Ir para baixo
avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

16/10/2022, 00:43
Sou homem, gay, namoro, tenho 30 anos e trabalho.

Meu primeiro contato com vídeos pornográficos foi aos 15 anos, me recordo até que era um filme francês com orgias.

Não conhecia meu corpo, muito menos sobre sexo. Toda a minha educação sexual veio dos filmes que assistia.

Como gay, não tive as aventuras de adolescentes que os héteros têm. O contexto era pior por viver no interior de Goiás. Meu primeiro beijo na boca foi aos 18 anos, e, só depois, tive minhas experiências sexuais. A pornografia supria essa carência.

No início, eu assistia vídeos pornôs sempre antes de dormir. Depois, com a facilidade do celular, o vício tomou proporções maiores e eu cheguei a me masturbar no trabalho e até no banheiro da faculdade.

Fora que, quando eu estava no trabalho ou na faculdade, utilizava o acesso à internet para baixar vídeos eróticos.

Aos 20, tive meu primeiro namorado. Era um príncipe encantado: todo descolado, rico, cheio de amigos e super carismático.

Contudo, na cama, eu era desastre! Começava o sexo a pleno vapor e, no meio da relação, broxava. Por não satisfazer meu namorado, o perdi com menos de um ano.

Com a dor do término e sem amigos, me afundei mais na pornografia.

Sentia tristeza, solidão. Acordava três, quatro vezes a noite para mijar. Já era mais um sinal do meu corpo de que algo não estava bem.

Aos 25 e com 10 anos de vício, a vida parecia promissora ainda: formado na faculdade, emprego, vivendo numa cidade incrível. Conheci uma pessoa, com quem estou até hoje. Não é uma paixão avassaladora como foi o primeiro, mas sim, o amo muito.

Contudo, o mesmo problema persistiu: ter ereção mas, no meio dela, broxar.

Ao ver que eu corria o grave risco de também perdê-lo, busquei ajuda e fui ao urologista. Lá, me toquei que eu era VICIADO. Sim, VICIADO, e foi difícil reconhecer num primeiro momento, embora parecesse óbvio.

Desde o início de 2022, tentei parar com a pornografia e a masturbação. Tive algumas recaídas e hoje estou há 2 meses e 13 dias sem ver conteúdo erótico.

Sinto avanços, como a melhora do humor, a diminuição da ansiedade, a parada de ir ao banheiro a noite (ufa!) e uma leve melhora na ereção, embora eu ainda falhe na cama.

Por alguma razão, me bate a ansiedade de não falhar, de entregar um desempenho sexual incrível… mas broxo.

Tenho a esperança de um dia reverter os malefícios dessa desgraça e conto com o apoio e suporte de quem, assim como eu, está na luta contra esse mal.

Inclusive, contém sempre comigo também!

Kobscop e Shalonn gostam desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 3290
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

16/10/2022, 11:03
Seja bem vindo!
Sempre vencemos a luta contra a PMO quando mais uma pessoa se toca de que é viciada.
Estaremos sempre juntos com você.
Agradeço por compartilhar sua história.
Abraços! Paz!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Kobscop e funes gostam desta mensagem

luz
luz
Mensagens : 698
Data de inscrição : 10/01/2018

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

16/10/2022, 21:13
funes escreveu:Sou homem, gay, namoro, tenho 30 anos e trabalho.

Meu primeiro contato com vídeos pornográficos foi aos 15 anos, me recordo até que era um filme francês com orgias.

Não conhecia meu corpo, muito menos sobre sexo. Toda a minha educação sexual veio dos filmes que assistia.

Como gay, não tive as aventuras de adolescentes que os héteros têm. O contexto era pior por viver no interior de Goiás. Meu primeiro beijo na boca foi aos 18 anos, e, só depois, tive minhas experiências sexuais. A pornografia supria essa carência.

No início, eu assistia vídeos pornôs sempre antes de dormir. Depois, com a facilidade do celular, o vício tomou proporções maiores e eu cheguei a me masturbar no trabalho e até no banheiro da faculdade.

Fora que, quando eu estava no trabalho ou na faculdade, utilizava o acesso à internet para baixar vídeos eróticos.

Aos 20, tive meu primeiro namorado. Era um príncipe encantado: todo descolado, rico, cheio de amigos e super carismático.

Contudo, na cama, eu era desastre! Começava o sexo a pleno vapor e, no meio da relação, broxava. Por não satisfazer meu namorado, o perdi com menos de um ano.

Com a dor do término e sem amigos, me afundei mais na pornografia.

Sentia tristeza, solidão. Acordava três, quatro vezes a noite para mijar. Já era mais um sinal do meu corpo de que algo não estava bem.

Aos 25 e com 10 anos de vício, a vida parecia promissora ainda: formado na faculdade, emprego, vivendo numa cidade incrível. Conheci uma pessoa, com quem estou até hoje. Não é uma paixão avassaladora como foi o primeiro, mas sim, o amo muito.

Contudo, o mesmo problema persistiu: ter ereção mas, no meio dela, broxar.

Ao ver que eu corria o grave risco de também perdê-lo, busquei ajuda e fui ao urologista. Lá, me toquei que eu era VICIADO. Sim, VICIADO, e foi difícil reconhecer num primeiro momento, embora parecesse óbvio.

Desde o início de 2022, tentei parar com a pornografia e a masturbação. Tive algumas recaídas e hoje estou há 2 meses e 13 dias sem ver conteúdo erótico.

Sinto avanços, como a melhora do humor, a diminuição da ansiedade, a parada de ir ao banheiro a noite (ufa!) e uma leve melhora na ereção, embora eu ainda falhe na cama.

Por alguma razão, me bate a ansiedade de não falhar, de entregar um desempenho sexual incrível… mas broxo.

Tenho a esperança de um dia reverter os malefícios dessa desgraça e conto com o apoio e suporte de quem, assim como eu, está na luta contra esse mal.

Inclusive, contém sempre comigo também!
Seja bem-vindo, amigo.
E ter a atitude de iniciar o reboot e reconhecer o vício já  eh um passo grande.
segue firme.

Fiquei com duvidas.
Vc já tá esse tempo sem PMO, mas vc está tendo relações sexuais? Como tem sido? Vc tem se masturbado?

_______________________________________





Sem PMO
Sem App


1 Dia Like a Star @ heaven  | 7 Dias Like a Star @ heaven |  15 Dias Like a Star @ heaven | 21 Dias Like a Star @ heaven | 30 Dias | 37 Dias |  41 Dias |  45 Dias  | 51 Dias  | 58 Dias | 60 Dias 
 

Kobscop e funes gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

17/10/2022, 07:01
David Silva escreveu:Seja bem vindo!
Sempre vencemos a luta contra a PMO quando mais uma pessoa se toca de que é viciada.
Estaremos sempre juntos com você.
Agradeço por compartilhar sua história.
Abraços! Paz!


Muito obrigado! A luta não é fácil, mas com o apoio de vocês esse fardo fica mais fácil de carregar. Conte sempre comigo também!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

17/10/2022, 07:12
luz escreveu:
funes escreveu:Sou homem, gay, namoro, tenho 30 anos e trabalho.

Meu primeiro contato com vídeos pornográficos foi aos 15 anos, me recordo até que era um filme francês com orgias.

Não conhecia meu corpo, muito menos sobre sexo. Toda a minha educação sexual veio dos filmes que assistia.

Como gay, não tive as aventuras de adolescentes que os héteros têm. O contexto era pior por viver no interior de Goiás. Meu primeiro beijo na boca foi aos 18 anos, e, só depois, tive minhas experiências sexuais. A pornografia supria essa carência.

No início, eu assistia vídeos pornôs sempre antes de dormir. Depois, com a facilidade do celular, o vício tomou proporções maiores e eu cheguei a me masturbar no trabalho e até no banheiro da faculdade.

Fora que, quando eu estava no trabalho ou na faculdade, utilizava o acesso à internet para baixar vídeos eróticos.

Aos 20, tive meu primeiro namorado. Era um príncipe encantado: todo descolado, rico, cheio de amigos e super carismático.

Contudo, na cama, eu era desastre! Começava o sexo a pleno vapor e, no meio da relação, broxava. Por não satisfazer meu namorado, o perdi com menos de um ano.

Com a dor do término e sem amigos, me afundei mais na pornografia.

Sentia tristeza, solidão. Acordava três, quatro vezes a noite para mijar. Já era mais um sinal do meu corpo de que algo não estava bem.

Aos 25 e com 10 anos de vício, a vida parecia promissora ainda: formado na faculdade, emprego, vivendo numa cidade incrível. Conheci uma pessoa, com quem estou até hoje. Não é uma paixão avassaladora como foi o primeiro, mas sim, o amo muito.

Contudo, o mesmo problema persistiu: ter ereção mas, no meio dela, broxar.

Ao ver que eu corria o grave risco de também perdê-lo, busquei ajuda e fui ao urologista. Lá, me toquei que eu era VICIADO. Sim, VICIADO, e foi difícil reconhecer num primeiro momento, embora parecesse óbvio.

Desde o início de 2022, tentei parar com a pornografia e a masturbação. Tive algumas recaídas e hoje estou há 2 meses e 13 dias sem ver conteúdo erótico.

Sinto avanços, como a melhora do humor, a diminuição da ansiedade, a parada de ir ao banheiro a noite (ufa!) e uma leve melhora na ereção, embora eu ainda falhe na cama.

Por alguma razão, me bate a ansiedade de não falhar, de entregar um desempenho sexual incrível… mas broxo.

Tenho a esperança de um dia reverter os malefícios dessa desgraça e conto com o apoio e suporte de quem, assim como eu, está na luta contra esse mal.

Inclusive, contém sempre comigo também!
Seja bem-vindo, amigo.
E ter a atitude de iniciar o reboot e reconhecer o vício já  eh um passo grande.
segue firme.

Fiquei com duvidas.
Vc já tá esse tempo sem PMO, mas vc está tendo relações sexuais? Como tem sido? Vc tem se masturbado?

Muito obrigado! Tenho certeza que superarei esse vício! Conto com a sua ajuda!

Desde o início de 2022 tenho parado com a pornografia e masturbação, mas tive recaídas. Daí comecei do zero em todas essas vezes.

Desde que iniciei o reboot, tenho mantido as relações sexuais. Tem sido uma loteria: as vezes entrego um desempenho invejável; as vezes broxo no meio da relação e não há nada que faça meu “amigo” subir de novo.

Meu problema mesmo não é ter ereção, difícil tem sido manter o pau ereto até o final da relação.

Quanto a masturbação, parei completamente (com exceção das vezes que recai e tive que iniciar o processo de novo). Quando eu me masturbava, tinha mais vontade de assistir vídeos, então percebi que era melhor parar.

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

17/10/2022, 22:11
Bom, escreverei diariamente por aqui. Será minha forma de desabafar um pouco sobre essa minha reabilitação anônima e privada. Não preciso e nem vou suportar todos esses sentimentos sozinho! Expor minhas vulnerabilidades poderá ajudar outras pessoas e eu espero muito que isso aconteça.

Eu me toquei que era um dependente de conteúdo adulto quando pesquisei por causas da disfunção erétil (D.E). Lembro que gelei ao começar a ler os sinais da dependência em PMO porque tudo que eu estava lendo eu sentia: ansiedade, bipolaridade, necessidade de todo dia me tocar vendo conteúdo adulto, D.E... além de dois sintomas clássicos: eu gastava cada vez mais tempo procurando pelo vídeo perfeito e estava procurando por coisas mais e mais bizarras. Coincidentemente, naquela época eu buscava por vídeos de incesto entre irmãos gêmeos.

Claro que, ao passar com o urologista, ele me alertou que o consumo exagerado de pornografia causava exatamente o que mais me incomoda: a D.E.

Desde janeiro de 2022, comecei com o reboot/nofap por 90 dias. Tive várias tentativas porque eu geralmente recaía após um mês e meio/dois meses. Hoje, estou há 2 meses e 15 dias sem PMO, embora por duas vezes nesse período eu tenha buscado imagens de homens nu: o Thomas, da Fazenda/14 e entrei rapidamente em um site de garoto de programa.

Das vezes em que eu recaí, batia uma tristeza danada de ter sido mais fraco que um vício maldito.

Apesar de tudo isso, não desisti e já colho alguns efeitos positivos: melhora significativa no humor, mais disposição para fazer meu trabalho, para ir a academia, etc. Também tenho notado uma melhora em minha ereção, inclusive estou tendo ereção ao acordar, coisa que há anos não tinha. Porém, durante as relações sexuais, ainda falho na metade do sexo... perco o fôlego e o amigo fica mole e não sobe mais. Isso é tão psicológico que mesmo com o remédio eu broxo. Mas, evoluí nisso também, porque já consegui chegar no climax algumas vezes e sem auxílio do remédio que o urologista me passou.

Inclusive, não gosto muito de usar o remédio... tenho medo de viciar nele. Em um ano, não terminei a cartela ainda.

Caso você esteja lendo isso e também esteja com problema de D.E, algo que tem me ajudado muito é exercer mais a sensibilidade por meio do sexo oral. Quando só fico nisso, sem penetração, eu costumo gozar na grande maioria das vezes, além de não broxar, mantendo a ereção durante toda a relação.

Pra ser franco, confesso que gostaria de ficar o período do reboot sem fazer sexo, mas tendo namorado isso fica difícil porque há a necessidade de satisfazer ele também, que já sofreu muito por causa do meu vício maldito.

Um dos melhores benefícios que eu estou colhendo é que quando eu ainda acessava conteúdo adulto, eu acordava várias vezes a noite para mijar. Hoje, é raro isso acontecer, só quando eu bebo muita cerveja à noite mesmo.

Tenho me sentido mais atraente também e sinto que as pessoas ao meu redor tem me encarado mais.

Espero me manter firme amanhã para poder postar aqui novamente!


Kobscop e Shalonn gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

18/10/2022, 21:16
Hoje eu gostaria de falar sobre a melhora no humor quando abando a PMO.

Os dias passam a ter mais graça... coisas pequenas do dia a dia passam a ser melhor aproveitadas!

Antigamente, chegava no meu trabalho de cara fechada e assim permanecia.

Com o reboot, me descobri outra pessoa: bem humorada, debochado (do jeito bom) e que tem sempre uma resposta na ponta da língua!

Isso de que o vício consome massa cinzenta do cérebro é a mais pura verdade! Me sinto bem comigo mesmo e me sinto mais pensante.

Em pensar o tanto de oportunidade que esse vício me tirou... Talvez eu tivesse um destino bem melhor do que o meu presente. Eu certamente teria mais amigos, mais contatos... Estaria trabalhando em um lugar melhor, estaria numa cidade melhor, moraria em uma casa melhor.

Por não querer perder mais nada é que eu estou assíduo em minha proposta dos 90 dias. E vou conseguir!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

19/10/2022, 17:25
Em minhas relações, sempre construí a imagem de que gostava de ser ativo. Por isso, me dei pouca liberdade de experimentar ser o passivo da relação.

Porém, nas vezes em que eu acessava conteúdo adulto, não me fantasiava vendo o hétero, mas sim o passivo. Eu me colocava no lugar do passivo, sempre.

Devido à disfunção erétil (D.E), passei a ser passivo com meu namorado. Convenhamos, se o ativo não estiver com o pênis ereto, não há sexo; já o passivo, essa obrigação fica em segundo plano.

Cansado de dar desculpas em todas as minhas broxadas, passei a ser cada vez mais passivo e tenho gostado demais. Percebi o quanto eu me privei para manter uma imagem de "machão", ou mesmo para ser desejado, já que os ativos são comumente mais procurados. Tanto é que os passivos recebem os menores cachês nas produções, nós sabemos disso, não vamos ser hipócritas.

Como passivo, recebendo estímulo diretamente na próstata, raramente broxo. Consigo chegar nos finalmente e com muito prazer.

Embora eu também continue sendo ativo (inclusive em minha penúltima transa), percebo que ainda não tenho a total sensibilidade no meu pênis e que ainda broxo no meio da penetração. Nessa última vez que fui ativo, também "perdi o fôlego" no meio da penetração. Mas parei, fiz sexo oral no meu namorado, recuperei a ereção e cheguei aos "finalmentes", com tudo que ele e eu temos direito.

Sinto que a D.E está diminuindo... realmente é um tratamento em que vamos vendo e sentindo as melhorias. Digamos que hoje eu estou com 30% de avanço, explico: 1) tenho ereção ao acordar; 2) tenho ereção com outros estímulos e não mais apenas com conteúdo adulto (às vezes, antes de transar, assistia pornô para ter ereção); 3) tenho melhorado a penetração.

O que ainda não melhorei: 1) fico com o pênis ereto, mas "meia bomba" e 2) ainda falho no meio para o fim da relação sexual.

Engraçado que, quando eu recebo apenas oral, fico com o pênis "meia bomba", mas mantenho a ereção durante todo o ato e chego a ejacular sem masturbação.  

Estou paciente, haja vista que foram 15 anos de vício. QUINZE ANOS é muita coisa! Tenho consciência de que não será de um dia para o outro que reverterei todos os malefícios adquiridos após tantos anos de dependência.

Estou MUITO feliz pelos avanços que eu já obtive nesses dois meses e dezessete dias de reboot.

luz e Kobscop gostam desta mensagem

avatar
papel de parede
Mensagens : 25
Data de inscrição : 24/09/2022

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

19/10/2022, 23:24
fico feliz pelas suas melhoras! continue forte! irei acompanhar seu diário

Kobscop e funes gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

20/10/2022, 15:51
Obrigado, Papel de Parede! Juntamos, venceremos essa etapa. É muito importante pra mim o seu apoio.

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

20/10/2022, 20:26
Hoje completo 2 meses e 18 dias longe da PMO.

Não sinto nenhuma vontade de ver nenhum conteúdo erótico.

De ruim: ainda fantasio muito vendo homens. Vejo-os na academia e no trabalho e já imagino como são pelados e tal. Estou me policiando mais, mas é algo difícil. Passou um homem bonito eu já quero olhar, embora eu deteste dar biscoito para esse povo.

Por outro lado, uma das melhorias que já sinto em meu organismo é o foco e a outra forma de olhar as coisas.

Sou engenheiro e trabalho com números o tempo todo. Ficar afastado da pornografia desenvolveu minha habilidade de me concentrar melhor nos detalhes, entregando, assim, projetos mais caprichados.

Por consequência, hoje recebo bem menos sugestões de alterações nos meu trabalhos.

Além disso, minha memória está de vento em popa. Tenho mais clareza das coisas que eu já fiz, que já vi ou que já me foram ditas e isso é fantástico! Nada como o cliente começar a dizer algo e você lembrar de um detalhe de outro projeto que possa contribuir no atual.

E essa concentração também repercute em outras esferas da minha vida: tenho dirigido melhor, comido melhor, me exercitado melhor. Isso porque, quando estou fazendo algo, estou concentrado apenas naquilo e não disperso, como costumava ser. Hoje consigo sentar num bar e apenas apreciar a cerveja, sem pensar em outras coisas, principalmente pornográficas.

Associado ao foco, está a mudança de perspectiva que estou tendo das coisas. Antigamente, focava nos defeitos de tudo: dos lugares, das pessoas, das coisas... Hoje, tenho tentado ver coisas boas em meio ao caos. Meu carro é um modelo de 2009? Mas eu tenho a sorte de ter um; fulano tem assuntos interessantes, esse lugar é simples mas é aconchegante etc...

A energia que a gente passa a emanar volta pra gente e isso tem me feito muito bem!

Estou muito otimista com meu propósito de me livrar do vício da PMO e triste por imaginar todas as coisas que eu perdi pra esse vício maldito.

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

21/10/2022, 17:53
Hoje eu completo dois meses e dezenove dias longe da PMO.

Vontade zero de assistir conteúdo erótico ou me M.

Vontade zero de transar, mas adoraria fazer sexo oral.

Quanto aos homens que vejo, ainda crio fantasias, embora eu já tenha diminuído uns 20% esse instinto.

Dirigindo rumo ao trabalho, percebi o quão disposto eu estou após abandonar a PMO. Trabalho, estudo e me divirto com muito mais empolgação!

Quanta coisa eu perdi nesses quinze anos de vício! Como a minha vida poderia ter sido diferente (pra melhor)!

Não me permito perder mais nada para esse vício.

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

21/10/2022, 21:32
Meu namorado tem jogado na cara minhas broxadas.
O pior que não dá nem pra responder, porque é verdade. Ter que aceitar as coisas calado dói demais.
Eu me sinto muito, mais muito humilhado, porque broxar por si só já é humilhante demais.
Até porque, é algo que eu estou tratando, inclusive com a ajuda médica.
Seguir firme e não desistir, pra me livrar desse vicio e não ter que ouvir nem aceitar os desaforos de ninguém.

Kobscop gosta desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 3290
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

22/10/2022, 14:30
Olá Funes,
Li seus relatos com calma e senti muita força em você. Parabéns.
Sobre o fato de procurar fotos de homens nus, não se engane é pornografia do mesmo jeito, claro que o efeito não é tão intenso quanto o de um vídeo, mas procure erradicar esta prática. No mundo de hoje o tempo todo estamos em contato com a pornografia, no meu relato de hoje mesmo eu disse que ontem eu estava na sala e começou a passar Verdades Secretas II que é uma pornografia disfarçada de novela. Então o negócio é a nossa busca. Eu não busquei, aconteceu, mas procurei desviar e saí da sala. Se você está procurando, ai você tá dando gás para o vício.
Quanto ao seu namorado, não seria bom você se abrir e contar o vício a ele? O que acha? Acha que ele estaria aberto a isso? Você tem medo de ele ter uma crise de ciúmes por vc buscar pornografia e não ele? Sabe se ele usa também? Outra coisa que tenho pensando em meu processo e estou passando para os amigos aqui é pensar o desejo (sexual) na sua vida e como usufruí-lo sem mecanismos doentios.
Bom são alguns pensamentos. Estamos juntos.
Abraços! Paz!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Kobscop e funes gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

22/10/2022, 16:29
Olá, David!
Obrigado pelas palavras!
Estou focado nesse propósito porque cansei de perder coisas para esse vício e não estou afim de perder nada mais!
Tenho evitado conteúdos que possam ter nudez, sexo e afins. Quando assisto a um filme, procuro humor e quando por Ventura tem alguma cena mais caliente, adianto o filme.
Quanto a contar sobre o vício ao meu namorado, confesso que tenho receio é fico com o pé atrás. Eu não estou preparado para expor tamanha vulnerabilidade e não sei ao certo como será a reação dele. Confesso que prefiro superar isso, reverter os malefícios (principalmente a D. E) para só depois contar o que aconteceu comigo. Mas ele já sabe que eu estou tratando disso com o médico, é uma coisa que não esconder dele.
Mais uma vez, agradeço pela sua interação. É muito importante é faz muita diferença pra mim!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

22/10/2022, 16:47
Hoje completo 80 dias longe da PMO.

É um desafio grande, mas estou focado em não continuar no submundo da PMO.  Gostaria até de me esquecer de contar após os 90 dias!

Com 80 dias, não sinto mais vontade de ver vídeos ou fotos, mas ainda vacilo com a imaginação. Hoje mesmo tinha um cara bem bonito na academia e de shortinho branco, mas foquei em me conter e não ter pensamentos autosabotadores.

O que me preocupa é a permanência da D.E. Pensei que, aproximando dos 90 dias, eu já estaria uns 85% melhor. Hoje, estou apenas 40%, mas sei que foram mais de quinze anos de vício e que realmente me curar da D.E levaria um tempo.

Nunca curti coisas místicas. Essas coisas de positividade, energia, carma sempre foram vistas com ridículas por mim. Porém, um dos principais benefícios de ficar livre da PMO é aprender a valorizar outras coisas na vida, além dos corpos perfeitos e cenários incríveis do universo pornográfico.

Você se torna melhor quando passa a ter pensamentos melhores. E quando você tem pensamentos melhores, você tem atitudes melhores. Ao me livrar da PMO, me senti mais livre, mais confiante, mais focado, mais bonito e mais inteligente. Acreditar que eu sou capaz, que eu sou merecedor de coisas boas tem atraído somente coisas boas.

A vida tem tido um frescor que tem feito com que eu veja as dificuldades do dia a dia de uma maneira muito mais leve. Talvez essa seja a vantagem de um dia ter visitado o fundo do poço.

Ah, estava me esquecendo de algo muito importante: no início do reboot, já havia deixado de seguir contas de pessoas que cultuam o corpo. Agora, tenho parado de ouvir músicas que cultuam o sexo. E é incrível como tem cantores que só sabem cantar música de sexo, caramba!

Tenho curtido muito músicas que falam do bem, da compaixão, da positividade e do amor universal.

Quero e vou ficar livre desse vicio! Estou quase lá e vou alcançar! Quero muito contar em breve minha história de superação!

Kobscop gosta desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 3290
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

23/10/2022, 00:18
Que bacana essa atitude sua de não seguir pessoas q cultuam apenas o corpo. Eu também dei uma parada boa nisso.
Quanto às músicas, sem nem palavras, o que há de lixo musical aí... que bom que você tá dando valor à boa música. Que lindo viu? Parabéns.

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Kobscop e funes gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

23/10/2022, 17:36
David Silva, muito obrigado! Vamos manter o foco para nós livrar-mos desse vicio. Conte comigo

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

23/10/2022, 17:45
Hoje eu completo 81 dias longe da PMO.

Me sinto mais confiante, mais seguro e mais sagaz no raciocínio.

Em contrapartida, ainda com DE e pensamentos eróticos.

Como é difícil deixar de ter pensamentos pornográficos. Eles vêm na mente o tempo todo, e tudo vira alimento para a imaginação. Tenho tentado me controlar, mas é muito difícil resistir. A

Ontem li um livro que dizia que um pensamento ruim pode acarretar em um dia ruim, porque nossa mente acaba achando brechas para alimentar essa fossa.

Acredito que minha vida ruim se dava pelo começo do dia, em que eu acordava e M vendo vídeo. Tem como um dia ser bom em que o primeiro ato é alimentar um vicio?

Meu maior desejo é me livrar da DE! Como ela estragou minha vida. Lembro de ter ido ao encontro de um cara que conheci em aplicativo, rolar e eu não gozar, porque eu também tinha ER. Hoje, tenho conseguido gozar nas vezes em que mantenho a relação.

Vou manter firme para me livrar desse vicio maldito!

Kobscop gosta desta mensagem

Talde
Talde
Mensagens : 97
Data de inscrição : 03/09/2022

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

24/10/2022, 16:04
Olá, Funes.
Que marca incrível você conseguiu. Meus parabéns.
Te desejo força e garra pra completar o reboot.
Sobre a DE: ela também é minha grande frustração atual. Mas tenho certeza que venceremos isso também.

Abraço.

Kobscop e funes gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

24/10/2022, 20:18
Talde escreveu:Olá, Funes.
Que marca incrível você conseguiu. Meus parabéns.
Te desejo força e garra pra completar o reboot.
Sobre a DE: ela também é minha grande frustração atual. Mas tenho certeza que venceremos isso também.

Abraço.

Olá, Talde!

Apesar de tudo, é importante saber que existem pessoas passando pelo mesmo que a gente. E melhor ainda é saber que venceremos a PMO e a DE!

Vou te acompanhar a partir de hoje e, desde já, quero que saiba que você pode contar sempre comigo.

Obrigado e um abraço!

Kobscop e funes gostam desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

24/10/2022, 20:35
Hoje completo 82 dias longe da PMO.

Sinto uma melhora significativa no humor, no foco e na interação social.

Não tenho vontade alguma de ver P nem de me M.

Contudo, ainda estou com D.E. e vacilando com as fantasias na mente.

Quanto à D.E. sinto uma melhora de 40%.

Tudo o que eu mais quero é me livrar da D.E. para viver a vida tranquilo e ter um excelente desempenho na cama, aproveitando do companheiro incrível que eu tenho.

Nestes últimos dias, tenho percebido o quanto nós somos bombardeados com conteúdo apelativo. Nas músicas, nos filmes, no instagram, na mídia... Parece que agora a moda é todo mundo tirar foto tentando ser sensual!

Outra coisa que tem me martirizado é que, ao passo que tomo proporção do meu vício, percebo quantas oportunidades eu perdi por causa desse mal! Oportunidades que não voltarão mais, tempo e investimento que eu fiz e que escoaram pelas minhas mãos.

Em pensar que eu podia ser outra pessoa, aquela que eu sempre sonhei ser: rodeada de amigos, atraente, simpático, gente boa e com uma boa condição financeira!

Por não querer perder mais nada é que estou focado em abandonar esse vício. Meu foco nem são os 90 dias, mas sim me livrar da desgraça da D.E.

Tenho certeza que eu vou conseguir!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
Kobscop
Moderador
Moderador
Mensagens : 446
Data de inscrição : 16/11/2021

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

24/10/2022, 22:06
Parabéns pelos dias longe dessa porcaria!
Sei que é difícil, mas tenha paciência em relação à DE. Anos de danos ao nosso cérebro causados pela PMO não vão ser reparados com alguns dias de abstinência.
Torcendo por você!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12793-diario-kobscop
Minha história de sucesso: https://www.comoparar.com/t12926-historia-de-sucesso-kobscop

funes gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

25/10/2022, 20:29
Kobscop escreveu:Parabéns pelos dias longe dessa porcaria!
Sei que é difícil, mas tenha paciência em relação à DE. Anos de danos ao nosso cérebro causados pela PMO não vão ser reparados com alguns dias de abstinência.
Torcendo por você!

Olá, Kobscop!

Muito obrigado pelas palavras.

Exatamente, foram anos de vício, então realmente preciso ter paciência com a D.E. Apesar de tudo, já estou me sentindo uns 40% melhor. Essa semana mesmo irei ao Urologista para apresentar alguns exames.

Meu maior desejo da vida é reverter esse malefício e estou convicto que irei conseguir!

Kobscop gosta desta mensagem

avatar
funes
Mensagens : 59
Data de inscrição : 16/10/2022
Idade : 31
Localização : Campinas

15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil  Empty Re: 15 Anos de Vício e a Disfunção Erétil

25/10/2022, 20:48
Hoje em completo 83 dias longe da PMO.

Continuo sem vontade alguma de PMO.

Como eu já falei aqui algumas vezes, meu foco nem são mais os 90 dias, mas sim reverter os efeitos da D.E.

De positivo: sinto estabilidade no bom humor, mais disposição para desempenhar minhas atividades (incluindo físicas), bem menos ansiedade, mais paciência e mais saudável. Há tempos não adoeço!

Além disso, hoje eu percebi o quanto eu estou sagaz, com resposta pra tudo na ponta da língua. Meu raciocínio está igual uma Ferrari! Notei também um salto na minha memória, com as lembranças vindo disparadas em minha mente na hora necessária! Isso tem me destacado em meu meio social e profissional. Depois que entrei nesse reboot, percebi que as pessoas no trabalho têm chegado até a mim para conversar sobre qualquer assunto, apenas para ter oportunidade de ficar próximas de mim.

Também tenho emitido uma ótima energia e tenho tentado colher a melhor energia das coisas ao meu redor também. Passei a enxergar positivismo na vida com um todo, não tenho criticado mais tudo e todos. Pelo contrário, passei a me esforçar para ver o lado bom das coisas. A P nos leva a um abismo onde só conseguimos ver o vale profundo, nos gera uma tristeza e uma angústia desmotivadas. Não tenho dúvidas de que essa nova percepção das coisas somente foi possível por estar me libertando do mal da PMO.

De negativo: ainda estou com efeitos da D.E (embora ontem eu tenha tido relação, ainda como passivo, e consegui entregar um bom desempenho do início até o final) e os pensamentos eróticos volta e meia aparecem em minha mente. Para me esquivar disso, tenho tentado não olhar os homens na rua e tenho evitado que essas imagens apareçam pra mim. Por exemplo, hoje abri o UOL e tinha uma matéria falando que o Caio Castro havia ficada de bumbum pra fora numa cena. Nem abri nem vi a imagem, fugi para evitar esse gatilho. Porém, hoje vi um estagiário da engenharia e minha mente, ainda que por poucos segundos, vacilou. O pior que o moleque não tinha absolutamente nada que me atraia num homem.

Eu vou me livrar da PMO e vou me livrar pra sempre da D.E.

Kobscop gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos