Ir para baixo
avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Diário de Curumak

2/10/2022, 14:51
Olá, sou Curumak, tenho 24 anos e sou viciado em pornografia e como consequência em masturbação. Tive meu primeiro contato com a pornografia perto dos 12 para 13 anos de idade, ainda no tempo do Orkut. O início do meu contato com a P não foi intencional, pois tal conteúdo me apareceu de forma involuntária, de um perfil fake de uma garota de programa que me enviou uma mensagem com um link de site pornô, dizendo para eu entrar no site dela. Eu, inocente, entrei e fiquei impressionado com o que estava vendo. Lembro que a primeira vez que acessei fiquei muito nervoso e tremulo, talvez pelo fato de estar acessando algo que até o momento era um tabu e também proibido pra minha idade.

A partir daí comecei a ter uma frequência de acesso a esse tipo de conteúdo, inicialmente com uma sexualidade "convencional" (1H e 1M). Lembro que por muitas vezes eu acessava mesmo com meus pais e minhas irmãs em casa, me dando uma sensação de medo, mas ao mesmo uma vontade que falava mais alto e eu sempre sucumbia à esse desejo e o medo ficava em segundo plano. Muitas vezes inclusive de eles quase me pegarem no flagra assistindo, tendo em vista que o computador era de todos da e casa ficava na sala e eu não poderia levar para o meu quarto. Mesmo frente a isso eu não desistia. Lembro que depois de já estar mais familiarizado em como funcionava os sites e por consequência do que eu precisava fazer para que eu continuasse acessando esses conteúdos sem ser pego (Ex: apagar histórico de navegação, abrir em uma aba anônima, apagar download, se tivesse feito, fechar a aba rapidamente quando alguém estivesse vindo, etc) eu comecei a me possibilitar ficar mais tempo usufruindo da P. De 10 min antes de ir pra escola passou a pra 30 min, que passou pra 1h, 2h, e assim por diante. Entretanto, até uns 4 ou 5 anos atrás eu não percebia que isso era realmente um vício. Acreditava que qualquer jovem da minha idade assistia e se masturbava com uma frequência.

Entretanto, a mais ou menos esse período de 4 ou 5 anos atrás comecei a tentar ficar sem assistir P por alguns dias e percebi que não conseguia. Tentava e acaba sucumbindo ao desejo. Desde de esse tempo (4 - 5 anos) pra cá tenho tentado me libertar do vício, que me consome, e não tenho conseguido. Todas as vezes que eu pensei e tentei parar, parece o desejo e a vontade só aumentaram, como se fosse uma forma de meu cérebro me prender mais a isso para que eu não deixe de fornecer essa quantidade de dopamina para ele.

A consequência de todos esses anos imerso nesse mundo da pornografia começaram a me desestabilizar. Cerca de uns 2 anos pra cá, eu comecei a me envolver com tipo de pornografia muita pesada, que me machucou e tem me machucado muito. Essa pornografias envolvem zoo, cp e outros tipos de conteúdo abusivos e pesados, que eu nunca pensei que fosse ver e muito menos acessar para entrar e buscar prazer, que no fim das contas me abre uma cratera de vazio dentro de mim. Além disso, a quantidade de horas em que eu perco nisso, as vezes 3, 4 ,5 horas do dia (fora os dias atípicos, tipo de ontem pra hoje, que eu virei a noite assistindo e fui dormir às 7h da manhã) acabam me derrubando e me desgastando para o próximo dia.

A algum tempo atrás eu estava em uma situação bastante crítica e que eu nunca tinha me encontrado durante todos esses anos de vício, em que muitas vezes eu chorava após acessar esses conteúdos e me deixavam amargurados pelo fato de eu saber o quanto me machucava mas ao mesmo tempo saber que eu não teria força sozinho para me recuperar disso.
Tenho buscado ajuda psicológica, principalmente pelos conteúdos que eu assisto que me fazem muito mal, que eu quero me desvincular e não sentir vontade de assistir. E que muitas vezes nem eu sei porque eu estou assistindo àquilo e não sinto atração por aquilo, mas não consigo deixar de assistir.

Vou começar a postar aqui, pois preciso realmente de ajuda dos companheiros desse fórum para conseguir sair disso, antes que isso me consuma por inteiro e sei que quando botamos pra fora, a tendência é tirarmos um pouco do peso e se tornar mais fácil alcançar os objetivos.

Um forte abraço à todos!

Kobscop, Tomas e 21fernandinhow gostam desta mensagem

Tomas
Tomas
Mensagens : 85
Data de inscrição : 29/08/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

3/10/2022, 00:03
curumak escreveu:Olá, sou Curumak, tenho 24 anos e sou viciado em pornografia e como consequência em masturbação. Tive meu primeiro contato com a pornografia perto dos 12 para 13 anos de idade, ainda no tempo do Orkut. O início do meu contato com a P não foi intencional, pois tal conteúdo me apareceu de forma involuntária, de um perfil fake de uma garota de programa que me enviou uma mensagem com um link de site pornô, dizendo para eu entrar no site dela. Eu, inocente, entrei e fiquei impressionado com o que estava vendo. Lembro que a primeira vez que acessei fiquei muito nervoso e tremulo, talvez pelo fato de estar acessando algo que até o momento era um tabu e também proibido pra minha idade.

A partir daí comecei a ter uma frequência de acesso a esse tipo de conteúdo, inicialmente com uma sexualidade "convencional" (1H e 1M). Lembro que por muitas vezes eu acessava mesmo com meus pais e minhas irmãs em casa, me dando uma sensação de medo, mas ao mesmo uma vontade que falava mais alto e eu sempre sucumbia à esse desejo e o medo ficava em segundo plano. Muitas vezes inclusive de eles quase me pegarem no flagra assistindo, tendo em vista que o computador era de todos da e casa ficava na sala e eu não poderia levar para o meu quarto. Mesmo frente a isso eu não desistia. Lembro que depois de já estar mais familiarizado em como funcionava os sites e por consequência do que eu precisava fazer para que eu continuasse acessando esses conteúdos sem ser pego (Ex: apagar histórico de navegação, abrir em uma aba anônima, apagar download, se tivesse feito, fechar a aba rapidamente quando alguém estivesse vindo, etc) eu comecei a me possibilitar ficar mais tempo usufruindo da P. De 10 min antes de ir pra escola passou a pra 30 min, que passou pra 1h, 2h, e assim por diante. Entretanto, até uns 4 ou 5 anos atrás eu não percebia que isso era realmente um vício. Acreditava que qualquer jovem da minha idade assistia e se masturbava com uma frequência.

Entretanto, a mais ou menos esse período de 4 ou 5 anos atrás comecei a tentar ficar sem assistir P por alguns dias e percebi que não conseguia. Tentava e acaba sucumbindo ao desejo. Desde de esse tempo (4 - 5 anos) pra cá tenho tentado me libertar do vício, que me consome, e não tenho conseguido. Todas as vezes que eu pensei e tentei parar, parece o desejo e a vontade só aumentaram, como se fosse uma forma de meu cérebro me prender mais a isso para que eu não deixe de fornecer essa quantidade de dopamina para ele.

A consequência de todos esses anos imerso nesse mundo da pornografia começaram a me desestabilizar. Cerca de uns 2 anos pra cá, eu comecei a me envolver com tipo de pornografia muita pesada, que me machucou e tem me machucado muito. Essa pornografias envolvem zoo, cp e outros tipos de conteúdo abusivos e pesados, que eu nunca pensei que fosse ver e muito menos acessar para entrar e buscar prazer, que no fim das contas me abre uma cratera de vazio dentro de mim. Além disso, a quantidade de horas em que eu perco nisso, as vezes 3, 4 ,5 horas do dia (fora os dias atípicos, tipo de ontem pra hoje, que eu virei a noite assistindo e fui dormir às 7h da manhã) acabam me derrubando e me desgastando para o próximo dia.

A algum tempo atrás eu estava em uma situação bastante crítica e que eu nunca tinha me encontrado durante todos esses anos de vício, em que muitas vezes eu chorava após acessar esses conteúdos e me deixavam amargurados pelo fato de eu saber o quanto me machucava mas ao mesmo tempo saber que eu não teria força sozinho para me recuperar disso.
Tenho buscado ajuda psicológica, principalmente pelos conteúdos que eu assisto que me fazem muito mal, que eu quero me desvincular e não sentir vontade de assistir. E que muitas vezes nem eu sei porque eu estou assistindo àquilo e não sinto atração por aquilo, mas não consigo deixar de assistir.

Vou começar a postar aqui, pois preciso realmente de ajuda dos companheiros desse fórum para conseguir sair disso, antes que isso me consuma por inteiro e sei que quando botamos pra fora, a tendência é tirarmos um pouco do peso e se tornar mais fácil alcançar os objetivos.

Um forte abraço à todos!

Você já deu o primeiro passo, amigo. Bem vindo ao fórum.

Vou até acompanhar a partir daqui e espero ver atualizações suas, foque no seu objetivo que tenho certeza que vai conseguir!! Boa sorte.

Kobscop e curumak gostam desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

3/10/2022, 19:17
Dia 02

Bom, sobre hoje, foi um dia tranquilo.
Consegui me manter "sóbrio" em relação a PMO e a pensamentos relacionados a isso, preenchendo meu dia com coisas da faculdade e agora tô indo treinar.

Por muito tempo e algumas vezes nos últimos tempos, só que com menos frequência, eu tive o hábito de levar o celular para o banheiro e por ser um lugar em que tu fica "isolado", sem que ninguém te incomode eu passava bastante tempo lá, imerso no pornô. Porém, como falei, no últimos tempos dei uma diminuída nessa associação de ir ao banheiro e ver PMO. Porém, as vezes continuo levando o celular pra assistir algum vídeo aleatório no youtube ou outra coisa. Parece que eu fico me testando ou achando que não vou recair levando o celular, como se eu fosse mais forte que o vício. Preciso parar com isso antes que eu me engane e escorregue como muitas vezes já aconteceu e acabe recaindo nisso novamente.

Outra situação que tem me deixado um pouco aflito é em relação a minha namorada ler o meu diário. Meu pc fica no nosso quarto ou na sala e quase sempre está ligado. Tenho um pouco de receio de ela numa dessas entrar e ler as coisas que escrevo. Ela sabe que sou viciado PMO, inclusive me apoia muito para que eu saia, porém tem coisas que não contei pra ela, principalmente  coisa relacionadas ao conteúdo dos vídeos. Acredito que por mais que ela me ame e me dê esse apoio, acredito que não suportaria saber e ver esse meu lado e a profundidade que chegou. Quase nem eu suporto, quem dirá ela. Inclusive esse foi um dos motivos para que eu buscasse ajuda de um psicólogo. Alguém que não me julgasse por essa situação ou que achasse que eu estava nessa situação tão somente por vontade própria. Enfim, até pensei em conversar com ela pra ela não olhar/ler (e talvez eu peça) o meu diário, porém sei que isso pode gerar uma situação de curiosidade maior da parte dela e levantar a antena para que eu esteja escondendo algo para além daquilo que eu já comentei pra ela.

Mas é isso! Amanhã venho relatar como foi meu dia e pegar força nos depoimentos de vocês!!

Bora pra cima, agora pra vencer!!!!!!


Última edição por curumak em 3/10/2022, 19:48, editado 1 vez(es)

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

3/10/2022, 19:22
Tomas escreveu:
curumak escreveu:Olá, sou Curumak, tenho 24 anos e sou viciado em pornografia e como consequência em masturbação. Tive meu primeiro contato com a pornografia perto dos 12 para 13 anos de idade, ainda no tempo do Orkut. O início do meu contato com a P não foi intencional, pois tal conteúdo me apareceu de forma involuntária, de um perfil fake de uma garota de programa que me enviou uma mensagem com um link de site pornô, dizendo para eu entrar no site dela. Eu, inocente, entrei e fiquei impressionado com o que estava vendo. Lembro que a primeira vez que acessei fiquei muito nervoso e tremulo, talvez pelo fato de estar acessando algo que até o momento era um tabu e também proibido pra minha idade.

A partir daí comecei a ter uma frequência de acesso a esse tipo de conteúdo, inicialmente com uma sexualidade "convencional" (1H e 1M). Lembro que por muitas vezes eu acessava mesmo com meus pais e minhas irmãs em casa, me dando uma sensação de medo, mas ao mesmo uma vontade que falava mais alto e eu sempre sucumbia à esse desejo e o medo ficava em segundo plano. Muitas vezes inclusive de eles quase me pegarem no flagra assistindo, tendo em vista que o computador era de todos da e casa ficava na sala e eu não poderia levar para o meu quarto. Mesmo frente a isso eu não desistia. Lembro que depois de já estar mais familiarizado em como funcionava os sites e por consequência do que eu precisava fazer para que eu continuasse acessando esses conteúdos sem ser pego (Ex: apagar histórico de navegação, abrir em uma aba anônima, apagar download, se tivesse feito, fechar a aba rapidamente quando alguém estivesse vindo, etc) eu comecei a me possibilitar ficar mais tempo usufruindo da P. De 10 min antes de ir pra escola passou a pra 30 min, que passou pra 1h, 2h, e assim por diante. Entretanto, até uns 4 ou 5 anos atrás eu não percebia que isso era realmente um vício. Acreditava que qualquer jovem da minha idade assistia e se masturbava com uma frequência.

Entretanto, a mais ou menos esse período de 4 ou 5 anos atrás comecei a tentar ficar sem assistir P por alguns dias e percebi que não conseguia. Tentava e acaba sucumbindo ao desejo. Desde de esse tempo (4 - 5 anos) pra cá tenho tentado me libertar do vício, que me consome, e não tenho conseguido. Todas as vezes que eu pensei e tentei parar, parece o desejo e a vontade só aumentaram, como se fosse uma forma de meu cérebro me prender mais a isso para que eu não deixe de fornecer essa quantidade de dopamina para ele.

A consequência de todos esses anos imerso nesse mundo da pornografia começaram a me desestabilizar. Cerca de uns 2 anos pra cá, eu comecei a me envolver com tipo de pornografia muita pesada, que me machucou e tem me machucado muito. Essa pornografias envolvem zoo, cp e outros tipos de conteúdo abusivos e pesados, que eu nunca pensei que fosse ver e muito menos acessar para entrar e buscar prazer, que no fim das contas me abre uma cratera de vazio dentro de mim. Além disso, a quantidade de horas em que eu perco nisso, as vezes 3, 4 ,5 horas do dia (fora os dias atípicos, tipo de ontem pra hoje, que eu virei a noite assistindo e fui dormir às 7h da manhã) acabam me derrubando e me desgastando para o próximo dia.

A algum tempo atrás eu estava em uma situação bastante crítica e que eu nunca tinha me encontrado durante todos esses anos de vício, em que muitas vezes eu chorava após acessar esses conteúdos e me deixavam amargurados pelo fato de eu saber o quanto me machucava mas ao mesmo tempo saber que eu não teria força sozinho para me recuperar disso.
Tenho buscado ajuda psicológica, principalmente pelos conteúdos que eu assisto que me fazem muito mal, que eu quero me desvincular e não sentir vontade de assistir. E que muitas vezes nem eu sei porque eu estou assistindo àquilo e não sinto atração por aquilo, mas não consigo deixar de assistir.

Vou começar a postar aqui, pois preciso realmente de ajuda dos companheiros desse fórum para conseguir sair disso, antes que isso me consuma por inteiro e sei que quando botamos pra fora, a tendência é tirarmos um pouco do peso e se tornar mais fácil alcançar os objetivos.

Um forte abraço à todos!

Você já deu o primeiro passo, amigo. Bem vindo ao fórum.

Vou até acompanhar a partir daqui e espero ver atualizações suas, foque no seu objetivo que tenho certeza que vai conseguir!! Boa sorte.


Muito obrigado, irmão!!
Vou continuar me mantendo aqui, firme no propósito.
E eu comecei a acompanhar e ler o teu diário também, estamos junto!

Kobscop e Tomas gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Diário de Curumak Empty Vamos sair dessa!

3/10/2022, 23:26
Boa noite, tudo joia man? Espero que esteja tudo bom! Man, sua situação parece com a minha, só que se diferencia por que voce não teve hocd ou mais popularmente chamado "toc da orientação sexual". Espero que não tenha! Eu também comecei a vê P muito novo e estou tentando parar há uns 4 a 5 anos...E não consigo, pois mais que eu tente levo o celular para o banheiro para me testar e acabo me sucumbindo! Eu tudo que vejo agora vejo com cunho sexual...Até mesmo brincadeiras de criança. Isso tá uma merda meu amigo, o mais dificil que eu não tenho apoio aqui em casa todo mundo pensa que é uma fase e vai passar e não é! Sei disso, isso tá acabando com minha vida, eu consegui aprovações de faculdade de renomes como Unesp, UFSM, UFLA e não ligo mais para isso...Minha garra foi embora, eu entro na faculdade e vejo P o dia inteiro chega numa situação que eu não rendo mais na instituição e peço para sair! Agora, pretendo mudar. Vou criar um diario, pois já criei inumeros e exclui por causa da vergonha de não cumprir com o que falava! Espero ajudar em algo, vou deixar um link de um professor que eu acompanho as aulas dele e voce vai ver se te ajuda, igual eu espero que sim!
link: como não tem como postar link por enquanto eu vou falar o nome do professor aí tu pesquisa e vê o conteudo! Lucas Neto Objetivo concursos, titulo: pornografia quase acabou com minha vida.
avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

4/10/2022, 09:55
Chimbinha escreveu:Boa noite, tudo joia man? Espero que esteja tudo bom! Man, sua situação parece com a minha, só que se diferencia por que voce não teve hocd ou mais popularmente chamado "toc da orientação sexual". Espero que não tenha! Eu também comecei a vê P muito novo e estou tentando parar há uns 4 a 5 anos...E não consigo, pois mais que eu tente levo o celular para o banheiro para me testar e acabo me sucumbindo! Eu tudo que vejo agora vejo com cunho sexual...Até mesmo brincadeiras de criança. Isso tá uma merda meu amigo, o mais dificil que eu não tenho apoio aqui em casa todo mundo pensa que é uma fase e vai passar e não é! Sei disso, isso tá acabando com minha vida, eu consegui aprovações de faculdade de renomes como Unesp, UFSM, UFLA e não ligo mais para isso...Minha garra foi embora, eu entro na faculdade e vejo P o dia inteiro chega numa situação que eu não rendo mais na instituição e peço para sair! Agora, pretendo mudar. Vou criar um diario, pois já criei inumeros e exclui por causa da vergonha de não cumprir com o que falava! Espero ajudar em algo, vou deixar um link de um professor que eu acompanho as aulas dele e voce vai ver se te ajuda, igual eu espero que sim!
link: como não tem como postar link por enquanto eu vou falar o nome do professor aí tu pesquisa e vê o conteudo! Lucas Neto Objetivo concursos, titulo: pornografia quase acabou com minha vida.


Salve irmão Chimbinha!!
Espero que esteja bem e firme na luta contra essa doença!
Então, sei como é essa situação que tu comentou sobre ficar sem forças e sem vontade para nada. Gastamos horas com algo sem importância e para o que realmente é importante nós estamos esgotados para realizar. Mas segue firme, não esmorece dessa vez que nós vamos vencer!!
Até então eu não sabia do quão bom era estar aqui no fórum escrevendo, lendo as histórias da galera e percebendo que as situações de entrada no vício são muito parecidas. Acredito que o ato de conseguir largar disso pode se dar da mesma forma, observando e se inspirando na galera que já conseguiu se libertar.
Vou dar uma olhada ali no vídeo que tu mandasse. Obrigado!!
Abraço!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

4/10/2022, 10:13
Rapaziada, hoje foi meio doida a situação quando eu estava dormindo.
Eu comecei a sonhar que tinha recaído, só que eu não sabia se eu estava dormindo ou acordado. E acordei bastante tenso e um pouco assustado por achar que mais uma vez tinha me afundado nisso. Logo que eu acordei eu fiquei tentando me induzir a dormir mais um pouco, mas estava um tanto ansioso, rolando de um lado pro outro na cama e a minha mente divagava um pouco tentando pensar em algo relacionada a P, alguma cena louca, etc. E eu comecei a meio que me induzir a ter uma ereção, mas não com masturbação, só tipo encostando... Aí, por fim, lembrei que não dava pra dar essas brechas ao estímulo e eu acabei parando e logo peguei no sono novamente.
Só vim agora cedo postar isso, pra frisar à mim mesmo que eu não posso e não vou recair nisso novamente e pra tirar de mim isso, essa vontade/desejo.
Vou tentar postar algo mais a noite também contando como foi meu dia.
Abraço a todos!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

4/10/2022, 23:56
Fala mano, blz? Hoje eu consegui ficar longe do vicio! Foi um dia normal...Estudei um pouco um instrumento que estou aprendendo a tocar e também corri um pouquinho, apesar, de que eu não estou conseguindo diminuir a compulsividade em alimentação. Percebi que eu tenho isso, quando não estou me alimentando muito eu "acabo" minhas magoas no PMO ou na comida!...
A respeito de tu mano, lembre-se, que quando estiver para fracassar as coisas ruins que o PMO te proporcionou! Lembre-se...A respeito disso eu também já tive isso, é normal. Vc sempre vai tentar se enganar para poder "usufruir" das recompensas imediatas.
avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

5/10/2022, 21:44
Chimbinha escreveu:Fala mano, blz? Hoje eu consegui ficar longe do vicio! Foi um dia normal...Estudei um pouco um instrumento que estou aprendendo a tocar e também corri um pouquinho, apesar, de que eu não estou conseguindo diminuir a compulsividade em alimentação. Percebi que eu tenho isso, quando não estou me alimentando muito eu "acabo" minhas magoas no PMO ou na comida!...
A respeito de tu mano, lembre-se, que quando estiver para fracassar as coisas ruins que o PMO te proporcionou! Lembre-se...A respeito disso eu também já tive isso, é normal. Vc sempre vai tentar se enganar para poder "usufruir" das recompensas imediatas.

Fala irmão, Chimbinha! Tudo beleza e contigo?
Que massa que tu conseguiu lutar contra esse vício e manter uma rotina com coisas melhores do que isso!!
Essa situação que tu comentou de por não utilizar a P`acabar descontando em outra coisa é fogo. Parece uma situação em que pelo fato de não recair na PMO tu precisa se recompensar de forma imediata por isso... Muitas vezes aconteceu isso comigo só que em um outro viés. Eu colocava metas de tempo sem P. Tipo, eu estipulava por exemplo ficar uma semana sem assistir. Quando dava o 7° dia eu voltava a me afundar na P querendo me recompensar por ter conseguido bater aquela meta. E aí o lupping começava. Uma meta cumprida e uma recaída, sucessivamente... Por esse motivo tive que mudar a estratégia... Mas enfim, só o fato de tu ter olhado pra essa situação que está te fazendo ter um outro tipo de compulsão acredito que já é de grande valia. Agora o negócio é tentar não ceder todas as vezes que tu sentir vontade de comer um doce, um salgado, etc...
Abraço irmão, espero ter contribuído de alguma forma!!! Bora vencer!!! Mantém!!!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

5/10/2022, 22:01
Dia 03

Hoje foi mais um dia um tanto quanto tranquilo e espero que continue assim. Tô lutando pra que essa estabilidade se mantenha e eu consiga superar esse vício.
Entretanto, somente uma situação me deixou um pouco ansioso e até me gerou um pouco de vontade de recair.

Fui pra academia com a minha namorada hoje a tarde e lá tinham VÁRIAS mulheres bonitas. E eu acredito que pelo fato de eu não estar consumindo P a minha mente fica tentando buscar sexualidade ou mesmo situações que gerem prazer na mesma intensidade que o pornô gera. E aí nós estávamos lá treinando e várias vezes me peguei olhando para o corpo de outras mulheres, ou mesmo tentando fazer uma conexão visual com outras mulheres. Uma situação me gera prazer, mas ao mesmo tempo me deixa angustiado pelo fato de estar em um namoro e ficar de certa forma desejando outras mulheres. Claro que essa situação de atração por pessoas do sexo oposto é uma coisa natural do ser humano, mas tenho um pouco de receio de começar a fantasiar demais essas situações de a pessoa me desejar ou sentir atração por mim e acabar tendo gatilhos e me afundar novamente na PMO.
Muitas vezes na minha vida eu usei essa situação de tentar usar um certo grau de sensualidade para atrair o olhar feminino o que teve como consequência eu me tornar uma pessoa adicta do exibicionismo, seja por conversar com conhecidas ou desconhecidas no whats, chats on-line e até mesmo no dia a dia. Um dia falo mais disso. Enfim, rapaziada, é isso. Vou me policiar mais quanto a isso pra não deixar baixar essa disciplina que eu estou tendo relacionado a sair do vício. Sei que tem chão pela frente até eu me reestabelecer física e mentalmente, mas acredito que esse é um bom começo.
Abraço!!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty VOLTANDO AO FORUM

24/10/2022, 23:31
Boa noite, rapaziada!
Tudo bem?
Então, fiquei quase um mês sem postar nada aqui e sem ler outras história de outros companheiros por negligência e talvez até por achar que tivesse uma chance de conseguir acabar com o vício por mim mesmo, de forma solitária. Deu errado, como sempre... Eu até que estava em um ritmo bacana antes de começar essa situação de parar de entrar aqui, mas acabei ficando um ou dois dias sem entrar e acabei esquecendo de fazer isso, até uns dias atrás. Nesse período de quase um mês recaí várias vezes. Acredito que uns umas 10 - 12 vezes. Praticamente uma recaída a cada 2 a 3 dias. Já estive em períodos de maior frequência, mas hoje em dia eu recaio mais ou menos duas ou três vezes na semana. Nesse período, na maioria das vezes, principalmente a uns 3 meses atrás, eu entrava em um looping de recair, ficar mal por isso e por consequência me "chicoteando" por ter "errado" mais uma vez, mesmo sabendo do tanto que isso me é prejudicial, mas quando alguns dias passavam eu praticamente esquecia, ou me forçava a esquecer,  recaia de novo e a amargura vinha pra me desnortear novamente.
Como falei, de uns três meses pra cá venho conseguindo ter uma percepção diferente e melhorada em relação ao fato de que me "chicotear" após uma queda na P, M e O só me deixava mais angustiado, mais triste e com menos força pra acreditar que eu poderia reverter essa situação. Essa mudança tem ajudado muito na minha autoestima, na potência de realização das coisas do dia a dia, porém, ainda não consegui me reestabelecer a ponto de não recair mais. Inclusive parece que essa percepção de não cobrança, como eu fazia antes, me dá margem para que faça mais vezes, assista mais P, etc...
Enfim, meu objetivo é voltar a postar aqui, a partir de hoje pra dar continuidade a esse processo, lento, mas que é recompensador.
Um forte abraço a todos e força pra nós!!!

Kobscop e Allyf_linek gostam desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

24/10/2022, 23:32
Dia 00

curumak escreveu:Boa noite, rapaziada!
Tudo bem?
Então, fiquei quase um mês sem postar nada aqui e sem ler outras história de outros companheiros por negligência e talvez até por achar que tivesse uma chance de conseguir acabar com o vício por mim mesmo, de forma solitária. Deu errado, como sempre... Eu até que estava em um ritmo bacana antes de começar essa situação de parar de entrar aqui, mas acabei ficando um ou dois dias sem entrar e acabei esquecendo de fazer isso, até uns dias atrás. Nesse período de quase um mês recaí várias vezes. Acredito que uns umas 10 - 12 vezes. Praticamente uma recaída a cada 2 a 3 dias. Já estive em períodos de maior frequência, mas hoje em dia eu recaio mais ou menos duas ou três vezes na semana. Nesse período, na maioria das vezes, principalmente a uns 3 meses atrás, eu entrava em um looping de recair, ficar mal por isso e por consequência me "chicoteando" por ter "errado" mais uma vez, mesmo sabendo do tanto que isso me é prejudicial, mas quando alguns dias passavam eu praticamente esquecia, ou me forçava a esquecer,  recaia de novo e a amargura vinha pra me desnortear novamente.
Como falei, de uns três meses pra cá venho conseguindo ter uma percepção diferente e melhorada em relação ao fato de que me "chicotear" após uma queda na P, M e O só me deixava mais angustiado, mais triste e com menos força pra acreditar que eu poderia reverter essa situação. Essa mudança tem ajudado muito na minha autoestima, na potência de realização das coisas do dia a dia, porém, ainda não consegui me reestabelecer a ponto de não recair mais. Inclusive parece que essa percepção de não cobrança, como eu fazia antes, me dá margem para que faça mais vezes, assista mais P, etc...
Enfim, meu objetivo é voltar a postar aqui, a partir de hoje pra dar continuidade a esse processo, lento, mas que é recompensador.
Um forte abraço a todos e força pra nós!!!

Kobscop e Allyf_linek gostam desta mensagem

avatar
Allyf_linek
Mensagens : 11
Data de inscrição : 23/10/2022
Idade : 20
Localização : Recife - PE

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

25/10/2022, 07:34
Estimado curumak, Acreditamos em você ! Espero que você possa analisar suas recaídas para que possa entender quais gatilhos fazem você cair em PMO. Sinta-se abraçado pela comunidade e conte conosco, nao pare de visitar e escrever para nós. Estamos acompanhando aqui. A glória está do outro lado.

Abraços !

Kobscop e curumak gostam desta mensagem

avatar
Kobscop
Moderador
Moderador
Mensagens : 534
Data de inscrição : 16/11/2021

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

25/10/2022, 21:23
Boa noite meu amigo!
Vou te acompanhar a partir de agora.
Sugiro que estude sobre o vício que enfrentamos, seus mecanismos e detalhes. Veja os vídeos do Gary Wilson.
Instale bloqueadores e pratique atividades de religação.
Não abandone o fórum, ele é um grande aliado na batalha, esteja sempre por aqui e também leia os outros diários e principalmente as histórias de sucesso para motivá-lo.
Torcendo por você!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12793-diario-kobscop
Minha história de sucesso: https://www.comoparar.com/t12926-historia-de-sucesso-kobscop

curumak gosta desta mensagem

avatar
curumak
Mensagens : 10
Data de inscrição : 02/10/2022

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

28/10/2022, 21:55
Kobscop escreveu:Boa noite meu amigo!
Vou te acompanhar a partir de agora.
Sugiro que estude sobre o vício que enfrentamos, seus mecanismos e detalhes. Veja os vídeos do Gary Wilson.
Instale bloqueadores e pratique atividades de religação.
Não abandone o fórum, ele é um grande aliado na batalha, esteja sempre por aqui e também leia os outros diários e principalmente as histórias de sucesso para motivá-lo.
Torcendo por você!

Obrigado pelo apoio, irmão Kobscop!!
Já dei uma olhada em alguns vídeos do Gary Wilson, realmente são muito bons!
Preciso URGENTEMENTE instalar bloqueadores no meu pc. Praticamente todas  as recaídas mais intensas eu usei o computador pra assistir. No celular eu já estou com o bloqueador, porém, estou me dando margem (sem coragem) pra não ativá-lo de uma que forma que me impossibilite assistir nos momentos de "fissura". Mas vou mudar isso. Ativarei ele ainda hoje!
Muito obrigado pelas dicas, irmão!!!
Passarei a acompanhar a tua história a partir de hoje!!!
Um forte abraço!!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Kobscop
Moderador
Moderador
Mensagens : 534
Data de inscrição : 16/11/2021

Diário de Curumak Empty Re: Diário de Curumak

11/11/2022, 17:28
Como anda a batalha camarada?

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12793-diario-kobscop
Minha história de sucesso: https://www.comoparar.com/t12926-historia-de-sucesso-kobscop

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos