Diário de Brlp

+94
josephk
chef94
Peregrino Arrependido
Autoconhecedor
Torneira
Divergente
Arqueiro
Stark
Evolutivo
Paz
Young
Pollinekes
will_broots
Aiolia de Leão
Mr. Satan
euripedesroo
C. Eduardo
mactox
Pitagoras
peregrino2017
Blpr
lleni1
Bradock
EDEN
Mr. Wayne
Wolverine
eyeofthetiger
Tiago M
W. Burk
AsasDaLiberdade
Projeto Lincoln 2016.
Tom
Indiolouco
couto94
Antônio71
Pirata Feio
Raskol Nikov
Kuroro
Domi1
Querubim
Rafael Rossi
Vingador
MS-Voly
DECIDIDO30
Soli Deo Gloria
Soldado Anônimo
Abel Abreu
Liberdade
O Último Samurai
neoii
Jack
alexandrecarrera83
Tuga
Henry
Imperador Júlio César
Atirador Nordestino
Blackbird
Palito
Supersonic Jr. Armstrong
Lobo_Solitario
Casanova
Mecânica Quântica
Venger
Ikki de Phoenix
Bimike
Aahbran
Stinson
Gladiator
maverick
Tardigrado
Jotaveh
Randy
Hammer
Sobrevivente
Boom
A_Girl
Cavaleiro Oculto
Corredor
Texugo
Broda
Nada me domina
Flag
Rapaz
Metanoia
Toguro
Marcelo37
Mestre Yoda
Raynor
Bruce
M.V
Parsifal
M.jr
COLOSSUS
Julio S
98 participantes
Ir para baixo
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

4/11/2016, 22:47
Abel Abreu escreveu:O livro é o segredo dos gênio, Blpr e realmente é muito bom.

Vou ver se faço o curso dele de memorização parece ser bom também.

Exatamente, Abel.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 37

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

4/11/2016, 23:02
Blpr escreveu:
Wolverine escreveu:Blpr, como você organiza o seu tempo livre? Você tem um horário predeterminado para as suas atividades? Tipo, horário para estudar, ler, entrar no fórum, fazer exercícios. 

Estou perguntando isso porque às vezes me sinto um pouco perdido com tanto tempo livre e acabo procrastinando e perdendo tempo.

Grande abraço e sucesso!

Wolver. Eu percebo que se fizer uma atividade que trará benefícios, as chances de a gente fazer algo para cumpri-las aumentam.

De segunda à sexta, estudo três horas de manhã e 4 horas de tarde para concursos. Em alguns intervalos de descanso, eu vou ao fórum ler e responder alguns diários. À noite também passo aqui.

HIIT faço três ou duas vezes na semana ao meio dia antes do almoço.

Flexão de braço faço todos os dias. Atualmente faço quatro séries de 11 flexões e uma de 21 pelas manhãs depois de caminhar ou no fim de tarde.

Caminhada todo dia, 1 hora. Nos finais de semana caminho 2 horas.

Fins de semana eu só estudo à tarde por duas horas. Manhãs de sábado e domingo é só café da manhã e atividade física. Pela noite, às vezes, faço leitura e vejo uns filmes, ouço música e vou dormir e vejo esportes na tv ou conversar com os vizinhos.

O que é prioridade, deve se dedicar mais tempo. Eu passei um mês para pegar ritmo nos estudos. Pela manhã enrolava e só estudava uma hora apenas. À tarde, estudava só duas horas. Para pegar ritmo, eu estudo pela manhã as matérias que mais gosto e à tarde as que nunca estudei.

Tem um livro ótimo que ensina a estudar de verdade. É do Renato Alves. Acho que é "Aprendendo a ser Gênio". Leia este livro. Recomendo.
Caramba! Você é muito organizado e focado. Eu estudava pesado para concursos, mas desde quando comecei meu último relacionamento, nunca mais fui o mesmo. Perdi completamente o foco e simplesmente não consigo pegar o ritmo novamente. Até estava começando a estudar com continuidade, mas depois dessas minhas recaídas, perdi totalmente o ritmo de novo.

Vou procurar por esse livro e organizar a minha vida. Mas isso só será possível se eu fizer um reboot eficiente.

Obrigado pela dica e um bom final de semana.

_______________________________________
Abel Abreu
Abel Abreu
Mensagens : 435
Data de inscrição : 28/03/2016

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

5/11/2016, 22:06
Estou aprimorando meus estudos com as várias dicas de alguns coachs's.
Entre eles se destaca o Paulo Vieira que conheci por intermédio do diário do Mário vieira. Além de comprar seus livros, estou pensando seriamente em fazer um curso que ele ministra para que posa aprimorar mais ainda minha vida em todos os aspectos.

No momento estou lendo o poder da ação e o poder do hábito. Em breve passarei a ler também os livros do Daniel Goleman que fala sobre inteligência emocional. Todos esses nos ajudam muito, tanto no reboot, quanto na vida.

_______________________________________



VISITEM MEU DIÁRIO
https://www.comoparar.com/t2953p325-24-diario-do-abel#78505
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

5/11/2016, 23:44
Wolverine escreveu:
Blpr escreveu:
Wolverine escreveu:Blpr, como você organiza o seu tempo livre? Você tem um horário predeterminado para as suas atividades? Tipo, horário para estudar, ler, entrar no fórum, fazer exercícios. 

Estou perguntando isso porque às vezes me sinto um pouco perdido com tanto tempo livre e acabo procrastinando e perdendo tempo.

Grande abraço e sucesso!

Wolver. Eu percebo que se fizer uma atividade que trará benefícios, as chances de a gente fazer algo para cumpri-las aumentam.

De segunda à sexta, estudo três horas de manhã e 4 horas de tarde para concursos. Em alguns intervalos de descanso, eu vou ao fórum ler e responder alguns diários. À noite também passo aqui.

HIIT faço três ou duas vezes na semana ao meio dia antes do almoço.

Flexão de braço faço todos os dias. Atualmente faço quatro séries de 11 flexões e uma de 21 pelas manhãs depois de caminhar ou no fim de tarde.

Caminhada todo dia, 1 hora. Nos finais de semana caminho 2 horas.

Fins de semana eu só estudo à tarde por duas horas. Manhãs de sábado e domingo é só café da manhã e atividade física. Pela noite, às vezes, faço leitura e vejo uns filmes, ouço música e vou dormir e vejo esportes na tv ou conversar com os vizinhos.

O que é prioridade, deve se dedicar mais tempo. Eu passei um mês para pegar ritmo nos estudos. Pela manhã enrolava e só estudava uma hora apenas. À tarde, estudava só duas horas. Para pegar ritmo, eu estudo pela manhã as matérias que mais gosto e à tarde as que nunca estudei.

Tem um livro ótimo que ensina a estudar de verdade. É do Renato Alves. Acho que é "Aprendendo a ser Gênio". Leia este livro. Recomendo.
Caramba! Você é muito organizado e focado. Eu estudava pesado para concursos, mas desde quando comecei meu último relacionamento, nunca mais fui o mesmo. Perdi completamente o foco e simplesmente não consigo pegar o ritmo novamente. Até estava começando a estudar com continuidade, mas depois dessas minhas recaídas, perdi totalmente o ritmo de novo.

Vou procurar por esse livro e organizar a minha vida. Mas isso só será possível se eu fizer um reboot eficiente.

Obrigado pela dica e um bom final de semana.
Wolverine escreveu:
Blpr escreveu:
Wolverine escreveu:Blpr, como você organiza o seu tempo livre? Você tem um horário predeterminado para as suas atividades? Tipo, horário para estudar, ler, entrar no fórum, fazer exercícios. 

Estou perguntando isso porque às vezes me sinto um pouco perdido com tanto tempo livre e acabo procrastinando e perdendo tempo.

Grande abraço e sucesso!

Wolver. Eu percebo que se fizer uma atividade que trará benefícios, as chances de a gente fazer algo para cumpri-las aumentam.

De segunda à sexta, estudo três horas de manhã e 4 horas de tarde para concursos. Em alguns intervalos de descanso, eu vou ao fórum ler e responder alguns diários. À noite também passo aqui.

HIIT faço três ou duas vezes na semana ao meio dia antes do almoço.

Flexão de braço faço todos os dias. Atualmente faço quatro séries de 11 flexões e uma de 21 pelas manhãs depois de caminhar ou no fim de tarde.

Caminhada todo dia, 1 hora. Nos finais de semana caminho 2 horas.

Fins de semana eu só estudo à tarde por duas horas. Manhãs de sábado e domingo é só café da manhã e atividade física. Pela noite, às vezes, faço leitura e vejo uns filmes, ouço música e vou dormir e vejo esportes na tv ou conversar com os vizinhos.

O que é prioridade, deve se dedicar mais tempo. Eu passei um mês para pegar ritmo nos estudos. Pela manhã enrolava e só estudava uma hora apenas. À tarde, estudava só duas horas. Para pegar ritmo, eu estudo pela manhã as matérias que mais gosto e à tarde as que nunca estudei.

Tem um livro ótimo que ensina a estudar de verdade. É do Renato Alves. Acho que é "Aprendendo a ser Gênio". Leia este livro. Recomendo.
Caramba! Você é muito organizado e focado. Eu estudava pesado para concursos, mas desde quando comecei meu último relacionamento, nunca mais fui o mesmo. Perdi completamente o foco e simplesmente não consigo pegar o ritmo novamente. Até estava começando a estudar com continuidade, mas depois dessas minhas recaídas, perdi totalmente o ritmo de novo.

Vou procurar por esse livro e organizar a minha vida. Mas isso só será possível se eu fizer um reboot eficiente.

Obrigado pela dica e um bom final de semana.

Eu também fiquei meio baqueado ano passado depois do término de meu relacionamento. Passei uns dois meses ruim. Mesmo assim, me manti focado no reboot. Recai por outros motivos e a sensação após um fim de relacionamento é péssima. Eu estou trabalhando o emocional para perceber o meu relacionamento como um aprendizado, é não um episódio que deixou saudade e mágoas. Saber o que errei e quais as qualidades que minha antiga parceira gostava de mim. Só fui reorganizar meus estudos e minha mente em Janeiro. Voltei a ler livros e principalmente a investir em mim mesmo, pois nos dois anos anteriores passei a focar só no namoro e gastar todas minhas economias nisso. Depois que comecei a fazer o reboot, comecei a pensar mais em cuidar de mim. Encarar a realidade da vida, cuidar da alimentação e do corpo e ler mais sobre desenvolvimento pessoal.

Para você ter uma ideia, antes do reeboot eu só fazia uma caminhada diária de uma hora no fim da tarde. Só lia livros de que gostava e procrastinava muito isso. Comia muita porqueira e vivia na fantasia sexual com punheta. Minhas leituras se baseavam em personagens que apresentavam o mesmo estado de espírito pessimista. Eu me percebia que não era digno de algo melhor e que não merecia amor de ninguém. Hoje, penso mais positivo e que é bom saber o que tenho de valor do que esperar que os outros me dê valor.

É legal sim fazer do reboot algo para mudar hábitos angulares. Mas, o reboot tem a função precípua de tratar do vício. Por isso, não associe inteiramente O sucesso ou o fracasso do reeboot a outros setores da vida. Pois podemos vincular que nossa vida estará boa se nosso reeboot está limpo. Independente de seu sucesso no reeboot, tente melhorar cada setor de sua vida por sua determinação. Aí, perceberá que isto até fortalece na luta contra o vício.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 37

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

6/11/2016, 22:34
Blpr escreveu:
Wolverine escreveu:
Blpr escreveu:
Wolverine escreveu:Blpr, como você organiza o seu tempo livre? Você tem um horário predeterminado para as suas atividades? Tipo, horário para estudar, ler, entrar no fórum, fazer exercícios. 

Estou perguntando isso porque às vezes me sinto um pouco perdido com tanto tempo livre e acabo procrastinando e perdendo tempo.

Grande abraço e sucesso!

Wolver. Eu percebo que se fizer uma atividade que trará benefícios, as chances de a gente fazer algo para cumpri-las aumentam.

De segunda à sexta, estudo três horas de manhã e 4 horas de tarde para concursos. Em alguns intervalos de descanso, eu vou ao fórum ler e responder alguns diários. À noite também passo aqui.

HIIT faço três ou duas vezes na semana ao meio dia antes do almoço.

Flexão de braço faço todos os dias. Atualmente faço quatro séries de 11 flexões e uma de 21 pelas manhãs depois de caminhar ou no fim de tarde.

Caminhada todo dia, 1 hora. Nos finais de semana caminho 2 horas.

Fins de semana eu só estudo à tarde por duas horas. Manhãs de sábado e domingo é só café da manhã e atividade física. Pela noite, às vezes, faço leitura e vejo uns filmes, ouço música e vou dormir e vejo esportes na tv ou conversar com os vizinhos.

O que é prioridade, deve se dedicar mais tempo. Eu passei um mês para pegar ritmo nos estudos. Pela manhã enrolava e só estudava uma hora apenas. À tarde, estudava só duas horas. Para pegar ritmo, eu estudo pela manhã as matérias que mais gosto e à tarde as que nunca estudei.

Tem um livro ótimo que ensina a estudar de verdade. É do Renato Alves. Acho que é "Aprendendo a ser Gênio". Leia este livro. Recomendo.
Caramba! Você é muito organizado e focado. Eu estudava pesado para concursos, mas desde quando comecei meu último relacionamento, nunca mais fui o mesmo. Perdi completamente o foco e simplesmente não consigo pegar o ritmo novamente. Até estava começando a estudar com continuidade, mas depois dessas minhas recaídas, perdi totalmente o ritmo de novo.

Vou procurar por esse livro e organizar a minha vida. Mas isso só será possível se eu fizer um reboot eficiente.

Obrigado pela dica e um bom final de semana.
Wolverine escreveu:
Blpr escreveu:
Wolverine escreveu:Blpr, como você organiza o seu tempo livre? Você tem um horário predeterminado para as suas atividades? Tipo, horário para estudar, ler, entrar no fórum, fazer exercícios. 

Estou perguntando isso porque às vezes me sinto um pouco perdido com tanto tempo livre e acabo procrastinando e perdendo tempo.

Grande abraço e sucesso!

Wolver. Eu percebo que se fizer uma atividade que trará benefícios, as chances de a gente fazer algo para cumpri-las aumentam.

De segunda à sexta, estudo três horas de manhã e 4 horas de tarde para concursos. Em alguns intervalos de descanso, eu vou ao fórum ler e responder alguns diários. À noite também passo aqui.

HIIT faço três ou duas vezes na semana ao meio dia antes do almoço.

Flexão de braço faço todos os dias. Atualmente faço quatro séries de 11 flexões e uma de 21 pelas manhãs depois de caminhar ou no fim de tarde.

Caminhada todo dia, 1 hora. Nos finais de semana caminho 2 horas.

Fins de semana eu só estudo à tarde por duas horas. Manhãs de sábado e domingo é só café da manhã e atividade física. Pela noite, às vezes, faço leitura e vejo uns filmes, ouço música e vou dormir e vejo esportes na tv ou conversar com os vizinhos.

O que é prioridade, deve se dedicar mais tempo. Eu passei um mês para pegar ritmo nos estudos. Pela manhã enrolava e só estudava uma hora apenas. À tarde, estudava só duas horas. Para pegar ritmo, eu estudo pela manhã as matérias que mais gosto e à tarde as que nunca estudei.

Tem um livro ótimo que ensina a estudar de verdade. É do Renato Alves. Acho que é "Aprendendo a ser Gênio". Leia este livro. Recomendo.
Caramba! Você é muito organizado e focado. Eu estudava pesado para concursos, mas desde quando comecei meu último relacionamento, nunca mais fui o mesmo. Perdi completamente o foco e simplesmente não consigo pegar o ritmo novamente. Até estava começando a estudar com continuidade, mas depois dessas minhas recaídas, perdi totalmente o ritmo de novo.

Vou procurar por esse livro e organizar a minha vida. Mas isso só será possível se eu fizer um reboot eficiente.

Obrigado pela dica e um bom final de semana.

Eu também fiquei meio baqueado ano passado depois do término de meu relacionamento. Passei uns dois meses ruim. Mesmo assim, me manti focado no reboot. Recai por outros motivos e a sensação após um fim de relacionamento é péssima. Eu estou trabalhando o emocional para perceber o meu relacionamento como um aprendizado, é não um episódio que deixou saudade e mágoas. Saber o que errei e quais as qualidades que minha antiga parceira gostava de mim. Só fui reorganizar meus estudos e minha mente em Janeiro. Voltei a ler livros e principalmente a investir em mim mesmo, pois nos dois anos anteriores passei a focar só no namoro e gastar todas minhas economias nisso. Depois que comecei a fazer o reboot, comecei a pensar mais em cuidar de mim. Encarar a realidade da vida, cuidar da alimentação e do corpo e ler mais sobre desenvolvimento pessoal.

Para você ter uma ideia, antes do reeboot eu só fazia uma caminhada diária de uma hora no fim da tarde. Só lia livros de que gostava e procrastinava muito isso. Comia muita porqueira e vivia na fantasia sexual com punheta. Minhas leituras se baseavam em personagens que apresentavam o mesmo estado de espírito pessimista. Eu me percebia que não era digno de algo melhor e que não merecia amor de ninguém. Hoje, penso mais positivo e que é bom saber o que tenho de valor do que esperar que os outros me dê valor.

É legal sim fazer do reboot algo para mudar hábitos angulares. Mas, o reboot tem a função precípua de tratar do vício. Por isso, não associe inteiramente  O sucesso ou o fracasso do reeboot a outros setores da vida. Pois podemos vincular que nossa vida estará boa se nosso reeboot está limpo. Independente de seu sucesso no reeboot, tente melhorar cada setor de sua vida por sua determinação. Aí, perceberá que isto até fortalece na luta contra o vício.
Percebo no seu relato alguma semelhança com o que eu até então pensava sobre relacionamentos. Eu tinha a crença de que dependia de está com alguém do lado para ter satisfação e felicidade na vida. Quando incutimos isso, quando finalmente encontramos uma pessoa para se relacionar, a nossa tendência é investir toda a nossa energia e foco no relacionamento. Não apenas nesse meu último namoro, mas também no anterior, logo que comecei a namorar, parei de estudar e passei a investir muito tempo, energia e também dinheiro no meu relacionamento. É claro que quando estamos em um relacionamento, devemos investir algum tempo nele. Contudo, não podemos ir além das nossas forças e fazer sacrifícios muito grandes, pois quando o relacionamento chega ao fim, o sentimento de frustração é maior ainda. Por vezes bate até um arrependimento.

O melhor é investirmos em nós mesmos, procurarmos o nosso desenvolvimento pessoal e nunca deixar que a nossa felicidade dependa de outra pessoa. É procurar desenvolver essa interdependência. Nem ser muito carente e dependente do outro afetivamente, mas também não ser uma pessoa distante. Pelo que percebi nos meus últimos relacionamentos é que quando você investe mais energia do que o necessário, quando ele chega ao fim, a sensação de vazio é pior. Tanto temos mais dificuldade de superar o fim, como ficamos racionalizando muito sobre onde erramos. Acredito que o mais importante a se fazer nessas situações, é refletir sobre os nossos erros, mas também não gastar muito do nosso tempo pensando nisso, pois mesmo quando racionalmente percebemos todos os pontos em que erramos, isso só tem como ser corrigido quando estivermos numa nova relação. Não adianta ficar se torturando, sabe. Estou falando isso para você, mas serve para mim também. 

Outra coisa importante, é aceitar as coisas como elas são. Nem ter recaídas, ou seja, querer reviver o que ficou no passado, nem guardar mágoas ou ressentimento. Eu passei um tempo entre esses dois estados em relação a minha última parceira. Na verdade, tinha mais ressentimento que recaída. Sempre quando ela vinha falar comigo no whatsapp, me batia um incômodo muito grande. Não me sentia bem com ela falando comigo, bem como me sentia fraco ao ponto de não acabar com esse vínculo. Até que há umas semanas atrás tive um baita desentendimento com ela e falei muitas coisas que estavam guardadas. Depois disso a bloqueie. Por incrível que pareça, depois que fiz isso me sinto muito bem. Não me arrependo de nada que falei porque foram coisas que realmente pensava sobre ela e nem guardo rancor. Não se trata de cuspir no prato que você comeu. Reconheço as ótimas qualidades que ela tem, que são muitas, mas também vejo os defeitos, que são muito prejudiciais para um bom relacionamento.    

O mais importante que você fez foi reconhecer o seu valor e não ficar esperando pela validação alheia. Talvez isso seja o principal princípio de quem se tornou uma pessoa melhor e desenvolveu a capacidade de se sentir bem consigo mesmo. Pessoas assim atraem pessoas melhores também. Eu não tenho dúvida que a minha próxima parceira será bem melhor que a última, bem como o meu novo relacionamento será melhor, porque eu estarei uma pessoa melhor. O mesmo acontecerá no seu caso. Você parece ser um cara muito centrado e tranquilo, não sai por aí desesperado querendo se relacionar com a primeira mulher que aparece. Por esses dias eu estava conversando com uma amiga e ela me alertou sobre isso, pois eu estava fazendo exatamente isso. Sempre estava saindo por aí e tentando criar situações para encontrar uma parceira logo. Depois dessa, refleti e sosseguei rs.

Sobre relacionar inteiramente o reboot com outros setores da nossa vida, você tem razão. É bem provável que ao melhorarmos a nossa vida em geral, até o reboot se torne mais eficiente.

É isso! Desculpe pelo post grande, rs. 

Boa semana e sucesso!    

_______________________________________
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

7/11/2016, 20:52
Tem uma certa razão nisso, Wolver.
Sou um cara na minha e buscava relacionamentos para suprir carência. Até que conheci uma mulher que gostava de mim até as coisas começarem a dar errado. Agora, se eu entrar em um relacionamento, eu fazerei minha parte, sem se preocupar em só esperar algo.

Mas, este ano li o famoso "Pensa e Enriqueça", do Napoleon Hill. Há um capítulo de trata da "transmutação da energia sexual". Achei interessante uma afirmação que trata de valorizar as experiências amorosas que tivemos, mesmo que passadas. Hill afirma que lembrar estas experiências de amor, sexo e romance que tivemos faz a mente está em um estado elevado e isto ajuda a desenvolver inteligência criativa. Ou seja, se estivermos em um momento ruim, basta recordar momentos de amor que nossa mente esteja em um estado ótimo. Já que estou solteiro, é deste jeito que busco ressignificar minha experiência amorosa e esquecer antigas mágoas e ressentimentos. É nesse sentido que o amor de uma mulher pode servir de um grande poder para influenciar a vontade e determinação de um homem agir para realizar objetivos.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 37

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

7/11/2016, 21:26
Blpr escreveu:Tem uma certa razão nisso, Wolver.
Sou um cara na minha e buscava relacionamentos para suprir carência. Até que conheci uma mulher que gostava de mim até as coisas começarem a dar errado. Agora, se eu entrar em um relacionamento, eu fazerei minha parte, sem se preocupar em só esperar algo.

Mas, este ano li o famoso "Pensa e Enriqueça", do Napoleon Hill. Há um capítulo de trata da "transmutação da energia sexual". Achei interessante uma afirmação que trata de valorizar as experiências amorosas que tivemos, mesmo que passadas. Hill afirma que lembrar estas experiências de amor, sexo e romance que tivemos faz a mente está em um estado elevado e isto ajuda a desenvolver inteligência criativa. Ou seja, se estivermos em um momento ruim, basta recordar momentos de amor que nossa mente esteja em um estado ótimo. Já que estou solteiro, é deste jeito que busco ressignificar minha experiência amorosa e esquecer antigas mágoas e ressentimentos. É nesse sentido que o amor de uma mulher pode servir de um grande poder para influenciar a vontade e determinação de um homem agir para realizar objetivos.
Interessante esse trecho do livro que você citou. Hoje eu já estou tranquilo quanto a essa minha ex. Às vezes lembro de momentos felizes com ela, quando estou muito tempo sozinho em casa. Antes quando isso acontecia, eu me sentia triste e sentia saudade do que passou. No entanto, hoje mesmo quando tenho esses flash backs, encaro de uma forma natural. Apenas como boas lembranças que irei querer viver novamente, mas com outra mulher. Aí eu lembro do trecho de uma música do Zé Ramalho que eu gosto muito: "E sei que não será surpresa se o futuro me trouxer. O passado de volta num semblante de mulher".

_______________________________________
avatar
Shade
Mensagens : 58
Data de inscrição : 17/09/2016

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

8/11/2016, 16:49
Oi Smile

Estou no 16º dia sem consumir PMO. Mas tem que ser cauteloso ainda. Hoje, por exemplo, estava conversando com uma garota que estava usando um mini-short (que merda de gente vai para a faculdade se vestindo assim?) e de alguma forma surgiu na minha cabeça fantasias. Apesar de eu ter apenas olhado focadamente  o rosto dela (que é bem bonito), a minha visão periférica tava me mostrando as coxas e pernas dela. Foram poucas fantasias. Eu consegui me controlar.

Talvez ainda não esteja curado de ver as mulheres como objetos sexuais =(

Seria bom parar de conversar com mulheres que estejam quase despidas? Gera muito gatilho.

_______________________________________
avatar
Evolutivo
Mensagens : 927
Data de inscrição : 23/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

8/11/2016, 18:41
Shade escreveu:Oi Smile

Estou no 16º dia sem consumir PMO. Mas tem que ser cauteloso ainda. Hoje, por exemplo, estava conversando com uma garota que estava usando um mini-short (que merda de gente vai para a faculdade se vestindo assim?) e de alguma forma surgiu na minha cabeça fantasias. Apesar de eu ter apenas olhado focadamente  o rosto dela (que é bem bonito), a minha visão periférica tava me mostrando as coxas e pernas dela. Foram poucas fantasias. Eu consegui me controlar.

Talvez ainda não esteja curado de ver as mulheres como objetos sexuais =(

Seria bom parar de conversar com mulheres que estejam quase despidas? Gera muito gatilho.

Porque não tornar suas fantasias realidade? Se ta te dando tesão chega junto!
avatar
Shade
Mensagens : 58
Data de inscrição : 17/09/2016

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

8/11/2016, 19:42
Evolutivo escreveu:
Shade escreveu:Oi Smile

Estou no 16º dia sem consumir PMO. Mas tem que ser cauteloso ainda. Hoje, por exemplo, estava conversando com uma garota que estava usando um mini-short (que merda de gente vai para a faculdade se vestindo assim?) e de alguma forma surgiu na minha cabeça fantasias. Apesar de eu ter apenas olhado focadamente  o rosto dela (que é bem bonito), a minha visão periférica tava me mostrando as coxas e pernas dela. Foram poucas fantasias. Eu consegui me controlar.

Talvez ainda não esteja curado de ver as mulheres como objetos sexuais =(

Seria bom parar de conversar com mulheres que estejam quase despidas? Gera muito gatilho.

Porque não tornar suas fantasias realidade? Se ta te dando tesão chega junto!

Cara, não é tão fácil assim não. Eu não sou um cara que faz amizade fácil. Eu nem gosto de conversar muito também. Apesar de, sim, eu ter muito tesão, não converso com as pessoas porque não acho necessário. Só converso quando eu tenho que conversar. Daí fica difícil ter uma namorada. Mas, é melhor do que ser falso.

Gosto mais de estudar e fazer alguma atividade física.

_______________________________________
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

8/11/2016, 19:55
Shade escreveu:Oi Smile

Estou no 16º dia sem consumir PMO. Mas tem que ser cauteloso ainda. Hoje, por exemplo, estava conversando com uma garota que estava usando um mini-short (que merda de gente vai para a faculdade se vestindo assim?) e de alguma forma surgiu na minha cabeça fantasias. Apesar de eu ter apenas olhado focadamente  o rosto dela (que é bem bonito), a minha visão periférica tava me mostrando as coxas e pernas dela. Foram poucas fantasias. Eu consegui me controlar.

Talvez ainda não esteja curado de ver as mulheres como objetos sexuais =(

Seria bom parar de conversar com mulheres que estejam quase despidas? Gera muito gatilho.

Você só não deve fantasiar quando olhar uma mulher. Você pode olhar e sentir desejo numa boa. A mulher é real.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Convidado
Convidado

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

9/11/2016, 19:36
Amigo, obrigado por todos os seus conselhos que você me deu no meu diário. Conclui. Fiz o reboot! Smile

Agradeço de coração toda a atenção que você me deu. Todas as suas orientações foram boas! Very Happy
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

10/11/2016, 19:45
AsasDaliberdade01 escreveu:Amigo, obrigado por todos os seus conselhos que você me deu no meu diário. Conclui. Fiz o reboot! Smile

Agradeço de coração toda a atenção que você me deu. Todas as suas orientações foram boas! Very Happy

Parabéns, Asas! Ultimamente tem poucos reebooters que completaram o reboot. Que bom você conseguiu. Sucessos!

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Frodo Bolseiro
Frodo Bolseiro
Mensagens : 440
Data de inscrição : 10/05/2016

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

12/11/2016, 09:51
Blpr escreveu:Tem uma certa razão nisso, Wolver.
Sou um cara na minha e buscava relacionamentos para suprir carência. Até que conheci uma mulher que gostava de mim até as coisas começarem a dar errado. Agora, se eu entrar em um relacionamento, eu fazerei minha parte, sem se preocupar em só esperar algo.

Mas, este ano li o famoso "Pensa e Enriqueça", do Napoleon Hill. Há um capítulo de trata da "transmutação da energia sexual". Achei interessante uma afirmação que trata de valorizar as experiências amorosas que tivemos, mesmo que passadas. Hill afirma que lembrar estas experiências de amor, sexo e romance que tivemos faz a mente está em um estado elevado e isto ajuda a desenvolver inteligência criativa. Ou seja, se estivermos em um momento ruim, basta recordar momentos de amor que nossa mente esteja em um estado ótimo. Já que estou solteiro, é deste jeito que busco ressignificar minha experiência amorosa e esquecer antigas mágoas e ressentimentos. É nesse sentido que o amor de uma mulher pode servir de um grande poder para influenciar a vontade e determinação de um homem agir para realizar objetivos.


Poxa Blpr, isso que citou do livro, incrível, abordagem totalmente diferente de tudo que já li por aí... vou tentar por em prática, estou saindo de um relacionamento agora, e acho que isso pode ajudar!


Parabéns por ser um vencedor! abraço

_______________________________________
A cada mínima decisão, um preço, o preço da vitória ou o preço do fracasso.
Arrow Meu diário!
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

24/11/2016, 20:11


Vídeo sobre 250 dias de NoFap. Experiências e motivação.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Brlp - Página 40 Empty Re: Diário de Brlp

24/11/2016, 20:36
Blpr escreveu:

Vídeo sobre 250 dias de NoFap. Experiências e motivação.

Completo quase 180 dias de reeboot.
Porém, como devo relatar as experiências de forma transparente, relato as vantagens e tentações deste caminho.

Mantenho sempre minha ocupação e rotina. Exercícios físicos, estudos, banhos frios, boa alimentação e menos tempo na internet.

O porém é um episódio que aconteceu hoje é que não sei como avaliar. Percebo que quando mais se passa o tempo no reboot hard mode, mais a libido aumenta. Depois dos 130 ou 140 dias qualquer gatilho é perigoso. Uma imagem, um vídeo, uma situação real, fantasias, etc. Pesquisando no YouTube sobre exercícios físicos, caí na tentação e busquei dois vídeos que foram responsáveis pelas minhas recaídas ano passado no terceiro reeboot.: uma mulher dançando no chuveiro. Senti um desejo intenso e tive um orgasmo instantâneo, sem masturbar. Horas depois, fiquei só massageando o pênis em ereção e, com o polegar e o indicador, fiz um circulo, simulando um buraco onde "penetrava", parecendo uma transa. Da mesma forma, eu usava o polegar e o indicador para simular uma boca e pressionava na cabeça do pênis como se fosse um sexo oral. Passei uns bons minutos assim é acabei ejaculando. Foi um prazer muito intenso que acho efeito de longo tempo sem ejacular voluntariamente. Não considero como masturbação, mas uma forma de aliviar um desejo que há tempos não expressava e não poderia compartilhar. Assim, encontrei uma forma de simular de alguma forma um "ato sexual".

Devido a isto, o reboot hard mode chegou ao fim. Realmente, sem uma parceira, segurar tanto tempo é difícil. Ando olhando as mulheres e fantasiando às vezes. Mas não estou frustrado com isso. A luta continua. Estou sem fissuras. Me sinto aliviado. Vídeos de sexo é algo que está banido.

-------

http://comoparar.forumeiros.com/viewtopic.forum?t=5909

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos