Ir para baixo
avatar
Anônimo sem ideia p nome
Mensagens : 1
Data de inscrição : 10/12/2021

PRECISO DE AJUDA, URGENTEMENTE! Empty PRECISO DE AJUDA, URGENTEMENTE!

6/3/2022, 04:20
Fala pessoal, tudo bem com vcs? Espero que sim!

Seguinte, não gostaria de me identificar, mas tenho 18 anos e acho que venho sofrendo de HOCD desde os 16. Vou explicar a história, então se preparem para o textão:

Acho que tudo começou no começo de 2020, quando eu tive que ir no urologista pela primeira vez e fazer uma cirurgia. Eu estou dizendo que acho, pois não lembro se os sintomas começaram por causa disso ou se teve algum outro fator envolvido. Na época eu lembro que estava com medo de ter algum tipo de ereção ou de "gostar" do toque do médico. Mas graças a Deus eu consegui me acalmar e a cirurgia correu bem sem nenhuma paranoia da minha parte.

Alguns dias depois do procedimento lembro que começou a pandemia e tivemos que ficar em casa. Eu estava me recuperando, e lembro que na época fiquei 22 dias sem PMO, já que os pontos precisavam cicatrizar. Porém, lembro que depois que eu me recuperei, comecei a me masturbar muito, principalmente pelo fato de estar em casa e não ter o que fazer (detalhe, eu consumia pornografia desde os 11 anos, e geralmente me tocava pelo menos uma vez ao dia.). Nesse tempo eu lembro que comecei a notar alguns sintomas que vou relatar mais para frente.

Preciso adicionar também, que nessa época eu era muito sozinho e carente, pois eu não vejo muito meus pais e tinha beijado uma só menina durante a minha vida. Também preciso contar que eu nunca cheguei a assistir Pgay, mas já havia assistido outras conteúdos nojentos pois eu já não conseguia ficar mais excitado com os vídeos normais. Lembro que cheguei a ver Ptrans, Golden Shower e algumas outras coisas que prefiro não mencionar. Não lembro se eu me sentia mal depois de assistir, pq toda vez que passava o ato eu meio que "apagava" da minha cabeça.

Agora voltando aos acontecimentos, eu lembro que a época da pandemia era bem foda, pq além de me masturbar todo dia eu tbm n fazia nada a não ser jogar videogames, além de eu estar me sentindo muito sozinho. Lembro que os sintomas se intensificaram num dia em que eu estava vendo um vídeo no YouTube e lembro que achei o apresentador bonito, mas eu não fiquei excitado e nem senti atração, eu só achei o cara bonito. O foda é que depois disso eu fiquei com a paranoia de "você achou ele bonito pq é gay" ou então "você sente atração e não quer sair do armário" e coisas desse tipo.

Após esse dia começou o inferno na minha vida. Lembro que os pensamentos intrusivos com cenas de sexo com outros caras começaram a aparecer, e com qualquer cara, não só homens bonitos (eu fantasiava e fantasio até com pessoas da família!). Além disso, sentia uma dor no peito e falta de ar muito forte ao ouvir vozes masculinas, além de não conseguir ficar mais no mesmo ambiente com outros meninos pois sempre achava que ia ter uma ereção ou algo do tipo.

E realmente, eu estava delirando. Não conseguia mais parar com a PMO e os pensamentos estavam evoluindo, de modo que eu comecei a fantasiar até com animais e ter ereções com esse tipo de coisa e com caras sem camisa, etc. Na época eu me sentia muito mal, e ainda me sinto pois isso ainda acontece. Enfim, eu carreguei essa cruz até que enfim chegou o ano de 2021.

Em 2021 eu estava melhor até, apesar de não ter parado com a PMO e os pensamentos e ereções continuavam me sufocando. Contudo, já estava lidando melhor com a solidão e  conheci uma garota muito legal com quem tive um relacionamento durante pouco tempo, o que leva a segunda parte da história:

Essa garota, cujo nome não vou revelar, era muito legal e eu gostava muito dela, pois no início ela me fazia me sentir bem e beijava muito bem. Depois de um mês começamos a namorar (sim, eu sei que fui emocionado, mas eu gostava muito dela). Eu lembro que pensei que ela seria a minha salvação, mas ela na verdade só piorou toda a situação.

Para começar que ela morava em outra cidade, então a gente só se via nos fins de semana e era um estresse que só. E para piorar, eu comecei a ter aqueles pensamentos com o pai e o irmão dela, que realmente me botavam muito para baixo. E mesmo eu tentando evitar pensar nisso, minha paranoia falava mais forte e eu ficava com aquelas cenas me corroendo por dentro.

Além disso, ela revelou-se ser uma pessoa totalmente diferente da qual eu havia conhecido, pois ela era muito bipolar e as vezes me convidava para ir na casa dela e ficava no celular. Era sempre assim, eu ia lá, dormia na casa dela, ficávamos algumas vezes e ela mudava de humor do nada, fazendo com que eu pensasse que o problema era eu!! Um detalhe que eu preciso mencionar de antemão é que nós não transamos, mas fizemos algumas preliminares, que eu lembro de ter gostado.

Enfim, o relacionamento durou 2 meses e eu desconfiava que ela estava de papo com outro cara. E dito e feito, ela terminou comigo e logo em seguida começou a namorar com um cara que na época eu não sabia quem era.

Depois disso eu fiquei muito para baixo, pois pensei que tinha sido um mal namorado e que talvez eu não estivesse dando prazer a ela. Mais tarde, descobri através de uma amiga em comum que ela tinha fama de ser "rodada" e louca, de modo que ela teve vários namorados antes de mim.

Pois bem, um tempo se passou e eu fui convidado para a festa dessa minha amiga que falou que minha ex era doida. Eu fui na festa e adivinha só quem estava lá? Sim, a minha ex e o atual dela! Eu lembro que fiquei muito puto e deslocado, pois não conhecia ninguém além da aniversariante. Então, eu enchi a cara de álcool e fiquei totalmente alterado. Cheguei na minha ex e no namorado dela e falei na cara do muleque que ele era um merda, e quem sabia pegar ela de verdade era eu. Enfim, o cara ficou putinho e saiu da festa junto com minha ex, e no final todo mundo ficou me olhando. Um detalhe que não mencionei é que ele era um cara tido como bonito, loiro de olhos azuis.

2 dias depois eu recebo uma mensagem da minha ex falando que terminou com o cara e queria voltar comigo. E adivinha o que o trouxa aqui fez?? Aceitou.

Ficamos saindo e ficando durante umas duas semanas, mas eu não parava de falar mal do ex dela e de como ele era um merda. Ela disse que não gostava q eu falasse daquilo, pois ainda era tudo muito recente e ela queria esquecer ele, mas eu continuei xingando ele, inclusive na frente da mãe dela. Depois do nosso último encontro ela me ligou e falou que era para eu esquecer ela de vez e que eu era muito babaca de falar sobre o ex dela o tempo todo, e disse que eu parecia ter uma "tara" pelo cara.

Como vcs podem imaginar, esse negócio da "tara" me deu gatilho e eu comecei a ter fantasias e pensamentos com o ex dela, e eu entrei numa tristeza profunda, chegando quase a me suicidar. O foda é que eu ainda imagino esse cara, mas ao invés de imaginar fantasiando com ele, eu fantasio como se eu estivesse no corpo dele. É muito louco e difícil de explicar, é como se eu tivesse perdido a minha identidade, pois eu não consigo mais lembrar da minha aparência dentro da minha própria cabeça e imagino eu só que no corpo dele.

Além disso, depois desse termino com ela, as minhas fantasias se intensificaram e meu corpo parece que se "acostumou", de modo que eu não me sentia mais mal. Além disso, quando eu penso em uma mulher eu fico muito ansioso, quente e minha garganta fecha, querendo me fazer vomitar. Depois disso eu tive várias recaídas e pensei "bom, eu tenho nojo de mulher e fantasio com homens, então eu sou um gay enrustido". Esse pensamento me assombra até hoje, e eu tenho vontade de me matar as vezes. Isso tudo ainda é muito estranho para mim, pois lembro desde a infância ter desejo por mulheres e sonhos de me casar e construir uma família. Tenho muito medo de ter me descoberto gay ou até virado um devido a todos esses traumas gerados.

Então para resumir, vou listar meus sintomas e gostaria que vcs me dissesem se é HOCD ou se eu só não estou querendo "me aceitar".

- Ansiedade ao pensar em sexo com mulheres (fervura, tremedeira, garganta fechando e baixa líbido)
- Fantasias com coisas bizarras (qualquer homem, independente da idade ou beleza, e até pessoas da família como pai, tios e irmãos. Já fantasiei até com pessoas deformadas e cadáveres)
- Falta de alegria e alteração de humor recorrente
- Ereções com coisas sem sentido
- Medo de socializar, encarar ou estar na presença de outros homens
- Sonhos macabros e sem contexto (sonhar com monstros, morte e até estupros)
- Vontade de me masturbar constantemente
-Falta de libido e "nojo" de mulheres


Enfim galera, espero que possam ajudar, pois pelos outros relatos que li, o meu caso parece ser um dos mais graves. Devo acrescentar que nunca tive uma experiência homossexual e não lembro de ter sofrido nenhum tipo de abuso na infância. Desculpem pelo texto longo e eu imploro: ME AJUDEM A ME CURAR DESSA COISA!!

Anônimo sem ideia p nome e LLynx gostam desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos