Ir para baixo
Jaeger
Jaeger
Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/08/2022
Idade : 23

Asas da Liberdade Empty Asas da Liberdade

23/8/2022, 01:04
Olá companheiros de guerra, sejam muito bem vindos.
Estou criando este diário como uma forma de superar meu vício em PMO e, quem sabe, ajudar alguém nesta jornada também, por que não? Há há.
Pois bem, já não suporto mais viver nessa prisão e esse é o meu ultimato para encontrar a liberdade!

Espero que todos possam absorver algo de bom deste diário
!


Um pouco sobre mim:

Me chamo Jaeger, obviamente este não é o meu nome real, mas ele possui um significado tão importante quanto. Tenho 23 anos e atualmente estou desempregado, solteiro e tentando encontrar o meu caminho.
Meu vício começou ainda na adolescência. Sempre fui um garoto muito introspectivo. Na infância, eu ainda possuía uma modesta roda de amigos, mas quando entrei na adolescência tudo piorou. Sabe como é: escola nova, gente nova. Se você não se destaca, fica para trás, esquecido...
Para mim, era muito melhor ficar jogando vídeo game no quarto o dia todo do que tentar socializar. Pelo menos, era o que eu pensava na época.
Foi por volta dos 14/15 anos que eu, de fato, realizei PMO pela primeira vez. Obviamente eu já tinha tido contado com P anteriormente, mas nunca havia de fato chegado a executar o ato. Imagine: anos vivendo como um garoto retraído, sofrendo por um amor platônico e explodindo de hormônios. Era a combinação perfeita para buscar na PMO os meus desejos mais tentadores e retirar de mim toda aquela tensão que a puberdade nos oferece.
Sinceramente, não posso atribuir o péssimo rumo que a minha vida tomou apenas à PMO, existem muitos fatores e eventos que me levaram a tomar muitas decisões erradas, mas posso dizer com toda a certeza que a PMO foi uma delas e que ela me levou a outras escolhas erradas.
Durante os anos que se seguiram como estudante eu levei a PMO apenas como uma distração e realização dos meus desejos. Era ali que eu podia ficar com a garota dos meus sonhos e esquecer dos meus problemas. Infelizmente, eu não sabia que anos mais tarde o vício até então inconsciente iria me cobrar duramente.

Hoje vivo em um loop temporal, não sei quando caí nele, mas sei que foi através da PMO somada a um estilo de vida não tão saudável.
Eu me flagelo mentalmente todo dia, me cobrando pelos fracassos do passado: Não ter aproveitado momentos importantes com certas pessoas. Não ter ficado com a garota que eu gostava, e então, no final do dia, eu afogo as mágoas na PMO, porque é pra isso que ela serve, para criar uma ilusão de que tudo está bem durante aquele momento pífio.
Sempre que eu tento algo novo, eu me retraio novamente para a PMO. Já tive muitos momentos ruins em minha vida, e agora, sinto como se estivesse no fundo do poço, sem mais para onde descer.
Eu estou em uma prisão tanto mental quanto física, e já não aguento mais sofrer pelo passado e buscar conforto em um vício. Sei que muito do meu psicológico está abalado, mas também sei que a PMO me impossibilita de tentar cura-lo. Por isso, eu tenho que destruir esse vício até não sobrar mais nada.
Por isso Jaeger. Esse é um nome que se refere a um caçador.
Eu vou caçar esse maldito vício e vou extermina-lo custe o que custar. Essa é a minha promessa.

Um pouco sobre como a PMO me afeta:

- Hoje, não consigo olhar para mulheres sem sexualiza-las de todas as maneiras possíveis.
- O tempo todo me ocorre pensamentos indesejáveis que, confesso, me deixo ceder.
- A PMO ocupa grande parte do meu tempo ao qual devia estar dedicando a algum projeto pessoal.
- Após a PMO minha mente se torna cansada e desorientada como se uma droga letárgica estivesse correndo pelas minhas veias.
- Sinto minha ansiedade se fortalecer durante os dias em que sedo para o vício, sinto ela chegando com mais violência durante a noite me causando crises de pânico.
- Sinto- me fracassado, impotente diante as barreiras do dia-a-dia e de minhas próprias barreiras mentais, é como se de repente não tivesse capacidade de vence-las.
- Vivo com a sensação de estar sendo constantemente vigiado e testado pelas pessoas que moram comigo.
- Sinto a sujeira me corroer de dentro para fora.


Enfim, é isso.
Este relato está sendo escrito após perder a luta mais uma vez. Mas não posso desistir tão fácil assim. Não posso, não quero.
Já estou providenciando mudanças em minha rotina além de estar escrevendo este diário.
Sei que estabelecer uma boa saúde física e mental também faz parte na luta contra a PMO, e é a isso que irei me dedicar também.
Não sei o quanto este relato ficou entendível, mas espero que se alguém ler, que possa ter compreendido. Obviamente, não consegui exemplificar todos os detalhes sobre a minha vida e a meus pensamentos e atividades, então irei compartilhando mais do meus pensamentos e histórias de vida nos próximos capítulos dessa jornada para que possam me conhecer melhor.


Hoje será o primeiro dia de uma vitória, o primeiro dia em busca da liberdade!
Obrigado pela atenção de quem leu!
Até mais
!


Última edição por Jaeger em 23/8/2022, 22:38, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Aquele que jurou exterminar seus vícios!

Charada. e Bizzy Bone gostam desta mensagem

Charada.
Charada.
Mensagens : 428
Data de inscrição : 27/12/2021

Asas da Liberdade Empty Re: Asas da Liberdade

23/8/2022, 02:26
Jaeger escreveu:
Olá companheiros de guerra, sejam muito bem vindos.
Estou criando este diário como um forma de superar meu vício em PMO e, quem sabe, ajudar alguém nesta jornada também, por que não? Há há.
Pois bem, já não suporto mais viver nessa prisão e esse é o meu ultimato para encontrar a liberdade!

Espero que todos possam absorver algo de bom deste diário
!


Um pouco sobre mim:

Me chamo Jaeger, obviamente este não é o meu nome real, mas ele possui um significado tão importante quanto. Tenho 23 anos e atualmente estou desempregado, solteiro e tentando encontrar o meu caminho.
Meu vício começou ainda na adolescência. Sempre fui um garoto muito introspectivo. Na infância, eu ainda possuía uma modesta roda de amigos, mas quando entrei na adolescência tudo piorou. Sabe como é: escola nova, gente nova. Se você não se destaca, fica para trás, esquecido...
Para mim, era muito melhor ficar jogando vídeo game no quarto o dia todo do que tentar socializar. Pelo menos, era o que eu pensava na época.
Foi por volta dos 14/15 anos que eu, de fato, realizei PMO pela primeira vez. Obviamente eu já tinha tido contado com P anteriormente, mas nunca havia de fato chegado a executar o ato. Imagine: anos vivendo como um garoto retraído, sofrendo por um amor platônico e explodindo de hormônios. Era a combinação perfeita para buscar na PMO os meus desejos mais tentadores e retirar de mim toda aquela tensão que a puberdade nos oferece.
Sinceramente, não posso atribuir o péssimo rumo que a minha vida tomou apenas à PMO, existem muitos fatores e eventos que me levaram a tomar muitas decisões erradas, mas posso dizer com toda a certeza que a PMO foi uma delas e que ela me levou a outras escolhas erradas.
Durante os anos que se seguiram como estudante eu levei a PMO apenas como uma distração e realização dos meus desejos. Era ali que eu podia ficar com a garota dos meus sonhos e esquecer dos meus problemas. Infelizmente, eu não sabia que anos mais tarde o vício até então inconsciente iria me cobrar duramente.

Hoje vivo em um loop temporal, não sei quando caí nele, mas sei que foi através da PMO somada a um estilo de vida não tão saudável.
Eu me flagelo mentalmente todo dia, me cobrando pelos fracassos do passado: Não ter aproveitado momentos importantes com certas pessoas. Não ter ficado com a garota que eu gostava, e então, no final do dia, eu afogo as mágoas na PMO, porque é pra isso que ela serve, para criar uma ilusão de que tudo está bem durante aquele momento pífio.
Sempre que eu tento algo novo, eu me retraio novamente para a PMO. Já tive muitos momentos ruins em minha vida, e agora, sinto como se estivesse no fundo do poço, sem mais para onde descer.
Eu estou em uma prisão tanto mental quanto física, e já não aguento mais sofrer pelo passado e buscar conforto em um vício. Sei que muito do meu psicológico está abalado, mas também sei que a PMO me impossibilita de tentar cura-lo. Por isso, eu tenho que destruir esse vício até não sobrar mais nada.
Por isso Jaeger. Esse é um nome que se refere a um caçador.
Eu vou caçar esse maldito vício e vou extermina-lo custe o que custar. Essa é a minha promessa.

Um pouco sobre como a PMO me afeta:

- Hoje, não consigo olhar para mulheres sem sexualiza-las de todas as maneiras possíveis.
- O tempo todo me ocorre pensamentos indesejáveis que, confesso, me deixo ceder.
- A PMO ocupa grande parte do meu tempo ao qual devia estar dedicando a algum projeto pessoal.
- Após a PMO minha mente se torna cansada e desorientada como se uma droga letárgica estivesse correndo pelas minhas veias.
- Sinto minha ansiedade se fortalecer durante os dias em que sedo para o vício, sinto ela chegando com mais violência durante a noite me causando crises de pânico.
- Sinto- me fracassado, impotente diante as barreiras do dia-a-dia e de minhas próprias barreiras mentais, é como se de repente não tivesse capacidade de vence-las.
- Vivo com a sensação de estar sendo constantemente vigiado e testado pelas pessoas que moram comigo.
- Sinto a sujeira me corroer de dentro para fora.


Enfim, é isso.
Este relato está sendo escrito após perder a luta mais uma vez. Mas não posso desistir tão fácil assim. Não posso, não quero.
Já estou providenciando mudanças em minha rotina além de estar escrevendo este diário.
Sei que estabelecer uma boa saúde física e mental também faz parte na luta contra a PMO, e é a isso que irei me dedicar também.
Não sei o quanto este relato ficou entendível, mas espero que se alguém ler, que possa ter compreendido. Obviamente, não consegui exemplificar todos os detalhes sobre a minha vida e a meus pensamentos e atividades, então irei compartilhando mais do meus pensamentos e histórias de vida nos próximos capítulos dessa jornada para que possam me conhecer melhor.


Hoje será o primeiro dia de uma vitória, o primeiro dia em busca da liberdade!
Obrigado pela atenção de quem leu!
Até mais
!
Bem vindo ao forum mano, desejo muita força pra vc nessa luta que é dificil mas possível de vencer, só de vc querer mudar ja é um passo muito grande comparado as pessoas que não tem consciência de que a PMO é um mal na vida delas, eu mesmo fiquei dos meus 12 anos até meus 23 anos cego achando que me masturbar diariamente com pornografia era algo normal, hoje prestes a fazer 25 anos e ha 2 anos na luta pra vencer o vicio posso dizer que consegui evoluir muito e hoje não sou mais dependente desse mal como ja fui, tenho ctz que estou quase chegando na vitoria completa e tenho ctz que vc tbm vai conseguir, muita força e sucesso no reboot

Meu diario: https://www.comoparar.com/t12382-recomeco-tudo-ou-nada

Jaeger gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Asas da Liberdade Empty Re: Asas da Liberdade

23/8/2022, 15:48
Oi! Você vai conseguir, tenha força. Tatakae! Very Happy
Jaeger
Jaeger
Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/08/2022
Idade : 23

Asas da Liberdade Empty REINICIANDO: INFELIZMENTE RECAÍ NO MEU PRIMEIRO DIA

23/8/2022, 23:47
Olá companheiros de guerra, tudo bem com vocês?
Vamos para mais um capítulo deste diário, e queria começar o mesmo aproveitando para responder os comentários feitos no capítulo anterior. Vamos lá
:


Charada019 escreveu:
Jaeger escreveu:
Olá companheiros de guerra, sejam muito bem vindos.
Estou criando este diário como um forma de superar meu vício em PMO e, quem sabe, ajudar alguém nesta jornada também, por que não? Há há.
Pois bem, já não suporto mais viver nessa prisão e esse é o meu ultimato para encontrar a liberdade!

Espero que todos possam absorver algo de bom deste diário
!


Um pouco sobre mim:

Me chamo Jaeger, obviamente este não é o meu nome real, mas ele possui um significado tão importante quanto. Tenho 23 anos e atualmente estou desempregado, solteiro e tentando encontrar o meu caminho.
Meu vício começou ainda na adolescência. Sempre fui um garoto muito introspectivo. Na infância, eu ainda possuía uma modesta roda de amigos, mas quando entrei na adolescência tudo piorou. Sabe como é: escola nova, gente nova. Se você não se destaca, fica para trás, esquecido...
Para mim, era muito melhor ficar jogando vídeo game no quarto o dia todo do que tentar socializar. Pelo menos, era o que eu pensava na época.
Foi por volta dos 14/15 anos que eu, de fato, realizei PMO pela primeira vez. Obviamente eu já tinha tido contado com P anteriormente, mas nunca havia de fato chegado a executar o ato. Imagine: anos vivendo como um garoto retraído, sofrendo por um amor platônico e explodindo de hormônios. Era a combinação perfeita para buscar na PMO os meus desejos mais tentadores e retirar de mim toda aquela tensão que a puberdade nos oferece.
Sinceramente, não posso atribuir o péssimo rumo que a minha vida tomou apenas à PMO, existem muitos fatores e eventos que me levaram a tomar muitas decisões erradas, mas posso dizer com toda a certeza que a PMO foi uma delas e que ela me levou a outras escolhas erradas.
Durante os anos que se seguiram como estudante eu levei a PMO apenas como uma distração e realização dos meus desejos. Era ali que eu podia ficar com a garota dos meus sonhos e esquecer dos meus problemas. Infelizmente, eu não sabia que anos mais tarde o vício até então inconsciente iria me cobrar duramente.

Hoje vivo em um loop temporal, não sei quando caí nele, mas sei que foi através da PMO somada a um estilo de vida não tão saudável.
Eu me flagelo mentalmente todo dia, me cobrando pelos fracassos do passado: Não ter aproveitado momentos importantes com certas pessoas. Não ter ficado com a garota que eu gostava, e então, no final do dia, eu afogo as mágoas na PMO, porque é pra isso que ela serve, para criar uma ilusão de que tudo está bem durante aquele momento pífio.
Sempre que eu tento algo novo, eu me retraio novamente para a PMO. Já tive muitos momentos ruins em minha vida, e agora, sinto como se estivesse no fundo do poço, sem mais para onde descer.
Eu estou em uma prisão tanto mental quanto física, e já não aguento mais sofrer pelo passado e buscar conforto em um vício. Sei que muito do meu psicológico está abalado, mas também sei que a PMO me impossibilita de tentar cura-lo. Por isso, eu tenho que destruir esse vício até não sobrar mais nada.
Por isso Jaeger. Esse é um nome que se refere a um caçador.
Eu vou caçar esse maldito vício e vou extermina-lo custe o que custar. Essa é a minha promessa.

Um pouco sobre como a PMO me afeta:

- Hoje, não consigo olhar para mulheres sem sexualiza-las de todas as maneiras possíveis.
- O tempo todo me ocorre pensamentos indesejáveis que, confesso, me deixo ceder.
- A PMO ocupa grande parte do meu tempo ao qual devia estar dedicando a algum projeto pessoal.
- Após a PMO minha mente se torna cansada e desorientada como se uma droga letárgica estivesse correndo pelas minhas veias.
- Sinto minha ansiedade se fortalecer durante os dias em que sedo para o vício, sinto ela chegando com mais violência durante a noite me causando crises de pânico.
- Sinto- me fracassado, impotente diante as barreiras do dia-a-dia e de minhas próprias barreiras mentais, é como se de repente não tivesse capacidade de vence-las.
- Vivo com a sensação de estar sendo constantemente vigiado e testado pelas pessoas que moram comigo.
- Sinto a sujeira me corroer de dentro para fora.


Enfim, é isso.
Este relato está sendo escrito após perder a luta mais uma vez. Mas não posso desistir tão fácil assim. Não posso, não quero.
Já estou providenciando mudanças em minha rotina além de estar escrevendo este diário.
Sei que estabelecer uma boa saúde física e mental também faz parte na luta contra a PMO, e é a isso que irei me dedicar também.
Não sei o quanto este relato ficou entendível, mas espero que se alguém ler, que possa ter compreendido. Obviamente, não consegui exemplificar todos os detalhes sobre a minha vida e a meus pensamentos e atividades, então irei compartilhando mais do meus pensamentos e histórias de vida nos próximos capítulos dessa jornada para que possam me conhecer melhor.


Hoje será o primeiro dia de uma vitória, o primeiro dia em busca da liberdade!
Obrigado pela atenção de quem leu!
Até mais
!
Bem vindo ao forum mano, desejo muita força pra vc nessa luta que é dificil mas possível de vencer, só de vc querer mudar ja é um passo muito grande comparado as pessoas que não tem consciência de que a PMO é um mal na vida delas, eu mesmo fiquei dos meus 12 anos até meus 23 anos cego achando que me masturbar diariamente com pornografia era algo normal, hoje prestes a fazer 25 anos e ha 2 anos na luta pra vencer o vicio posso dizer que consegui evoluir muito e hoje não sou mais dependente desse mal como ja fui, tenho ctz que estou quase chegando na vitoria completa e tenho ctz que vc tbm vai conseguir, muita força e sucesso no reboot

Meu diario: https://www.comoparar.com/t12382-recomeco-tudo-ou-nada

Olá caro Charada019, fiquei muito feliz em ver o seu comentário e obrigado pelas boas vindas. Sei como é passar tantos anos assim se enganando no vício, acabamos nos destruindo de dentro para fora, mas fico muito feliz que você também tenha enxergado o mal que isso nos causa e que esteja vencendo esta batalha um dia após o outro e já tenha se desapegado dele propriamente dito. Muito obrigado pelas palavras de motivação e espero que você também se mantenha firme e forte na sua batalha. Sigamos em frente sempre!
PS: vou acompanhar seu diário.


del escreveu:Oi! Você vai conseguir, tenha força. Tatakae! Very Happy

Olá Del, tudo bem? Muito obrigado pelas palavras de motivação! Que você também consiga alncançar a vitória desta grande e difícil batalha. TATAKAE, IRMÃO! XD


Agora, vamos para a atualização do dia:

Infelizmente, é com muito pesar no coração e na consciência que digo que perdi mais uma vez a batalha.
Sinceramente, após praticar PMO, pensei em deixar essa ideia de diário pra lá e excluir a conta. Matutei muito essa ideia na minha cabeça e então resolvi vir ler o que eu havia escrito ontem. Ás vezes, olhar para o que fazemos no passado pode ser bom. Refleti sobre o que eu escrevi e, juntamente com os comentários que recebi no meu relato, decidi continuar com o diário, pois eu não podia me dar por vencido mais uma vez. Confesso que a ideia de escrever meus segredos mais íntimos (mesmo que anonimamente) para outras pessoas me soa um tanto quanto constrangedor ainda, porém, sinto que eu preciso desabafar sobre este problema e aqui parece ser o único lugar favorável para isso. Ler aquelas palavras que escrevi sobre mim também me deixaram orgulhoso de certo modo.

Muito bem, indo aos motivos que me fizeram recair creio que além da necessidade de praticar PMO o ajuste da minha rotina tenha me dado o gatilho definitivo também.
Eu tenho um sério problema de procrastinação, logo, sempre vou deixando meus compromissos para o dia seguinte com a promessa de tirar o "dia de hoje" para me preparar para a nova rotina e isso sempre inclui praticar pela última vez a PMO. Já repeti este mesmo processo várias e várias vezes, como mencionado no primeiro relato.
Creio que este impulso possa se dar por conta da ansiedade também, pois sempre que estou prestes a começar um projeto ou rotina nova eu pratico a PMO para ficar mais relaxado, mas obviamente isso não é efetivo a longo prazo. De qualquer forma, mesmo passando por uma "bad" repentina por ter recaído quero prosseguir com o meu plano.

Hoje, no geral, foi um bom dia. Consegui implementar todas atividades e horários da minha nova rotina com exceção da inicialização do projeto pessoal, mas estou otimista para começa-lo amanhã.
- Tive uma boa noite de sono;
- Segui corretamente todos os horários de refeições;
- Pratiquei as atividades de estudos que gosto;
- Sai para caminhar no final do dia.

A caminhada é um momento muito crucial do meu dia, pois além de ser necessária para manter a minha saúde, também me ajuda a refletir um pouco sobre a vida e colocar a cabeça no lugar.

Enfim, eu tive um dia perfeito para começar o reboot. Uma pena que eu tenha fraquejado, mas estou otimista quanto a reiniciar.
Sei que não será fácil e me conformo com este início da minha jornada. Amanhã é um novo dia e uma nova forma de pensar.

Por hoje é isso, meus guerreiros. Espero que não tenha ficado muito grande esse formato de relato junto das respostas de comentários. Queria manter tudo o mais condensado possível e também gosto de escrever textos grandes, há há!

Até amanhã se Deus me permitir!
E lembrem-se: Tatakae!!!

_______________________________________
Aquele que jurou exterminar seus vícios!
avatar
Convidado
Convidado

Asas da Liberdade Empty Re: Asas da Liberdade

24/8/2022, 06:00
Oi! Nós somos seres humanos, nós vamos errar, mesmo tentando fazer tudo certo. Lembre-se sempre que esse vício é um erro, não você. Como eu gosto de falar: você é mais que o vício que está tentando lutar contra. Ele não te representa. Só nós sabemos como nossos desejos nos fazem refém e nos tiram nossas verdadeiras vontades e nossa identidade. É aí que acabamos nos perdendo, achando que somos incapazes e inferiores. Mas não somos, aproveite o dia bom que você teve e leve ele como padrão e motivação pra você! Para que nos dias difíceis, você se lembre que você é completamente capaz de ter dias bons e ser feliz. E é extremamente importante entendermos que dias difíceis sempre irão existir, nada é um mar de rosas. Mas dias difíceis não são o fim do mundo Smile Conseguimos passar por ele e criar dias bons a partir das nossas angústias.

Não desista do fórum! Você vai conseguir, você vai ver Very Happy Sinta orgulho de você mesmo por esse dia bom que você teve e por esse otimismo para começar o reboot.

Finalizo com essa bela frase do nosso pequeno gafanhoto Eren:

"Se você vencer, vai viver. Se perder, vai morrer. Se você não lutar, não vai conseguir vencer!"

Abraços! Tatakae Very Happy
Jaeger
Jaeger
Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/08/2022
Idade : 23

Asas da Liberdade Empty Re: Asas da Liberdade

24/8/2022, 23:02
del escreveu:Oi! Nós somos seres humanos, nós vamos errar, mesmo tentando fazer tudo certo. Lembre-se sempre que esse vício é um erro, não você. Como eu gosto de falar: você é mais que o vício que está tentando lutar contra. Ele não te representa. Só nós sabemos como nossos desejos nos fazem refém e nos tiram nossas verdadeiras vontades e nossa identidade. É aí que acabamos nos perdendo, achando que somos incapazes e inferiores. Mas não somos, aproveite o dia bom que você teve e leve ele como padrão e motivação pra você! Para que nos dias difíceis, você se lembre que você é completamente capaz de ter dias bons e ser feliz. E é extremamente importante entendermos que dias difíceis sempre irão existir, nada é um mar de rosas. Mas dias difíceis não são o fim do mundo Smile Conseguimos passar por ele e criar dias bons a partir das nossas angústias.

Não desista do fórum! Você vai conseguir, você vai ver Very Happy Sinta orgulho de você mesmo por esse dia bom que você teve e por esse otimismo para começar o reboot.

Finalizo com essa bela frase do nosso pequeno gafanhoto Eren:

"Se você vencer, vai viver. Se perder, vai morrer. Se você não lutar, não vai conseguir vencer!"

Abraços! Tatakae Very Happy

E aí del, beleza?
Você está certo amigo, não devemos nos inferiorizar para esse vício, pois não é ele que dita quem somos ou deixamos de ser. Mesmo tendo dias difíceis de se refletir sobre isso e colocar a cabeça no lugar, temos que persistir.
Estou tentando seguir meus dias mais centrado nas coisas boas também apesar das dificuldades. Felizmente deu certo mais do que eu esperava por hoje! Há há!!!

Nosso pequeno gafanhotinho Eren tem razão, não podemos parar de lutar nunca! Mesmo nos momentos mais obscuros de nossas vidas, é nosso dever continuar seguindo em frente, tentando alcançar um lugar melhor em nossas vidas. Afinal, temos a chance de dar um final feliz para nossas histórias, isso só depende de nós mesmos.

PS: você tem diário? não consigo ver direito os perfis pois não peguei as manhas de mexer no fórum ainda. Gostaria de acompanhar a sua jornada.

Um abraço, irmão de guerra. Tatakae! Smile

_______________________________________
Aquele que jurou exterminar seus vícios!
Jaeger
Jaeger
Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/08/2022
Idade : 23

Asas da Liberdade Empty DIA 1: O PRIMEIRO PASSO PARA A LIBERDADE!

24/8/2022, 23:46
Olá meus guerreiros, tudo bem com vocês? Como andam os campos de batalha? Há há!

Finalmente já posso afirmar que passei do Dia 1 do reboot. A essa hora da noite a possibilidade de praticar PMO é quase 0. Então vamos as atualizações:

- Acordei um pouco mais tarde hoje por conta de ter me deitado mais tarde noite passada (obviamente há há). Meu sono após as 6:00h é muito pesado, o que também acaba dificultando o dispersar do mesmo;
- Acabei optando por pular uma de minhas refeições já que almoçaria mais cedo e também troquei minha rotina de estudos pela manhã para ficar jogando um pouco no pc;
- Após o almoço as coisas se complicaram um pouco pois comecei a procrastinar, habito que me atrapalha de mais, e peguei algo pra estudar apenas no final da tarde.

Infelizmente, essa procrastinação me levou a ficar a tarde toda vendo vídeos no Youtube isolado no meu quarto. Às vezes, quando passo o dia todo no pc acabo tendo um pouco de "crise existencial" como se eu entrasse num excesso de falta de socializar e isso me traz um sentimento de tristeza muito grande. Também ocorreram alguns motivos familiares que me ajudaram a entrar nessa bad e comecei a refletir se eu não sou um "peso morto" para minha família por estar em uma situação que não consigo ajuda-los financeiramente (motivos pessoais). Isso me deixou extremamente estressado e não consegui executar muito bem meus estudos pelo final do dia e durante a noite e também acabei procrastinando em começar o meu projeto novamente.
O estresse também engatilhou a vontade de praticar PMO durante o banho (horário que eu costumo praticar), mas botei a mão na consciência e percebi que ceder à tentação só iria me fazer ficar pior: com o corpo e mente exaustos e com mal-estar, então, consegui ter força de vontade o suficiente para superar esse momento.
Meu humor melhorou conforme a noite foi passando e pude ter bons momentos de socialização durante o jantar com a família.

No mais, foi isso, guerreiros. Tive alguns pequenos encontros inesperados com imagens que despertaram pensamentos ruins corriqueiros, mas nada que realmente me atentou fortemente. Tenho usado muito o Twitter recentemente e logo mais voltarei a usar o Instagram por conta dos meus projetos. Tenho que tomar cuidado, pois já utilizei muito essas duas redes para praticar PMO. Enfim, serei o mais forte possível nos próximos dias!

No geral, acho que o saldo do dia foi positivo apesar dos pesares, mas com certeza posso melhorar muita coisa. Sigo firme para o 2º dia do reboot!

Espero que estejam firme em suas lutas, meus guerreiros, e lembrem-se: Tatakae!!!
Até a próxima!

_______________________________________
Aquele que jurou exterminar seus vícios!
avatar
Convidado
Convidado

Asas da Liberdade Empty Re: Asas da Liberdade

25/8/2022, 23:26
Jaeger escreveu:
del escreveu:Oi! Nós somos seres humanos, nós vamos errar, mesmo tentando fazer tudo certo. Lembre-se sempre que esse vício é um erro, não você. Como eu gosto de falar: você é mais que o vício que está tentando lutar contra. Ele não te representa. Só nós sabemos como nossos desejos nos fazem refém e nos tiram nossas verdadeiras vontades e nossa identidade. É aí que acabamos nos perdendo, achando que somos incapazes e inferiores. Mas não somos, aproveite o dia bom que você teve e leve ele como padrão e motivação pra você! Para que nos dias difíceis, você se lembre que você é completamente capaz de ter dias bons e ser feliz. E é extremamente importante entendermos que dias difíceis sempre irão existir, nada é um mar de rosas. Mas dias difíceis não são o fim do mundo Smile Conseguimos passar por ele e criar dias bons a partir das nossas angústias.

Não desista do fórum! Você vai conseguir, você vai ver Very Happy Sinta orgulho de você mesmo por esse dia bom que você teve e por esse otimismo para começar o reboot.

Finalizo com essa bela frase do nosso pequeno gafanhoto Eren:

"Se você vencer, vai viver. Se perder, vai morrer. Se você não lutar, não vai conseguir vencer!"

Abraços! Tatakae Very Happy

E aí del, beleza?
Você está certo amigo, não devemos nos inferiorizar para esse vício, pois não é ele que dita quem somos ou deixamos de ser. Mesmo tendo dias difíceis de se refletir sobre isso e colocar a cabeça no lugar, temos que persistir.
Estou tentando seguir meus dias mais centrado nas coisas boas também apesar das dificuldades. Felizmente deu certo mais do que eu esperava por hoje! Há há!!!

Nosso pequeno gafanhotinho Eren tem razão, não podemos parar de lutar nunca! Mesmo nos momentos mais obscuros de nossas vidas, é nosso dever continuar seguindo em frente, tentando alcançar um lugar melhor em nossas vidas. Afinal, temos a chance de dar um final feliz para nossas histórias, isso só depende de nós mesmos.

PS: você tem diário? não consigo ver direito os perfis pois não peguei as manhas de mexer no fórum ainda. Gostaria de acompanhar a sua jornada.

Um abraço, irmão de guerra. Tatakae! Smile

Oii! Se quiser ler meu diário, é só clicar na minha foto de perfil (acredito eu). Ou clicando nesse link https://www.comoparar.com/t12774-diario-de-del-vencendo-a-mim-mesmo#379635.

Estou feliz por você! Que bom que conseguiu hoje. Um dia de cada vez... cada dia é uma vitória Very Happy
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos