Ir para baixo
Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Diário do Hancock - Autocontrole

2/10/2022, 16:45
Optei por criar uma linha do tempo sobre como tudo começou.

Acredito que meu primeiro contato com a pornografia foi extremamente precoce, eu devia ter entre 5 anos de idade e enquanto eu brincava sozinho acabei encontrando uma revista debaixo da cama, folheei a revista...  Não entendia mas as imagens ficaram na minha memória até hoje.

O segundo contato eu já estava com 7 anos onde eu passei alguns finais de semana num alojamento onde meu pai ficava por conta do trabalho, eram vários quartos com beliche, mas o fato é que em todos os quartos tinham vários pôsteres enormes nas paredes de mulheres nuas e cenas, eu ficava com vergonha de olhar por ser criança e também sentia curiosidade, mas eu estava exposto não tinha como não olhar.

Aos 9 quando chegou uma caixa enorme do correio tentei abrir por cima e não consegui então peguei uma faca e abrir por baixo, a primeira coisa que puxei foi uma revista, de repente tinham várias revistas da Playboy só que elas não estavam lacradas e eu estava sozinho em casa, então folheei todas as revistas, não lembro se fiquei excitado mas a sensação de adrenalina, coração batendo forte estavam presentes.  

A partir dos 10 anos quando íamos em locadoras de filmes entrei sem perceber na área adulta, quando percebi já entendia que eu não devia estar ali, tinham alguns caras lá que me viram mas não falaram nada, não se importavam por eu estar ali, depois disso sempre que deva eu entrava lá e ficava olhando as capas dos DVDs imaginando como era o filme.

Só aos 12 encontrei Filmes Adultos, era uma sacola preta com cerca de 20 DvDs com a capa modelo "pirata". - aquela capa fina só com a capa imprimida e plástico, você sabe - E sempre que eu ficava sozinho eu assistia aos filmes e só que além da adrenalina e coração batendo forte havia também a excitação e ereção.

Com 14 anos meus amigos já tinham celular e se masturbavam. Eu ainda não tinha celular e não me masturbava. De tanto ouvir eles falando sobre, me veio a curiosidade de saber como era. Foi então que me masturbei pela primeira vez assistindo pornografia e sempre que tinha a oportunidade eu fazia o mesmo.
Aos 15 veio o primeiro celular, internet e sites porno, passei a baixar e trocar vídeos com amigos e a masturbação passou a ser quase todos os dias, duas vezes ao dia. Cheguei a ter 300 vídeos porno armazenados no cartão de memória, alguns amigos até me zoavam por isso, mas aquilo pra mim era um símbolo de virilidade, um status. Tinham momentos em que eu enjoava dos vídeos e criava uma espécie de meta, me masturbar cada dia pra uma garota gostosa da escola, ou a mulher mais top que eu visse na rua naquele dia eu teria que me masturbar pensando nela.

Com 16 anos perdi a virgindade com a minha primeira namorada, quando tranzavamos eu ejaculava mas não sentia tanto prazer, aí quando ela ia pra casa eu me masturbava depois da transa e era mais prazeroso. O relacionamento durou uns 5 meses.

A partir de então comecei a me masturbar mais ainda e acessar conteúdos cada vez mais fortes.

Quando completei 22 anos já no terceiro relacionamento, veio a pandemia e comecei a morar junto com minha atual namorada, o que fez com que eu diminuísse o consumo de pornografia e a masturbação, mas mesmo assim sempre que havia a oportunidade eu o fazia. Porém o fato de ficar muitas vezes 1 mês sem masturbação e pornografia fazia com que eu descontasse toda essa ansiedade procurando conteúdos piores do que eu já tinha visto, coisas que sinto vergonha, doentio, totalmente fora dos meus valores.

Hoje estou com 25 anos, desempregado, morando com minha namorada. Ao longo dessa trajetória eu tentei parar diversas vezes, mas sem sucesso e a recaída vinha forte. Minha mente está poluída, qual quer mulher que vejo na rua ou na tv, imagino ela em uma cena de sexo ou algo pornográfico. Minhas redes sociais eram só conteúdo sexual com mulheres, etc. Decidi então dar um basta e provar que tenho controle sobre meus impulsos, comecei saindo dos grupos de conteúdo, eram mais de 30 grupos e canais somando Telegram e Discord. Depois apaguei algumas redes sociais e desativei outras.

Conheci o Movimento Reboot faz poucos dias e também o Fórum. Mas hoje fazem exatamente 45 dias sem masturbação e pornografia, o máximo que eu já tinha conseguido foi 27.

Estou na metade do processo e seguirei até completar este objetivo.


Última edição por Hancock em 7/10/2022, 13:25, editado 1 vez(es)

Vitoriosa, eduxx, mateussantos e Mamute gostam desta mensagem

eduxx
eduxx
Mensagens : 388
Data de inscrição : 20/07/2022
Idade : 29
Localização : Brasil

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

5/10/2022, 11:22
Hancock escreveu:Optei por criar uma linha do tempo sobre como tudo começou.

Acredito que meu primeiro contato com a pornografia foi extremamente precoce, eu devia ter entre 5 anos de idade e enquanto eu brincava sozinho acabei encontrando uma revista debaixo da cama, folheei a revista...  Não entendia mas as imagens ficaram na minha memória até hoje.

O segundo contato eu já estava com 7 anos onde eu passei alguns finais de semana num alojamento onde meu pai ficava por conta do trabalho, eram vários quartos com beliche, mas o fato é que em todos os quartos tinham vários pôsteres enormes nas paredes de mulheres nuas e cenas, eu ficava com vergonha de olhar por ser criança e também sentia curiosidade, mas eu estava exposto não tinha como não olhar.

Aos 9 quando chegou uma caixa enorme do correio tentei abrir por cima e não consegui então peguei uma faca e abrir por baixo, a primeira coisa que puxei foi uma revista, de repente tinham várias revistas da Playboy só que elas não estavam lacradas e eu estava sozinho em casa, então folheei todas as revistas, não lembro se fiquei excitado mas a sensação de adrenalina, coração batendo forte estavam presentes.  

A partir dos 10 anos quando íamos em locadoras de filmes entrei sem perceber na área adulta, quando percebi já entendia que eu não devia estar ali, tinham alguns caras lá que me viram mas não falaram nada, não se importavam por eu estar ali, depois disso sempre que deva eu entrava lá e ficava olhando as capas dos DVDs imaginando como era o filme.

Só aos 12 encontrei Filmes Adultos, era uma sacola preta com cerca de 20 DvDs com a capa modelo "pirata". - aquela capa fina só com a capa imprimida e plástico, você sabe - E sempre que eu ficava sozinho eu assistia aos filmes e só que além da adrenalina e coração batendo forte havia também a excitação e ereção.

Com 14 anos meus amigos já tinham celular e se masturbavam. Eu ainda não tinha celular e não me masturbava. De tanto ouvir eles falando sobre, me veio a curiosidade de saber como era. Foi então que me masturbei pela primeira vez assistindo pornografia e sempre que tinha a oportunidade eu fazia o mesmo.
Aos 15 veio o primeiro celular, internet e sites porno, passei a baixar e trocar vídeos com amigos e a masturbação passou a ser quase todos os dias, duas vezes ao dia. Cheguei a ter 300 vídeos porno armazenados no cartão de memória, alguns amigos até me zoavam por isso, mas aquilo pra mim era um símbolo de virilidade, um status. Tinham momentos em que eu enjoava dos vídeos e criava uma espécie de meta, me masturbar cada dia pra uma garota gostosa da escola, ou a mulher mais top que eu visse na rua naquele dia eu teria que me masturbar pensando nela.

Com 16 anos perdi a virgindade com a minha primeira namorada, quando tranzavamos eu ejaculava mas não sentia tanto prazer aí ela ia pra casa eu me masturbava depois da transa e era mais prazeroso. O relacionamento durou uns 5 meses.

A partir de então comecei a me masturbar mais ainda e acessar conteúdos cada vez mais fortes.

Quando completei 22 anos já no terceiro relacionamento, veio a pandemia e comecei a morar junto com minha atual namorada, o que fez com que eu diminuísse o consumo de pornografia e a masturbação, mas mesmo assim sempre que havia a oportunidade eu o fazia. Porém o fato de ficar muitas vezes 1 mês sem masturbação e pornografia fazia com que eu descontasse toda essa ansiedade procurando conteúdos piores do que eu já tinha visto, coisas que sinto vergonha, doentio, totalmente fora dos meus valores.

Hoje estou com 25 anos, desempregado, morando com minha namorada. Ao longo dessa trajetória eu tentei parar diversas vezes, mas sem sucesso e a recaída vinha forte. Minha mente está poluída, qual quer mulher que vejo na rua ou na tv, imagino ela em uma cena de sexo ou algo pornográfico. Minhas redes sociais eram só conteúdo sexual com mulheres, etc. Decidi então dar um basta e provar que tenho controle sobre meus impulsos, comecei saindo dos grupos de conteúdo, eram mais de 30 grupos e canais somando Telegram e Discord. Depois apaguei algumas redes sociais e desativei outras.

Conheci o Movimento Reboot faz poucos dias e também o Fórum. Mas hoje fazem exatamente 45 dias sem masturbação e pornografia, o máximo que eu já tinha conseguido foi 27.

Estou na metade do processo e seguirei até completar este objetivo.


Bom dia meu amigo, como vão as coisas?


Meus parabéns pela sua sequência/marca, você está no caminho certo!!!

Grande abraço, siga firme!!!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12707-depoimento-de-um-viciado-diario-eduxx


Hancock gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

6/10/2022, 14:07
Obrigado pelo apoio!

Dia 49

A vontade de recair vem e passa. Sinto que a vontade maior é de assistir Pornografia. Afinal eu assistia P quase todos os dias, além disso eu também era viciado em redes sociais e lá consumia conteúdos "sexuais" como vídeos, danças, e fotos que serviam como uma injeção de "Pornografia mais leve". Por tanto o fato de ter cortado as duas coisas ao mesmo tempo me faz sentir falta.

A procrastinação continua.

eduxx gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

3/11/2022, 10:57
Dia 77

Durante esse tempo houveram muitos problemas pessoais pesados que fizeram eu me sentir muito mal, mas continuo em busca da meta.
Outro fato que quero relatar é de que é quase impossível não ser exposto a certos gatilhos, não importa oq você esteja fazendo, a qualquer momento surgiram gatilhos, alguns mais fortes que outros.

eduxx gosta desta mensagem

eduxx
eduxx
Mensagens : 388
Data de inscrição : 20/07/2022
Idade : 29
Localização : Brasil

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

3/11/2022, 11:34
Hancock escreveu:Dia 77

Durante esse tempo houveram muitos problemas pessoais pesados que fizeram eu me sentir muito mal, mas continuo em busca da meta.
Outro fato que quero relatar é de que é quase impossível não ser exposto a certos gatilhos, não importa oq você esteja fazendo, a qualquer momento surgiram gatilhos, alguns mais fortes que outros.


Bom dia meu amigo, como vai?


Meus parabéns pela sua marca, louvável, e sonho de muitos aqui no fórum, principalmente por você ter tido sabedoria pra lidar com esses problemas, quando eles vieram, siga firme, grande abraço!!!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12707-depoimento-de-um-viciado-diario-eduxx


Hancock gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

7/11/2022, 16:37
Obrigado pelo Apoio meu amigo.

Dia 81

Tem certos momentos em que eu fico lembrando de como era consumir P e parece que meu subconsciente fic tentando encontrar razões para acreditar que aquilo era bom de alguma forma, e nesses momentos eu entro em discussão comigo mesmo, mas o tempo vai mostrar a resposta.

Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 4396
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

8/11/2022, 15:33
Olá amigo, bora pra frente.
Meus parabéns pela disciplina, abçs.

_______________________________________


Meta: 7 dias

Links:
Contador principal:

Hancock gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

7/12/2022, 18:16
Dia 111

Olá amigos! Obrigado pelo apoio.

Chegou um momento em que eu não percebi o tempo passar.
Atingir essa marca de 111 dias foi algo que eu jamais imaginei conseguir.

Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 4396
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

7/12/2022, 18:29
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA meus parabéns cara, tá vendo passa mais rápido do que a gente imagina.
Gostaria de ver algum dia a sua história nas histórias de sucesso.
Aproveite a sua vitória, e coloque em prática todo o aprendizado dessa jornada. Continue com a disciplina e não abaixe a guarde. Bora pra frente,
e use esse recomeço para se aprofundar em coisas que havia deixado de lado durante esse tempo no vício. Abraços.

_______________________________________


Meta: 7 dias

Links:
Contador principal:

Hancock gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

18/12/2022, 06:04
Dia 122

Tudo está indo bem.

Queria só relatar que a tentação de olhar ou desejar outras mulheres ainda está presente, talvez um pouco mais acentuada em alguns momentos. Tenho um relacionamento que dura há 5 anos, então tento ao máximo controlar meus instintos e isso me deixa mais forte pois posso ver que tenho controle sobre min e minhas vontades.

Kaneki e Einstein gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 4396
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

20/12/2022, 11:36
Bora pra frente amigo, continue focado. Lembre-se que o vício não lhe trás nada de bom. Não deixe ele ir aparecendo como formas de gatilhos, abçs.

_______________________________________


Meta: 7 dias

Links:
Contador principal:

Hancock gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Re: Diário do Hancock - Autocontrole

29/12/2022, 14:09
Dia 133

Por aqui tudo tranquilo!

Kaneki gosta desta mensagem

Hancock
Hancock
Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/09/2022
Idade : 25

Diário do Hancock - Autocontrole  Empty Dias difíceis

9/1/2023, 12:45
Dia 144

Dias Difíceis. Passei alguns dias em uma casa de praia só com familiares e conhecidos, porém acabou chegando algumas outras pessoas que eu não conhecia e entre essas pessoas tinha uma que era muito gata, eu precisei fazer muito esforço para não ceder a tentação, e não era só por ela ser gata pois a minha namorada é maravilhosa, mas sim o fato de ser alguém diferente e que você sente uma atração que não dá pra explicar, não sei se é instinto masculino ou algo parecido, mas acontece. E o pior é quando você percebe que essa pessoa está dando chances, ou seja, se eu tentasse alguma coisa com ela eu conseguiria, e foi nesse momento em que pra evitar ceder a tentação de uma possível traição ou algo do tipo eu quase recai.
Foi muito difícil controlar toda essa vontade e resistir a essas duas tentações, traição e P. Foram 3 dias que posso considerar como uma Tortura.
Mas passou, não tive uma recaída e vida que segue.

Solo gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos