diário da minha vitória

+33
parbat
Marverick
Cassius lothbrok
Lutador com Cristo
Peter Parker
NogueiraJ
GuerreiroImplacável
Mandrake
LUCAS CAESAR
Alexandretj
Kvasir
Christopher Moltisanti
rlutador
Diácono Lucas
Ayrton Senna
SóMaisUm
Toon
Druidzin
Vencedor disciplinado
Logos
Gardenzio
Tolbs
Pavaozinho
Guilherme96
TheTrooper
Super Vegeta
Wolf17
Marcos081
vierkenes
ironmaiden2244
The Rorschach
Drew
Kaneki
37 participantes
Ir para baixo
Christopher Moltisanti
Christopher Moltisanti
Mensagens : 85
Data de inscrição : 17/07/2021
Idade : 27

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

2/1/2022, 10:52
Drew escreveu:Estou bem, amigos.
Já escrevi 44 páginas de meus fracassos e por isso não quero mais escrever no meu diário.
Caí ontem novamente, não sei porquê eu deveria acreditar que tudo vai ser diferente agora, mas o ano novo é uma boa oportunidade para recomeçar.
Obrigado amigos.
Bom ano pra vocês.

Com a mesma tinta que escreveu seu fracassos, você escreveu seu bons dias, os dias que conseguiu vencer a si mesmo e não existe vitória maior.
Está cansado ?  descanse
Confuso ? então se acalme

Não existe outra opção a não ser lutar, certamente você não será um Elon Musk e fazer bilhões após conseguir o reboot mas conseguirá as pequenas conquistas que só você sabe o valor.

Feliz Ano Novo e não desiste man

_______________________________________
''A cura só acontece quando você se desintoxica das crenças que te limitam. Não é sobre aprender como se curar, é sobre desaprender tudo aquilo que intoxicou durante a vida''

GuerreiroImplacável, Drew, NogueiraJ e Mandrake gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

8/1/2022, 22:55
Se você quer ler uma história de sucesso vá para outro lugar, continue aqui se deseja ver um fracassado reclamar da sua merda de vida.

Não passei mais do que 4 dias limpo em 2022, pois dia 04/01 não suportei meus malditos pensamentos e caí miseravelmente, pra variar cai diversas vezes e não só uma, e pra variar mais ainda evolui de só MO para PMO.

Mas naquele dia aconteceu algo incomum, eu chorei, mas o motivo não foi arrependimento e sim a sensação de estar preso. Preso dentro dos meus pensamentos, preso na cabeça de um cara pervertido que não consegue parar de sexualizar tudo e a qualquer humano do sexo feminino, preso num vício sem controle, preso num corpo que se mexe sozinho enquanto minha consciência apenas assiste com desgosto este mesmo corpo, mais especificamente meu braço fazer o que eu não gostaria de estar fazendo.
Não é um ato que eu cometo, porque seria simples apenas não cometer, a grande questão é o que me leva até isso.

Meu choro foi de desespero, por me sentir preso e sem saída e não ver perspectiva nenhuma de um ano de 2022 sem esse lixo, mas sobre tudo sem essa saúde mental tão frágil que se bala por pouca coisa e que eu não consigo manter forte.

Então, após o dia 4 eu cai mais vezes, e agora estou aqui tentando recomeçar pela vez sei lá que número.

A imagem que eu tenho em cima da minha mesa, de Jesus e Maria, que eu sempre tiro da mesa quando quero assistir o que não devo, é um símbolo de um homem que joga Deus pra escanteio e vai lá fazer o que não Lhe agrada, é o símbolo do quão indigno eu sou.

Eu queria ter desabafado no dia mesmo, mas não quis vir aqui ficar de mimimi, entretanto resolvi escrever e deixar claro no começo que lê quem quer.

Hoje várias pessoas morreram porque uma pedra desabou de um barranco, todas elas achavam que veriam o amanhã. Quanto tempo eu ainda tenho de vida? Por quanto tempo eu posso brincar com a minha existência neste mundo e na outra vida? Eu vou realmente passar por esse mundo sem deixar absolutamente nada de bom para as futuras gerações?

Neste mesmo notebook aonde vejo indecências, também rezo, trabalho e participo deste fórum, sei que Deus entende o meu vício mas ao mesmo tempo Ele deseja que eu lute para sair dele, após a morte apenas o martelo da justiça pesará sobre mim.

Por fim, acabarei eu na serjeta? Sem trabalho, sem uma mulher e filhos, um completo fracassado?

Cumprirei algum dia o meu desejo de ir até a ponte de madrugada e "nadar um pouquinho"?

Algum dia eu serei feliz?

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki, Araújo01, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Kvasir
Kvasir
Mensagens : 117
Data de inscrição : 04/01/2022

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

9/1/2022, 00:02
Drew escreveu:Se você quer ler uma história de sucesso vá para outro lugar, continue aqui se deseja ver um fracassado reclamar da sua merda de vida.

Não passei mais do que 4 dias limpo em 2022, pois dia 04/01 não suportei meus malditos pensamentos e caí miseravelmente, pra variar cai diversas vezes e não só uma, e pra variar mais ainda evolui de só MO para PMO.

Mas naquele dia aconteceu algo incomum, eu chorei, mas o motivo não foi arrependimento e sim a sensação de estar preso. Preso dentro dos meus pensamentos, preso na cabeça de um cara pervertido que não consegue parar de sexualizar tudo e a qualquer humano do sexo feminino, preso num vício sem controle, preso num corpo que se mexe sozinho enquanto minha consciência apenas assiste com desgosto este mesmo corpo, mais especificamente meu braço fazer o que eu não gostaria de estar fazendo.
Não é um ato que eu cometo, porque seria simples apenas não cometer, a grande questão é o que me leva até isso.

Meu choro foi de desespero, por me sentir preso e sem saída e não ver perspectiva nenhuma de um ano de 2022 sem esse lixo, mas sobre tudo sem essa saúde mental tão frágil que se bala por pouca coisa e que eu não consigo manter forte.

Então, após o dia 4 eu cai mais vezes, e agora estou aqui tentando recomeçar pela vez sei lá que número.

A imagem que eu tenho em cima da minha mesa, de Jesus e Maria, que eu sempre tiro da mesa quando quero assistir o que não devo, é um símbolo de um homem que joga Deus pra escanteio e vai lá fazer o que não Lhe agrada, é o símbolo do quão indigno eu sou.

Eu queria ter desabafado no dia mesmo, mas não quis vir aqui ficar de mimimi, entretanto resolvi escrever e deixar claro no começo que lê quem quer.

Hoje várias pessoas morreram porque uma pedra desabou de um barranco, todas elas achavam que veriam o amanhã. Quanto tempo eu ainda tenho de vida? Por quanto tempo eu posso brincar com a minha existência neste mundo e na outra vida? Eu vou realmente passar por esse mundo sem deixar absolutamente nada de bom para as futuras gerações?

Neste mesmo notebook aonde vejo indecências, também rezo, trabalho e participo deste fórum, sei que Deus entende o meu vício mas ao mesmo tempo Ele deseja que eu lute para sair dele, após a morte apenas o martelo da justiça pesará sobre mim.

Por fim, acabarei eu na serjeta? Sem trabalho, sem uma mulher e filhos, um completo fracassado?

Cumprirei algum dia o meu desejo de ir até a ponte de madrugada e "nadar um pouquinho"?

Algum dia eu serei feliz?

Cara, eu entendo cada parte de sua angústia, porque eu estive nesse mesmo mar de desesperança de ter uma vida, de estar na sarjeta, não ter uma esposa e não ter filhos. Cada um Deus trabalha de uma forma única para restaurar, mas no fim nós escolhemos o que queremos. Várias vezes durante a minha vida eu escolhi o caminho contrário do que Deus quis.

Deus me deu amigos, me deu irmãos na fé, me deu possibilidades de conhecer pessoas, possibilidades de restaurar minha vida e várias vezes eu neguei e cai em remorso e arrependimento, até que Deus me deu uma namorada e ai eu percebi que eu não conseguia amar e entendi que parar amar alguém é necessário se sacrificar, amor é sacrifício, e eu mesmo quando não estava mais a querendo, eu percebi que eu precisava a amar, porque nenhuma outra mulher me amou como ela me ama.

Cara, eu fui contra o meu desejo, a minha vontade várias vezes, até hoje, só para estar livre e hoje eu me sinto livre, não sinto mais desejo de ver P. é algo que com o tempo que você vai resistindo vai se fortalecendo dentro de você. Lute pela sua liberdade, lute pelo amor. Creia que Deus te ama ( ele ama mesmo ) e que irá cuidar de você.

Você precisa ser forte e negar a si mesmo, negar pela sua salvação, por Cristo, ame a Cristo, ame aquele que deu a vida pela tua. Mesmo que você não receba mais nada em troca, ele já merece tudo e ele já seria suficiente em sua vida, mas eu sei que ele sempre transforma as pessoas e as dá um novo caminho, um novo destino e um novo propósito. Se você for forte e lutar novamente para ser livre e escolher ele, você terá uma vida satisfeita e feliz com Deus, se for realmente seu desejo ter uma esposa e se casar, ele lhe dará uma boa esposa que te ame até o fim da sua vida. Desejo que Deus te ilumine, te dê forças e te abençoe. Lute para que de agora até o fim do ano você não cair mais na PMO, assim como eu.

Drew, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

avatar
ironmaiden2244
Mensagens : 179
Data de inscrição : 11/05/2021

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

9/1/2022, 14:07
Drew escreveu:Se você quer ler uma história de sucesso vá para outro lugar, continue aqui se deseja ver um fracassado reclamar da sua merda de vida.

Não passei mais do que 4 dias limpo em 2022, pois dia 04/01 não suportei meus malditos pensamentos e caí miseravelmente, pra variar cai diversas vezes e não só uma, e pra variar mais ainda evolui de só MO para PMO.

Mas naquele dia aconteceu algo incomum, eu chorei, mas o motivo não foi arrependimento e sim a sensação de estar preso. Preso dentro dos meus pensamentos, preso na cabeça de um cara pervertido que não consegue parar de sexualizar tudo e a qualquer humano do sexo feminino, preso num vício sem controle, preso num corpo que se mexe sozinho enquanto minha consciência apenas assiste com desgosto este mesmo corpo, mais especificamente meu braço fazer o que eu não gostaria de estar fazendo.
Não é um ato que eu cometo, porque seria simples apenas não cometer, a grande questão é o que me leva até isso.

Meu choro foi de desespero, por me sentir preso e sem saída e não ver perspectiva nenhuma de um ano de 2022 sem esse lixo, mas sobre tudo sem essa saúde mental tão frágil que se bala por pouca coisa e que eu não consigo manter forte.

Então, após o dia 4 eu cai mais vezes, e agora estou aqui tentando recomeçar pela vez sei lá que número.

A imagem que eu tenho em cima da minha mesa, de Jesus e Maria, que eu sempre tiro da mesa quando quero assistir o que não devo, é um símbolo de um homem que joga Deus pra escanteio e vai lá fazer o que não Lhe agrada, é o símbolo do quão indigno eu sou.

Eu queria ter desabafado no dia mesmo, mas não quis vir aqui ficar de mimimi, entretanto resolvi escrever e deixar claro no começo que lê quem quer.

Hoje várias pessoas morreram porque uma pedra desabou de um barranco, todas elas achavam que veriam o amanhã. Quanto tempo eu ainda tenho de vida? Por quanto tempo eu posso brincar com a minha existência neste mundo e na outra vida? Eu vou realmente passar por esse mundo sem deixar absolutamente nada de bom para as futuras gerações?

Neste mesmo notebook aonde vejo indecências, também rezo, trabalho e participo deste fórum, sei que Deus entende o meu vício mas ao mesmo tempo Ele deseja que eu lute para sair dele, após a morte apenas o martelo da justiça pesará sobre mim.

Por fim, acabarei eu na serjeta? Sem trabalho, sem uma mulher e filhos, um completo fracassado?

Cumprirei algum dia o meu desejo de ir até a ponte de madrugada e "nadar um pouquinho"?

Algum dia eu serei feliz?

Não passou mais de 4 dias em 2022, mas 2022 só tem 9 dias até o atual momento, então está tranquilo.

Não se cobre tanto, meu caro Drew.

Continue firme, mude a direção do LEME, ajuste o que precisa ser ajustado, faça e reveja o seu planejamento de streak, suas metas, seus objetivos.

Ainda dá tempo de começar 2022 com o pé direito.

Bora....

Um abraço!

Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

LUCAS CAESAR
LUCAS CAESAR
Mensagens : 96
Data de inscrição : 08/12/2021
Idade : 23

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

9/1/2022, 17:57
Amigo Drew primeiramente obrigado pelo seu comentário no meu diário.
Amigo se acalme, eu entendo o que você está sentindo, sou católico que nem você, tenho esses mesmos pensamentos, realmente todos eles, também no meu quarto, não agora que me mudei mas antes, tinha três imagens, uma de Nosso Senhor, uma de Nossa Senhora e outra de São José, fazia a mesma coisa, virava eles para não verem o estava fazendo.
Amigo, relaxe..., recomendo a você ver um video do italo marsili sobre pmo, não posso passar o link aqui, meu bloqueador bloqueou o video, mas procure lá, o nome acho que é " como se livrar da porografia e outros males", tenham calma leia os relatos de sucesso aqui no fórum, reze, para Nosso Senhor, faça isso amigo porfavor.

_______________________________________





A castidade comporta a aprendizagem do domínio de si que é pedagogia da liberdade humana. A alternativa é clara ou o homem comanda suas paixões e obtém a paz, ou se deixa subjugar por elas e se torna infeliz. " CIC.

"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa." Toguro "A lenda do fórum."
Dias completos:
25(X).


MEU DIÁRIO:"Em busca da Liberdade"

Drew, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3131
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

10/1/2022, 08:07
Drew escreveu:Se você quer ler uma história de sucesso vá para outro lugar, continue aqui se deseja ver um fracassado reclamar da sua merda de vida.

Não passei mais do que 4 dias limpo em 2022, pois dia 04/01 não suportei meus malditos pensamentos e caí miseravelmente, pra variar cai diversas vezes e não só uma, e pra variar mais ainda evolui de só MO para PMO.

Mas naquele dia aconteceu algo incomum, eu chorei, mas o motivo não foi arrependimento e sim a sensação de estar preso. Preso dentro dos meus pensamentos, preso na cabeça de um cara pervertido que não consegue parar de sexualizar tudo e a qualquer humano do sexo feminino, preso num vício sem controle, preso num corpo que se mexe sozinho enquanto minha consciência apenas assiste com desgosto este mesmo corpo, mais especificamente meu braço fazer o que eu não gostaria de estar fazendo.
Não é um ato que eu cometo, porque seria simples apenas não cometer, a grande questão é o que me leva até isso.

Meu choro foi de desespero, por me sentir preso e sem saída e não ver perspectiva nenhuma de um ano de 2022 sem esse lixo, mas sobre tudo sem essa saúde mental tão frágil que se bala por pouca coisa e que eu não consigo manter forte.

Então, após o dia 4 eu cai mais vezes, e agora estou aqui tentando recomeçar pela vez sei lá que número.

A imagem que eu tenho em cima da minha mesa, de Jesus e Maria, que eu sempre tiro da mesa quando quero assistir o que não devo, é um símbolo de um homem que joga Deus pra escanteio e vai lá fazer o que não Lhe agrada, é o símbolo do quão indigno eu sou.

Eu queria ter desabafado no dia mesmo, mas não quis vir aqui ficar de mimimi, entretanto resolvi escrever e deixar claro no começo que lê quem quer.

Hoje várias pessoas morreram porque uma pedra desabou de um barranco, todas elas achavam que veriam o amanhã. Quanto tempo eu ainda tenho de vida? Por quanto tempo eu posso brincar com a minha existência neste mundo e na outra vida? Eu vou realmente passar por esse mundo sem deixar absolutamente nada de bom para as futuras gerações?

Neste mesmo notebook aonde vejo indecências, também rezo, trabalho e participo deste fórum, sei que Deus entende o meu vício mas ao mesmo tempo Ele deseja que eu lute para sair dele, após a morte apenas o martelo da justiça pesará sobre mim.

Por fim, acabarei eu na serjeta? Sem trabalho, sem uma mulher e filhos, um completo fracassado?

Cumprirei algum dia o meu desejo de ir até a ponte de madrugada e "nadar um pouquinho"?

Algum dia eu serei feliz?
Olá amigo, todos nós somos falhos, somente Deus é perfeito. Não desista, tenha fé que você vai vencer, sempre estaremos aqui para te ajudar nisso;

_______________________________________


METAS: SEM P: 100 DIAS e SEM M.O.: 5 DIAS / 7 DIAS  / 10 DIAS

Meus Links:

Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

Alexandretj
Alexandretj
Moderador
Moderador
Mensagens : 982
Data de inscrição : 21/11/2016
Idade : 38

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

10/1/2022, 12:53
Fortes suas palavras. Palavras de uma pessoa que consegue se autoavaliar. Quem é perfeito neste mundo?

Lute amigo, Deus te ama mesmo vc vivendo assim. Lute um dia de cada vez. Não é fácil sair, mas saia um pouco de casa para fazer algo que gosta. Coloque outras coisas no lugar para preencher algum espaço.

Te desejo melhoras

_______________________________________

Kaneki, Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Continuação

10/1/2022, 20:32
Drew escreveu:Se você quer ler uma história de sucesso vá para outro lugar, continue aqui se deseja ver um fracassado reclamar da sua merda de vida.

Não passei mais do que 4 dias limpo em 2022, pois dia 04/01 não suportei meus malditos pensamentos e caí miseravelmente, pra variar cai diversas vezes e não só uma, e pra variar mais ainda evolui de só MO para PMO.

Mas naquele dia aconteceu algo incomum, eu chorei, mas o motivo não foi arrependimento e sim a sensação de estar preso. Preso dentro dos meus pensamentos, preso na cabeça de um cara pervertido que não consegue parar de sexualizar tudo e a qualquer humano do sexo feminino, preso num vício sem controle, preso num corpo que se mexe sozinho enquanto minha consciência apenas assiste com desgosto este mesmo corpo, mais especificamente meu braço fazer o que eu não gostaria de estar fazendo.
Não é um ato que eu cometo, porque seria simples apenas não cometer, a grande questão é o que me leva até isso.

Meu choro foi de desespero, por me sentir preso e sem saída e não ver perspectiva nenhuma de um ano de 2022 sem esse lixo, mas sobre tudo sem essa saúde mental tão frágil que se bala por pouca coisa e que eu não consigo manter forte.

Então, após o dia 4 eu cai mais vezes, e agora estou aqui tentando recomeçar pela vez sei lá que número.

A imagem que eu tenho em cima da minha mesa, de Jesus e Maria, que eu sempre tiro da mesa quando quero assistir o que não devo, é um símbolo de um homem que joga Deus pra escanteio e vai lá fazer o que não Lhe agrada, é o símbolo do quão indigno eu sou.

Eu queria ter desabafado no dia mesmo, mas não quis vir aqui ficar de mimimi, entretanto resolvi escrever e deixar claro no começo que lê quem quer.

Hoje várias pessoas morreram porque uma pedra desabou de um barranco, todas elas achavam que veriam o amanhã. Quanto tempo eu ainda tenho de vida? Por quanto tempo eu posso brincar com a minha existência neste mundo e na outra vida? Eu vou realmente passar por esse mundo sem deixar absolutamente nada de bom para as futuras gerações?

Neste mesmo notebook aonde vejo indecências, também rezo, trabalho e participo deste fórum, sei que Deus entende o meu vício mas ao mesmo tempo Ele deseja que eu lute para sair dele, após a morte apenas o martelo da justiça pesará sobre mim.

Por fim, acabarei eu na serjeta? Sem trabalho, sem uma mulher e filhos, um completo fracassado?

Cumprirei algum dia o meu desejo de ir até a ponte de madrugada e "nadar um pouquinho"?

Algum dia eu serei feliz?

Durante toda a minha vida eu senti que caminhava numa direção. Na escola se caminha para concluir o ensino médio, depois caminhei no Enem, no cursinho e passei para começar a faculdade, daí então caminhei na faculdade. Todo esse transe ilusório me impediu de ver que eu não estava fazendo porra nenhuma da minha vida na realidade.
Quando acabei a faculdade não tinha mais pra onde andar, era eu e um diploma, sem emprego e dependente dos pais pra tudo, sem dinheiro e sem perspectiva, vivendo com a insegurança de poder morrer de fome se meus pais não estiverem mais aqui, e logo eles não estarão, Deus sabe quando.

Então 2021 foi meu primeiro ano depois de sair da faculdade e dar de cara com oportunidade zero no mercado de trabalho, mas eu ainda passei um tempo anestesiado com relação a isso. Uma grande coisa aconteceu em 2021, sai do cubículo aonde eu morava com minha mãe e meu pai e fui morar com meu pai e minha vó, além de ter mais parentes por perto. Isso me ajudou pois eu estava à beira de surtar convivendo diariamente num lugar barulhento, sem privacidade, com perturbações a todo instante. Se tem uma coisa que eu amo é o meu próprio espaço, e odeio que o invadam.

Agora me sinto pressionado por encontrar formas de ganhar dinheiro, me pressionam por todos os lados pra fazer concurso público e blá blá blá, mas estou tentando ir por outros caminhos além desse e parece que cada vez mais a pressão em cima de mim é maior.

Quem vê pode pensar que devo ser grato aos meus pais porque eles me dão tudo, mas se hoje eles me dão tudo é porque nunca me ensinaram a ser independente, me tornaram um homem de 25 anos completamente fudido na vida e sem ter o que fazer, meu pai até hoje só falta colocar um babador no meu pescoço e comida na minha boca. Não, eu não sou grato por eles "fazerem tudo por mim", eu sou um homem atrasado na vida, não amadureci, não me tornei adulto, não me torneio um homem.

Hoje preciso seguir em frente dando um passo de cada vez, dia após dia, mas a pressão por resultados é cada dia maior, parece que eu vou ter a qualquer custo começar a estudar pra alguma carreira pública e dane-se.

Nesse momento seria tão bom se eu fosse capaz de largar o vício em PMO, pois ele é um dos grandes pilares, talvez o maior, da minha completa instabilidade emocional. (Instabilidade ou estabilidade na merda, como queiram). Mas não sei se isso vai acontecer.

Pretendo ler as mensagens dos companheiros daqui alguns dias, obrigado.

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3131
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

11/1/2022, 08:28
Drew escreveu:
Drew escreveu:Se você quer ler uma história de sucesso vá para outro lugar, continue aqui se deseja ver um fracassado reclamar da sua merda de vida.

Não passei mais do que 4 dias limpo em 2022, pois dia 04/01 não suportei meus malditos pensamentos e caí miseravelmente, pra variar cai diversas vezes e não só uma, e pra variar mais ainda evolui de só MO para PMO.

Mas naquele dia aconteceu algo incomum, eu chorei, mas o motivo não foi arrependimento e sim a sensação de estar preso. Preso dentro dos meus pensamentos, preso na cabeça de um cara pervertido que não consegue parar de sexualizar tudo e a qualquer humano do sexo feminino, preso num vício sem controle, preso num corpo que se mexe sozinho enquanto minha consciência apenas assiste com desgosto este mesmo corpo, mais especificamente meu braço fazer o que eu não gostaria de estar fazendo.
Não é um ato que eu cometo, porque seria simples apenas não cometer, a grande questão é o que me leva até isso.

Meu choro foi de desespero, por me sentir preso e sem saída e não ver perspectiva nenhuma de um ano de 2022 sem esse lixo, mas sobre tudo sem essa saúde mental tão frágil que se bala por pouca coisa e que eu não consigo manter forte.

Então, após o dia 4 eu cai mais vezes, e agora estou aqui tentando recomeçar pela vez sei lá que número.

A imagem que eu tenho em cima da minha mesa, de Jesus e Maria, que eu sempre tiro da mesa quando quero assistir o que não devo, é um símbolo de um homem que joga Deus pra escanteio e vai lá fazer o que não Lhe agrada, é o símbolo do quão indigno eu sou.

Eu queria ter desabafado no dia mesmo, mas não quis vir aqui ficar de mimimi, entretanto resolvi escrever e deixar claro no começo que lê quem quer.

Hoje várias pessoas morreram porque uma pedra desabou de um barranco, todas elas achavam que veriam o amanhã. Quanto tempo eu ainda tenho de vida? Por quanto tempo eu posso brincar com a minha existência neste mundo e na outra vida? Eu vou realmente passar por esse mundo sem deixar absolutamente nada de bom para as futuras gerações?

Neste mesmo notebook aonde vejo indecências, também rezo, trabalho e participo deste fórum, sei que Deus entende o meu vício mas ao mesmo tempo Ele deseja que eu lute para sair dele, após a morte apenas o martelo da justiça pesará sobre mim.

Por fim, acabarei eu na serjeta? Sem trabalho, sem uma mulher e filhos, um completo fracassado?

Cumprirei algum dia o meu desejo de ir até a ponte de madrugada e "nadar um pouquinho"?

Algum dia eu serei feliz?

Durante toda a minha vida eu senti que caminhava numa direção. Na escola se caminha para concluir o ensino médio, depois caminhei no Enem, no cursinho e passei para começar a faculdade, daí então caminhei na faculdade. Todo esse transe ilusório me impediu de ver que eu não estava fazendo porra nenhuma da minha vida na realidade.
Quando acabei a faculdade não tinha mais pra onde andar, era eu e um diploma, sem emprego e dependente dos pais pra tudo, sem dinheiro e sem perspectiva, vivendo com a insegurança de poder morrer de fome se meus pais não estiverem mais aqui, e logo eles não estarão, Deus sabe quando.

Então 2021 foi meu primeiro ano depois de sair da faculdade e dar de cara com oportunidade zero no mercado de trabalho, mas eu ainda passei um tempo anestesiado com relação a isso. Uma grande coisa aconteceu em 2021, sai do cubículo aonde eu morava com minha mãe e meu pai e fui morar com meu pai e minha vó, além de ter mais parentes por perto. Isso me ajudou pois eu estava à beira de surtar convivendo diariamente num lugar barulhento, sem privacidade, com perturbações a todo instante. Se tem uma coisa que eu amo é o meu próprio espaço, e odeio que o invadam.

Agora me sinto pressionado por encontrar formas de ganhar dinheiro, me pressionam por todos os lados pra fazer concurso público e blá blá blá, mas estou tentando ir por outros caminhos além desse e parece que cada vez mais a pressão em cima de mim é maior.

Quem vê pode pensar que devo ser grato aos meus pais porque eles me dão tudo, mas se hoje eles me dão tudo é porque nunca me ensinaram a ser independente, me tornaram um homem de 25 anos completamente fudido na vida e sem ter o que fazer, meu pai até hoje só falta colocar um babador no meu pescoço e comida na minha boca. Não, eu não sou grato por eles "fazerem tudo por mim", eu sou um homem atrasado na vida, não amadureci, não me tornei adulto, não me torneio um homem.

Hoje preciso seguir em frente dando um passo de cada vez, dia após dia, mas a pressão por resultados é cada dia maior, parece que eu vou ter a qualquer custo começar a estudar pra alguma carreira pública e dane-se.

Nesse momento seria tão bom se eu fosse capaz de largar o vício em PMO, pois ele é um dos grandes pilares, talvez o maior, da minha completa instabilidade emocional. (Instabilidade ou estabilidade na merda, como queiram). Mas não sei se isso vai acontecer.

Pretendo ler as mensagens dos companheiros daqui alguns dias, obrigado.
Olá amigo, trilhe a sua própria jornada, não torne ela um peso em sua vida; todo mundo quer fazer a diferença no mundo, porém, não são todos que conseguem fazer o que realmente gostam e o que realmente sonham, sempre pense em sua felicidade e se isso é o que você queria fazer da sua vida, não tenham medo de mudara direção da sua vida, pois o que importa realmente é como você se sente. Bora pra frente, rumo à vitória.

_______________________________________


METAS: SEM P: 100 DIAS e SEM M.O.: 5 DIAS / 7 DIAS  / 10 DIAS

Meus Links:

Drew, NogueiraJ, HugoHen e Tolbs gostam desta mensagem

Tolbs
Tolbs
Moderador
Moderador
Mensagens : 294
Data de inscrição : 01/03/2021
Idade : 22

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

11/1/2022, 19:51
Grande Drew, que bom vê-lo por aqui colocando tudo isso para fora. Notei muitas coisas em seu discurso que gostaria de comentar, mas, primeiramente gostaria de parabeniza-lo pela força de se expressar desta maneira.

Bom, em primeiro lugar eu recomendo ajuda profissional. Psicologo e etc.. se tiver condiçoes será maravilhoso.

Depois, cara. Vivemos em uma sociedade onde o que você faz é mais importante do que você é, o que você produz, ganha, cria está sendo colocado sempre em primeiro.. Isso chegou a um nível que "ser graduado" não é nada.. me faz pensar no nosso mundo.

Certa vez li em algum lugar e concordo muito, no fim, não importa o que nós conquistamos.. mas apenas a forma como amamos as pessoas. O que você ama e tem amado Drew ?

Ter liberdade financeira é incrível, busque-a, mas não se machuque para atingi-la. Não vale a pena se torturar!!

Nem todos conquistam as coisas nos seus 20... Nem todos fecham um ano bonitinho, do dia 1 ao 31 de dezembro sem PMO, o queda faz parte da vida. Como estamos levantando ? como estamos lidando com a "derrota".

Te desejo tudo de bom! Vamos vencer!

_______________________________________
"Lento vai passar
Quem um dia eu fui
Lá vou eu de mim..."

Meu diário: https://www.comoparar.com/t11623-eu-quero-mudar

Drew, NogueiraJ e HugoHen gostam desta mensagem

LUCAS CAESAR
LUCAS CAESAR
Mensagens : 96
Data de inscrição : 08/12/2021
Idade : 23

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

13/1/2022, 17:47
Amigo Drew se acalme, faça como o amigo Tolbs falou, se tiver condição para um psicólogo vá, e mais, o pior momento para você tomar uma decisão é agora, então espere um pouco amigo, o que o reboot propõe ela vai resolver, ao resto da sua vida ficara como está mas, você estará melhor, depois de rebotado. amigo lhe indico três virtudes para você treinar, ' constância, paciência e perseverança'. faça isso amigo fará bem pra você, abraço.

_______________________________________





A castidade comporta a aprendizagem do domínio de si que é pedagogia da liberdade humana. A alternativa é clara ou o homem comanda suas paixões e obtém a paz, ou se deixa subjugar por elas e se torna infeliz. " CIC.

"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa." Toguro "A lenda do fórum."
Dias completos:
25(X).


MEU DIÁRIO:"Em busca da Liberdade"

Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

avatar
Mandrake
Mensagens : 27
Data de inscrição : 21/12/2021

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

14/1/2022, 03:58
Esses primeiros dias sao foda msm ,mas o qhe nos reeboters temos que saber e que infelismente esse luta e ora vida toda
So que deppis de um.certo tempo aliado com uma nova rotina e novos habitos fica muito facil perceber gatilhos e sair ileso
Ou entao quase nem lembramos da PMO
Mas temos que ser fortes quando a vida ta dificil , dificuldades sempre vai surgir
A vida e lutar e lutar e otimo

Drew gosta desta mensagem

GuerreiroImplacável
GuerreiroImplacável
Mensagens : 774
Data de inscrição : 04/06/2020
Idade : 22

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

26/1/2022, 17:32
Falae Drew, estou meio sem tempo pra acompanhar seu diário e ler suas mensagens, mas assim como você eu também sentia que a cada vez que eu tentasse o reboot seria igual as outras vezes... Como poderia haver resultados diferentes se está tudo igual como antes?
É por isso que devemos sempre buscar agir de forma diferente, nutrir bons hábitos e continuar a aprender cada vez mais sobre este processo.
Uma sugestão minha: Pesquise sobre o canal do Andrei Mayer e o do Eslen Delanogare, e veja o que eles falam sobre o jejum de dopamina. Tenho certeza que vai te ajudar MUITO!
Eu apliquei em minha vida e um dos (vários) benefícios que tive foi sentir que minhas chances de vencer são reais pois agora sim eu estou agindo de forma diferente, saindo de um ciclo desastroso que você mesmo já relatou aqui como é.

_______________________________________
"Você tem de se dedicar diariamente para se tornar um pouco melhor. Quando você se dedica à tarefa de se tornar um pouco melhor todos os dias, á longo prazo você se torna muito melhor."

---------------------------

Acesse meu diário: https://www.comoparar.com/t10648-e-aqui-que-o-vicio-encontra-seu-fim-guerreiroimplacavel

Kaneki, Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Agradecimentos e atualizações

8/2/2022, 11:54
Hoje resolvi ler as mensagens que vocês me deixaram depois de todo aquele meu desabafo, quero que saibam que contribuíram muito para me estimular a sair dessa.
Obrigado amigos Kvasir, ironmaiden2244, LUCAS CAESAR, Kaneki, Alexandretj, Tolbs e GuerreiroImplacável.

Nada mudou quanto ao vício, como vocês podem ver no meu contador atualizado, mas as crises de ansiedade cessaram um pouco então estou menos ruim emocionalmente.

Deixei a academia, por motivos financeiros mas também é bom me afastar daquele ambiente, voltarei a ter o hábito de caminhar/ correr ao ar livre.

Sou viciado na minha carência de afeto feminino, noto isso quando sou excessivamente apegado a uma garota próxima, quando uso uma garota como personagem das minhas fantasias de namoro e casamento, ou nas vezes em que imaginei momentos de afeto com minha hipotética futura filha, em que ela dizia "te amo, pai" ou coisas assim, mas ao mesmo tempo não tinha graça se eu tentasse imaginar a mesma coisa com o meu hipotético filho. Daí eu notei que no centro de tudo isso está a minha carência pelo carinho feminino.

Nessa mesma linha, por que sinto muito mais gosto em conversar com mulheres, teoricamente amigas, do que conversar com meus amigos? É bizarro, eu gostaria de ter mais amigos homens mas não tenho com eles a motivação que tenho com mulheres, mas se elas são só amigas minhas, então elas não seriam como homens? No fundo, eu sexualizo as minhas amigas, por mais que minta para mim mesmo que não.

Vou parar de estimular essas coisas que mencionei acima, não sou escravo de uma sensação (orgasmo), mas da minha carência e curiosidade quanto ao sexo.

Também notei que meu diário foi reduzido, o que já era previsível, e isso me dá como que o ânimo de estar recomeçando.

Volto em breve, amigos.

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3131
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

9/2/2022, 15:30
Drew escreveu:Hoje resolvi ler as mensagens que vocês me deixaram depois de todo aquele meu desabafo, quero que saibam que contribuíram muito para me estimular a sair dessa.
Obrigado amigos Kvasir, ironmaiden2244, LUCAS CAESAR, Kaneki, Alexandretj, Tolbs e GuerreiroImplacável.

Nada mudou quanto ao vício, como vocês podem ver no meu contador atualizado, mas as crises de ansiedade cessaram um pouco então estou menos ruim emocionalmente.

Deixei a academia, por motivos financeiros mas também é bom me afastar daquele ambiente, voltarei a ter o hábito de caminhar/ correr ao ar livre.

Sou viciado na minha carência de afeto feminino, noto isso quando sou excessivamente apegado a uma garota próxima, quando uso uma garota como personagem das minhas fantasias de namoro e casamento, ou nas vezes em que imaginei momentos de afeto com minha hipotética futura filha, em que ela dizia "te amo, pai" ou coisas assim, mas ao mesmo tempo não tinha graça se eu tentasse imaginar a mesma coisa com o meu hipotético filho. Daí eu notei que no centro de tudo isso está a minha carência pelo carinho feminino.

Nessa mesma linha, por que sinto muito mais gosto em conversar com mulheres, teoricamente amigas, do que conversar com meus amigos? É bizarro, eu gostaria de ter mais amigos homens mas não tenho com eles a motivação que tenho com mulheres, mas se elas são só amigas minhas, então elas não seriam como homens? No fundo, eu sexualizo as minhas amigas, por mais que minta para mim mesmo que não.

Vou parar de estimular essas coisas que mencionei acima, não sou escravo de uma sensação (orgasmo), mas da minha carência e curiosidade quanto ao sexo.

Também notei que meu diário foi reduzido, o que já era previsível, e isso me dá como que o ânimo de estar recomeçando.

Volto em breve, amigos.
Olá amigo, que você te ver por aqui kk lembrei que to revendo todo mundo odeia o chris na hbo ao ver seu post.
Bem todo mundo cuidado com os gatilhos, principalmente nesses que você disse que vem pelo contato feminino;
Assim como, tome muito cuidado pro vício não estar levando você tomar certas atitudes, tipo se aproximar de mulheres e tal já pensando levar a sua relação com ela para a P.

_______________________________________


METAS: SEM P: 100 DIAS e SEM M.O.: 5 DIAS / 7 DIAS  / 10 DIAS

Meus Links:

Drew, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Tolbs
Tolbs
Moderador
Moderador
Mensagens : 294
Data de inscrição : 01/03/2021
Idade : 22

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

9/2/2022, 19:32
Que bom tê-lo de volta por aqui Drew, vamos focar estabelecer metas e vencer !! Confio muito na sua luta e você é um cara que agrega muito ao fórum e a todos nós, estou torcendo por ti!

_______________________________________
"Lento vai passar
Quem um dia eu fui
Lá vou eu de mim..."

Meu diário: https://www.comoparar.com/t11623-eu-quero-mudar

Kaneki, Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Os períodos dentro do reboot.

13/2/2022, 11:45
Eu gosto muito de caminhar a longas distâncias, e é impossível não fazer uma analogia entre uma caminhada e o reboot.

O começo da caminhada é difícil, sua mente pensa em toda a jornada. Você presta atenção em tudo que está sentindo de desconfortável e tudo parece ficar maior.

Ao longo do tempo, essas coisas vão cessando e a gente vai ficando mais tranquilo, foca menos nas coisas negativas e mais no que estamos fazendo.

É difícil ter um mindset bom no começo, mas até um pensamento ruim tem um tempo pra ficar ali. E ele vai embora, principalmente porque nos distraímos com o ambiente ao nosso redor.

Eu comparo este processo com o princípio, físico, da inércia. O mais difícil é tirar um objeto do lugar, uma vez movimentado o objeto tende a seguir com cada vez menos dificuldade.

Mas não somente o começo da caminhada é difícil, como também o final. Porque quando estamos perto de acabar, a nossa mente começa a ansiar pelo fim da jornada, mas ainda temos 500 metros, digamos, que vão parecer 100 quilômetros.

Hoje, quando fiz minha caminhada, pensei sobre como o reboot é difícil no começo e no final, e há um período de calmaria mais ou menos na metade desse processo.

No começo, quanto mais os dias passam mais o seu desejo aumenta. De modo que cada dia as coisas ficam mais difíceis, e isso dura mais ou menos três semanas ou um mês. Depois, o cérebro se adapta a essa nova rotina e a não PMO parece mais presente do que a PMO.

Após os primeiros 30 dias, podemos educar o nosso cérebro a novas rotinas de modo geral, mas ainda temos que ver o vício como um animal à espreita, que está ali para nos atacar a qualquer momento. O fator preparação deve estar ao nosso lado e nunca ser negligenciado.

Um ponto positivo é que quanto mais temos perder, mais valor damos àquilo. É difícil segurar uma vontade forte nos primeiros dias de reboot, porque sempre pensamos que temos pouco a perder. Por outro lado, alguém com 40 a 50 dias de reboot certamente tem muita coisa a perder.

Nossa força mental para não cair cresce na mesma medida em que os dias passam e as tentações amplificam-se. De tal modo, que quando as dificuldades aumentam estamos mais fortes.

Ora, é problema pegar um peso maior a cada semana de treino? Não se você está mais forte. Jamais deseje que os problemas acabem, deseje estar forte para superá-los.

Assim como na caminhada, as intempéries não devem tirar-nos do foco no objetivo. Cansaço, sede, desconfortos, calor, chuva, elevações e etc. Devem ser superados e não fazer-nos olhar para trás. Assim devemos encerar as tentações do reboot.

Nos 20 últimos dias de reboot, e agora não falo por experiência mas por dedução, o sentimento de ver a linha de chegada pode atrapalhar. Quando eu vi a última corrida da temporada passada da Fórmula 1, e o Verstappen ultrapassou o Hamiltom na última volta, eu só conseguia pensar: “E se ele bater?”, “E se acontecer qualquer coisa?”, “Se ele apertar algum botão errado ou fizer algum movimento errado?”, “E se ele errar na curva?”. Quando eu jogo games de corrida, a pior coisa pra mim é ser o líder na última volta, e isto é um paradoxo. Na caminhada, eu pareço mais indisposto quando estou terminando, e preciso dar um gás final para não ficar me arrastando como uma lesma.

Acredito que a melhor coisa a fazer na etapa final do reboot é colocar um lembrete para a manhã do dia 90 e esquecer disso. Seguir sua rotina e não criar expectativas.

No dia 11 de janeiro de 2021, completei 22 dias longe do vício e sucumbi, desde então não consigo chegar até essa marca. Minha maior culpa agora é não ser capaz de superar algumas poucas semanas. Sinto que minha desgraça, hoje, não é a PMO, mas a PMO toda semana, todo dia. Por isso, e para que eu possa ao menos colocar as coisas no lugar, é essencial que eu chegue aos 21 dias e que supere logo os 23, e me esforçarei para alcançar isso.

Se estou determinado a não mais cair, devo ir sempre na contra-mão dos estímulos que me aproximam, ainda que pouco, de voltar a cair. E assim irei tentar proceder nessas semanas.

Vlw.

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3131
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

13/2/2022, 19:31
Drew escreveu:Eu gosto muito de caminhar a longas distâncias, e é impossível não fazer uma analogia entre uma caminhada e o reboot.

O começo da caminhada é difícil, sua mente pensa em toda a jornada. Você presta atenção em tudo que está sentindo de desconfortável e tudo parece ficar maior.

Ao longo do tempo, essas coisas vão cessando e a gente vai ficando mais tranquilo, foca menos nas coisas negativas e mais no que estamos fazendo.

É difícil ter um mindset bom no começo, mas até um pensamento ruim tem um tempo pra ficar ali. E ele vai embora, principalmente porque nos distraímos com o ambiente ao nosso redor.

Eu comparo este processo com o princípio, físico, da inércia. O mais difícil é tirar um objeto do lugar, uma vez movimentado o objeto tende a seguir com cada vez menos dificuldade.

Mas não somente o começo da caminhada é difícil, como também o final. Porque quando estamos perto de acabar, a nossa mente começa a ansiar pelo fim da jornada, mas ainda temos 500 metros, digamos, que vão parecer 100 quilômetros.

Hoje, quando fiz minha caminhada, pensei sobre como o reboot é difícil no começo e no final, e há um período de calmaria mais ou menos na metade desse processo.

No começo, quanto mais os dias passam mais o seu desejo aumenta. De modo que cada dia as coisas ficam mais difíceis, e isso dura mais ou menos três semanas ou um mês. Depois, o cérebro se adapta a essa nova rotina e a não PMO parece mais presente do que a PMO.

Após os primeiros 30 dias, podemos educar o nosso cérebro a novas rotinas de modo geral, mas ainda temos que ver o vício como um animal à espreita, que está ali para nos atacar a qualquer momento. O fator preparação deve estar ao nosso lado e nunca ser negligenciado.

Um ponto positivo é que quanto mais temos perder, mais valor damos àquilo. É difícil segurar uma vontade forte nos primeiros dias de reboot, porque sempre pensamos que temos pouco a perder. Por outro lado, alguém com 40 a 50 dias de reboot certamente tem muita coisa a perder.

Nossa força mental para não cair cresce na mesma medida em que os dias passam e as tentações amplificam-se. De tal modo, que quando as dificuldades aumentam estamos mais fortes.

Ora, é problema pegar um peso maior a cada semana de treino? Não se você está mais forte. Jamais deseje que os problemas acabem, deseje estar forte para superá-los.

Assim como na caminhada, as intempéries não devem tirar-nos do foco no objetivo. Cansaço, sede, desconfortos, calor, chuva, elevações e etc. Devem ser superados e não fazer-nos olhar para trás. Assim devemos encerar as tentações do reboot.

Nos 20 últimos dias de reboot, e agora não falo por experiência mas por dedução, o sentimento de ver a linha de chegada pode atrapalhar. Quando eu vi a última corrida da temporada passada da Fórmula 1, e o Verstappen ultrapassou o Hamiltom na última volta, eu só conseguia pensar: “E se ele bater?”, “E se acontecer qualquer coisa?”, “Se ele apertar algum botão errado ou fizer algum movimento errado?”, “E se ele errar na curva?”. Quando eu jogo games de corrida, a pior coisa pra mim é ser o líder na última volta, e isto é um paradoxo. Na caminhada, eu pareço mais indisposto quando estou terminando, e preciso dar um gás final para não ficar me arrastando como uma lesma.

Acredito que a melhor coisa a fazer na etapa final do reboot é colocar um lembrete para a manhã do dia 90 e esquecer disso. Seguir sua rotina e não criar expectativas.

No dia 11 de janeiro de 2021, completei 22 dias longe do vício e sucumbi, desde então não consigo chegar até essa marca. Minha maior culpa agora é não ser capaz de superar algumas poucas semanas. Sinto que minha desgraça, hoje, não é a PMO, mas a PMO toda semana, todo dia. Por isso, e para que eu possa ao menos colocar as coisas no lugar, é essencial que eu chegue aos 21 dias e que supere logo os 23, e me esforçarei para alcançar isso.

Se estou determinado a não mais cair, devo ir sempre na contra-mão dos estímulos que me aproximam, ainda que pouco, de voltar a cair. E assim irei tentar proceder nessas semanas.

Vlw.
Olá amigo, todos nós vamos continuar tentando ser melhor um dia apos o outro, pode ter ctza, abraços.

_______________________________________


METAS: SEM P: 100 DIAS e SEM M.O.: 5 DIAS / 7 DIAS  / 10 DIAS

Meus Links:

Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

14/2/2022, 10:57
Estou sentindo uma coisa que não sinto na maioria das vezes, estou sentindo que comecei um reboot.

Quando eu sinto isso, alcanço duas semanas pelos menos, dessa vez minha meta são três.

Explico melhor, na maioria das vezes eu só não quero mais me M. e continuo vivendo normal, aí com dois ou três dias a vontade volta, talvez até com uma semana, então eu caio porque não estou com a mente focada em um reboot de fato.

Reboot ≠ Não caí no vício esses dias.

Nesses momentos eu penso: "Raramente isso acontece (aconteceu uma vez ano passado) então preciso aproveitar o embalo.

Pra vocês verem, está me dando até mesmo vontade de entrar todo dia no fórum.

Vamos em frente.

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki, Peter Parker, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3131
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

14/2/2022, 15:20
Drew escreveu:Estou sentindo uma coisa que não sinto na maioria das vezes, estou sentindo que comecei um reboot.

Quando eu sinto isso, alcanço duas semanas pelos menos, dessa vez minha meta são três.

Explico melhor, na maioria das vezes eu só não quero mais me M. e continuo vivendo normal, aí com dois ou três dias a vontade volta, talvez até com uma semana, então eu caio porque não estou com a mente focada em um reboot de fato.

Reboot ≠ Não caí no vício esses dias.

Nesses momentos eu penso: "Raramente isso acontece (aconteceu uma vez ano passado) então preciso aproveitar o embalo.

Pra vocês verem, está me dando até mesmo vontade de entrar todo dia no fórum.

Vamos em frente.
Bora pra frente amigo, espero que você tenha muito foco nessa jornada, abçs.

_______________________________________


METAS: SEM P: 100 DIAS e SEM M.O.: 5 DIAS / 7 DIAS  / 10 DIAS

Meus Links:

Drew, NogueiraJ e Tolbs gostam desta mensagem

Tolbs
Tolbs
Moderador
Moderador
Mensagens : 294
Data de inscrição : 01/03/2021
Idade : 22

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

15/2/2022, 07:48
Querido Drew, essa vontade que relatas é boa demais ! Entre no forúm todo dia, quando iniciei pra valer me lembro que eu tinha ódio pelo vício e pelo tanto que ele me fez perder e isso me levou a uma vontade muito interessante de estar aqui todos os dias e relatar cada ponto dessa trajetória, logo consegui superar as primeiras semanas que são as mais dificeis! É possivel amigo, vamos vencer!

_______________________________________
"Lento vai passar
Quem um dia eu fui
Lá vou eu de mim..."

Meu diário: https://www.comoparar.com/t11623-eu-quero-mudar

Kaneki, Drew e NogueiraJ gostam desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 241
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

15/2/2022, 09:52
Bom dia Drew!

Que bom que você sente que "começou o Reboot" agora. Isso é ótimo pra autoestima e você estava precisando!

Tente voltar no tempo e captar os gatilhos que giraram a chave dessa mudança positiva. Ajudará no futuro.

Faça planos com objetivos que se adequem à sua realidade. A cobrança vem de todos os lados, eu sei. A boca do meu pai também é dizer que eu tenho que fazer concurso ou seguir carreira militar. Mas minha preocupação está longe de ser essa.

Mas não é porque não quero ser concursado ou ser um militar, não. É porque tenho objetivos de vida bem definidos. Qual é o seu propósito? O meu está intimamente ligado à minha fé. E o seu, qual é a base dele? É clara e sólida? O importante agora é que você não se cobre em objetivos que não te fazem bem.

Sua angústia pode estar relacionada a outras coisas e, como recomendaram anteriormente, reitero: busque ajuda profissional. Veja em instituições de ensino superior (cursos de psicologia ofertam atendimento gratuito ou a preços mais acessíveis), em secretarias de saúde da cidade/do estado, projetos online gratuitos. Mas se cuide!

Não é sobre estar feliz toda hora, é sobre estar lúcido e consciente sempre.

Continue firme jovem! Estamos juntos!

Kaneki, Peter Parker e Drew gostam desta mensagem

Peter Parker
Peter Parker
Moderador
Moderador
Mensagens : 937
Data de inscrição : 27/11/2019
Localização : Queens

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

16/2/2022, 14:26
Olá meu caro Drew!

Achei muito interessante essa diferenciação que você sobre o Reboot e a simples abstinência.

Reboot é um estilo de vida, são um conjunto de hábitos que adotamos para não somente nos abstermos de estímulos sexuais virtuais e solitários, mas também práticas de reencontrar nas atividades simples e lícitas da vida o nosso prazer.

Ficar simplesmente sem P, sem mudar velhos hábitos e pensamentos é "tentar tapar o sol com uma peneira".

Continue firme.

Grande abraço do amigão da vizinhança!

_______________________________________
"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28  study

"Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades." - Tio Ben

Diário do Aranha mais querido: https://www.comoparar.com/t9821-diario-de-um-vencedor

Minha História de Sucesso

Kaneki, Alexandretj e Drew gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

19/2/2022, 23:04
Fala meus amigos, obrigado por comentar.

Está sendo difícil não ceder a pensamentos, mas estou com uma motivação muito boa dessa vez e quero aproveitá-la para mudar minha vida.
Essa semana quero ser mais produtivo nas minhas atividades.

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki e Drew gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1537
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

diário da minha vitória - Página 5 Empty Re: diário da minha vitória

21/2/2022, 14:52
Amigos, essa tarde eu pratiquei MO. Mas não fiquem tristes por mim pois eu não estou, este foi um tropeço e não uma queda.

Encontrei a motivação certa para sair do ciclo constante de recaídas e alcancei mais de uma semana limpo, precisamente nove dias. Minha meta agora é não aceitar menos do que isso, mais nove dias.

Nos últimos 9 dias tive sucessos e fracassos na tentativa de mudar meu mindset, ter de fato um estilo de vida que me afaste do vício, pretendo seguir em frente nesse novo recomeço e nos próximos dias conto melhor sobre isso e como tenho me saído.

A grande verdade é que meu maior problema é o ciclo de recaídas, ter que voltar à lama a cada 3 ou 4 dias, com sorte 5, raramente 7 ou mais. Preciso deixar de ter esse hábito, isso é bem claro na minha mente agora. Se eu cair de novo daqui 10 dias, segue o jogo. Claro que a meta é eterna, nunca mais retornar a cair, mas a meta realista é aquela que nós podemos considerar uma vitória nessa batalha.

Por isso me comprometo com vocês a voltar aqui em 9 dias e comemorar essa marca, não posso mais aceitar o retrocesso.

_______________________________________


Meu diário
https://www.comoparar.com/t12388p175-diario-da-minha-vitoria#372632

Kaneki e Tiago M gostam desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos