Ir para baixo
Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Diário de Pirâmide

12/1/2022, 01:09
Aos amigos e amigas que lutam contra a compulsão e vício, peço para que não deixem de se esforçar nenhum dia. O meus sinceros parabéns por cada passo dado rumo a liberdade, a uma vida plena sem o mal do século.
Que seja da vontade do nosso Pai, nós livre desse mal, e que o Senhor nos use para fazer o bem, confiamos em ti, que o Senhor é o nosso salvador.

Aos administradores e criadores deste espaço crucial e indispensável para nós: Muito obrigado por deixar que tenhamos voz. Sem julgamentos e sem preconceito.

Pois bem, hoje, depois de muito tempo, decidi escrever. Hoje deixo de lado o ceticismo, deixo de lado a voz na minha cabeça que dizia: "É normal encher a cara de estímulos artificiais, século XXI, todo mundo enche a cara de P".

A voz da lugar a volta no passado. Pra ser mais exato, aos treze anos de idade, onde tudo começou ao acaso, ao comprar por engano um DVD pirata que veio com P. em vez do filme do Mazaroppi que estava na embalagem errada.
Desde então, corrompido e curioso, busquei por conta própria me afundar nesse mar de lama que agora me vejo preso até quase os joelhos. Ja foi pior, aos vinte anos, estava afundado até o pescoço. Hoje aos trinta, a cintura respira sem barro, mas nunca estive completamente livre desse mal.
As idas e vindas da vida foram o que impediram de definhar totalmente desse vício. Por sorte o trabalho tomou muito do meu tempo, a pesar de que nunca o cumpri com excelência (hoje sei de qual mal eu sofri a vida toda para impedir que eu tivesse um melhor desempenho nos meus cargos. E não era TDAH)

Não é novidade os resultados de tanto tempo correndo atrás de estímulos cada vez piores, acho que não preciso entrar em detalhes sobre isso, até porque a maioria de nós compartilha dos mesmos sintomas.

Só sei que posso dizer que já vi de tudo. Tudo mesmo.
Com a mente dessensibilizada, me faltou pouco pra buscar estímulo até com quem jaz dessa vida pra melhor.

Só que hoje, foi mais um daqueles dias perdidos, dia em que nada do que era pra ser feito foi cumprido. Me dói saber que mesmo tendo plena consciência do que me derrete, nada pude fazer pra evitar horas e horas vidrado no celular consumindo porcaria.

O gatilho foi simples: Um cartão de memória perdido por quem eu não conheço, e que foi achado por mim, abri o cartão com intenção de devolver. Mas, seu conteúdo caseiro e inédito, desencadeou uma avalanche. Passei horas e horas assistindo.

Eu vinha de um período de tentativa, sempre tive essas fases de tentar me livrar. Nunca contei os dias, mas me frustro sempre, quando acabo me entregando ao prazer idiota, fantasma de anos.

Ponto inicial de novo. Com a sensação enorme de não só tempo perdido, mas vida desperdiçada.

Tudo que eu disse sobre o passado, veio como um filme quando eu lia alguns diários aqui. Entendi detalhe por detalhe da ansiedade, dos TOCs, encaixando como uma peça de tetris com vários dos depoimentos de vocês.

Sem forças o suficiente pra buscar me expor pessoalmente a alguém, mas preocupado o bastante pra tentar de novo, com a força do que leio aqui e tirando um peso das costas atravéz desse diário. Por fim, reconheço que realmente preciso de ajuda. Neguei durante anos.
Culpei várias coisas sem nexo por meus deslizes. No fundo no fundo, sabendo o que poderia ser o problema. Demorei muito pra entender mas pelo menos entendi.

simplesmente não dá mais pra ignorar, como fiz durante dois terços da minha vida.

Relacionamento perdido, chance de emprego melhor perdido, graduação e pós graduação nem no cheiro. Porque nunca tive energia suficiente pra fazer nada importante na vida.

Não consegui beber até hoje. Então não posso culpar a bebida, meu único vício é a P. Mas se bebesse, teria enchido a cara.

O meu único vício, que foi o bastante pra bloquear o sucesso na minha vida.


Dia Zero. De novo.
Mas diferente por estar aqui.

Nunca disse nada sobre esse problema. Mas que seja esse o primeiro passo pra fazer diferente desta vez.

Deus dê forças a mim, e a todos vocês.

Vitoriosa, Rottweiler, Spotdust e Yusuke Urammeshi gostam desta mensagem

Spotdust
Spotdust
Mensagens : 72
Data de inscrição : 26/12/2020

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

12/1/2022, 03:44
Pirâmide escreveu:Aos amigos e amigas que lutam contra a compulsão e vício, peço para que não deixem de se esforçar nenhum dia. O meus sinceros parabéns por cada passo dado rumo a liberdade, a uma vida plena sem o mal do século.
Que seja da vontade do nosso Pai, nós livre desse mal, e que o Senhor nos use para fazer o bem, confiamos em ti, que o Senhor é o nosso salvador.

Aos administradores e criadores deste espaço crucial e indispensável para nós: Muito obrigado por deixar que tenhamos voz. Sem julgamentos e sem preconceito.

Pois bem, hoje, depois de muito tempo, decidi escrever. Hoje deixo de lado o ceticismo, deixo de lado a voz na minha cabeça que dizia: "É normal encher a cara de estímulos artificiais, século XXI, todo mundo enche a cara de P".

A voz da lugar a volta no passado. Pra ser mais exato, aos treze anos de idade, onde tudo começou ao acaso, ao comprar por engano um DVD pirata que veio com P. em vez do filme do Mazaroppi que estava na embalagem errada.
Desde então, corrompido e curioso, busquei por conta própria me afundar nesse mar de lama que agora me vejo preso até quase os joelhos. Ja foi pior, aos vinte anos, estava afundado até o pescoço. Hoje aos trinta, a cintura respira sem barro, mas nunca estive completamente livre desse mal.
As idas e vindas da vida foram o que impediram de definhar totalmente desse vício. Por sorte o trabalho tomou muito do meu tempo, a pesar de que nunca o cumpri com excelência (hoje sei de qual mal eu sofri a vida toda para impedir que eu tivesse um melhor desempenho nos meus cargos. E não era TDAH)

Não é novidade os resultados de tanto tempo correndo atrás de estímulos cada vez piores, acho que não preciso entrar em detalhes sobre isso, até porque a maioria de nós compartilha dos mesmos sintomas.

Só sei que posso dizer que já vi de tudo. Tudo mesmo.
Com a mente dessensibilizada, me faltou pouco pra buscar estímulo até com quem jaz dessa vida pra melhor.

Só que hoje, foi mais um daqueles dias perdidos, dia em que nada do que era pra ser feito foi cumprido. Me dói saber que mesmo tendo plena consciência do que me derrete, nada pude fazer pra evitar horas e horas vidrado no celular consumindo porcaria.

O gatilho foi simples: Um cartão de memória perdido por quem eu não conheço, e que foi achado por mim, abri o cartão com intenção de devolver. Mas, seu conteúdo caseiro e inédito, desencadeou uma avalanche. Passei horas e horas assistindo.

Eu vinha de um período de tentativa, sempre tive essas fases de tentar me livrar. Nunca contei os dias, mas me frustro sempre, quando acabo me entregando ao prazer idiota, fantasma de anos.

Ponto inicial de novo. Com a sensação enorme de não só tempo perdido, mas vida desperdiçada.

Tudo que eu disse sobre o passado, veio como um filme quando eu lia alguns diários aqui. Entendi detalhe por detalhe da ansiedade, dos TOCs, encaixando como uma peça de tetris com vários dos depoimentos de vocês.

Sem forças o suficiente pra buscar me expor pessoalmente a alguém, mas preocupado o bastante pra tentar de novo, com a força do que leio aqui e tirando um peso das costas atravéz desse diário. Por fim, reconheço que realmente preciso de ajuda. Neguei durante anos.
Culpei várias coisas sem nexo por meus deslizes. No fundo no fundo, sabendo o que poderia ser o problema. Demorei muito pra entender mas pelo menos entendi.

simplesmente não dá mais pra ignorar, como fiz durante dois terços da minha vida.

Relacionamento perdido, chance de emprego melhor perdido, graduação e pós graduação nem no cheiro. Porque nunca tive energia suficiente pra fazer nada importante na vida.

Não consegui beber até hoje. Então não posso culpar a bebida, meu único vício é a P. Mas se bebesse, teria enchido a cara.

O meu único vício, que foi o bastante pra bloquear o sucesso na minha vida.


Dia Zero. De novo.
Mas diferente por estar aqui.

Nunca disse nada sobre esse problema. Mas que seja esse o primeiro passo pra fazer diferente desta vez.

Deus dê forças a mim, e a todos vocês.


Só por você está aqui, já é um vencedor, amigo. Mostra a sua disposição em vencer esse vício. De início, recomendo se vigiar, e perceber em quais momentos ocorre essas quedas, por exemplo: se você vê tais conteúdos no banheiro, não leve o celular. Tente contornar o vício, crie planos de contingência, se cair, tente de novo. Nunca desista!!!!

Em momentos em que estiver sozinho, se ocupe com atividades de sua escolha.

Eu digo, se você abster de tal veneno que destrói a sua mente, ela vai se recuper. Recomendo ler o ebook disponibilizado aqui no site.

Edit: Ainda há tempo, não sei a sua idade, mas acredito que você ainda tem chance de ser alguém melhor. Te desejo forças!! Tenha fé, amigo!!

Yusuke Urammeshi e Pirâmide gostam desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

12/1/2022, 09:19
Muito obrigado pelas palavras Spotdust. Depois de um belo exame de consciência, entendi melhor a gravidade e extensão dos danos dessa prática maldita. Desejo pra nós, força e fé na vitória de todos nós. Hoje me sinto abatido. Chá de realidade. A luta só começou e vou precisar muito de vocês.
Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

12/1/2022, 19:32
Balanço do dia 1.

Um dia de reflexão, pensando em várias ocasiões em que dei sequência a minha autodestruição.

Consegui identificar muitos padrões que me fazem recorrer ao vício. Consegui concluir a missão que me dei hoje e graças a Deus, sem deslizes;

Vasculhei todos os meus HDs e deletei todo e qualquer tipo de conteúdo que me faz lembrar da P.
Infelizmente incluiu fotos de família, onde haviam parentes de segundo grau de biquíne e coisas desse tipo.

Me sinto um idiota por saber que no fundo, isso seria o suficiente pra criar fantasias. Porém tento me manter honesto comigo mesmo.

Amanhã a missão será procurar os logins de redes sociais e deletar todas as contas. Deixado só serviços essenciais.

Um abraço a todos. Descansarei. Dia 1, acho que venci.

Vitoriosa e Yusuke Urammeshi gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1146
Data de inscrição : 10/12/2018

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

12/1/2022, 23:47
Oi, Pirâmide!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa

Pirâmide gosta desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

13/1/2022, 20:05
Balanço - dia 2

Observei algumas mudanças comportamentais.
Minha cabeça está realmente muito corrompida por conta do consumo de P.

Me peguei várias vezes quase tendo gatilhos, mesmo no modo automático. Tenho tido sorte em identificar os padrões antes de uma recaída.
Meu trabalho quase sempre me coloca de frente a dados pessoais de pessoas nas ocasiões onde preciso fazer backup de informações. E me peguei várias vezes foleando galerias de desconhecidos a fim de encontrar algo "interessante" se é que me entende. Além de ser uma falha de caráter, profissionalismo e toda essa parte ética, é antes de mais nada, uma tentativa de fuga pra consumo de conteúdo que eu não devia, já que era recorrente esse meu comportamento idiota. Tenho tido sorte em conseguir me policiar.

A cada momento que passa, me sinto mais deprimido por entender o quão nojento é minha mente estragada por causa desse vício imbecil.

Nota; Nao posso culpar totalmente a P por cada falha e desvio de conduta. Parte disso se deve a minha fraqueza.

Deprimido, porém vencendo o segundo dia. Não vai ser fácil mas desistir não é uma opção.

Deus nos abençoe e nos dê forças.
Um abraço.

Sócrates, Vitoriosa e Zamperini gostam desta mensagem

Sócrates
Sócrates
Mensagens : 217
Data de inscrição : 26/08/2017

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

16/1/2022, 13:30
Olá, tudo bom?
Como está sua batalha, notei que último relato foi quinta feira!
Não desista.
Abraço.

Pirâmide gosta desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

21/1/2022, 12:49
Sócrates escreveu:Olá, tudo bom?
Como está sua batalha, notei que último relato foi quinta feira!
Não desista.
Abraço.

Olá amigo, infelizmente, o relato a seguir irá responder sua pergunta. Não foi uma desistência, vou encarar como um tropeço.

Agradeço pelas palavras, mas vamos lá, reiniciar um contador...
Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

21/1/2022, 12:56
Dia 0, novamente.

Recaída. Infelizmente um conjunto fortes de gatilhos me fizeram tomar uma péssima decisão; Rolar o Feed do maldito tiktok.

Vou ser honesto comigo mesmo e considerar uma falha tremenda. O app não mostra de fato P. mas a M aconteceu mesmo assim. Fui arrebatado como se não houvesse nada que eu pudesse fazer.

Não vou culpar ninguém além de mim mesmo.

Todo o progresso de dias jogado no lixo por tão pouco...
É triste e revoltante.
Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

21/1/2022, 13:21
Alguns padrões que eu observei;

O tempo ocioso com internet pra mim ainda é o maior dos gatilhos. Tenho demorado a pegar no sono, tem uma tomada do lado do criado e o wi-fi fica na copa anterior, então o sinal é excelente.

Nunca pensei que apps de redes sociais fossem tão prejudiciais pra quem tenta se abster totalmente. Não que eu esteja em nível de um HardMode, mas cara... Quando acabei de fazer o que eu estava fazendo, me bateu uma angústia tão grande, um vazio enorme e uma série de perguntas do que eu estou fazendo com minha vida ...

Já percebi que infelizmente (e me envergonho por isso), tenho objetificando as mulheres. As vezes me pego olhando e cobiçando pessoas as quais eu nem conheço. Ou pior; Ver que 20 segundos de uma conversa foram totalmente esquecidos enquanto eu olhava partes do corpo da mulher e ficava viajando imaginando coisas.

É terrível, é assustador.
Sensação de que não vou mais ser capaz de um convívio social "normal".


Enfim, recomeçando. E agora vigiando muito mais do que antes.

Vitoriosa e Rottweiler gostam desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

25/1/2022, 13:12
Dia 4
Mais sobre objetificação das pessoas.

O quarto dia começou com um entendimento sobre um padrão péssimo que me atinge. Logo de manhã, quando retirava o lixo, acabei topando com duas pessoas conhecidas e de novo notei que não consegui manter um diálogo "normal" e sem segundas intenções com nenhuma das duas pessoas. Uma dessas pessoas é transexual. Até aí, não influenciaria em nada esse fato, até que eu acabei notando fantasias ainda mais intensas ao se tratar dessa pessoa em particular. Não que tivesse deixado de correr fantasias em outras ocasiões enquanto estava pulando de vídeo em vídeo vendo P. A pesar de nunca ter tido experiências assim, acabo tendo mais atenção na minha mente e foi chocante o quanto tive que me trazer de volta várias e várias vezes no que acontecia ali, em vez de me divagar pensando em atos entre eu e as duas pessoas.

É triste, me contive e consegui transparecer normalidade em mim, pelo menos é o que eu acho que consegui.

Quando voltei pra dentro de casa de novo me pus a pensar no terror que eu vivo, preso nessa pira de ficar imaginando sexo em tudo. A pesar de saber da minha orientação, bateu uma ansiedade, ao pensar racionalmente que qualquer figura feminina já me trás pensamentos distorcidos, me faz pensar em algum ato, por menor que seja.
Eu tenho uma falsa liberdade.

De novo atrás de me livrar desse vício, e com autoconsciência de entender que esse distúrbio é um dos que mais me atrapalha.

Alguém aí passou por isso e se recuperou?
É complicado, quero poder de novo conversar com as pessoas sem ter intenção de sacanagem.

Um abraço a todos.
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1238
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 30

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

26/1/2022, 10:34
Blz Pirâmide, pelo que vi vc tá com trinta anos e começou a ter contato com pmo aos treze. Metade da sua vida foi bombardeada com algo irreal. Ao se distanciar, o cérebro procura no real o que estava só nas fantasias da PMO.

_______________________________________
Reboot Atual: https://www.comoparar.com/t11634p625-diario-do-rottweiler#373920

"Um Rottweiler nunca desiste..."




01 02 03 04 05 06 07 08 09
10 11 12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42 43 44 45
46 47 48 49 50 51 52 53 54
55 56 57 58 59 60 61 62 63
64 65 66 67 68 69 70 71 72
73 74 75 76 77 78 79 80 81
82 83 84 85 86 87 88 89 90

luta diária e Yusuke Urammeshi gostam desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

31/1/2022, 11:35
Rottweiler escreveu:Blz Pirâmide, pelo que vi vc tá com trinta anos e começou a ter contato com pmo aos treze. Metade da sua vida foi bombardeada com algo irreal. Ao se distanciar, o cérebro procura no real o que estava só nas fantasias da PMO.

Muito complicado, no fim de semana tive ainda mais provas do quão "quebrado" estou. Volto mais tarde pra dar idéia do que eu tive.

Parece que eu não enxergava nada disso. É assustador. Surreal a quantidade de m#rda que eu fiz por ter a realidade distorcida e nem sequer perceber.
Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

6/2/2022, 23:07
Outra vez, zerando o contador.
Mas COM UM AGRAVANTE:
Ocorrência de EP.

Sobre o contador no 0 novamente;
Não por consumir P. Mas por me M fantasiando com cenas do que eu passei tanto tempo consumindo.

Tenho tentado ser mais honesto comigo mesmo. Sem ser hipócrita então creio que dá no mesmo uma recaída com P ou sem.

O fato de ter me M, fantasiando coisas absurdas, foi consequência de uma relação que não aconteceu diante de uma EP.

Tudo isso por que a parceira decidiu fazer uma fantasia parecida com algo que eu consumia bastante na P.
Acho que ativou padrões, e a consequência disso foi uma situação extremamente vergonhosa.

Tá tudo muito bagunçado e tem parecido um ciclo.
A EP aconteceu por me M com coisas absurdas que eu via.
E acabei me M por frustração da relação real que não aconteceu por conta da EP.

Eu realmente preciso procurar me entender. E além de bloquear vários gatilhos do dia a dia, vou procurar instalar bloqueadores também onde tenho acesso a internet.

Acho que por entender e procurar ajuda, tem ficado mais claro todos os pontos onde ando errando. Mas mesmo assim é tão difícil sair disso tudo.
Me sinto um inútil.

Yusuke Urammeshi gosta desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

6/2/2022, 23:12
E a objetificação das pessoas tem acontecido de maneira muito constante e isso agora tem incomodado como nunca.

O ápice do meu desrespeito foi observar e cobiçar pessoas, de maneira quase que inevitável. Como se não bastasse o fato triste por si só, me peguei fazendo isso durante uma missa.

Sim. Isso mesmo, observei e tive cobiça, de maneira compulsiva, dentro de uma igreja.

Parece que quanto mais eu entendo meus problemas, piores eles tem ficado.

Eu vou ter que por mais empenho e se preciso buscar medicamentos pra resolver isso. Tem ficado cada vez mais aterrorizante. Tô mais preocupado do que nunca.

Yusuke Urammeshi e Charada019 gostam desta mensagem

Charada019
Charada019
Mensagens : 227
Data de inscrição : 27/12/2021

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

7/2/2022, 00:12
Pirâmide escreveu:E a objetificação das pessoas tem acontecido de maneira muito constante e isso agora tem incomodado como nunca.

O ápice do meu desrespeito foi observar e cobiçar pessoas, de maneira quase que inevitável. Como se não bastasse o fato triste por si só, me peguei fazendo isso durante uma missa.

Sim. Isso mesmo, observei e tive cobiça, de maneira compulsiva, dentro de uma igreja.

Parece que quanto mais eu entendo meus problemas, piores eles tem ficado.

Eu vou ter que por mais empenho e se preciso buscar medicamentos pra resolver isso. Tem ficado cada vez mais aterrorizante. Tô mais preocupado do que nunca.
Cara isso é reflexo do uso de pornografia, é algo automatico do nosso cerebro por causa do uso frequente dessa merda, sei bem como vc se sente, por muito tempo eu ficava cobiçando mulheres de amigos meus e nem sentia remorso, depois que descobri que era viciado e comecei a ver o quanto minha mente estava um lixo eu comecei a rebater esses pensamentos com o “ isso é errado “, ainda me vem na memoria esse pensamento de merda pq era uma das coisas que eu mais pesquisava nos sites, só o reboot pra fazer uma limpeza no cerebro, eu consegui completar 4 meses ano passado e garanto pra vc que esses pensamentos vão perdendo a força

Pirâmide gosta desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

7/2/2022, 08:55
Charada019 escreveu:
Pirâmide escreveu:E a objetificação das pessoas tem acontecido de maneira muito constante e isso agora tem incomodado como nunca.

O ápice do meu desrespeito foi observar e cobiçar pessoas, de maneira quase que inevitável. Como se não bastasse o fato triste por si só, me peguei fazendo isso durante uma missa.

Sim. Isso mesmo, observei e tive cobiça, de maneira compulsiva, dentro de uma igreja.

Parece que quanto mais eu entendo meus problemas, piores eles tem ficado.

Eu vou ter que por mais empenho e se preciso buscar medicamentos pra resolver isso. Tem ficado cada vez mais aterrorizante. Tô mais preocupado do que nunca.
Cara isso é reflexo do uso de pornografia, é algo automatico do nosso cerebro por causa do uso frequente dessa merda, sei bem como vc se sente, por muito tempo eu ficava cobiçando mulheres de amigos meus e nem sentia remorso, depois que descobri que era viciado e comecei a ver o quanto minha mente estava um lixo eu comecei a rebater esses pensamentos com o “ isso é errado “, ainda me vem na memoria esse pensamento de merda pq era uma das coisas que eu mais pesquisava nos sites, só o reboot pra fazer uma limpeza no cerebro, eu consegui completar 4 meses ano passado e garanto pra vc que esses pensamentos vão perdendo a força


É tão complicado essa fase onde cai a ficha dos danos. A cada dia que passa vem um mix de sentimentos complicados onde a maior parte deles é culpa. Enfim. Agradeço pelas palavras, de certa forma fico tranquilo sabendo que isso também se resolve com o tempo de reboot. Sinto muito por ter passado por isso e por tudo mais que essa desgraça de P nos causou. E sim, se aconteceu até na casa de Deus, também aconteceu em reunião de amigos. Por sorte tenho conseguido identificar esses padrões. E desejo que todos nós fiquemos livres desse mal.
Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

7/2/2022, 12:14
Não descarto sofrer fortemente do efeito Coolidge.

Observei que essa cobiça a qual relatei, acontece com maior intensidade quando estou em um lugar fora da minha rotina. Com pessoas que não conheço e nem mantenho contato frequente. Me coloquei a pensar nisso desde que ocorreu, e não me lembro dessa "tara" pra com pessoas que já fazem parte do meu ciclo social a mais tempo. Mas sempre com novas pessoas e novas situações.

Claro, que reconheci na hora, que esse problema advém do vício. Trocar de abas e de vídeos várias vezes por hora, trocar de interesse várias vezes por semana...
A enxurrada de m#rda não para...

Yusuke Urammeshi gosta desta mensagem

Yusuke Urammeshi
Yusuke Urammeshi
Mensagens : 223
Data de inscrição : 10/09/2021
Idade : 38

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

7/2/2022, 13:22
Desabafar mostra sinceridade nas palavras cheias de dores e remorsos,,porém você precisa fortalecer seu auto-julgamento e tomar uma Decisão Acertiva para mudar sua história.
Reflita onde está sendo os principais gatilhos,,
Desconstrua esse hábito que leva a esse gatilho e você poderá dar os próximos passos em buscar da liberdade.
Conte comigo para lhe auxiliar nessa longa jornada.

_______________________________________

Spotdust e Pirâmide gostam desta mensagem

Pirâmide
Pirâmide
Mensagens : 14
Data de inscrição : 12/01/2022

Diário de Pirâmide  Empty Re: Diário de Pirâmide

7/2/2022, 15:03
Yusuke Urammeshi escreveu:Desabafar mostra sinceridade nas palavras cheias de dores e remorsos,,porém você precisa fortalecer seu auto-julgamento e tomar uma Decisão Acertiva para mudar sua história.
Reflita onde está sendo os principais gatilhos,,
Desconstrua esse hábito que leva a esse gatilho e você poderá dar os próximos passos em buscar da liberdade.
Conte comigo para lhe auxiliar nessa longa jornada.

Penso que tomei sim uma decisão firme comigo mesmo. A de reconhecer o vício e parar totalmente com a M e a P.

Mas, tentando fazer isso de forma correta dessa vez, é o que tem me mostrado a quantidade de problemas e de coisas que aconteceram em decorrência do vício.

Estou estudando o fórum de cabo a rabo, e procurando me livrar totalmente dessa merda de vício que me enfiei.

Agradeço pelas palavras. E muito obrigado pelo apoio. Acredite é extremamente importante pra mim, sentir que não estou sozinho na luta.
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos