Ir para baixo
avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Agora conseguirei

10/10/2022, 14:00
Venho tentando parar por muito tempo, mas sempre quando eu paro eu tenho uma recaída e volto compulsivamente. Percebo agora que eu quero viver uma vida de valores e objetivo, e o P não pode fazer mais dessa vida.
Essa semana recebi uma sextorsao no meu email. Por muitos aqui que já conhecem, sabe que é uma besteira. Para quem não sabe o que é: é um email falso de um hacker falando que sabe o que você pesquisa na internet, e que tem vídeos seu se masturbando e que vai por pra todos seus familiares saberem (Sim, igual o episódio do black mirror).
Mesmo sabendo que é falso e que eles mandam em massa (imagina o tanto de pessoas que consumem pornografia  e tem vergonha pra eles terem usando essa ameaça) eu refletir e percebi realmente o quanto eu estou vulnerável e não quero mais sentir medo das pessoas saberem que eu sou um viciado em P. E questiono vocês que estão me lendo: a que ponto estamos deixando ser vulnerável pelo nossos vícios? Acredito sim que uma das coisas que faz a vida ser plena é quando a gente não tem nada que precisar ficar escondendo para os outros. Quando você esconde você se sente culpado,triste, medo....não quero viver assim. Não quero sentir ansiedade sempre quando dou o celular na mão de alguém(com o sentimento que ela possa abrir meu histórico do celular...)

Estou no último ano da faculdade, gosto de fazer atividades físicas, ler livros e ver filmes. Que é o que eu vou me apegar nesse rebote.
Moro com meus pais, e trabalho durante o dia com comércio.
Estudo psicologia (sim, nem a gente foge) e espero a gente poder discutir no meu diário sobre algumas coisas legais e que possam ser agregadores, estudos, técnicas e visões de mundo. A psicologia tem muito a ensina para a gente, inclusive, relacionado ao vício e como tratar. Para ser um bom psicólogo no futuro, preciso melhorar como pessoa e por isso entra o diário: TENHO que superar esse vício.

Vou contando minha história no decorrer dos dias e espero que eu possa fazer amigos aqui para tornar essa jornada mais fácil.

Muito obrigado.


Última edição por Pakit em 14/10/2022, 11:53, editado 2 vez(es)

Drew, Dias, Aba Anônima, Gabriel TMP(Warrior) e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Dias
Mensagens : 57
Data de inscrição : 06/01/2021

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

10/10/2022, 15:13
Pakit escreveu:Veio tentando parar por muito tempo, mas sempre quando eu paro eu tenho uma recaída e volto compulsivamente. Percebo agora que eu quero viver uma vida de valores e objetivo, e o P não pode fazer mais dessa vida.
Essa semana recebi uma sextorsao no meu email. Por muitos aqui que já conhecem, sabe que é uma besteira. Para quem não sabe o que é: é um email falso de um hacker falando que sabe o que você pesquisa na internet, e que tem vídeos seu se masturbando e que vai por pra todos seus familiares saberem (Sim, igual o episódio do black mirror).
Mesmo sabendo que é falso e que eles mandam em massa (imagina o tanto de pessoas que consumem pornografia  e tem vergonha pra eles terem usando essa ameaça) eu refletir e percebi realmente o quanto eu estou vulnerável e não quero mais sentir medo das pessoas saberem que eu sou um viciado em P. E questiono vocês que estão me lendo: a que ponto estamos deixando ser vulnerável pelo nossos vícios?

Estou no último ano da faculdade, gosto de fazer atividades físicas, ler livros e ver filmes. Que é o que eu vou me apegar nesse rebote.
Estudo psicologia (sim, nem a gente foge) e espero a gente poder discutir no meu diário sobre algumas coisas legais e que possam ser agregadores.

Vou contando minha história no decorrer dos dias e espero que eu possa fazer amigos aqui para tornar essa jornada mais fácil.

Muito obrigado.

Eae cara , li seu inicio aqui e concordo com mta coisa, e realmente, igual vc mesmo disse se quer projetar sua vida para coisas que realmente valham a pena e sejam boas, o vicio nao ira fazer parte dessa nova fase ... digo isso e concordo, porque me encontrei e me encontro na mesma visão que vc.

Nunca recebi esse tipo de email, mas de fato, ha públicos que acabam sendo "vulneráveis" demais a esse tipo de ameaça.
Tambem sou da área da saude, admiro bem a psico, área que seguiria sem duvida alguma se nao tivesse tomado uma decisão diferente anos atras, bacana msm, e acho que todo esse processo vai tbm te ajudar e agregar mto na sua formação acadêmica, e tbm como sua pessoa ..
Enfim força ai e foco que vc vence essa parceiro, vou acompanhar aqui na medida do possível, abç.

Pakit, Gabriel TMP(Warrior) e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

10/10/2022, 16:54
Opa, obrigado pela a resposta, Dias. Qual é o diário por aqui? Também gostaria de acompanhar.

Eu acompanho muito uma abordagem da psicoterapia chamada Aceitação e Compromisso, e dentro dessa abordagem vai se defender que a vida tem que ser pautada por valores. Independente de quem seja, todos nós temos valores e o que gostaríamos de deixar no universo. E por mais reforcador que seja o P, o que ele tá criando de fato na nossa vida? Demandas tempo perdido, culpa e tristeza após os rituais, que muitas vezes são usados pra fugir da nossa realidade. Quero viver uma vida na qual eu pare de ficar fugindo e que eu consiga criar resiliência aos problemas e sofrimentos que a vida nos trás.

Eu já tinha recebidos email falando que eu ganhei fortunas milionárias haha mas esse me ameaçando de ter vídeos meu íntimos assistindo sites p foi a primeira vez. Sei que é mentira, mas fiquei pensando realmente se fosse verdade: o quanto de vergonha que eu teria socialmente se as pessoas soubessem desse lado meu. E não quero mais viver com essa sensação, como as outras sensações ruins que temos.

Legal que você é da área da saúde!! Mesmo sendo tão desvalorizado no nosso país, é tão bom sentir que estamos ajudando as pessoas, não é? Mas como você disse, também precisamos cuidar de si mesmo.

Força para ti também, muito obrigado e espero que possamos superar isso da melhor forma possível!!

Dias, Gabriel TMP(Warrior) e Kobscop gostam desta mensagem

eduardo1987_
eduardo1987_
Mensagens : 31
Data de inscrição : 19/07/2022

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

10/10/2022, 22:31
Sucesso na jornada, vou acompanhar seu diário.

Pakit e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

11/10/2022, 00:28
Muito obrigado Eduardo!! Desejo resiliência e sucesso pra ti também!!
Me passa também o seu para eu acompanhar!? Abraços

Gabriel TMP(Warrior) e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

11/10/2022, 00:58
Dia um:
Primeiro dia sempre é um dia fácil para mim, eu diria que os cinco primeiro sempre são para mim. Acredito que sou tão compulsivo com p durante minha vida, que quando fico meia semana sem ver, meu corpo não surta porque tá saciado. O problema começa a partir da segunda semana, que incrivelmente sempre quando fiz tentativas de reebot, eu tenho sempre sintomas de dores de cabeça fortes, febre e dores no corpo, igual um cracudo sem crack. Bizarro como eu deixei o P dominar meu corpo e fazer parte da minha vida nesse ponto.

De qualquer jeito, aceitar e seguir em diante. Viver um dia de cada vez e mais longe desse vício. Abraços e sigam forte.

Dias, Gabriel TMP(Warrior) e Kobscop gostam desta mensagem

eduardo1987_
eduardo1987_
Mensagens : 31
Data de inscrição : 19/07/2022

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

11/10/2022, 07:12
Pakit escreveu:Dia um:
Primeiro dia sempre é um dia fácil para mim, eu diria que os cinco primeiro sempre são para mim. Acredito que sou tão compulsivo com p durante minha vida, que quando fico meia semana sem ver, meu corpo não surta porque tá saciado. O problema começa a partir da segunda semana, que incrivelmente sempre quando fiz tentativas de reebot, eu tenho sempre sintomas de dores de cabeça fortes, febre e dores no corpo, igual um cracudo sem crack. Bizarro como eu deixei o P dominar meu corpo e fazer parte da minha vida nesse ponto.

De qualquer jeito, aceitar e seguir em diante. Viver um dia de cada vez e mais longe desse vício. Abraços e sigam forte.

Bom dia Pakit, umas dicas que para mim funcionam, ocupe sua mente com outras coisas que liberem dopamina, como leitura, exercícios na academia e algum hobbie que tu ache interessante, isso faz com que te cérebro crie novas conexões neurais. Beba muita agua isso vai prevenir dores de cabeça e outros problemas futuros, tenha fé vai ajudar muito no processo, conte a um amigo e peça para ele te cobrar durante tua jornada, ou crie um grupo de adolescentes e conte a eles os problemas do nofap, ser um mentor de outras pessoas ajuda muito também no processo. Sorte meu amigo qualquer coisa estamos aqui.

Pakit, Gabriel TMP(Warrior) e Kobscop gostam desta mensagem

Gabriel TMP(Warrior)
Gabriel TMP(Warrior)
Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/06/2021
Idade : 22
Localização : Florianópolis- SC

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

11/10/2022, 10:36
Pakit escreveu:Dia um:
Primeiro dia sempre é um dia fácil para mim, eu diria que os cinco primeiro sempre são para mim. Acredito que sou tão compulsivo com p durante minha vida, que quando fico meia semana sem ver, meu corpo não surta porque tá saciado. O problema começa a partir da segunda semana, que incrivelmente sempre quando fiz tentativas de reebot, eu tenho sempre sintomas de dores de cabeça fortes, febre e dores no corpo, igual um cracudo sem crack. Bizarro como eu deixei o P dominar meu corpo e fazer parte da minha vida nesse ponto.

De qualquer jeito, aceitar e seguir em diante. Viver um dia de cada vez e mais longe desse vício. Abraços e sigam forte.

É bem tenso mesmo esses sintomas de abstinência, mas te digo que passa, já fiquei 17 dias firmes em reboot e isso só acontece entre o fim da primeira semana e segunda depois passa, são sintomas de abstinência mesmo. E de fato é porque o cérebro se acostumou com o altissimo nivel de dopamina que é liberado a nós como homens vermos uma nova parceira, pois o cérebro não sabe diferenciar o virtual do real. O que o amigo comentou aqui em cima é muito importante, investir em NOVIDADES mas que são benéficas...Como socialização, serviços que te tragam recompensa em dinheiro, estar presente(MINDFULNESS), em dia com suas NECESSIDADES, orar/rezar/ou etc, bloqueadores(INTEGRIDADE) não ter como resetar, atividade física...

Até mudanças pequenas, como dormir para um lado oposto da cama, ir pelo outro lado da calçada na rua, pegar um novo caminho para o trabalho...essas coisas como são novas, fazem nós sairmos do mesmo caminho de HABITOS que gravamos por anos no cérebro. Bem, acima de tudo, boa sorte Amigo!

_______________________________________









Tentivas mal sucedidas: 74

Maior tempo em reinicialização: 17 dias

Diário:
https://www.comoparar.com/t11955p25-warrior

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Dias
Mensagens : 57
Data de inscrição : 06/01/2021

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

11/10/2022, 16:35
Pakit escreveu:Opa, obrigado pela a resposta, Dias. Qual é o diário por aqui? Também gostaria de acompanhar.

Eu acompanho muito uma abordagem da psicoterapia chamada Aceitação e Compromisso, e dentro dessa abordagem vai se defender que a vida tem que ser pautada por valores. Independente de quem seja, todos nós temos valores e o que gostaríamos de deixar no universo. E por mais reforcador que seja o P, o que ele tá criando de fato na nossa vida? Demandas tempo perdido, culpa e tristeza após os rituais, que muitas vezes são usados pra fugir da nossa realidade. Quero viver uma vida na qual eu pare de ficar fugindo e que eu consiga criar resiliência aos problemas e sofrimentos que a vida nos trás.

Eu já tinha recebidos email falando que eu ganhei fortunas milionárias haha mas esse me ameaçando de ter vídeos meu íntimos assistindo sites p foi a primeira vez. Sei que é mentira, mas fiquei pensando realmente se fosse verdade: o quanto de vergonha que eu teria socialmente se as pessoas soubessem desse lado meu. E não quero mais viver com essa sensação, como as outras sensações ruins que temos.

Legal que você é da área da saúde!! Mesmo sendo tão desvalorizado no nosso país, é tão bom sentir que estamos ajudando as pessoas, não é? Mas como você disse, também precisamos cuidar de si mesmo.

Força para ti também, muito obrigado e espero que possamos superar isso da melhor forma possível!!


Top em mano essa abordagem, mto bom msm ver e ter pessoas vibrando na msm sintonia que agente .... melhor ainda ent é conhecer e se relacionar com esse tipo !
Sim, acho que é indiscutível que P nao agrega absolutamente em nada nossas vidas ... um dos vicios modernos, mais desconstrutivos que tem bixo, e mais carniças tbm, pois alem de ser silencioso, vicia da msm forma e prejudica que outros vicios mais conhecidos .. Isso ai ta certo, e é por essa nova vida que vc deve lutar, uma vida pela qual vai te dar gosto, felicidade e prazer em ver la na frente que vc foi.
Pse, bem todo lugar rebemos o devido valor msm, sim esse sentimento de ajuda ao próximo e realmente ótimo..

E é isso, quanto ao inciio do reboot, realmente na maioria das vezes e facil e vc nao se ve tao "atentado" igual vc descreveu cara, mas adianto, fica esperto msm com o decorrer do reboot, vai por mim, sao neles que nossa kbc muda tanto que merece o máximo de atenção possível, toda brecha é suficiente para recaídas....
No mais é isso força de qualquer jeito, luta bastante, que a vitoria sempre ira valer todo esse esforço bro, tmj

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 00:02
Vamos lá!! Vou responder primeiros meus amigos que comentaram aqui e depois falar como foi o dia dois:

eduardo1987_ muito obrigado Eduardo!! Vou me apegar a academia, a ler coisas e ver filmes. É realmente complicado isso da abstinência, sempre tenho dores fortes e fico muito mal até passar essa sensação. Mas sei que não irei recair dessa vez. Foda se que eu acorde mal, vou trabalhar a aceitação e o momento presente: lembrando que tudo nessa vida passa, inclusive as sensações ruins. Gostei da dica de beber muita água, vou tentar!! Valeuuu


Gabriel TMP(Warrior) verdade cara!! Muito obrigado pela as dicas!! Na terapia de aceitação e compromisso, terapia que eu pretendo seguir como psicólogo, a gente fala muito sobre mindfulness!! E realmente é libertador viver uma vida na qual você realmente experimenta as coisas e sair do piloto automático. Eu ainda tô muito preso na meditação, sou uma pessoa muito sistemática e ainda tenho que começar a me desafiar a fazer coisas diferentes como sentar em cadeira diferente ou comer coisas novas. É foda...mas espero fazer isso agora que tô saindo do vício. Não vai ser fácil mesmo, vai ser uma jornada...mas que jornada não é, não é mesmo? Que eu possa viver um dia de cada vez de forma presente. Desejo isso pra ti tbm, sempre!

Dias,muito obrigado pela as considerações!! Total, essa semana vai ser fichinha para o que vai vim daqui em diante e vou me atentar a essas armadilhas da mente. Concordo plenamente quando você fala que é um vício silencioso, muito triste imaginar o quanto existe pessoas que são viciadas e não sabem. E as que sabem, e tem dificuldade para parar, igual nós. Mas se a gente não conseguir dar os primeiros passos, quem vai fazer isso pra gente nao é? Bora que bora.


Kobscop gosta desta mensagem

eduardo1987_
eduardo1987_
Mensagens : 31
Data de inscrição : 19/07/2022

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 00:20
Estou torcendo por você cara, espero que persista.

Pakit e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 00:24
Dia dois:
Foi tudo bem por aqui. Tive um dia corrido hoje, e é incrível como os dias mais atarefados são os que mais esquecemos dos vícios. Mas também não vejo a hora de conseguir ter um dia de descanso sem as invasões de pensamentos de P. Minha vida sempre foi uma mistura de trabalhar, treinar na academia e estudar nos dias da semana, e nos momentos de descansos perder três/quatro horas de P. E depois fico igual um zumbie nos únicos momentos de descanso e claro...isso me leva em um estresse absoluto e uma sensação de piloto automático. Que vida é essa que eu tô levando? O que eu tô aprendendo de novo nisso tudo? Tão ruim ficar sem mindfulness, mas voltei com tudo porque eu tenho que interromper isso.

Tava lendo um diário aqui que não irei citar o nome, mas a pessoa esta constantemente culpando a mãe, o pai, os irmãos, o cachorro... engraçado o quanto adoramos culpar os outros por erros nossos. É confortável ficar no lugar da vítima: somos o que somos por conta dos outros? Sim, somos porque o ambiente nos modula constantemente. Isso é verdade, não inválido isso, mas é fácil ficar nesse discurso porque coloca a gente num lugar de vítima e perseguido. Coisas que eu vi nos meus pacientes nos estágios que realizei. Ninguém quer mudar porque mudar é difícil, demanda tempo, esforço e energia e é melhor culpar os outros quando não conseguimos isso.

Meus pais foram super difíceis a minha vida inteira. Eu posso ficar o dia inteiro aqui falando para vocês: putz, minha mãe e meu pai que me fizeram assim e por isso sou um fracassado. Nunca irei mudar!!
Cinco anos depois, voltar aqui no fórum e falar : minha mãe quando eu tinha dez anos brigou comigo e me traumatizou...por isso sou assim e sou viciado em P.
QUINZE ANOS DEPOIS VOLTAR AQUI NO FORUM E ESCREVER: MINHA MAE QUANDO EU TINHA DOZE ANOS...

PAREM DISSO!  Vivemos de um ciclo de vitimização que não nos leva a nada.

É verdade que somos o que aprendemos no passado, entretanto, o que estamos fazendo para mudar o PRESENTE? Minha mãe e meu pai origina vários dos meus problemas, mas isso não explica o PORQUE EU Mantenho eles. Mantenho porque NÃO quis mudar. Não tive coragem, não tive força de vontade e eu preciso reconhecer isso se eu quiser mudar qualquer comportamento, não só o P.
Eu quero que meus pais do PASSADO MORRAM. E que levem o meu eu do passado junto. O que eu não posso deixar é meus pais estragarem quem eu sou HOJE, e eles não tem mais poder pra isso, porque eu conseguir me impor.  E hoje vivo bem melhor com eles. E agora tô fazendo isso com o P também. Não somos nossa história porque ela está constantemente mudando...

Na terapia de aceitação e compromisso aprendemos que só existe uma coisa que podemos mudar: o PRESENTE. O passado já passou, resta aceitar. Não vamos concertar nossos erros. E o futuro NAO EXISTE. O futuro sempre está mudando, e por mais programado que seja nossa vida, não sabemos de fato como será o dia de amanhã.
Mas agradeço por ter aqui escrevendo para vocês no momento PRESENTE que a única coisa que nós temos agora. E que é com esse momento PRESENTE que podemos mudar nossa vida e nossas ações, começando com parar de ser viciado.  

Que eu possa viver uma vida sem culpar o passado, porque tudo que eu não gosto em mim hoje, posso fazer algo para mudar. Lembre-se disso. Abraços.

Aba Anônima, Kobscop e eduardo1987_ gostam desta mensagem

eduardo1987_
eduardo1987_
Mensagens : 31
Data de inscrição : 19/07/2022

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 03:32
A única coisa do passado que quero levar, são as poucas lembranças boas vividas, e nem presta imaginar as broxadas mitológicas com gatas perfeitas nas quais tive, como eu seria se não tivesse este vício tomado conta da minha ou nossas vidas? Olhar para frente e almejar o topo tem que ser nosso objetivo e todos os benefícios que estão esperando quem persistir, a vitória será nossa.

Pakit e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 21:26
Isso mesmo, Eduardo!! Vamos com tudo irmão!
Não podemos mudar o passado, mas podemos se livrar dessa bosta de vício. Eu coloquei na minha cabeça que não vou assistir mais! E não irei!! Bora!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 21:29
Terceiro dia aqui:
Senti muito euforia, estou feliz, querendo treinar bastante na academia, e com auto estima boa. Mas isso não é necessariamente bom para um viciado. Vendo isso de forma comportamental clínica: acredito que meu corpo esteja mudando a topografia de resposta, para eu voltar para o vício. Traduzindo para outra língua: Quando estamos eufóricos, existe uma boa chance de cair para o P, e o corpo sabe disso (Mas sei que isso vai passar se eu não obter o reforcador que é o P) e vai vim a depressão, junto da dor de cabeça, mal estar, dores no corpo...outro tipo de topografia de resposta pra eu voltar pro vício. O cérebro não se importa se a gente se sente mal assistindo P, pra ele é prazeroso e acabou. E ele vai ficar lutando pra gente cair, nem se for através da desregulação da dopamina. Paciência. Vou aproveitar esse momento *feliz* para fazer algumas responsabilidades, porque sei que daqui uns dias terei na merda com os sintomas da abstinência.

Como falei anteriormente, a terapia de Aceitação e Compromisso é uma abordagem contemporânea que usa técnicas da análise do comportamento, e traz novidades como aceitação, valores e mindfulness.

Hoje gostaria de falar um pouco sobre os valores: quais são seus valores? Um "valor" pode ser considerado um padrão comportamental que queremos reforçar na nossa vida. Traduzindo para linguagem comum: valores seriam ações que gostaríamos de realizar para ter uma vida plena e que achamos que aproxima de tornar o que queremos de fato ser.
Ex: Se uma pessoa tem o valor de ser uma "boa mae", é importante que ela emita o comportamento de passar o tempo com os filhos, de da atenção, de ajudar na tarefa das escolas, entre outros comportamentos.

Retomo a pergunta: e você? Quais são seus valores? O que você valoriza na sua vida e que você acha que te tornaria melhor? Vamos pensar numa vida pautada em valores?

Da para fazer um exercício simples que faço na clínica com clientes. Reflita e responda essas perguntas, vai clarear sua mente para algumas coisas.
1)Pense em valores importante para você.
2)Pense quais comportamentos afasta você desse valores
3)Pense em quais comportamento aproxima você desses valores.
4)E o que você pode fazer para conseguir realizar esses valores?
Começando por mim:
valores importantes
-ser uma bom atleta
O que me afasta: não comer direito, não dormir direito, não ouvir meu coach e fazer as coisas do meu jeito mesmo sabendo que está errado.
O que me aproxima: treinar todo dia, meu esforço e paciência, gostar da musculação.
O que posso fazer: ouvir mais meu coach, se esforçar para seguir a dieta(pesando os alimentos na balança recorrentemente), tomar mais água, ser mais sincero com meu coach.
-ter autocuidado comigo mesmo.
O que me afasta: ser viciado em P, achar que eu não tenho tempo para me cuidar.
O que me aproxima: perceber que preciso melhorar.
O que posso fazer: o Reboot de P aqui no site, começar a marcar na agenda coisas importantes para fazer POR MIM referentes a cuidados, fazer reeducação alimentar, voltar aplicar mindfulness na minha vida, diminuir a quantidade de café durante o dia.
-Ser um bom amigo
O que me afasta: ser viciado em P, ser tímido e introvertido, não aceitar os defeitos e julga-los.
O que me aproximar: eu tenho bons amigos que gostam sinceramente de mim.
O que posso fazer: aceitar meus amigos com os defeitos que tem, mandar mensagem recorrentemente para saber como estão.

Bom, reflitam aí!! Abraços e vamos pra mais um dia.


Dias, Aba Anônima e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Dias
Mensagens : 57
Data de inscrição : 06/01/2021

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 22:48
Mto bom ver um conhecimento profissional assim pelo fórum, parabens cara, mto auto conhecimento e experiencia acerca do que vc esta lutando contra.
Bacana o exercício que vc compartilhou aqui com td mundo, c crtz vai agregar na vida de mta gente !
Ja cheguei a fzr uns execícios para atingir metas bem semelhante a esse dai ... de visualização geral e tal, recomendo !!
Quanto mais ferramentas e determinação mais facil o processo se torna bro, bora lutar firme e chutar de uma vez o vicio !

Aba Anônima e Kobscop gostam desta mensagem

eduardo1987_
eduardo1987_
Mensagens : 31
Data de inscrição : 19/07/2022

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

12/10/2022, 23:42
Gostei de saber dos treinos, coloca meta de vida um shape rasgado, foca nele como um objetivo, seja resiliente e capriche na dieta! Nos vemos no topo.

Aba Anônima e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

13/10/2022, 13:24
Dias, muito obrigado pela a mensagem. Para ser um psicoterapeuta competente preciso descobrir meus defeitos e trabalhar neles. Como irei ajudar pessoas, se eu não consigo nem me ajudar? Então tô me permitindo me sentir vulnerável aqui e trabalhar esses problemas, a mensagem de vocês ajudam muito e aprendo bastante com vocês, que com certeza levarei pra minha vida. Bacana que você fez exercícios parecidos, é importante ter contanto com si mesmo, que com a PMO a gente acaba muitas vezes se afastando. Você é muito para frente e espero que continue assim sempre.

Eduardo, gosto de treinar sim!! Vejo que você também em. Bora ter o shape dahora cada vez mais e se esforçar para isso. Que a PMO fique só na lembranças que esqueceremos com o tempo. Ter um corpo forte e saudável mentalmente e fisicamente é o objetivo e o que levaremos na jornada da vida. Muito obrigado pelo o apoio sempre.

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Kobscop
Moderador
Moderador
Mensagens : 504
Data de inscrição : 16/11/2021

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

13/10/2022, 14:28
Boa tarde amigo Pakit! Seja bem vindo ao fórum!
Sugiro que instale um contador na sua assinatura para te motivar.
Não vou ter o conhecimento que você tem, mas posso te falar pela minha prática. O começo do reboot é uma montanha russa de sentimentos. Os primeiros 15 a 25 dias são os mais difíceis meu amigo, mas se mantenha firme. Bom que vc pratica bastante atividades físicas, isso ajuda muito no reboot.
Tem algum bloqueador instalado? Se não, sugiro que instale nos aparelhos que usa para PMO. Leia o ebook, tem muitas informações valiosas lá meu amigo.

No mais não desista da luta, mas saiba que quedas são inevitáveis e fazem parte do processo. Não se lamente caso ocorram, apenas se levante, bata a poeira, absorva os ensinamentos, tampe as brechas e siga em frente.
Estou torcendo por você!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12793-diario-kobscop
Minha história de sucesso: https://www.comoparar.com/t12926-historia-de-sucesso-kobscop

Drew
Drew
Mensagens : 1728
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

13/10/2022, 15:17
Fala, amigo. Estou por aqui para participar do seu diário e ajudar no que eu puder. Vamos e frente com essa luta, continue relatando o seu dia a dia e visite outros diários.

Bem vindo.

_______________________________________
O que eu preciso ter em mente?

- Largar o vício em PMO é a prioridade da minha vida agora;
- As minhas neuroses devem ser ignoradas;
- A congruência me fará plenamente satisfeito comigo mesmo;
- O processo que eu inicio agora precisa ser uma decisão firme e definitiva.

Palavras chave: Saúde mental, auto-cuidado, virtudes, bons hábitos.


Meu diário https://www.comoparar.com/t12388p275-diario-da-minha-vitoria#383503


Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Agora conseguirei Empty Fala meu amigo, tudo bem?

13/10/2022, 15:27
Fala mano, tudo certo? Espero que esteja tudo bom! Mano, que legal que tu criou um diário para relatar seu dia dia...Essa pauta que tu colocou de vitimização é foda! Eu tenho 22 anos, descobri que tenho bipolaridade aos 19. Perdi muitas coisas valiosas, como namoradas, dinheiro, celulares hahahahah, e também a minha maior felicidade que era estudar. Sou do Mato Grosso e aqui predominantemente a area agricola e depois que fiz teste vocacional descobri que queria trabalhar nessa area, morei em sitio por 12 anos e também trabalhei nessa area, conheci a agronomia e fiquei apaixonado. Desde então, fiz de tudo para passar em agro(estudei um pouco e passei na federal daqui) e mano...Eu tive um caso de depressão, ocasionado pelo fim do namoro da moça que eu gostava. Isso eu tinha 16 anos. Eu fiquei sem fazer o que eu mais gostava que era andar de bike, calistenia e estudar...Quase reprovei no terceirão. Aí fiz o enem e passei na universidade, mano minha vida virou uma merda. Eu tive crises, uma semana estava triste, na outra alegre, e nesse vai e vem eu não suportei e sair da faculdade, já com 17 anos. E se passaram 5 anos minha vida parece que está arruinada, consegui algumas aprovações na Unesp, UFLA, UFU, UTFPR, mas nada disso tem sentido para mim...Estou fazendo o tratamento e engordei bastante, sempre tive um shaipe legal e agora estou igual o majin buu. Isso tá me deixando triste, eu não sei o que fazer em relação a isso, mas uma coisa eu sei...PMO teve mais de 70% para tudo de ruim que aconteceu em minha vida. E voltando a falar sobre vitimização...Eu conheci um cara no youtube o David Goggins. Ele tem me ajudado bastante, depois da uma pesquisada mano! Estou aqui para falar que o PMO estava acabando com minha vida, como eu disse "estava". De hoje em diante resolvo mudar minha vida! Não vou ser mais um P... e irei dar continuação em minha jornada na terra que será muito boa tendo amizades, mesmo sendo virtual, de vocês!
avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

14/10/2022, 00:00
Kobscop, muito obrigado pela a mensagem. Estou com os bloqueadores instalados, se o vício é facilitado pelo o consumo realmente não dá certo. Podemos ver isso em alguém que fica internado seis meses numa clínica, chega em casa e começa a usar a droga de novo. O que adianta você ficar abstêmio de algo por um longo período, se a pessoa chega em casa e encontra os mesmos amigos, a mesma família e os mesmos problemas que usaram e reforçaram os vícios? Temos que realmente dificultar e mudar de vida. Muito obrigado pela as dicas. Estamos juntos!

Drew!! Adorei a referência, muito legal todo mundo odeia o Chris. Confesso que adorava demais na minha adolescência. Tenho certeza que eu assistir todos os episódios, várias e várias vezes haha. Com certeza, vamos que vamos!! Obrigado pelo o apoio. Também estou disponível para algo quando você precisar.

Chimbinha, muito obrigado por ter relatado um pouco da sua história. Fico feliz de ler!! Lamento pelo o diagnóstico, deve que foi um golpe para ti. Mas fico contente que você conseguiu o diagnóstico no final das contas, porque é a partir dele que você vai conseguir um tratamento bacana. É muito difícil dá o diagnóstico de bipolaridade na clinica, por conta do ciclo que vocês fazem, isso deixa os psiquiatras e psicólogos doidos haha tem adultos que demoram anos para serem diagnósticos masss...os remédios e os tratamentos que existe hoje são bem efetivos. Então continue nele!!! Não desista. Bacana que você conseguiu descobrir e está se tratando.

Isso da vitimização realmente é foda. Acho que tá tão na cultura se vitimizar, que a gente acaba reforçando isso como um reportório nosso. Quando você assiste filme, o mocinho injustiçado ganha no final, isso nos emociona. E a gente fica esperando que a nossa vida seja igual não é mesmo? Que um dia nossos pais vão falar " filho, me desculpa pelo meus erros" e que a gente irá abraçar eles e vai aparecer os créditos do filme haha Que iremos derrubar nossos agressores e que iremos rir da cara deles porque eles se fuderam no final. Mas infelizmente,a vida não é assim. Nenhuma consequência vem do céu, ela é feita quando agimos no mundo.
Para você ver como é foda, eu não só me sentia vítima, como também me sentia perseguido. Então todo lugar que eu ia, eu colocava na minha cabeça que as pessoas me odiavam, que estavam tramando contra mim, que tavam falando mal de mim. MAS PORRA MEU, O QUE EU FAZIA PARA MUDAR? eu sempre fui tímido e sempre tratei mal as pessoas. É claro e natural que eles vão falar de mim( e muitas vezes, nem vão falar. Eu que sou egocêntrico de achar que o mundo gira em torno de mim, sendo que não gira haha). Mas para isso eu fui mudando e percebendo que eu tenho que parar de reclamar e fazer. É um mulher papinho de coach, mas no final das contas o que podemos fazer para mudar nossa vida se não for através da mudança?
Outra coisa que hoje a psicologia fala muito é também sobre se colocar no lugar do vilão. A gente tem a tendência de culpar os outros, mas e quando que eu fui o cuzao da história? Eu sou tão perfeito a ponto de não acordar estressado e querer esganar alguém? E quando eu acordo assim, o que eu posso fazer para outras pessoas lidar comigo? Sair da vitimização é também perceber o quanto que somos os algoz na vida dos outros (e que acaba nos prejudicando). Quando vamos percebendo essas pequenas coisas, vai sendo bem efetivo.
Preferimos fugir das nossas responsabilidades e culpar os outros porque é fácil ficar nesse lugar. Mas fico feliz de ver você tá nessa jornada, junto aqui comigo!! Vai dar certo.

 Dahora que você gosta de estudar. Infelizmente é assim mesmo, tem momentos que não estamos gostando de nada. E acho que o maior problema do p é esse mesmo: ele vai sugando a energia nossa para outras coisas que gostávamos. Realmente impulsiona nós para uma depressão, onde nada é mais reforcador, só ele. Mas quando você vai interromper ele, vai conseguir voltar a ter prazer nas coisas, eu acredito. Vai voltando aos poucos praticar as coisas que você fazia antes e gostava, vai dar certo.

No fim, você tem que pensar que tudo passa nesse vida. Que agora estamos em um momento de reflexão e de conflitos, mas que isso não é a gente. Essa batalha vai ser árdua, mas vai passar se a gente se esforçar. E aí vamos colher os frutos!! O sofrimento da vida é inevitável, mas como tudo nessa vida, ela passa. Abraços e continua entrando em contato! Se eu ver que você está conseguindo passar por essa luta, também vai me ajudar a passar por isso. Vamos que vamos! Prometo sim que vou ler sobre o David Goggins.


Última edição por Pakit em 14/10/2022, 09:42, editado 1 vez(es)

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

14/10/2022, 00:14
Dia quatro:

Bom. Acordei hoje super estressado. A primeira imagem a acordar foi um pensamento sobre P,  veio imagens na minha cabeça e um pensamento de "preciso ver as atualizações dos meus sites favoritos". Aceitei o pensamento, não fiquei tentando lutar com ele, prestei atenção na respiração (mindfulness), ele sumiu e comecei meu dia normalmente. Que foda-se esse pensamento. Quando você percebe que lutar com os pensamentos é pior, você muda muita coisa, só aceite e deixe ele ir. Eu não sou meus pensamentos.

Passei o dia tomando água como o Eduardo sugeriu e achei bem legal. Instalei aqueles aplicativos que lembram de tomar água, vai ser importante para minha vida esportiva também.
Fisicamente passei o dia estressado, algo que eu não tinha trazido aqui, mas trabalho em um comércio. Tive vontade de esganar vários clientes hoje, mas felizmente, não tive vontade de cair no vício. Abstinência está começando mostrar suas caras...mas paciência. Sei que não vai ser fácil.
Mudei minha alimentação como tinha falado que iria, e tô tomando menos café também. O meu problema do café é que por mais burrice que seja eu diminuir a quantidade enquanto tô de Reboot de P, eu sei que em tentativas anteriores, eu comecei a descontar em café. Estou estressado? Toma café! Tô com sono? Toma café! Tô sem p? Toma Café! E porra...não da. Não dá para substituir um vício maléfico por outro, então já vou me precaver dessa vez.

Quando eu falar aqui que eu vou mudar um comportamento, eu realmente vou mudar. Gostaria de falar um negócio da psicologia que é bem interessante.
Existe um conceito na análise do comportamento que se chama: comportamento governado por regra.
Comportamento governado por regra se refere a instruções, leis, regras, todo comportamento que vem de uma instrução verbal. Podemos pensar de um comportamento quando emito um símbolo, uma verbalização ou uma sinalização esperando que você emita um comportamento como resposta. Imagine uma placa de "não fume", uma receita de bolo da internet ou quando eu falo" use máscara para não pegar covid" estou dando uma instrução para você. Todas essas coisas são comportamentos governado por regras.

Mas tem um problema como todos vocês sabe na pratica: não tendemos a seguir comportamentos governados por regra.
Isso explica porque não seguimos conselho, ou porque não paramos vícios mesmo sabendo das consequências ruins que teremos a longo prazo.
Porque uma pessoa que fuma todos os dias, não para de fumar, mesmo que na caixinha do cigarro tá dizendo que cigarro causa câncer?
E não tem aquele ditado"se conselho fosse bom, não se dava, se vendia"?  porque mesmo ouvindo conselhos, a gente comete os mesmos erros e não tendemos a seguir?

Porque comportamento governado por regras não funciona tão bem como as consequências diretas funcionam (através da experiência). Os organismos foram feitos para responderem os reforços em curto prazo. As consequências tem que ser IMEDIATAS para um comportamento de fato for reforçado. Se eu faço P meu reforçador é imediato, terei sensações ótimas mesmo que quando eu tiver o O , eu irei ficar depressivo, lixo e zuado durante o resto do dia.
Traduzindo: nos temos dificuldades em parar um vício porque queremos aquele prazer momentâneo, a gente não liga se as consequências ruins vão vim daqui um tempo.  Respondemos melhor quando as consequências são imediatas e não uma possibilidade futura (imagina o seguinte exemplo: se todas pessoas que fumasse hoje, amanhã tivesse câncer. Se acha que as pessoas continuariam fumando?
E se academia, os resultados fossem de um dia para o outro? Quantas pessoas não teriam fazendo nesse momento!)

Aí chegamos em outro ponto: humanos respondem BEM MELHOR através de comportamento por EXPOSICAO DIRETA, isto é, através da experiência. Isso muda tudo. Não adianta só falar aqui que vai mudar, você tem que começar EMITIR comportamentos durante o seu dia, e esperar as consequências fazer seu efeito.

Imagina aquele amigo que você está aconselhando e fala" cara não vai, que vai dá merda..."
Amanhã seu amigo chega em você e fala" fui e aconteceu merda, bem que você avisou"
Se acha que foi seu conselho que mudou o comportamento dele? Não! Ele teve que provar por si só através da experiência e das consequências.

Geralmente a pessoa não vai parar de fuma cigarro quando ela viu na caixinha que dá câncer. Ela vai começar a parar quando o comportamento dela ter emitindo tantas consequências negativas para saúde dela, que vai fazer sentido parar. Que é o que acontece com a gente também com o P: demoramos anos para parar até ficar insuportável.

Aqui no fórum como só nos comunicamos por forma verbal, a gente so emite regras verbais. Eu posso ficar no fórum de vocês falando o dia todo: PARE, NAO USE, SE VOCE USAR VOCE VAI SER SENTIR DEPRIMIDO, O P VAI DESTRUIR SUA VIDA. Isso não vai ajudar em nada. Como não ajuda de fato! Imagina o quanto de pessoas que tiveram nesse fórum e não conseguiram sair do vício? Foi por falta  de não ouvir conselhos?
(Entendam, não tô falando que o fórum não seja reforçador ou não seja importante. As redes de apoio são essencial para um viciado. Tão importante pra gente engajar, e para acolhimento para quando caímos. Tô tentando dizer se você ler um conselho, concordar com ele mas não fazer NADA para realmente seguir o conselho: Ele não vai ter servido pra nada)

E vocês podem perguntam: ué...você não é um futuro psicólogo, e os psicólogos trabalham com comportamento por regras (através da fala). Porque os clientes mudam? (Ou não mudam?)
Os clientes não mudam pelo nossos "conselhos". Usamos estratégias comportamentais para isso. Para isso ensinamos eles a começar novos comportamentos do zero.

Vamos imaginar uma pessoa que é depressiva e que nada é reforçador na vida desse indivíduo. Precisamos começar de comportamento mais fáceis para complexos. Se a pessoa antes gostava de ler livros e hoje não consegue: poderia ser sugerido ela começar a ler quadrinhos (que são leituras mais fáceis) ou crônicas que são mais curtas. Para depois incentivar a pessoa ler livros com coisas que ela gosta e livros maiores e mais complexos.
Se o paciente nunca começar a experimentar fazer ações no mundo não vai ser pela a regra verbal (fala, conselho, escrever aqui no fórum) que vai funcionar.
Porque eu tô falando isso no final das contas:  Vocês vão ter que EMITIR COMPORTAMENTOS sobre o mundo. E não somente aqui no fórum. Emitam comportamentos que vão contra o vício de vocês. Se vocês nunca fizeram exercício físico, vão se inscrever na academia e vai somente três dias na semana se for difícil no começo. Se você deixou de assistir um filme que você gosta, amanhã assista ele, nem se for só a metade do filme.
Se você gosta de caminhar, caminhe pelo menos dez minutos. Depois que vire vinte, trinta minutos...
Comecem pouco, até vocês perceberem que vocês vão conseguir fazer mais. E aí FAÇAM.
Crie hábitos, façam ação no mundo. Não vai ser eu ou qualquer pessoa que esteja nesse fórum que vai mudar seus comportamentos. Comportamento governado por regra NAO MUDA COMPORTAMENTO, somente através da experiência. Então façam!

Se você ficar no seu quarto, parado o dia inteiro, esperando que o P pare de ser tentador...me desculpa irmão, você não vai mudar. Você vai cair.
Até porque "se conselho fosse bom..." Smile

(Ps*Estou tendo liberdade artística na hora de escrever os conceitos, porque sei que a grande maioria que está lendo não são psicólogos analistas do comportamento
PS 2: comportamento por regras são importantes e gera resultados sim no mundo, mas somente quando as consequências são diretas. Imagina a seguinte situação: " saia da sua cadeira, ou morra!!". Você leu isso e acha que eu sou maluco, certo? Nem pensou em sair da sua cadeira. Agora se eu tivesse aí com uma arma de fogo mandando a mesma instrução, você iria reconsiderar não é mesmo? As consequências devem ser imediatas se você não seguir a regra para realmente mudar comportamento. Por isso existe leis judiciárias que são mais seguidas do que outras. Entretanto, a ideia aqui foi falar sobre regras refente ao vicio)

Aba Anônima e Kobscop gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1728
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

14/10/2022, 08:30
Essa parada de pensar coisas que eu não quero logo de manhã acontece muito comigo. Isso que você disse de aceitar o pensamento e não discutir é muito importante.

Pena que eu não consigo colocar em prática, fico sempre discutindo mesmo com neuroses que sei que são irreais, e por isso mesmo discuto, quero argumentar com os pensamentos, e eles ficam maiores. É um looping insuportável, cansa a mente, suga minha energia, me faz querer surtar, gritar, bater a cabeça na parede, me jogar na frente de um caminhão, etc.

Acho muito bacana ter um estudante de psicologia por aqui, acho que você tem tudo pra ser um dos usuários mais importantes deste fórum, que vai ajudar muita gente. Por isso não deixe de nos visitar.

Tmj meu bom.

_______________________________________
O que eu preciso ter em mente?

- Largar o vício em PMO é a prioridade da minha vida agora;
- As minhas neuroses devem ser ignoradas;
- A congruência me fará plenamente satisfeito comigo mesmo;
- O processo que eu inicio agora precisa ser uma decisão firme e definitiva.

Palavras chave: Saúde mental, auto-cuidado, virtudes, bons hábitos.


Meu diário https://www.comoparar.com/t12388p275-diario-da-minha-vitoria#383503


Pakit e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
Pakit
Mensagens : 102
Data de inscrição : 15/07/2020

Agora conseguirei Empty Re: Agora conseguirei

14/10/2022, 11:39
Drew, muito obrigado pelo os elogios. Eu evito ficar fazendo psicologia de buteco, porque eu acabo simplificando muito a profissão. Mas o que for de legal para nossa jornada, eu vou trazendo pra cá. E claro, eu aprendo muito com vocês também.

Isso que você falou é total verdade. Eu também tenho problemas com isso. Faço muito ruminação psicológica (que é esse ato de ficar encadeando vários pensamentos). Então as vezes tô de boa, quando vou ver, tô imaginando eu brigando com alguem ou imaginando uma catástrofe mundial, sentindo de fato raiva, estresse e ansiedade no meu corpo, sendo que não tem nada na minha frente. Com o P não é diferente...


Existe uma metáfora do urso branco( outras pessoas chamam de elefante)e que eu vou fazer com você aqui pra prova nosso ponto:

Drew, tudo que eu escrever aqui, eu quero que você não pense, não imagine, não crie nenhum pensamento ou imagem mental.

Drew, não pense em um chocolate preto. Isso mesmo, em um chocolate preto ao leite. Não pense na textura do chocolate crocante e do barulhinho que ele faz quando você quebra ao meio. Não PENSE!!!
Não pense em você colocando na sua boca e sentindo o sabor e o aroma desse chocolate. "

Difícil não é? Tente ler isso com fome, é melhor ainda. Os psicólogos perceberam atualmente que não adianta você pedir para os pacientes suprimir pensamentos e sensações, isso não vai dar certo. E o que é mais impactante ainda: estudos atuais descobriram que quanto mais você tenta suprimir um pensamento, mas ele tende a ficar fixado. Isso muda tudo.

(É chamado de metáfora do urso branco, porque o psicólogo fala" NAO PENSE EM UM URSO BRANCO" e sempre vem a imagem de um urso branco na cabeça das pessoas. Você pode até tentar suprimir depois que ele apareceu, mas até lá, ele já se mostrou na sua cabeça. Outra metáfora que pode ser usada é essa: imagina que eu tô apontando uma arma de fogo na sua cabeça e fale para você " Drew, NAO FIQUE ANSIOSO, SENAO VOU TE MATAR" você acha que você ia conseguir controlar seus sentimentos e ficar zen e calmo com uma ameaça dessas mesmo eu pedindo pra você controlar sua ansiedade?)

No final das contas, não adianta suprimir nossos pensamentos e tentar lutar com eles (porque você vai perder essa batalha). Nosso organismo foi feito pra emitir comportamentos de ansiedade e raiva só na imaginação da nossa mente, mesmo que não exista estímulos concretos. Tem um ditado muito bom que é de um autor desconhecido que diz assim:
"Eu sou um homem velho e conheci um grande número de preocupações — mas a maioria delas nunca aconteceu"

Mas aí você me pergunta: PAKIT OH PORRA, SE É TAO FACIL ASSIM, O QUE EU POSSO FAZER CONTRA ISSO?
Infelizmente, impedir que o pensamento entre você não pode. Mas você pode impedir ele de te dominar! Como? Com uma técnica secular (que tá voltando na moda agora) chamada Mindfulness(ou atenção plena na tradução)

Quando vim um pensamento de PMO, aceite ele. Não tente brigar com ele ou mostrar que ele tá errado ou domina-lo. Somente aceite. Foca sua atenção para respiração e para o ambiente que você está. Não somos nossos pensamentos.

E o mindfulness não é papo de nerd zen que tá brincando de budista não. Ele é realmente uma técnica que tá sendo provado empiricamente por estudos e por todas as abordagens psicológicas. Mindfulness é algo que tanto terapeutas cognitivos estão fazendo, como os comportamentais e contextuais. É difícil no começo, mas tem livros legais que podem ser baixado na internet e como todo comportamento sócio cultural ele pode ser aprendido com prática e hábitos. Tem formas de meditações informais como prestar atenção enquanto escova o dente ou quando se alimenta( vídeos no YouTube tbm que ensinam a prática). É bem legal e vem mudando minha vida.

Mas é aquilo, é claro que o mindfulness sem mudança de comportamento não serve pra nada. Voltando um pouco para princípios básicos da análise do comportamento, se você não mudar os antecedentes da sua resposta, você tende a repetir a mesma resposta. Quero dizer...se você não conhece seus gatilhos que ativam seu comportamento de queda, você nunca vai conseguir ultrapassar o vício. Todo pensamento invasivo vem de um gatilho especifico. Por exemplo: eu sei que sábado é um dia que eu tenho mais chance de cair. E nesse sábado ficarei sozinho em casa. Você acha que vale a pena ficar na minha cama sozinho, no escuro e no celular na mão fazendo mindfulness o dia inteiro? Haha nada. Vou sair de casa, ir para um parque ou para o cinema, nem se for sozinho. Mindfulness é ótimo, mas também tenho que mudar meu comportamento)

Sabe...algo que eu não falei aqui, é que eu cair mais de quarenta vezes no vício. Nunca tinha feito diário apesar de participar do fórum desde 2020. Mas percebo que não tinha ferramentas para mudar e no fundo no fundo, eu não queria mudar de verdade. Tem um pouco de " o viciado só consegue mudar quando ele quer" e é verdade. Então...vamos que vamos. Vou ler seu diário também em.
Obrigado pela as contribuições. abraços!!

Kobscop gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos