Ir em baixo
Schroeder
Schroeder
Mensagens : 58
Data de inscrição : 21/01/2018
Localização : São Paulo

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

28/1/2018, 17:37
MESTRE DOS MAGOS escreveu:Espera só mais uns dias pow carnaval ta ai fica mais fácil de conseguir sexo 
Da um beijos primeiro se o amigo responder corre pro abraço q e só alegria


Nossa! nem me fale nisso, Mestre dos Magos! Vai ser F#@$ esse carnaval! Imagine vc se segurando no reboot vendo aquele monte de mulher gostosa andando para lá e para cá, rebolando na TV.... Sad Vai ser, provavelmente, a maior provação que enfrentarei. Vou tentar dormir o carnaval todo.... só acordar na quarta-feira de cinzas.

_______________________________________
Levi Ackerman
Levi Ackerman
Mensagens : 416
Data de inscrição : 15/04/2017

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

28/1/2018, 19:09
Mano já senti está dúvida que beira a loucura mas cara não se cobre de modo paranóico. É simples se você não buscou um estímulo artificial ou seja virtual , de fato querendo buscar aquilo e se excitando então não prejudicou o reboot... Já ao vivo e normal ver mulher passar e admirar mas desde q VC não fique minutos imaginando coisa e com erecao então não prejudica em nd pq é real. Eu particularmente evito td. Agora prejudicar só se VC busca voluntariamente algo . sobre carnaval só desligar a TV e se manter ocupado.

_______________________________________


Esta cena aqui foi um divisor de aguas na vida do Levi, quem conhece sabe. Espero ter o mesmo odio contra o gigante PMO.


Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Tenor


MEU DIÁRIO ( CLIQUE AQUI)

The_Survivor
The_Survivor
Moderador
Moderador
Mensagens : 1100
Data de inscrição : 10/06/2018
Idade : 33
https://www.comoparar.com/t7742-diario-the-survivor-idade-30-anos

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

1/7/2018, 10:34
Acredito que sair com prostitutas é uma questão de amadurecimento e quanto mais jovem mais desenfreado será seu desejo por sexo, essa é uma das razões pelas quais a PMO faz tanto homem tornar-se um completo e desenfreado viciado.

Eu em minha opinião, e de quem frequentou sair esporadicamente com garotas de programa ou prostitutas como queiram por 8 anos digo isso, quanto mais jovem mais difícil controlar esse impulso, tinha vezes em que eu não sabia se deveria ou não sair com uma GP, o impulso era forte e eu apelava pro cara o coroa (não é brincadeira) e conforme o resultado eu iria.

Claro que hoje eu sinto que minha mentalidade já não é mais a mesma principalmente dado ao fato de atualmente estar mais de 100 dias livre de PMO e também sem sair com prostitutas fazem uns 4 meses.

Digo com total certeza tenho total orgulho de mim, minha auto estima tem melhorado, estou conseguindo aos poucos melhorar em muitos aspectos por além de ter me livrado da PMO estar conseguindo também me livrar de sexo com garotas de programa o que eu considero como também uma fuga da realidade que é sair com prostitutas.

E friso um fato, nos últimos 3 anos vinha saindo esporadicamente com uma GP (garota de programa) estava até dirianos um pouco intimo dela, ela me compartilhava algumas coisas da sua vida, claro que eu não sabia se realmente era verdade, também fazia faculdade entretanto para mim aquela situação já vinha me fazendo refletir de que esse tipo de hábito já vinha deixando de ser um hábito saudável para minha vida pessoal.

O que mais me evidenciou de que eu estava sendo afetado por essas saídas esporádicas com GP ao longo dos últimos 8 anos foi que quando eu saia com uma GP eu jamais tiverá um problema de disfunção erétil e mesmo sendo viciado com um grau de intensidade eu diria forte eu PMO. No entanto quando saí com mulheres reais em relacionamentos reais eu em algumas oportunidades simplesmente falhei na hora do sexo.

Mas não crítico quem frequenta GP porque talvez isso seja necessário para construir sua própria experiência e maturidade ao longo da vida. Eu após esses 8 anos de experiência em saídas esporádicas com GP conclui que a diferença entre sair com GP e consumir PMO é apenas trocar os meios que te levarão ao mesmo resultado que é uma baixa auto estima, um sentimento de tristeza após a obtenção de cada O, reduzir o desejo de buscar parceiras reais, e todos os malefícios que se utilizar de PMO eu vejo que é possível também saindo com GP. A diferença é que a PMO requer menos dinheiro já a PMO é bem dizer ilimitado. Resumindo hoje percebo que seja trocar os meios pelos fins. Essa é minha conclusão sobre GP e me considero que fui viciado em GP por 8 anos, fui viciado em jogos de azar também, e além do vício em PMO que foi o mais destrutivo de todos na minha vida por ter começado tão cedo nessa prática.

_______________________________________
Que Deus esteja conosco. A luta continua.

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 S%C3%A3o_Jorge
avatar
the titan
Mensagens : 101
Data de inscrição : 06/04/2015
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

1/7/2018, 15:27
The_Survivor escreveu:Acredito que sair com prostitutas é uma questão de amadurecimento e quanto mais jovem mais desenfreado será seu desejo por sexo, essa é uma das razões pelas quais a PMO faz tanto homem tornar-se um completo e desenfreado viciado.

Eu em minha opinião, e de quem frequentou sair esporadicamente com garotas de programa ou prostitutas como queiram por 8 anos digo isso, quanto mais jovem mais difícil controlar esse impulso, tinha vezes em que eu não sabia se deveria ou não sair com uma GP, o impulso era forte e eu apelava pro cara o coroa (não é brincadeira) e conforme o resultado eu iria.

Claro que hoje eu sinto que minha mentalidade já não é mais a mesma principalmente dado ao fato de atualmente estar mais de 100 dias livre de PMO e também sem sair com prostitutas fazem uns 4 meses.

Digo com total certeza tenho total orgulho de mim, minha auto estima tem melhorado, estou conseguindo aos poucos melhorar em muitos aspectos por além de ter me livrado da PMO estar conseguindo também me livrar de sexo com garotas de programa o que eu considero como também uma fuga da realidade que é sair com prostitutas.

E friso um fato, nos últimos 3 anos vinha saindo esporadicamente com uma GP (garota de programa) estava até dirianos um pouco intimo dela, ela me compartilhava algumas coisas da sua vida, claro que eu não sabia se realmente era verdade, também fazia faculdade entretanto para mim aquela situação já vinha me fazendo refletir de que esse tipo de hábito já vinha deixando de ser um hábito saudável para minha vida pessoal.

O que mais me evidenciou de que eu estava sendo afetado por essas saídas esporádicas com GP ao longo dos últimos 8 anos foi que quando eu saia com uma GP eu jamais tiverá um problema de disfunção erétil e mesmo sendo viciado com um grau de intensidade eu diria forte eu PMO. No entanto quando saí com mulheres reais em relacionamentos reais eu em algumas oportunidades simplesmente falhei na hora do sexo.

Mas não crítico quem frequenta GP porque talvez isso seja necessário para construir sua própria experiência e maturidade ao longo da vida. Eu após esses 8 anos de experiência em saídas esporádicas com GP conclui que a diferença entre sair com GP e consumir PMO é apenas trocar os meios que te levarão ao mesmo resultado que é uma baixa auto estima, um sentimento de tristeza após a obtenção de cada O, reduzir o desejo de buscar parceiras reais,  e todos os malefícios que se utilizar de PMO eu vejo que é possível também saindo com GP. A diferença é que a PMO requer menos dinheiro já a PMO é bem dizer ilimitado. Resumindo hoje percebo que seja trocar os meios pelos fins. Essa é minha conclusão sobre GP e me considero que fui viciado em GP por 8 anos, fui viciado em jogos de azar também, e além do vício em PMO que foi o mais destrutivo de todos na minha vida por ter começado tão cedo nessa prática.

Cara seu relato foi importantíssimo pra mim. Estou solteiro e como tô com uma graninha sobrando pensei em ir numa GP pra relaxar, e tinhas muitas dúvidas sobre como iria afetar o reboot. Vc respondeu todas as perguntas com sua experiência. Obrigado

_______________________________________


Recorde: 44 dias
Recorde hard mode: 38 dias


Meu diário
https://www.comoparar.com/t457-the-titan-diario

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Beren Erchamion
Beren Erchamion
Mensagens : 495
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 28

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

2/7/2018, 21:04
Os argumentos pra se validar a prostituição e defendê-la são praticamente idênticos aos "argumentos" para justificar o vício e uso de pornografia: ela "ajuda a desenvolver a sexualidade", ajuda a "perder a timidez", favorece "conhecer o próprio corpo" e "conhecer o corpo da mulher", ajuda a "melhorara lida com o sexo oposto", tira o "peso de ser virgem", etc.

Tudo isso é falso. A prostituição não ajuda em absolutamente nada disso. Perdão aos que se posicionaram a favor disso, mas considero como algo totalmente abjeto. O melhor modo de respeitar uma prostituta é não comprar sexo dela. Não se faz ao outro o que não se quer que façam contigo. Algum dos membros aqui aceitaria ou desejaria prostituição de alguma mulher da família (mãe, irmã, mulher, filha, tia, etc.)? Algum membro aqui se sentiria feliz em saber que uma mulher da própria família recorre a isso? E se sentiria mais tranquilo de saber que "ao menos os clientes estão ajudando-a a pagar a faculdade/cursinho/supermercado/aluguel/etc (inclusive, muitos pedófilos justificam isso, dizendo que estão "ajudando as crianças a sobreviver" - não digo que é a mesma coisa, mas a "lógica" pra justificar é a mesma)? Definitivamente, não.

É algo terrível e hediondo para quem se vende e para quem compra esse tipo de "serviço". É mercantilizar a mulher da pior forma possível.  

Sinceramente, quem recorre à prostituição ou incentiva isso não tem nenhuma condição de combater ou criticar o vício em pornografia.


Muito bom o seu texto, Beren. Concordo com você em gênero, número e grau!

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Reboot (inicial): 14/90 (15.5%)

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Levi Ackerman
Levi Ackerman
Mensagens : 416
Data de inscrição : 15/04/2017

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

2/7/2018, 22:20
Texto maravilhoso Beren. Sem palavras aqui. Tbem penso assim sobre o seco casual mas ai é outra história. A prostituição é diferente pq envolve td isto que vc falo. A emoção do romantismo e do amor pode ser clichê , pode ser visto como algo bobo e até causar a dor , mas é único e preenche nosso ser por completo. Só quem vive sabe. Já sacanagem e trocar um vício pelo outro , é continuar na lama , pra mim não tem está de só procurar as vezes pq demanda tempo, dinheiro e esforço.. Pra mim é sim altamente viciante e degrada nossos seres. Perdão se parece moralismo. O fórum não trata de moralismo. Mas está é a verdade de quem se liberta por completo e alcançou a cura total. E não to falando de religião. Nem frequento nenhuma. E nem creio em Deus de maneira punitiva e nem tenho hábito de orar. Abraço

_______________________________________


Esta cena aqui foi um divisor de aguas na vida do Levi, quem conhece sabe. Espero ter o mesmo odio contra o gigante PMO.


Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Tenor


MEU DIÁRIO ( CLIQUE AQUI)

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Levi Ackerman
Levi Ackerman
Mensagens : 416
Data de inscrição : 15/04/2017

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

2/7/2018, 22:21
Sexo*

_______________________________________


Esta cena aqui foi um divisor de aguas na vida do Levi, quem conhece sabe. Espero ter o mesmo odio contra o gigante PMO.


Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Tenor


MEU DIÁRIO ( CLIQUE AQUI)

Beren Erchamion
Beren Erchamion
Mensagens : 495
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 28

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

3/7/2018, 11:27
Goku, esse "peso de ser virgem" é um dos inúmeros padrões sociais doentios que foram criados em cima do homem. Não tem demérito nenhum em fazer sexo nem vergonha em ser virgem. Aliás, essa vergonha irracional é uma das causas de tantos adolescentes recorrerem à pornografia, pela pressão não só de fazer sexo, mas em grande quantidade e com muita gente, sintoma de uma sociedade que valoriza quantidade acima de qualidade.

O sujeito é virgem? Isso se resolve com sexo. Mas que tipo de sexo? O tipo de sexo frio, superficial e mercantilista, que inclusive está ligado ao vício com pornografia? Ou um sexo real com uma pessoa que está ali porque realmente quer? Eu fico com a segunda opção. Se um dia eu tiver filho, vou ensiná-lo a não se pressionar a fazer sexo, porque essa pressão doentia (numa idade em que as mudanças do corpo e da mente já são difíceis por si só) não trás nada de bom.

Ninguém, homem ou mulher, tem de se envergonhar em ser virgem. Vergonha é não ter ética, moral, não respeitar os demais e não ter posicionamento de honra. Um homem virgem que é honrado, faz sua parte e vive bem consigo mesmo é mil vezes melhor do que um "homem" falso, fraco, influenciável que tenha feito sexo com meio mundo. Essa ótica só mostra o quanto tudo gira em torno de sexualidade e da pior forma possível. Combater vício em pornografia sem combater a raiz da questão é apagar fogo com gasolina.

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Reboot (inicial): 14/90 (15.5%)

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Levi Ackerman
Levi Ackerman
Mensagens : 416
Data de inscrição : 15/04/2017

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

4/7/2018, 23:30
Beren Erchamion escreveu:Goku, esse "peso de ser virgem" é um dos inúmeros padrões sociais doentios que foram criados em cima do homem. Não tem demérito nenhum em fazer sexo nem vergonha em ser virgem. Aliás, essa vergonha irracional é uma das causas de tantos adolescentes recorrerem à pornografia, pela pressão não só de fazer sexo, mas em grande quantidade e com muita gente, sintoma de uma sociedade que valoriza quantidade acima de qualidade.

O sujeito é virgem? Isso se resolve com sexo. Mas que tipo de sexo? O tipo de sexo frio, superficial e mercantilista, que inclusive está ligado ao vício com pornografia? Ou um sexo real com uma pessoa que está ali porque realmente quer? Eu fico com a segunda opção. Se um dia eu tiver filho, vou ensiná-lo a não se pressionar a fazer sexo, porque essa pressão doentia (numa idade em que as mudanças do corpo e da mente já são difíceis por si só) não trás nada de bom.

Ninguém, homem ou mulher, tem de se envergonhar em ser virgem. Vergonha é não ter ética, moral, não respeitar os demais e não ter posicionamento de honra. Um homem virgem que é honrado, faz sua parte e vive bem consigo mesmo é mil vezes melhor do que um "homem" falso, fraco, influenciável que tenha feito sexo com meio mundo. Essa ótica só mostra o quanto tudo gira em torno de sexualidade e da pior forma possível. Combater vício em pornografia sem combater a raiz da questão é apagar fogo com gasolina.

Belo texto irmao.Concordo eu sou virgem e nem por isto segui por este caminho.Me orgulho do que sou.Tinha muitas chances de fazer lances casuais mas sempre me falto coragem, eu tinha este freio,medo das consequencias e sei que me viciaria nisto. No fundo muitos trocam um vicio pelo outro.Sexo assim parece muito com a PMO. No fim so o amor nos preenche de fato. A sociedade cobra o contrario dos homens,mas nao devemos ligar e mostrar a diferença.Abraço

_______________________________________


Esta cena aqui foi um divisor de aguas na vida do Levi, quem conhece sabe. Espero ter o mesmo odio contra o gigante PMO.


Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Tenor


MEU DIÁRIO ( CLIQUE AQUI)

Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1118
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 49

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

17/1/2019, 16:48
Muito bom o seu texto, Beren! Concordo com você em gênero, número e grau!

_______________________________________
Montoya
Montoya
Mensagens : 22
Data de inscrição : 29/03/2019

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

31/3/2019, 17:03
Olha, resumidamente (porque já tentei responder três vezes este tópico) eu podia escrever um livro só sobre eu e GP's.

Perdi minha virgindade com uma.

Procurei esporadicamente a minha vida inteira, mas de uns 10 anos pra cá, eu quase que só recorro a isso.

E a última vez que transei por mérito, conhecendo, conquistando... foi num match do Tinder, há uns 4 anos. Talvez o único que realmente deu certo, porque eu não tenho paciência com aplicativos...

Frequentava o fórum do GPGuia.

Criei amizades íntimas com garotas. Em algumas fases, "namorava" apenas uma, só contratando aquela.

Quando eu não conseguia marcar nada, pagar por qualquer motivo, aí sim recorria à PMO.

E como contei no meu primeiro post... justamente ter DE no último programa que paguei, que resolvi parar, e aqui estou.

Nessa fase de celibato, acho que começo a entender qual meu verdadeiro vício...

_______________________________________
MEU DIÁRIO

     

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

avatar
SixOutOfTen
Mensagens : 2
Data de inscrição : 27/03/2020

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

27/3/2020, 02:23
Olá. Provavelmente a pessoa que postou originalmente nem verá essa mensagem, talvez ele nem tenha a mesma opinião depois de tantos anos, mas ver ele considerar a solução de "estabelecimento de vínculos monogâmicos com uma parceira real" como algo simples me deixou extremamente irritado.
Definitivamente não é algo simples. Demanda da pessoa que está buscando essa solução muito esforço, caso ela não seja minimamente bonita, tímida, não tenha jeito para iniciar uma conversa, não tenha auto confiança, não frequente os lugares que dentre outros vários problemas que poderia citar. Imagina se ela tiver todos eles?

Não é simples.
avatar
SixOutOfTen
Mensagens : 2
Data de inscrição : 27/03/2020

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

27/3/2020, 02:51
Cliquei no botão de enviar por engano.
Mas para continuar:

Já estou em quase uma década de decepções e frustrações para "estabelecer vínculos monogâmicos com uma parceira real", mesmo que seja julgado como uma solução simples. Mesmo seguindo todos os conselhos de auto aperfeiçoamento à risca, mesmo me livrando do vício em PMO, mesmo arrumando formas de entrar em paz comigo mesmo, mantendo minha mente saudável, mesmo procurando refúgio na religiosidade das mais diversas maneiras, mesmo gastando muito dinheiro para melhorar minha aparência em geral, de forma física até pele e cabelo, simplesmente nunca consigo estabelecer tais vínculos até que "a relação seja satisfatória e útil para os dois". Sempre encontro rejeição, o que já aconteceu em todas as etapas da tentativa de construção desses "vínculos monogâmicos".

Definitivamente não é simples, não é algo que todos conseguirão simplesmente porque se esforçaram tanto. Não é algo tão simples.


Peço desculpas se pareci irônico em meu comentário, e também por desvirtuar um pouco o assunto principal. Mas depois de quase uma década de sucessivos fracassos e retornos a "estaca zero", me senti pessoalmente provocado ao ver essa solução descrita como algo simples.

Não entendam errado: Não estou tentando justificar qualquer forma de desistência ou relapso.
Continuarei firme em minhas constantes tentativas de me aperfeiçoar, de melhorar como pessoa, de lutar contra qualquer resquício dos problemas que citei (e que deixei de citar) e que já passei por eles. Definitivamente não desistirei de alcançar o "estabelecimento de vínculos monogâmicos com uma parceira real até o ponto em que a relação seja satisfatória e útil para os dois".
Mas por favor, não fale que é algo simples, pois não é simples pra todo mundo.
Harvey
Harvey
Moderador
Moderador
Mensagens : 1321
Data de inscrição : 23/10/2019
Localização : New York

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

10/7/2020, 13:22
Saudações, nobres amigos!

Li todas as mensagens sobre esse debate acerca de ter relações com garotas de programas, e de fato é difícil tomar um partido entre o certo e o errado, por que é difícil de tomar um lado? Sempre foi muito tranquilo para mim ter relações reais, então nunca tive problemas por não ter parceiras, então de certo modo ao meu ver é uma prática um pouco suja, é sinal de uma grande falta de controle sobre as emoções sexuais, não vejo sentido em você pagar um valor pra alguém ficar com você, aliás, há pessoas que argumentam, eu quero o corpo dela e ela quer o meu dinheiro, isso é uma troca... Sim, é uma troca, mas uma das piores trocas, por que todos nós aqui sabemos o quão é duro os malefícios que há sobre causas decorrentes da sexualidade, e há quem diga que consegue lidar com isso e que não se afeta, talvez haja uma leve sensação de não se afetar, e assim faço analogia com a PMO, durante muito tempo fazia muito sentido, mas chegou uma hora que vi que o caminho não era aquele... Acredito que o sexo não é algo para praticar como um alivio ou anti-estresse, vejo como algo muito mais profundo, não é sobre abstinência, mas sobre fazer as coisas conscientes e saber o por que está fazendo, não é algo pra ser praticado como esporte. Porém, há também o fator que somos educados a não ser os "Virgens" e a sermos os "Desenrolados ou diga-se experientes", e caso não obedeçamos a esse padrão, os amigos da escola/primos/familiares ficam tirando sarro, e de certo modo isso trás muitos problemas, eu sou a prova viva disso, experimentei ter relações aos 13 anos, e passei mais de 8 anos da minha vida tendo relações apenas como esporte, aí me fala, quantas pessoas que não usei? Sim, falo de usar mesmo, pois se aquilo eu fazia sem nenhum propósito e apenas para mostrar a minha masculinidade, posso afirmar que era usar, apesar dessa palavra ser muito forte, e dessa forma vejo que muitos homens estão presos a esses padrões que são colocados, e em consequência disso acabam procurando GP para ter relações, é uma pena, mas não há como culpar e dizer que eles estão errados, até por que algumas vezes foram ensinados a fazer isso.

Enfim, minhas finais considerações sobre isso é a de que nenhuma GP jamais vai te proporcionar uma relação tão real como com uma parceira que está ali pelo pessoa que você é, por ter um sentimento por você, a GP pode até fingir e tentar ser carinhosa, mas infelizmente é totalmente diferente a relação.

_______________________________________


Acesse o meu diário.

Uma jornada de mil milhas começa com um único passo.
Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1565
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 24
Localização : Pernambuco

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

11/7/2020, 19:22
SixOutOfTen escreveu:Cliquei no botão de enviar por engano.
Mas para continuar:

Já estou em quase uma década de decepções e frustrações para "estabelecer vínculos monogâmicos com uma parceira real", mesmo que seja julgado como uma solução simples. Mesmo seguindo todos os conselhos de auto aperfeiçoamento à risca, mesmo me livrando do vício em PMO, mesmo arrumando formas de entrar em paz comigo mesmo, mantendo minha mente saudável, mesmo procurando refúgio na religiosidade  das mais diversas maneiras, mesmo gastando muito dinheiro para melhorar minha aparência em geral, de forma física até pele e cabelo, simplesmente nunca consigo estabelecer tais vínculos até que "a relação seja satisfatória e útil para os dois". Sempre encontro rejeição, o que já aconteceu em todas as etapas da tentativa de construção desses "vínculos monogâmicos".

Definitivamente não é simples, não é algo que todos conseguirão simplesmente porque se esforçaram tanto. Não é algo tão simples.


Peço desculpas se pareci irônico em meu comentário, e também por desvirtuar um pouco o assunto principal. Mas depois de quase uma década de sucessivos fracassos e retornos a "estaca zero", me senti pessoalmente provocado ao ver essa solução descrita como algo simples.

Não entendam errado: Não estou tentando justificar qualquer forma de desistência ou relapso.
Continuarei firme em minhas constantes tentativas de me aperfeiçoar, de melhorar como pessoa, de lutar contra qualquer resquício dos problemas que citei (e que deixei de citar)  e que já passei por eles. Definitivamente não desistirei de alcançar o "estabelecimento de vínculos monogâmicos com uma parceira real até o ponto em que a relação seja satisfatória e útil para os dois".
Mas por favor, não fale que é algo simples, pois não é simples pra todo mundo.

Fala bro! Estava lendo seu post, e me peguei hoje pensando (antes de ler o que você tinha escrito) um pouco sobre o que você escreveu aqui. O que me faz querer compartilhar com você algo.

Pois bem... sem entrar no mérito que você ressaltou: se entrar num relacionamento monogâmico é simples ou não...

Eu estou mais ou menos numa situação semelhante à sua: já de há muito querendo parceiras, mas sem encontrá-las. Na verdade, creio que eu estou mais esperando a princesa da Disney bater aqui na porta de minha casa do que eu estou indo "à caça". Então eu te pergunto, e estendo a pergunta à mim e aos demais que se vejam na mesma situação: O que eu tenho feito para construir um relacionamento monogâmico sólido? Dado que muitas que pessoas que eu conheço [e você conhece] estão namorando - sejam elas bonitas ou menos "dotadas", magras ou gordas, altas ou baixas, de olhos claros ou escuross - o que eu posso fazer para ter o mesmo resultado dessas pessoas?

Essas perguntas, quando respondidas, poderão ajudar a esclarecer um pouco do que eu tenho feito na minha vida, o quanto eu tenho cuidado de mim, o quanto eu tenho tentado me arriscar com as mulheres, o quanto eu tenho criado conexões, qual o meu leque de opções atuais, e por aí vai...

Concordo 100% com o que você quis dizer: estabelecer vínculos monogâmicos com uma parceira real não é simples. Ou seja, não é apenas beijar, transar e andar de mãos dadas por 2 ou 3 semanas que eu posso atestar que eu terei um relacionamento sólido auhsuahsuhuh O ser humano é complexo e, apesar disso não significar dizer que o ser humano é difícil, precisa-se de empenho para se conquistar ao grandioso na vida.

À o que eu acrescento: estabelecer vínculos monogâmicos com uma parceira real não é simples, mas também não é difícil, muito menos impossível.

Pra tentar resumir: eu não desejo que nem eu, nem você, nem ninguém, por pensar que não é fácil, seja impossível de se conquistar.

Abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



avatar
Vmsccc
Mensagens : 63
Data de inscrição : 10/06/2020

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

19/8/2020, 12:52
Irei deixar minha experiencia aqui, pra tirar o peso de ser virgem, eu decidi ir em uma gp, o que eu reflito é que o sexo não é igual o mundo da pornografia e sair com uma gp pode viciar, pq vc pode escolher qualquer uma e será infinitas possibilidades igual um site de p.
Não vale a pena, não quero voltar a me deitar com uma gp , apesar da minha mente ta implorando pra ir com outra e assim entrar em um ciclo.
É um sexo mt vazio e sem amor, apesar da menina ser compreensiva cmg, não vale a pena.
Eu acredito mt em Deus, e acho que pequei feio, unica maneira de me redimir e não voltando a fazer isso.
A unica coisa boa é que tirei aquela pressão de ser virgem, mas se alguém for e tiver lendo, acredite em mim, não façam.

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Papajohn
Papajohn
Mensagens : 73
Data de inscrição : 12/02/2019

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Minha observação

1/12/2020, 09:16
Tive uma experiência com uma gp depois de muitos anos em um relacionamento monogâmico. Durante esse relacionamento eu nunca deixei a pornografia; mas também não tenho dificuldades no sexo com a minha namorada, o que nunca me despertou para minha baixa resposta a outras mulheres. Talvez o vínculo afetivo com ela me deixa confortável como se tivesse numa sessão de masturbação. Com uma gp ou quando fico com outra mulher não consigo uma ereção ou se consigo é no esforço e muito meia bomba. Só com isso já posso afirmar como o OP que o sexo no relacionamento é muito melhor! Entretanto é saindo com a gp que eu percebi que a masturbação excessiva com pornografia atrapalha o sexo e que o objetivo da restrição masturbatória é ter um bom sexo! Masturbação não é sexo e ter um bom sexo seja com a sua mulher ou com uma gp é um dos ou o maior motivo que eu enxerguei - e só depois de ir na gp- para evitar masturbação e pornografia.

Papajohn gosta desta mensagem

ThePayback
ThePayback
Mensagens : 113
Data de inscrição : 19/08/2020

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

19/3/2021, 13:58
Na opinião de vocês, alguém que está fazendo o reboot, ao procurar esse tipo de serviço põe a perder todos os benefícios conquistados durante o reboot?

_______________________________________
ThePayback
ThePayback
Mensagens : 113
Data de inscrição : 19/08/2020

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

20/3/2021, 17:47
Acho melhor não ir por esse caminho.

_______________________________________
Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1565
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 24
Localização : Pernambuco

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

21/3/2021, 20:26
ThePayback escreveu:Na opinião de vocês, alguém que está fazendo o reboot, ao procurar esse tipo de serviço põe a perder todos os benefícios conquistados durante o reboot?

Do tempo que eu tou no Fórum posso te dizer que é majoritária a opinião de que não vale a pena. Mas faça o seguinte: tire um tempo para "estudar" a opinião daqueles que já otaram por procurar esse tipo de serviço e veja a opinião deles. Infelizmente não posso te dizer por experiência própria pois nunca procurei, apesar de, confesso, quase ter ido atrás de uma. Mas como você mesmo perguntou mano, isso é apenas minha opinião.

Há um tempo atrás, ainda esse ano, eu estava cogitando seriamente em ir. Eu estava vivendo um período de muito descontrole de fantasias e jurava que procurando por uma GP isso passaria. Hoje, mais controlado, não sinto vontade e

A minha experiência, porém, é que a partir do momento que eu não tenho controle algum sobre meus impulsos procurar por uma GP é uma racionalização (historinha, justificativa...) para tapar uma brecha emocional interior que está nos incomodando: na maioria das vezes é carência, carência por estar sem companheira, ou pressão social que admite que o cara tem que transar para virar homem de verdade.

Por outro lado, tem uma galera que advoga que vale à pena. Não sei se aqui no Fórum tem algum MGTOW, mas essa galerinha admite que o sexo com GP é o mais barato que existe, e que o sexo com uma companheira fixa é muito caro (financeiramente falando). Ou seja, dado que um relacionamento monogâmico estável implica sair, comer fora, às vezes viajar (enfim, gastos), dor de cabeça por conflitos, etc, transar com uma GP é muito mais simples e econômico. Logo esses caras preferem permanecer solteiros e vez ou outra ter relação sexual com uma ficante ou com GP's. Respeito a opinião desses, mas discordo em 95% dessa "filosofia".

Só que - mais uma vez, na minha opinião - essa é uma visão simplesmente utilitarista e materialista. Evidentemente não vivemos num mundo cor de rosas; não existe comida virtual e ninguém alimenta ninguém simplesmente por boa vontade ou compaixão; tem que ter dinheiro ($$) se não a coisa fica feia. Mas avaliar "vale à pena transar com uma GP" por mera questão financeira me parece ser muito simplório.

A justificativa geral da galera que advoga que ter sexo com GP vale à pena é mais ou menos essa acima exposta, mas não precisa experimentar na pele para constatar que a experiência de uma GP é semelhante à experiência da P: sexo vazio, sem amor, opções "infinitas" e por aí vai. Relatos de caras que falam essa mesma coisa tem aos montes.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1118
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 49

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

24/3/2021, 00:15
Tem várias questões que devemos pensar na comparação entre sair com GP e PMO.

O sexo em si, ao vivo e à cores, não é proibido aqui nesse fórum, muito pelo contrário, ele até ajuda e muito no reboot.

Contudo, sexo com prostitutas estimulam fantasias antes, durante e depois do ato.

E as fantasias sim, ativam fortes gatilhos, que terminam destruindo o reboot.

Por outro lado, como não há nenhum envolvimento emocional, há um forte sentimento de vazio. Desse vazio, origina-se uma forte compulsão, um vício.

Não estou aqui dando lição de moral em ninguém. Estou relatando a minha própria experiência pois, quando solteiro, eu cheguei a sair sim com garotas de programas.

Uma coisa importante que nos esquecemos é:

Quando trancamos com uma garota de programa fazemos isso exatamente aonde?

Em 99,9% das vezes fazemos isso num motel que é um fortíssimo gatilho para filmes pornográficos.

Uma das moderadores desse fórum certa vez falou uma coisa bastante sábia:

A diferença entre PMO e transar com GP, é que, no segundo caso, usamos o corpo de uma pessoa no lugar da mão, mas a pornografia, o vício e a compulsão é a mesma.

Para fechar com chave de ouro, além do custo monetário, existe também um forte arsenal de doenças, muitas delas incuráveis como a AIDS.

Um grande abraço e uma boa recuperação a todos.

_______________________________________

Vitoriosa e Luan Oliveira gostam desta mensagem

avatar
The traveller
Mensagens : 2
Data de inscrição : 07/03/2021

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

26/3/2021, 00:59
Olá a todos!

Bem, acho que vou ser a ovelha negra por aqui. vou fazer um resuminho da minha vida, só pra contextualizar.

Me viciei em PMO quando criança, e isso me acompanhou e atrapalhou por grande parte da minha vida. Muitas vezes, aproveitava momentos em que estava sozinho buscando o prazer a todo custo. As tentativas de perder a virgindade eram precedidas de um tesão muito grande, mas quando chegava na hora H eu simplesmente suava frio... A vida adulta seguiu seu curso e morando sozinho acabei indo ainda mais a fundo nesse jornada de PMO: assinar sites de porno, comprar masturbadores (tenga, vaginas de cyberskin etc), massageadores de próstata, baixar pornos à vontade, me masturbar quando bem quisesse, isso tudo foi virando meio que minha rotina. Nunca cheguei a curtir vídeos trans, mas passei pelas paródias, pelo sexo gay e pelo sexo straight com uma pegada mais violenta (curtia uma série que era tipo de "mentirinha", sempre aquela coisa meio exagerada, com a garota fazendo cara de libertina que gosta).

Para mim, não era só o vício, mas as fantasias que me prendiam a essa vida. Ver o porno, me masturbar, me levava a esse mundo fantasioso em que você é super viril, tem um pau gigante, come as mais gostosas, faz sexo em todas as posições possíveis em 50 minutos e no final goza como se fosse o êxtase do êxtase. Meu fundo do poço, no entanto, foi quando percebi que não tinha mais ereções como antes.

Então, para mim, a principal motivação de sair da vida de PMO foi abandonar essa vida que levava a desejar ser outra pessoa, outro corpo, outra situação. Acho que fantasias fazem parte da vida, você projeta coisas no trabalho, na vida afetiva, nos planos de vida... mas quando elas assumem e dirigem a sua vida a coisa complica. Para mim, era isso, e eu comecei a desejar furar essa bolha ilusória.

Fiz algumas tentativas de reboot hard mode, foram difíceis, com quedas, mas eventualmente eu segui em frente e as coisas foram melhorando. Comecei a ter um olhar mais real e concreto. Meu interesse por mulheres reais despertou. Vejo que muitos aqui expressam seu desejo de casar, ter uma companheira etc. Mas eu não tenho esse desejo. Quando jovem, namorei algumas vezes até perceber que fazia mais pelo social que por sentir algo profundo pela garota. Hoje tenho uma vida pessoal e profissional razoavelmente consolidada. Mas não me vejo casado. Não quero filhos. O afeto se dá por outras instâncias, via família, amigos e amigas.

Para mim, passar pelo hardmode por meses e começar a ver os benefícios associados a ele, junto com outras práticas que fiz durante esse período, me levou a esse período de aceitação de mim mesmo, aumentei a autoestima, aceitei meu corpo, minha pessoa. E depois disso, descobrir o sexo com GPs foi algo positivo, pois era a experiência concreta, real, e não algo ilusório (seu pau não encaixa fácil como no porno, algumas posições são desconfortáveis, às vezes o sexo demorado por causa da ER é cansativo e até constrangedor rs). GPs há de todo o tipo, conheci garotas com vários perfis, algumas estilo boneca inflável, outras amáveis em todo o trato – quantas vezes a experiência foi ótima, porque rolou um papo antes, durante e depois. Já dei muita risada fazendo sexo, já escutei muitos risos também. Quando saio com uma GP, pra mim é um serviço, e várias delas tem essa visão e tem até orgulho de como trabalham bem, querem agradar o cliente. Muitas vezes também percebi que tem uma certa conexão, elas acabam partilhando coisas íntimas, ou mesmo a gente conversa sobre coisas do cotidiano. Para muitas delas, sexo, mesmo como serviço, ainda é experiência humana.

Enfim, resumindo: fazer reboot, embora beeem difícil, me reconectou comigo mesmo e me deu a liberdade de ser. A experiência com GPs foi positiva, mas isso por conta do meu próprio modo de olhar as coisas, que eu acho que ganhei, em parte, com o reboot. Não acho que seja um mundo para qualquer um, sem dúvida. Mas ao ler alguns comentários anteriores, quis oferecer um outro ponto de vista (e claro, se alguém quiser saber do ponto de vista das sex workers há muita coisa dita e escrita, certamente é uma área com vários tons de cinza. Aliás, tem até TED talks interessantes com GPs...).

Esse forum me foi muito útil e passei muito tempo lendo os relatos. Agradeço a todos que colaboram por aqui com suas experiências e partilhas. Abraços e desejo força e esperança a todos no reboot e na vida.


avatar
Adversus
Mensagens : 11
Data de inscrição : 27/03/2021

Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas) - Página 2 Empty Re: Dúvidas sobre prostituição (sexo com prostitutas)

28/3/2021, 05:35
Tiagosp escreveu:Escolha é uma coisa pessoal, só acho que Garotas de Programa são seres humanos, e devem ter tido os seus motivos para fazerem tal trabalho, por isso não acho certo chamá-las de prostitutas

Meu caro, peço perdão por responder um post tão antigo e talvez de forma grosseira, porém devemos chamar as coisas como são, uma prostituta é uma prostituta, chamar de garota de programa é a mesma coisa, chamar de prostituta, com um nome mais formal, mas não deixa de ser uma prostituta, a condição dela ainda é a mesma, porém com um nome um pouco mais bonito. É a mesma coisa que chamar um mendigo de morador de rua, ou pessoa em situação de rua, isso não muda a situação dele, muito menos humaniza mais essa pessoa, apenas mascara um pouco o problema. Mas é claro, essa é a minha opinião, e concordo plenamente que devemos ter respeito com todas essas pessoas, mas esse respeito mostramos por atos. Tenho algumas histórias não muito boas com prostitutas, nem todas são essas mil flores, que pagam faculdade, muito menos mantem um certo respeito com o próximo, mas acredito que mesmo assim devemos respeitar o próximo. Enfim, cada situação é uma situação.



The traveller escreveu:Olá a todos!

Bem, acho que vou ser a ovelha negra por aqui. vou fazer um resuminho da minha vida, só pra contextualizar.

Me viciei em PMO quando criança, e isso me acompanhou e atrapalhou por grande parte da minha vida. Muitas vezes, aproveitava momentos em que estava sozinho buscando o prazer a todo custo. As tentativas de perder a virgindade eram precedidas de um tesão muito grande, mas quando chegava na hora H eu simplesmente suava frio... A vida adulta seguiu seu curso e morando sozinho acabei indo ainda mais a fundo nesse jornada de PMO: assinar sites de porno, comprar masturbadores (tenga, vaginas de cyberskin etc), massageadores de próstata, baixar pornos à vontade, me masturbar quando bem quisesse, isso tudo foi virando meio que minha rotina. Nunca cheguei a curtir vídeos trans, mas passei pelas paródias, pelo sexo gay e pelo sexo straight com uma pegada mais violenta (curtia uma série que era tipo de "mentirinha", sempre aquela coisa meio exagerada, com a garota fazendo cara de libertina que gosta).

Para mim, não era só o vício, mas as fantasias que me prendiam a essa vida. Ver o porno, me masturbar, me levava a esse mundo fantasioso em que você é super viril, tem um pau gigante, come as mais gostosas, faz sexo em todas as posições possíveis em 50 minutos e no final goza como se fosse o êxtase do êxtase. Meu fundo do poço, no entanto, foi quando percebi que não tinha mais ereções como antes.

Então, para mim, a principal motivação de sair da vida de PMO foi abandonar essa vida que levava a desejar ser outra pessoa, outro corpo, outra situação. Acho que fantasias fazem parte da vida, você projeta coisas no trabalho, na vida afetiva, nos planos de vida... mas quando elas assumem e dirigem a sua vida a coisa complica. Para mim, era isso, e eu comecei a desejar furar essa bolha ilusória.

Fiz algumas tentativas de reboot hard mode, foram difíceis, com quedas, mas eventualmente eu segui em frente e as coisas foram melhorando. Comecei a ter um olhar mais real e concreto. Meu interesse por mulheres reais despertou. Vejo que muitos aqui expressam seu desejo de casar, ter uma companheira etc. Mas eu não tenho esse desejo. Quando jovem, namorei algumas vezes até perceber que fazia mais pelo social que por sentir algo profundo pela garota. Hoje tenho uma vida pessoal e profissional razoavelmente consolidada. Mas não me vejo casado. Não quero filhos. O afeto se dá por outras instâncias, via família, amigos e amigas.

Para mim, passar pelo hardmode por meses e começar a ver os benefícios associados a ele, junto com outras práticas que fiz durante esse período, me levou a esse período de aceitação de mim mesmo, aumentei a autoestima, aceitei meu corpo, minha pessoa. E depois disso, descobrir o sexo com GPs foi algo positivo, pois era a experiência concreta, real, e não algo ilusório (seu pau não encaixa fácil como no porno, algumas posições são desconfortáveis, às vezes o sexo demorado por causa da ER é cansativo e até constrangedor rs). GPs há de todo o tipo, conheci garotas com vários perfis, algumas estilo boneca inflável, outras amáveis em todo o trato – quantas vezes a experiência foi ótima, porque rolou um papo antes, durante e depois. Já dei muita risada fazendo sexo, já escutei muitos risos também. Quando saio com uma GP, pra mim é um serviço, e várias delas tem essa visão e tem até orgulho de como trabalham bem, querem agradar o cliente. Muitas vezes também percebi que tem uma certa conexão, elas acabam partilhando coisas íntimas, ou mesmo a gente conversa sobre coisas do cotidiano. Para muitas delas, sexo, mesmo como serviço, ainda é experiência humana.

Enfim, resumindo: fazer reboot, embora beeem difícil, me reconectou comigo mesmo e me deu a liberdade de ser. A experiência com GPs foi positiva, mas isso por conta do meu próprio modo de olhar as coisas, que eu acho que ganhei, em parte, com o reboot. Não acho que seja um mundo para qualquer um, sem dúvida. Mas ao ler alguns comentários anteriores, quis oferecer um outro ponto de vista (e claro, se alguém quiser saber do ponto de vista das sex workers há muita coisa dita e escrita, certamente é uma área com vários tons de cinza. Aliás, tem até TED talks interessantes com GPs...).

Esse forum me foi muito útil e passei muito tempo lendo os relatos. Agradeço a todos que colaboram por aqui com suas experiências e partilhas. Abraços e desejo força e esperança a todos no reboot e  na vida.



Tenho uma história parecida com a sua e em parte concordo com você, não totalmente, porém... Eu nunca fiz sexo real, as únicas vezes que fiz sexo foram com prostitutas, perdi minha virgindade com prostitutas na rua e transei mais algumas vezes lá também, não foi uma boa experiencia, nem pra mim nem pra elas. As vezes que tentei marcar um encontro com uma prostituta não deu muito certo, e a que me atendeu bem parou de responder as mensagens porque perguntei se ela fazia sem camisinha. Enfim, já tive certo interesse, consigo entender seu ponto, mas as vezes o que precisamos é de um bom contato emocional, muitas vezes temos um bom contato real com prostitutas, de ser humano pra ser humano, porém num geral não me pareceu assim. Abraços...

The traveller gosta desta mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum