Ir para baixo
Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty Diário de Figzard.

29/5/2022, 16:56
Bem, não sei bem oque dizer, mas sinceramente espero que pelo menos colocar tudo isso pra fora me ajude, pois eu não suporto mais afundar tudo dentro de mim. Começando pelo início, sou viciado em pornografia desde os meus 10 anos de idade, com 14 passei até um vício maior em sites de show ao vivo e camgirls, hoje tenho 23 anos.

 Esse vício segue comigo por praticamente metade da minha vida agora e por conta disso, por muito tempo eu fui bastante recluso e tendo um medo enorme de me relacionar com as pessoas em quesito amoroso, ver vídeos praticamente toda semana durante a adolescência sempre me geravam uma insegurança sobre sair da minha bolha.

 Mas sinceramente, desde os 16 eu enxergava o problema que esse vício me gerava, por passar horas e horas consumindo mais e mais vídeos e buscando incessantemente novos vídeos e novas camgirls, pra falar a verdade de certa forma eu até gostava da sensação de "caçada" que isso me gerava, ao ver uma atriz nova eu chegava a passar horas procurando só pra achar mais coisa sobre ela e achar um vídeo que pudesse me satisfazer.

 O problema era justamente eu não conseguir me relacionar com ninguém daquela forma e ainda eu passava dificuldades, pois eu sempre tive muitas amigas e por conta desse vício eu acabava muitas vezes imaginando e as sexualizando na minha cabeça e nunca foi uma sensação boa, eu sempre sentia nojo e repulsa de mim mesmo por fazer aquilo.

 O vício com os anos só foi piorando ao ponto que eu não passava um dia sequer sem ver algo relacionado a pornografia, o contato direto com a internet que houve com o passar dos anos só piorou o meu quadro. Apesar de já ter feito terapia na adolescência e por um tempo depois que entrei na faculdade, nunca cheguei a falar sobre meu vício em minha sessões, acabava focando em outros problemas e por isso relativizava como algo que eu poderia resolver sozinho.

 Aos 18 anos eu passei a frequentar aplicativos de chats de vídeo e não demorou muito para que eu acabasse utilizando para ver também pessoas nuas e sexo virtual, oque por um tempo, acabei me sentindo bem com isso pois estava quebrando a minha barreira pessoal de medo e vergonha de me relacionar com outras pessoas, mas isso também acabou se tornando uma compulsão, comigo até mesmo guardando imagens e vídeos desses encontros. Por conta dessa necessidade de ver nudez, acabei me vendo manipulando pessoas para tal e após conseguir oque queria acabava parando de falar com elas, muito também por medo de me abrir, pela vergonha que eu sentia mas no fim das contas, nada justifica esse comportamento asqueroso e nojento.

 Teve amizades acabei construindo e mantendo por tempo que vieram dessas salas de chat, infelizmente algumas tinham desses momentos em que havia a manipulação para o sexo virtual, porém com o passar do tempo eu fui parando com isso, oque é o mínimo do mínimo, mas foram amizades importantes, as quais realmente tentavam me ajudar com outras questões minhas.

 Aos 19 eu acabei conhecendo uma garota pela internet, que também era da minha cidade, com ela tive minha primeira relação sexual, o relacionamento foi bem rápido e depois eu passei a utilizar aplicativos de relacionamento e aos poucos fui perdendo ainda mais o medo e a vergonha de me relacionar com pessoas na vida real e bem a partir daí acabei tendo várias idas e vindas, mas o vício em conteúdo pornográfico ainda me assombrava, não era algo que eu largava e simplesmente continuava comigo mesmo eu tendo essas relações na vida real, por muito tempo, eu acreditava que no momento em que eu vivesse aquilo que eu via nos vídeos, eu largaria para sempre aquilo tudo, mas obviamente, fui bastante ingênuo de acreditar nisso e o vício seguia bastante forte e presente.

 Eu ainda tinha uma compulsão absurda por shows ao vivo de camgirls e vídeos pornográficos, mesmo tendo relações na vida real não era algo que me deixava, na verdade até me prejudicava para minhas relações na vida real, pois eu simplesmente era constrangido com uma dificuldade para ejacular.

 Depois de vários percalços, acabei conhecendo alguém, que não demorou pra se tornar bastante especial para mim e por conta disso engajei num relacionamento sério, eu pensei que estar num relacionamento por si só me ajudaria a parar de vez, a nunca mais consumir nada, mas eu fui novamente ingênuo de acreditar nisso. Acontece que com a pandemia, ficar em casa virou algo essencial, por conta disso já não existia mais uma rotina pra ao menos tentar me distrair da pornografia, oque me levava a ter contato 100% com a internet e por sua vez, coma própria pornografia, voltando a consumir vídeos e camgirls todos os dias e nem o fato de ter alguém do meu lado conseguiu me salvar disso.

 Já chegamos a ter uma conversa séria sobre meu vício e apesar de entender que oque eu passo não é fácil, acaba que a pessoa com quem eu estou se sentiu traída, algo que não questiono, ela tem o direito de se sentir assim porque eu sinto que é oque eu fiz, mas eu acabei me afundando mais, frequentando fóruns de conteúdo pornográfico, pagando onlyfans e até mesmo camgirls, algo que eu menti pra pessoa dizendo que não fazia, além de que a própria pessoa já tinha me dito que não sabe se aguentaria continuar comigo se soubesse que eu chegava a esse ponto. Isso me deu e me dá bastante medo, mas nem o medo me salva da minha doença, ontem eu acabei fazendo de novo e pagando outra camgirl durante um show ao vivo em um site e eu dessa vez eu não vou me enganar, eu sei muito bem que eu traí a pessoa e isso me destrói e me consome, eu não quero fazer cair nesse abismo de novo, eu sinto um nojo de mim mesmo que é insuportável. Eu não quero perder quem eu mais amo, mas sinto que em algum momento preciso dizer a verdade, apesar de mesmo em alguns momentos ser uma pessoa que prefere não saber dessas coisas, eu não quero que me idealize e me veja como alguém que eu não sou sendo que essa pessoa merece alguém bem melhor do que eu, mas ainda sim, o medo de perde-la é gigante, eu não quero perde-la e tudo oque eu quero é me curar dessa doença horrível que é o vício.

 Eu já falei com amigos algumas vezes e procurei instalar app que indica a quantos dias não consumo pornografia, mas infelizmente só isso não adiantou, eu sinto que pra eles se livrar dessa condição é algo bastante simples e fácil da maneira como falam que estão a uma semana ou um mês sem consumir pornografia, mas pra mim eu já percebi que é bastante pesado, pois não consigo chegar a ficar 2 ou 3 dias sem ver, o máximo que consegui da última vez foram 8 dias. Eu estou nesse fórum porque quero achar ajuda, eu não aguento oque eu fiz pra pessoa que eu mais amo em todo mundo, além de que eu não sei se devo contar tudo, mas eu sinto que se eu tiver que contar eu quero pelo menos a muito tempo livre desse vício, mas sinceramente eu não quero perde-la. Por tudo oque já relatei, me sinto a pior pessoa do mundo.

Se você suportou ler esse longuíssimo texto, eu te agradeço do fundo do meu coração, eu não quero enterrar mais isso a fundo dentro de mim, eu quero ajuda e estou desesperado.

Após ler alguns tópicos do fórum, decidi mudar o nome do tópico, não quero ser extremamente pessimista e creio que isso não vai ajudar, mas bem, me sinto feliz em ler vários relatos e ver que não estou sofrendo sozinho com essa compulsão.

Spartacuz, Vitoriosa, Schindler e Flasner0w gostam desta mensagem

Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty DIA 1

30/5/2022, 14:38
DIA 1


Pelo aplicativo contador que uso, já fazem 24 horas que estou sem PMO, ler os relatos do fórum me ajudam bastante a ver como não estou sozinho nessa. Como vários conflitos e dúvidas que eu tenho muita gente aqui também tem. Ontem eu fui ver a minha namorada e ve-la sempre recarrega minhas energias e a minha força de vontade, não quero que ela jamais sofra novamente por conta de um problema meu o qual eu ainda não tenho controle sobre.

Me pergunto ainda se devo falar para ela sobre essas recaídas pesadas que eu tive, ou se é um sofrimento desnecessário que eu estarei forçando ela a passar, mas de qualquer forma, eu não quero fazer com que ela sofra por isso. Em um dos relatos que li vi algo bem interessante, que eu também me questionei várias vezes sobre, se eu comecei esse vício ainda criança, significa que de certa forma ele foi se agarrando a minha personalidade como um parasita, então quem eu sou agora? Não dá pra negar que de fato isso é uma das coisas que me formou como adulto, mas não, isso não pode e nem deve definir quem eu sou, eu já me vi sóbrio acerca da PMO e eu sei bem que eu me sinto outra pessoa quando estou distante disso.

Eu pretendo ainda focar nas atividades que sempre me aliviam a ansiedade e que me ajudam a superar essas questões, como ver vídeos no youtube sobre cinema e jogos, assistir séries ou desenhos ou propriamente jogar videogame, jogos em particular sempre foram uma paixão muito grande pra mim e das últimas vezes as quais pude me manter bem longe da PMO por bastante tempo, eu estava jogando, acredito que isso ainda pode me ajudar, o problema é a pressão que estou sofrendo em relação a faculdade, estou em final de semestre e algumas notas não estão boas, mas talvez o foco em passar me ajude também no processo de reboot. Se alguém estiver acompanhando, preciso que me deseje sorte, não quero ser uma pessoa horrível e preciso melhorar por mim e pelas pessoas que amo.

(Ainda sou novo no fórum então vários termos usados são novos pra mim, ainda não sei alguns mas, acho que com o tempo vou aprender)

Vitoriosa e Flasner0w gostam desta mensagem

Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

31/5/2022, 20:08
DIA 2

Bem já fazem 2 dias sem PMO, hoje passei o dia bastante focado em resolver pendências então acabei me distraindo bem, ta sendo um dia bem leve e espero que eu continue assim.

Vitoriosa e Flasner0w gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1185
Data de inscrição : 10/12/2018

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

31/5/2022, 23:08
Oi, Figzard78!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!
Vitoriosa!

_______________________________________
Vitoriosa

Figzard78 gosta desta mensagem

Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

1/6/2022, 14:05
DIA 3

Pelo contador, já fazem 3 dias sem PMO, lembranças e curiosidade estão dificultando um pouco pra mim, minha cabeça tenta implicar a desculpa de "só uma olhada", mas eu sei muito bem que não é só uma olhada. Sinto que se eu resistir à isso, posso me manter bem por muito mais tempo.

Vitoriosa e Flasner0w gostam desta mensagem

Flasner0w
Flasner0w
Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/06/2022

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

2/6/2022, 07:46
Figzard78 escreveu:DIA 3

Pelo contador, já fazem 3 dias sem PMO, lembranças e curiosidade estão dificultando um pouco pra mim, minha cabeça tenta implicar a desculpa de "só uma olhada", mas eu sei muito bem que não é só uma olhada. Sinto que se eu resistir à isso, posso me manter bem por muito mais tempo.



E isso ai fique firme nessa jornada

Figzard78 gosta desta mensagem

Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

4/6/2022, 13:12
DIA 1
Infelizmente estou reiniciando a contagem, acabei cedendo e agora estou recomeçando, o triste dessas coisas é como elas conseguem te pegar totalmente de surpresa.


Flasner0w gosta desta mensagem

Flasner0w
Flasner0w
Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/06/2022

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

4/6/2022, 15:37
Nunca desista eu também perdi hoje a batalha mas vamos em frente

Figzard78 gosta desta mensagem

Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

5/6/2022, 15:21
Flasner0w escreveu:Nunca desista eu também perdi hoje a batalha mas vamos em frente

Muito obrigado pelo apoio, eu sempre fico muito feliz com esse fórum justamente por a gente não ter que passar todas essas dificuldades sozinhos
Figzard78
Figzard78
Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2020

Diário de Figzard. Empty Re: Diário de Figzard.

5/6/2022, 15:22
DIA 2

Já são 2 dias sem PMO, eu vi minha namorada ontem e isso sempre me motiva a continuar distante da PMO, até o momento não tenho tido problemas ou dificuldades em resistir a compulsão.

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos