Ir para baixo
avatar
??? Transexual ???
Mensagens : 8
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Jornada de um(a) rebooter Transexual ?

17/1/2016, 12:50
Bem, este é o começo de minha história como rebooter levada a sério. Digo levada a sério, por que já tentei algumas vezes, já cheguei a ficar algumas semanas sem masturbação e pornografia, mas sempre acabava voltando e me masturbando cerca de 3 a 4 vezes ao dia. Chegava ao ponto de ficar babando, não conseguir fechar a boca, completamente fora do ar. Mas sempre colocava a culpa em outras coisas, na alimentação, na falta de exercícios, depressão, etc.
Há três dias atrás finalmente li o e-book do fórum inteiro e vi o quanto me auto-enganava para poder continuar com o vicio.
Instalei o bloqueador K9 no nivel alto.
Problemas? Muitos! Bem semelhante aos que as pessoas do e-book e do fórum relatam: - Irritação por qualquer barulho, chego a ficar louco (a). Dificuldade em interagir com as pessoas, às vezes é difícil até encará-las de frente. Pego gripe com uma facilidade tremenda. Tudo que tento começar me desanimo logo nas primeiras semanas. Obsessão por encontrar um (a) parceiro (a) ideal. Depressão por ser sozinho (a).

Mas o que mais me intriga na minha pessoa, que não consegui resolver nem com ajuda de psicólogos, foi o fato de eu aparentar ser duas pessoas ao mesmo tempo. Bem, eu nasci como menino. Um menino que desde cedo aparentava ser diferente. Sim, eu até gostava de jogar bola com meu pai, gostava de artes marciais, porem, também amava brincadeiras de meninas, era fascinado (a) por bonecas, preferia sempre a companhia e a conversa das meninas mesmo muitas vezes elas me enxotando por eu ser menino.

Na escola, eu era sempre perseguido (a), não entendia por que, mas eu era sempre o (a) escolhido (a) para apanhar, para tirarem sarro.

Minhas amizades eram poucas, apenas um menino que vinha em casa e meus primos os quais eu “brincava” com o que as pessoas hoje chamam de troca-troca, um treino para o que futuramente seria uma relação sexual de verdade.
Meu primeiro beijo foi com um primo, não posso dizer que adorei tudo aquilo, que foi mágico, mas não me senti mal também.


Foi quando finalmente chegou minha adolescência e com ela o inicio de meu vicio em pornografia e masturbação.

Descobri que se apertasse minhas pernas contra meu pênis sentia uma sensação de prazer, comecei então a explorar o meu corpo, e descobri que passando sabonete em meu pênis e massageando o prazer era bem maior. Numa dessas experiências tive meu primeiro orgasmo. Aquilo foi mágico para mim. Nunca tinha sentido nada igual. Quando dei por mim estava fazendo isto 3 a 4 vezes por dia.

Pouco tempo depois meu pai permitiu que eu visse pornografia com ele (péssima idéia) e lá estava eu, podia ver pornô apenas de sábado e domingo, porem eu usava minha imaginação para criar cenas e assim me masturbar todos os dias.

Minhas notas na escola despencaram, um professor, depois de minha mãe implorar para que ele me passasse de ano, disse que passaria por causa dela que era uma ótima pessoa, mas que meu destino era ser burro de carga e puxar carroça (ele não estava muito longe da verdade).

Isolei-me das pessoas, era como se eu odiasse e tivesse nojo de todo mundo, para piorar aos 16 anos meu rosto encheu de espinhas e me isolei mais ainda. Eu só pensava em morrer.

Porem por outro lado, com minha adolescência também veio esta estranha sensação de que eu estava em um corpo errado. Comecei a sentir vontade de vestir as roupas de minha mãe, roupa intima etc.

Mas isto era algo que precisava ficar só comigo, pois meu pai era extremamente preconceituoso e agressivo, se soubesse disso me espancaria.


Provavelmente todos irão dizer que isto que tenho é apenas transexualidade, porem, há algo estranho que acontece comigo que não consegui resolver nem indo a psicólogos.

Sinto como se fosse duas pessoas ao mesmo tempo, uma delas não dá a mínima para o corpo, usa qualquer roupa, não liga para nada, só pensa em sexo com garotas.

A outra tem certeza que é uma mulher presa em um corpo de homem, fascinada por roupas de mulher, maquiagem, artes, faz planos para o futuro, gostaria de fazer cirurgias, viver uma vida plena de mulher.


O grande problema é que estas duas mentes se confrontam em mim, uma semana sou homem, outra semana sou mulher, uma semana gosto de mulheres, saiu com prostitutas, fantasio etc., outra semana sou uma garota que quer encontrar um cara legal, me apaixonar, construir uma vida em família.

Aos 19 anos ganhei um PC com internet e foi ai que tudo piorou. Podia ver pornografia todos os dias e assim o fazia. Passava horas vendo pornô, me masturbando para no final esgotado (a) reclamar de quanto à vida era uma merda e como seria bom se eu morresse e tudo acabasse.

Fui de cenas lésbicas que eram minhas preferidas para hoje chegar a pornô pesado como cenas de estupro, gangbangs, tortura, etc.

E minha dupla personalidade que minha psicóloga disse que não tenho, alias, ela sempre diz que sou uma pessoa sem problema mental nenhum, embora eu duvido disso, afinal não é em toda esquina que você tromba com um cara que um mês se dá bem com seu corpo, outro mês tem a nítida certeza que seu maior sonho é ser e estar mulher 24 horas por dia.

Resolvi me abrir com o pessoal daqui do fórum, em primeiro lugar porque decido levar o rebbot a sério, pois me fez super bem as poucas semanas que consegui ficar sem mpo em segundo para ver se de repente alguém tem técnicas para me ajudar com esse meu problema de dupla personalidade, para me resolver de uma vez o que sou o que quero ser.

Bem, este é o começo da jornada de um ser humano que ora é homem ora é mulher, que esta com 33 anos e nunca fez nada de util e produtivo na vida, que tudo que começa seja nas artes, no esporte, nos estudos e trabalho acaba desistindo em torno de um mês no maximo.

Abraços a todos e vamos lá.
Nada me domina
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Lhe enviei uma mensagem privada

17/1/2016, 15:41
Olá, boa tarde.

Lhe enviei uma mensagem no privado, responde lá.

Abc

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

avatar
??? Transexual ???
Mensagens : 8
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty O que me ajuda a NÃO CAIR

20/1/2016, 12:43
Olá galerinha do fórum. Bem hoje é meu quinto dia sem MPO. Claro, é apenas o inicio porem noto que apenas alguns dias sem MPO já me sinto menos depressivo e angustiado.
Ressaca de pornô costumeira de quando acordo acabou, e hoje para minha surpresa tive algo que há muito tempo não tenho, uma ereção espontânea ao acordar. Durou cerca de um minuto mas fiquei feliz.

O meu "lado mulher" adormeceu. As vezes creio que isto me acompanha exatamente por causa do vicio de MPO.

Ah! Estou tomando um polivitaminico chamado Pharmaton e fazendo 60 minutos de caminhada de manhã.

Sobre as quedas, quando cheguei a ficar varias semanas sem MPO, percebo que qualquer coisa que sugira sexo me servia e serve de gatilho. O que para muitos é apenas a imagem de uma mulher de shortinho, para mim já me deixa inquieto.
O que fiz? Simples, cortei a televisão, por que vira e mexe somos bombardeados com estas imagens.

Quando a tentação vem, me ajuda muito também imediatamente começar a fazer flexões de braço, abdominais e outros exercícios.

Por hoje é só amigos do Fórum, espero mais para frente poder ajudar a todos com minha vitória sobre o vicio.

Abração a todos.
Nada me domina
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Fetiches similares, vamos nos ajudar...!

20/1/2016, 13:29
Olá,boa tarde imão (ã) rebooter.

Também tive fetiches similares e gostaria de saber como anda a sua tentação em se vestir de mulher? Diminuiu nas semanas que ficou sem PMO?


_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

avatar
??? Transexual ???
Mensagens : 8
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Sobre meu fetiche de querer ser e estar mulher

20/1/2016, 13:49
Olá Back on the game. Bem, sobre meu fetiche de querer ser mulher e me vestir como tal, nestes 5 dias como disse meu lado mulher adormeceu, porem ele faz isso sempre. O que posso afirmar é que nas vezes que consegui ficar 21 dias sem MPO é que me senti mais másculo, e mais satisfeito com o corpo que tenho, até deixei a barba crescer e estou adorando. Minha atração por homens diminuiu também.

Bem, nunca fiz o reboot completo então não posso te dar a palavra final sobre nosso problema, mas o que for descobrindo vou postando aqui sim.

Sobre MPO minha dica é : CORTE TODOS OS GATILHOS! Não assista TV, pois qualquer imagem de mulher de shortinho já é provocação para querer se masturbar. Passou na rua , viu mulher de mini saia e shortinho, vira a cara. Eu sei parece extremista mas posso te afirmar que vale a pena para quem esta começando no Reboot. Ah sim ! Muito exercício físico, para cansar o corpo, deixar exausto mesmo.

Abração amigo, até mais.
Nada me domina
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Interessante e animador o seu processo!

20/1/2016, 14:02
Boa tarde .

Muito animador sentir todas essas diferenças com apenas poucos dias de reboot, imagina com 90, 120,180 ou 365 dias, como estaremos?

Eu já cheguei a me vestir de mulher, apenas pra ver se conseguia ereção de verdade, pois achava que de tanto curtir fantasias com transex, eu poderia, me vestindo também, curtir mais, é algo estranho, pois jamais me senti atraído por homens, mas ficava com essa fantasia na cabeça até que realizei, mas também não foi satisfatório, apesar de ter repetido.

Me envia um whatsapp ( 85 9693 1000 ), vamos acompanhar o progresso de cada um com relação a isso, pois ainda não tinha encontrado nenhum rebooter com essa fantasia e seria bom trocarmos experiências . Estou também, num grupo no whatsapp em que trocamos experiências e nos apoiamos muito, sempre que alguém está passando dificuldades, consegue apoio imediato por lá, se quiser posso lhe adicionar lá também ( Temos apenas umas regras que devem ser seguidas, como não falar detalhes sexuais de nada, evitar assuntos que não nos edifiquem, enfim, o foco lá é se ajudar sem ter geração de gatilhos ).

Abraço

??? Transexual ??? escreveu:Olá Back on the game. Bem, sobre meu fetiche de querer ser mulher e me vestir como tal, nestes 5 dias como disse meu lado mulher adormeceu, porem ele faz isso sempre. O que posso afirmar é que nas vezes que consegui ficar 21 dias sem MPO é que me senti mais másculo, e mais satisfeito com o corpo que tenho, até deixei a barba crescer e estou adorando. Minha atração por homens diminuiu também.

Bem, nunca fiz o reboot completo então não posso te dar a palavra final sobre nosso problema, mas o que for descobrindo vou postando aqui sim.

Sobre MPO minha dica é : CORTE TODOS OS GATILHOS! Não assista TV, pois qualquer imagem de mulher de shortinho já é provocação para querer se masturbar. Passou na rua , viu mulher de mini saia e shortinho, vira a cara. Eu sei parece extremista mas posso te afirmar que vale a pena para quem esta começando no Reboot. Ah sim ! Muito exercício físico, para cansar o corpo, deixar exausto mesmo.

Abração amigo, até mais.

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

avatar
Convidado
Convidado

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

21/1/2016, 17:36
Instale bloqueadores e um contador na sua assinatura. Eu digo que olhar pra esse contador sempre me dá muita motivação pra continuar ao ver meu progresso.
avatar
??? Transexual ???
Mensagens : 8
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Jornada de um(a) rebooter transexual

10/2/2016, 13:13
Bem, este é o começo de minha história como rebooter levada a sério. Digo levada a sério, por que já tentei algumas vezes, já cheguei a ficar algumas semanas sem masturbação e pornografia, mas sempre acabava voltando e me masturbando cerca de 3 a 4 vezes ao dia. Chegava ao ponto de ficar babando, não conseguir fechar a boca, completamente fora do ar. Mas sempre colocava a culpa em outras coisas, na alimentação, na falta de exercícios, depressão, etc.
Há três dias atrás finalmente li o e-book do fórum inteiro e vi o quanto me auto-enganava para poder continuar com o vicio.
Instalei o bloqueador K9 no nivel alto.
Problemas? Muitos! Bem semelhante aos que as pessoas do e-book e do fórum relatam: - Irritação por qualquer barulho, chego a ficar louco (a). Dificuldade em interagir com as pessoas, às vezes é difícil até encará-las de frente. Pego gripe com uma facilidade tremenda. Tudo que tento começar me desanimo logo nas primeiras semanas. Obsessão por encontrar um (a) parceiro (a) ideal. Depressão por ser sozinho (a).

Mas o que mais me intriga na minha pessoa, que não consegui resolver nem com ajuda de psicólogos, foi o fato de eu aparentar ser duas pessoas ao mesmo tempo. Bem, eu nasci como menino. Um menino que desde cedo aparentava ser diferente. Sim, eu até gostava de jogar bola com meu pai, gostava de artes marciais, porem, também amava brincadeiras de meninas, era fascinado (a) por bonecas, preferia sempre a companhia e a conversa das meninas mesmo muitas vezes elas me enxotando por eu ser menino.

Na escola, eu era sempre perseguido (a), não entendia por que, mas eu era sempre o (a) escolhido (a) para apanhar, para tirarem sarro.

Minhas amizades eram poucas, apenas um menino que vinha em casa e meus primos os quais eu “brincava” com o que as pessoas hoje chamam de troca-troca, um treino para o que futuramente seria uma relação sexual de verdade.
Meu primeiro beijo foi com um primo, não posso dizer que adorei tudo aquilo, que foi mágico, mas não me senti mal também.


Foi quando finalmente chegou minha adolescência e com ela o inicio de meu vicio em pornografia e masturbação.

Descobri que se apertasse minhas pernas contra meu pênis sentia uma sensação de prazer, comecei então a explorar o meu corpo, e descobri que passando sabonete em meu pênis e massageando o prazer era bem maior. Numa dessas experiências tive meu primeiro orgasmo. Aquilo foi mágico para mim. Nunca tinha sentido nada igual. Quando dei por mim estava fazendo isto 3 a 4 vezes por dia.

Pouco tempo depois meu pai permitiu que eu visse pornografia com ele (péssima idéia) e lá estava eu, podia ver pornô apenas de sábado e domingo, porem eu usava minha imaginação para criar cenas e assim me masturbar todos os dias.

Minhas notas na escola despencaram, um professor, depois de minha mãe implorar para que ele me passasse de ano, disse que passaria por causa dela que era uma ótima pessoa, mas que meu destino era ser burro de carga e puxar carroça (ele não estava muito longe da verdade).

Isolei-me das pessoas, era como se eu odiasse e tivesse nojo de todo mundo, para piorar aos 16 anos meu rosto encheu de espinhas e me isolei mais ainda. Eu só pensava em morrer.

Porem por outro lado, com minha adolescência também veio esta estranha sensação de que eu estava em um corpo errado. Comecei a sentir vontade de vestir as roupas de minha mãe, roupa intima etc.

Mas isto era algo que precisava ficar só comigo, pois meu pai era extremamente preconceituoso e agressivo, se soubesse disso me espancaria.


Provavelmente todos irão dizer que isto que tenho é apenas transexualidade, porem, há algo estranho que acontece comigo que não consegui resolver nem indo a psicólogos.

Sinto como se fosse duas pessoas ao mesmo tempo, uma delas não dá a mínima para o corpo, usa qualquer roupa, não liga para nada, só pensa em sexo com garotas.

A outra tem certeza que é uma mulher presa em um corpo de homem, fascinada por roupas de mulher, maquiagem, artes, faz planos para o futuro, gostaria de fazer cirurgias, viver uma vida plena de mulher.


O grande problema é que estas duas mentes se confrontam em mim, uma semana sou homem, outra semana sou mulher, uma semana gosto de mulheres, saiu com prostitutas, fantasio etc., outra semana sou uma garota que quer encontrar um cara legal, me apaixonar, construir uma vida em família.

Aos 19 anos ganhei um PC com internet e foi ai que tudo piorou. Podia ver pornografia todos os dias e assim o fazia. Passava horas vendo pornô, me masturbando para no final esgotado (a) reclamar de quanto à vida era uma merda e como seria bom se eu morresse e tudo acabasse.

Fui de cenas lésbicas que eram minhas preferidas para hoje chegar a pornô pesado como cenas de estupro, gangbangs, tortura, etc.

E minha dupla personalidade que minha psicóloga disse que não tenho, alias, ela sempre diz que sou uma pessoa sem problema mental nenhum, embora eu duvido disso, afinal não é em toda esquina que você tromba com um cara que um mês se dá bem com seu corpo, outro mês tem a nítida certeza que seu maior sonho é ser e estar mulher 24 horas por dia.

Resolvi me abrir com o pessoal daqui do fórum, em primeiro lugar porque decido levar o rebbot a sério, pois me fez super bem as poucas semanas que consegui ficar sem mpo em segundo para ver se de repente alguém tem técnicas para me ajudar com esse meu problema de dupla personalidade, para me resolver de uma vez o que sou o que quero ser.

Bem, este é o começo da jornada de um ser humano que ora é homem ora é mulher, que esta com 33 anos e nunca fez nada de util e produtivo na vida, que tudo que começa seja nas artes, no esporte, nos estudos e trabalho acaba desistindo em torno de um mês no maximo.

Abraços a todos e vamos lá.

Mensagem refeita por mim em 10/02/2016

Tive uma queda feia, me masturbei e vi muito pornô, nem os bloqueadores me seguraram. Mas estou de pé novamente hoje.
Pesquisei um pouco sobre meu problema de identidade e descobri que é bem provável que tenho transtorno dissociativo de identidade, por isso minha cabeça fica trocando de gênero.
Creio que o MPO tem muito haver com isto, bem vamos lá novamente e ver o que acontecerá no final quando conseguir o reboot por completo.

Beijos doces a todos. Até a próxima.
Bimike
Bimike
Mensagens : 139
Data de inscrição : 06/12/2015
Idade : 46
Localização : Europa

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

10/2/2016, 16:51
A conquista está ao alcance de todos. E tu não és diferente em nada dos demais usuários.

Lê as histórias de sucesso e imagina qual a sensação de lá chegar também.

_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers

Jornada de um(a) rebooter transexual Img?u=5843187125977088

Jornada de um(a) rebooter transexual Img?u=5427893853224960
avatar
Convidado
Convidado

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

10/2/2016, 18:57
Bem vindo(a)

Tenha calma com todos esses problemas, uma coisa de cada vez. Agora que você já sabe que a pornografia é ruim vamos focar nessa parte e observar o que acontece durante o reboot. Parabéns pela iniciativa Very Happy
avatar
??? Transexual ???
Mensagens : 8
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

10/2/2016, 20:00
Obrigada pelas palavras de apoio Limbo e Bimike. Me ajudam muito. Vou fazer isto, focar primeiro na PMO, vamos ver o que acontece no final.
Ser feliz
Ser feliz
Mensagens : 32
Data de inscrição : 15/01/2016
Idade : 28

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

10/2/2016, 22:41
Seja bem vindo(a) ao fórum!

Estamos aí para acompanhar e te dar apoio! Vencer a PMO é um caminho que só depende da sua vontade, e vejo que você está determinado(a). Sobre os problemas de socialização e motivação, sim, tem muito a ver com os sintomas de quem está viciado em PMO, e torço para que você obtenha êxito nessa jornada.

As primeiras semanas são muito difíceis, principalmente quando você se depara com a Flatline, ficarás um pouco deprimido(a), mas ergua sua cabeça, tenha em mente que é passageiro e bola pra frente, no final, você verá que passa muito rápido, os resultados positivos desse tratamento começam a aparecer , e que o diário ajuda MUITO à segurar toda essa barra.

Abraços e força, você consegue!

_______________________________________
Jornada de um(a) rebooter transexual Img?u=4812112580837376

Talvez possa te ajudar ;p . Meu diário :
> http://comoparar.forumeiros.com/t2312-diario-de-uma-pessoa-em-busca-da-felicidade
<
avatar
??? Transexual ???
Mensagens : 8
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 39

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

11/2/2016, 13:46
Obrigada Ser Feliz ! Smile Leio sempre as postagens aqui do fórum e me inspiram muito a ficar firme. Abraço.
avatar
Convidado
Convidado

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

12/4/2016, 02:47
Amigo cadê você ? Sumiu...

Com esta indo o reboot ?
brunocomus
brunocomus
Mensagens : 315
Data de inscrição : 21/03/2016
Idade : 27

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

15/4/2016, 14:52
Também to curioso para saber das novidades sobre o seu reboot.
avatar
CICIceu
Mensagens : 3
Data de inscrição : 07/09/2016

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Cade vc amigo?

7/9/2016, 18:08
Gostei muito do seu relato e saiba que tem muita gente que pensa como vc.
Vc não é inutil e seu depoimento inspirou muitas pessoas, eu mesma.
O pessoal do museu da diversidade (SP) tem uma palestra muito esclarecedora e pode te ajudar com relação a sua identidade e sexualidade.

A sempre mais felicidade em dar que em receber. Ajude pessoas e sentira melhor.
continuando seu relato por exemplo vai ajudar a muitas pessoas que se sentem como vc.

Espero que consiga vencer nessa batalha. Very Happy Laughing
Não PMO
Não PMO
Mensagens : 209
Data de inscrição : 11/06/2016
Idade : 28

Jornada de um(a) rebooter transexual Empty Re: Jornada de um(a) rebooter transexual

3/11/2016, 00:46
Será que ele (a) desistiu?? Shocked
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos