoestima e muito sociável, eu ainda n fui me encontrar com ninguém desde quando comecei o projeto, porque, como eu disse, estava focado estudando pro vestibular, que terminou agora, que foi o enem, e estava aproveitando esse tempo pra ficar somente em casa até que eu tomasse a segunda dose e ficasse mais de boa pra sair, então, agora que o enem passou, é que eu estou voltando à vida mesmo.) Mas enfim, só de me imaginar sendo mais confiante e não mais tão ansioso em ocasiões amorosas é um passo muito grande pra mim.E eu tô mto feliz que essa flatline esteja ocorrendo pq é sinal que meu cérebro está reconfigurando as sensações sabe, deixando de lado os estímulos e a sensações virtuais, pelas sensações reais
Sem o fórum e o projeto, eu nunca imaginaria que toda aquela minha extasia demasiada que eu sentia em ocasiões amorosas era decorrente da P.


Enfim, é isso, são esses os sintomas que eu senti até agora com o projeto e pretendo vir atualizando aqui e continuar firme pra nunca mais voltar pra P e pras desgraças das estimulações virtuais e superficiais. Apenas estimulações reais!!! Obrigado a quem tenha lido até aqui Smile
( PS: estou indo de hard mode na minha caminhada por agora, pelo menos até completar os 90 dias. Não tenho pressa pois eu estou em uma fase da minha vida que, por conta da pandemia, eu não vejo meus amigos há quase 2 anos, e então, quero tirar esse período de férias e pós-vestibular pra me curtir e pra curtir meus amigos. Então, vou unir o útil ao agradável e focar também no projeto ao mesmo tempo que foco em relações mais de amizade e tal)

Olá amigo,frank zane aqui.

Assim como você também não era viciado em pornô,porém a pandemia fez eu me aproximar da pornográfia e infelizmente agora estou viciado tanto em porno quanto em masturbação.

Abraço amigo,boa sorte em sua jornada!
Fala Frank!

Poisé cara! Acontece! Mas o importante é que estamos tentando mudar
Desejo boa sorte igualmente na sua jornada também!!!
Escanor Lin
Escanor Lin
Mensagens : 7
Data de inscrição : 01/12/2021

A luta de Escanor Empty Re: A luta de Escanor

6/12/2021, 20:19
Bom gente, hoje estou tranquilo como esquilo, 13 dias sem PMO.
Como eu falei na mensagem de apresentação, tô numa fase em que só quero me aproveitar e aproveitar meus amigos. Antes, no começo do reboot, eu estava com uma grande vontade de ter alguma relação amorosa. Porém, hoje, eu já n sinto mais essa vontade sabe. Quando eu penso nos contatinhos que eu tinha no whatsaap ( que agora n mantenho mais por conta das estimulações virtuais desse ambiente), não me vem mais uma grande vontade de ter alguma coisa cm essas pessoas sabe. Acredito que isso seja um reflexo da flatline, mas também do meu amadurecimento emocional, em ver que eu tenho que, principalmente, depois de um longo período de isolamento social, focar em mim mesmo e nas pessoas que me querem bem. Mas enfim, é isso, é assim q to me sentindo hj Smile
Escanor Lin
Escanor Lin
Mensagens : 7
Data de inscrição : 01/12/2021

A luta de Escanor Empty Re: A luta de Escanor

6/12/2021, 21:07
Gente, podem me ajudar com uma dúvida?

É pq eu amo assistir séries né, sendo que de vez em quando, há cenas de pegação e cenas de beijo ou até mesmo de sexo, mas bem ímplicito, nada comparado ao P

Assistindo a essas cenas nessas séries e estando no reboot, eu não sinto nada, não fico excitado ( só dá no máximo uma remexida pequena no peito sabe), nem sinto vontade se me masturbar e, claro, não me masturbo assistindo essas coisas. Mas enfim, o que eu quero saber é, serasi essas cenas corrompem meu reboot? Pq assim se corromper apenas de assistir e n fazer nada, fica foda de fazer reboot pq basicamente toda série tem algo amoroso envolvido. Enfim, meu reboot vai ser prejudicado só em eu ver cenas de beijo e sexo ímplicito?
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos