Ir para baixo
avatar
Ludgero
Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/04/2022
Idade : 17
Localização : MS

Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal Empty Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal

Sex 29 Abr 2022, 22:59
Olá,

Eu comecei a acessar pornografia com 11 anos. No início o conteúdo era heterossexual, mas com o passar do tempo isso não me saciava mais. Com uns 13/14 anos eu comecei a procurar conteúdos homossexuais... aquilo despertou em mim uma satisfação que eu não sentia a muito tempo, parecia que eu havia alcançado um nível novo (de fato foi isso que aconteceu, mas eu não me importava, eu me sentia bem, era prazeroso).
Um detalhe que é muito importante ressaltar é que eu de família cristã (bem, apenas eu e minha mãe) e que meu irmão deixava o notebook dele comigo quando ia trabalhar. Teve um dia que ele estava mexendo no notebook e viu o histórico. Ele chamou minha mãe e mostrou o que eu estava acessando... Eu nunca vi minha mãe daquele jeito, uma mistura de raiva, sofrimento e decepção. Eu não tiro a razão dela, eu tinha 13 anos. Ela me privou de ter acesso a qualquer tipo de aparelho eletrônico e me deu uma bela surra.
Com o passar do tempo eu fiquei afastado da pornografia, mas voltei a ver e a me masturbar no mesmo ano. Quando eu voltei, comecei a procurar por outros conteúdos, foi quando comecei a me masturbar para incestos em quadrinhos (sim, eu sentia tesão em imagens e desenhos inanimados), aquilo acabou me afetando (e me afeta até hoje) de uma forma violenta.
Com o passar do tempo eu comecei a fantasiar com meus amigos (e acredito que tenho HOCD). Teve um dia que eu roubei a cueca de um deles e minha mãe achou, obviamente foi direto me perguntar. Eu disse que tinha achado na rua (sim, eu falei isso). É claro que ela não acreditou, mas mesmo assim não me disse NADA e jogou a cueca fora. Acredito que ela quis evitar um conflito.
O mais contraditório no meio de tudo isso é que eu sonho em ser me casar com uma mulher de cabelo cacheado, construir uma família, ter filhos.... E EU ESTOU JOGANDO ESSE SONHO NO RALO. Eu tenho convicção de que não sou gay, até porque estou meio que tentando trocar ideia com uma menina na escola, mas sempre que me lembro daquele episódio do furto eu sinto uma angústia profunda, e o pior é que eu vejo esse amigo do qual roubei TODOS OS DIAS NA ESCOLA, não tem como fugir. Aí começa aquela invasão de pensamentos que não me deixam em paz. Eu só queria poder olhar pra ele e pensar "caramba, eu tenho sorte de ter um amigo como ele"; e não "nossa, eu queria poder contar pra ele o que eu fiz. Eu me sentiria tão mais leve. Não!! O que ele vai pensar???" Bem, vamos seguir com o relato. É agora que as coisas começam a ir em um nível mais obscuro.
No ano passado eu comecei a procurar conteúdos de p3d0... eu estava no fundo do poço, não sentia prazer em coisas normais, me tornei frio (as pessoas falavam isso na minha cara), eu me tornei uma pessoa sem sentimentos, sem afeto, não conseguia me expressar, minha ansiedade crescia cada vez mais e eu me isolava sempre que podia. No final do ano passado essa mistura de sensações dentro de mim começou a me fazer tão mal (e acredito firmemente que isso tem relação com a minha fé) que eu comecei a vomitar todas as vezes que eu chegava na igreja (isso aconteceu uma 10 vezes). Deixe-me contextualizar. Eu faço parte do grupo de louvor e nós fazemos o ensaio logo após a EBD (Escola Bíblica Dominical). Quando a EBD começava eu já ficava um pouco enjoado, mas eu vomitava quando o ensaio ia começar. No fundo eu sabia o que estava acontecendo. Eu me sentia sujo, impuro, estava subindo no altar para tocar, mas ao mesmo tempo estava vendo vídeos indecentes com seres inofensivos. Eu não aguentei. Eu fui falar com o meu pastor. Obviamente ele ficou muito chocado com o fato de eu estar acessando conteúdos desse nível. Ele me aconselhou, orou comigo, me explicou a gravidade disso (acredito que todos saibam que isso é crime) e me falou uma coisa da qual eu já estava cinte, ele teria que falar com a minha mãe. Ela ficou arrasada. Eu não conseguia olhar nos olhos dela. Não sei nem como dizer isso, mas ela foi compreensível comigo (claro que ficou muito mais atenta em relação ao que eu faço e vejo) e está me ajudando nessa caminhada.
Recentemente comecei a fazer acompanhamento psicológico, e isso tem me ajudado bastante. Inclusive, foi minha psicóloga que me recomendou o "comoparar", onde conheci e me interessei pelo Programa Revert e começo meu tratamento amanhã em busca de uma nova vida e com um cérebro resetado.

Ufa! Obrigado por ler meu relato. Tentarei voltar aqui todos os dias e atualizar sobre a minha situação.
Deixem sugestões nos comentários

Bulbasauro e Heitor Belmont gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal Empty Re: Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal

Sex 29 Abr 2022, 23:53
Primeiramente, sua história é muito semelhante a minha. Me identifico em diversos pontos com seu relato e sinto enorme empatia por você. Gostaria de nesse momento te abraçar e dizer que você não está sozinho, de forma alguma. Mesmo de longe, saiba que torço imensamente pra que você consiga se livrar de tudo aquilo que considera imoral e de todas as atitudes ilícitas que o vício te levou a praticar. Do fundo do meu coração, sei que você não é uma pessoa ruim e sei que está suscetível a erros como todos nós, e dessa forma me compadeço de você e espero que essa mensagem possa te trazer pelo menos um pouco de alívio em momentos tão difíceis quanto os que enfrentamos. Quero que você saiba que não está sozinho, de forma alguma. Estou com você e te acompanharei na esperança de que dias melhores venham. Parabéns pela coragem de relatar sua história com tamanha sinceridade. Considere-se um vencedor desde já, pois eu acredito em você.
General
General
Mensagens : 605
Data de inscrição : 25/04/2020
Idade : 19

Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal Empty Re: Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal

Sab 30 Abr 2022, 00:28
Caraca, primeiramente eu quero te parabenizar pela coragem de relatar o que você vivenciou, segundo, seja bem-vindo a comunidade de homens que querem viver uma nova vida. Começei a consumir P (abreviamento de Pornografia) com sua idade mais ou menos e até hoje com quase 20 anos não abandonei o vício. Porém o primeiro passo você já deu e foi além, contou com a sua melhor amiga pra isso, a sua mãe. Irmão, também sou cristão e desejo do fundo do meu coração que você se liberte desse mal, Cristo esteja contigo irmão e estamos aqui para lhe ajudar no que for ao nosso alcance. Não é um caminho fácil por conta da mente querer acessar aquele conteúdo, porém no seu caso, acredito que irá se libertar o mais breve possível. Seja o mais transparente possível, evite ficar sozinho, em qualquer momento de um possível gatilho ou tentação, respire e ore, vai escutar uma música, conversar mas evite ao máximo de ficar sozinho e outra, instale bloqueadores em todos os seus dispositivos, peça para sua mãe criar uma senha que só ela saiba e bloqueie todos os dispositivos eletrônicos. Força irmão, viva uma nova vida e também eu gostaria de parabenizar sua mãe, por mais que seja difícil, ela entendeu a realidade que a Internet vem se tornando atualmente. Ficamos a disposição, tmj, seja o General da sua vida.

_______________________________________

O que você ganha sendo um viciado?

Ludgero gosta desta mensagem

avatar
Ludgero
Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/04/2022
Idade : 17
Localização : MS

Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal Empty Re: Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal

Sab 30 Abr 2022, 11:07
Zero escreveu:Primeiramente, sua história é muito semelhante a minha. Me identifico em diversos pontos com seu relato e sinto enorme empatia por você. Gostaria de nesse momento te abraçar e dizer que você não está sozinho, de forma alguma. Mesmo de longe, saiba que torço imensamente pra que você consiga se livrar de tudo aquilo que considera imoral e de todas as atitudes ilícitas que o vício te levou a praticar. Do fundo do meu coração, sei que você não é uma pessoa ruim e sei que está suscetível a erros como todos nós, e dessa forma me compadeço de você e espero que essa mensagem possa te trazer pelo menos um pouco de alívio em momentos tão difíceis quanto os que enfrentamos. Quero que você saiba que não está sozinho, de forma alguma. Estou com você e te acompanharei na esperança de que dias melhores venham. Parabéns pela coragem de relatar sua história com tamanha sinceridade. Considere-se um vencedor desde já, pois eu acredito em você.
Obrigado de verdade, cara! É um pouco confortante saber que existem pessoas que entendem o que eu estou passando. Vamos seguir firmes em busca de uma vida digna e liberta desse maldito vício.
avatar
Ludgero
Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/04/2022
Idade : 17
Localização : MS

Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal Empty Re: Diário de Ludgero, Em busca de uma vida normal

Sab 30 Abr 2022, 11:14
General escreveu:Caraca, primeiramente eu quero te parabenizar pela coragem de relatar o que você vivenciou, segundo, seja bem-vindo a comunidade de homens que querem viver uma nova vida. Começei a consumir P (abreviamento de Pornografia) com sua idade mais ou menos e até hoje com quase 20 anos não abandonei o vício. Porém o primeiro passo você já deu e foi além, contou com a sua melhor amiga pra isso, a sua mãe. Irmão, também sou cristão e desejo do fundo do meu coração que você se liberte desse mal, Cristo esteja contigo irmão e estamos aqui para lhe ajudar no que for ao nosso alcance. Não é um caminho fácil por conta da mente querer acessar aquele conteúdo, porém no seu caso, acredito que irá se libertar o mais breve possível. Seja o mais transparente possível, evite ficar sozinho, em qualquer momento de um possível gatilho ou tentação, respire e ore, vai escutar uma música, conversar mas evite ao máximo de ficar sozinho e outra, instale bloqueadores em todos os seus dispositivos, peça para sua mãe criar uma senha que só ela saiba e bloqueie todos os dispositivos eletrônicos. Força irmão, viva uma nova vida e também eu gostaria de parabenizar sua mãe, por mais que seja difícil, ela entendeu a realidade que a Internet vem se tornando atualmente. Ficamos a disposição, tmj, seja o General da sua vida.
Amém! Estou evitando mesmo ficar sozinho, pois já percebi que isso desperta gatilhos em mim. Minha mãe tem sido de grande ajuda nesse processo, ela está realmente disposta a me ajudar no que for necessário. Estou procurando evitar redes sociais, principalmente o twitter que é um lugar onde a P é liberada. Obrigado pela dica dos bloqueadores, mas nunca usei e não conheço nenhum. Você pode me recomendar alguns? Principalmente para celular.
Obrigado pelo apoio!
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos