HOCD ou não HOCD, eis a questão

+50
Roh25
Greenarrow
Elliot10
Tutu3756
Eduardo0114
Gustavo1234
Return
Girllovebaby
Azlan
Gabigol
Kirateus
---TheLostOne---
Vdnvspifi
Tigua
Ismael Alves tj
John Nada
Kyoto1337
Sair dessa
Hdmi
Marcos2
Surfer JJ
jonas10
Forca na luta
Mtk27
luizcarlos
- Cavaleiro Obstinado -
Underdog
Sirios B
GuitarDude
panod3prato
Valhala
Vysk
potiguar
Axbott
Vencendoovicio
Ringostar156
Gengar18
Spideyy
DarkSlayer
Aquilles
douglasmt3
Novo homem de honra
milhouse
Smith88
Brit
Stark
Duratec2.0
RedakaiMaster
5&4
Xavraulio
54 participantes
Ir para baixo
avatar
Usuário
Mensagens : 56
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty Re: HOCD ou não HOCD, eis a questão

1/9/2021, 14:02
Saindo dessa escreveu:Estou no 20 dia de reboot, já tive algumas melhoras, mas ainda fico pensando muito sobre oxmo vai ser meu futuro, como tudo vai ser no futuro, isso me dá muito medo, nunca pensei nisso, porque sempre tive minha certeza na vida, só pensava em casar com a mulher dos meus sonhos e ter 2 filhos e falava com convicção, mas agora parace que não tenho mais convicção de como tudo vai ser, espero melhorar disso com o passar dos dias do reboot, e voltar a minha certeza, e me apaixonar por uma mulher de novo...



Eu tenho acerteza que isso tudo vai acontecer se seguires firmes no reebot. Olha mano eu quando tive o hocd fiquei 36 dias com reebot e tudo continuava muito igual ao início (mas um pouco melhor) ent aí dps recai e comecei me a masturbar 3/4 vezes ao dia e há 6 dias descobri o fórum e acalmei muito e comecei o reebot há 4 dias.
avatar
Luan1611
Mensagens : 41
Data de inscrição : 01/09/2021
Idade : 20

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty Boa noite

3/9/2021, 18:12
Eu tô no 4 dia sem PMO, porém os pensamentos estão fodas, parece que aquela certeza e confiança que eu possui da minha sexualidade sumiu, fico pensando se eu realmente n sou gay, e só estou me enganando. Pois agr, quando estou desprevinido e vejo um homem que eu classificaria como um cara bonito, vem uma sensação estranha no meu P, como se ele quisesse ter uma ereção porém nada acontece, entretanto ontem msm, quando estava a conversa com uma amiga minha, que começamos a flertar, meu P teve uma ereção algo que foi natural n forcei nem nada. Porém essa dúvida estrema ainda me atormente bastante.

Fseler gosta desta mensagem

avatar
Saindo dessa
Mensagens : 123
Data de inscrição : 11/08/2021
Idade : 16

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty Re: HOCD ou não HOCD, eis a questão

3/9/2021, 18:14
E o HOCd mano, eu também sou uma das pessoas que achou que o reboot não iria me ajudar a melhorar, mas já ajudou muito...

Luan1611 gosta desta mensagem

avatar
Luan1611
Mensagens : 41
Data de inscrição : 01/09/2021
Idade : 20

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty N sei mais oq fazer

5/9/2021, 19:19
Olá boa noite a todos, eu tô sofrendo com esses pensamentos a 3 meses tudo ocasionado pela a baixa da libido devido ao excesso de pornografia. E antes desses problemas todos, smp fui uma pessoa que tinha certeza doq gostava, semp fui muito “tarado” por mulher, e minha adolescência dos 8 aos até hj em dia smp fiz tudo para poder
Pegar e chamar mais atenção das mulheres, e a vez outra vinha pensamentos tipo esses que eu estou sofrendo porém era algo que n durava 5min (ex: quando tava no carro com meu amigo indo ao uma festa vinha um pensamento estranhos pq vc n beija ele, pq vc n faz sexo oral nele. Porém da msm forma que que eles viam do nada sumiam rapidamente) e eu nunca me vi atraído por homem, muito pelo o contrário semp sentia um sentimento de asco de desconforto, as vezes quando nos GP de wpp que mandavam Vídeo gay, eu me sentia extremamente enojado que n cnsg durar 1min asst. Agr vlt para a atualidade, estou fazendo um tratamento com um psicólogo, a minha psicóloga ela me pediu para eu fechar os olhos e respirar fundo enquanto ela me fazia umas perguntas:
1° ela pediu para eu me lembrar da minha primeira paixão (eu fiz tendo a minha primeira paixão aos 8 anos) aí ela pediu para eu me lembrar da sensação, porém n cnsg e logo veio uma crise de ansiedade.

2° ela me pediu para me lembrar do meu primeiro beijo da sensação de como eu me sentia - sendo que eu consigo lembrar de como e de como eu gostei, porém n cnsg mais sentir a mesma sensação akele explosão de sentimos que eu senti na hora e com as diversas meninas que eu já fiquei, logo a ansiedade o medo bateu.

3° ela me pediu para eu me lembrar da primeira vez que eu fiz uma relação sexual - e voltando para o msm problema sendo que um pouco mais grave, pois na minha primeira vez, eu tava com akelas sensação incontrolável de tesão, queria experimentar todo o corpo da menina da cabeça aos pés, porém quando eu fui fazer sexo oral, meio que senti um pouco de nojo, porém n me emprestou de fazer tanto que eu fiz e demorou, porém nas outras vezes eu meio que evita uma vez outra  isso piorou dms a ansiedade e a dúvida que eu tava tendo, tanto que nesse momento meu peito tava muito pesado.

4° ela me pediu para imaginar, eu tendo uma relação com uma pessoa do msm sexo e me pediu para descrever a sensação - e a sensação foi a msm, sendo que os pensamentos ficaram “viu vc sentiu a msm coisa vc é gay gosta de homem”. E estou sofrendo mais doq nunca agr.

Eu n sei mais oq estou sentindo, parece que n me reconheço mais, eu smp tive a certeza durante a minha vida toda que gostava de mulher agr, parece que minha vida foi uma mentira, os pensamentos fazem eu ter sensações de que minha vida n passou de uma mentira. E o engraçado é que a dois dias atrás enquanto eu flertava com uma amiga eu fiquei excitado e com muito desejo, porém hj fico com sentimento que tentam dizer que foi uma farsa . Estou me sentindo horrível, desde q isso começou n cnsg sentir mais akela felicidade. Smp fui uma pessoa que pensava oq a minha futura esposa estaria fazendo agr, como ela seria, pensava em ter uma vida com ela, e fazia o msm com as meninas que namorava ou ficava e isso me trazia uma felicidade extrema me levando akele êxtase. Agr n cnsg mais fazer isso, desde que isso começou me sinto triste, n cnsg sentir atração mais por mulher como sentia antes estou desesperado n sei mais oq fazer.
avatar
Usuário
Mensagens : 56
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty Re: HOCD ou não HOCD, eis a questão

6/9/2021, 08:29
Luan1611 escreveu:Olá boa noite a todos, eu tô sofrendo com esses pensamentos a 3 meses tudo ocasionado pela a baixa da libido devido ao excesso de pornografia. E antes desses problemas todos, smp fui uma pessoa que tinha certeza doq gostava, semp fui muito “tarado” por mulher, e minha adolescência dos 8 aos até hj em dia smp fiz tudo para poder
Pegar e chamar mais atenção das mulheres, e a vez outra vinha pensamentos tipo esses que eu estou sofrendo porém era algo que n durava 5min (ex: quando tava no carro com meu amigo indo ao uma festa vinha um pensamento estranhos pq vc n beija ele, pq vc n faz sexo oral nele. Porém da msm forma que que eles viam do nada sumiam rapidamente) e eu nunca me vi atraído por homem, muito pelo o contrário semp sentia um sentimento de asco de desconforto, as vezes quando nos GP de wpp que mandavam Vídeo gay, eu me sentia extremamente enojado que n cnsg durar 1min asst. Agr vlt para a atualidade, estou fazendo um tratamento com um psicólogo, a minha psicóloga ela me pediu para eu fechar os olhos e respirar fundo enquanto ela me fazia umas perguntas:
1° ela pediu para eu me lembrar da minha primeira paixão (eu fiz tendo a minha primeira paixão aos 8 anos) aí ela pediu para eu me lembrar da sensação, porém n cnsg e logo veio uma crise de ansiedade.

2° ela me pediu para me lembrar do meu primeiro beijo da sensação de como eu me sentia - sendo que eu consigo lembrar de como e de como eu gostei, porém n cnsg mais sentir a mesma sensação akele explosão de sentimos que eu senti na hora e com as diversas meninas que eu já fiquei, logo a ansiedade o medo bateu.

3° ela me pediu para eu me lembrar da primeira vez que eu fiz uma relação sexual - e voltando para o msm problema sendo que um pouco mais grave, pois na minha primeira vez, eu tava com akelas sensação incontrolável de tesão, queria experimentar todo o corpo da menina da cabeça aos pés, porém quando eu fui fazer sexo oral, meio que senti um pouco de nojo, porém n me emprestou de fazer tanto que eu fiz e demorou, porém nas outras vezes eu meio que evita uma vez outra  isso piorou dms a ansiedade e a dúvida que eu tava tendo, tanto que nesse momento meu peito tava muito pesado.

4° ela me pediu para imaginar, eu tendo uma relação com uma pessoa do msm sexo e me pediu para descrever a sensação - e a sensação foi a msm, sendo que os pensamentos ficaram “viu vc sentiu a msm coisa vc é gay gosta de homem”. E estou sofrendo mais doq nunca agr.

Eu n sei mais oq estou sentindo, parece que n me reconheço mais, eu smp tive a certeza durante a minha vida toda que gostava de mulher agr, parece que minha vida foi uma mentira, os pensamentos fazem eu ter sensações de que minha vida n passou de uma mentira. E o engraçado é que a dois dias atrás enquanto eu flertava com uma amiga eu fiquei excitado e com muito desejo, porém hj fico com sentimento que tentam dizer que foi uma farsa . Estou me sentindo horrível, desde q isso começou n cnsg sentir mais akela felicidade. Smp fui uma pessoa que pensava oq a minha futura esposa estaria fazendo agr, como ela seria, pensava em ter uma vida com ela, e fazia o msm com as meninas que namorava ou ficava e isso me trazia uma felicidade extrema me levando akele êxtase. Agr n cnsg mais fazer isso, desde que isso começou me sinto triste, n cnsg sentir atração mais por mulher como sentia antes estou desesperado n sei mais oq fazer.


Pois mano pelos os vistos estás a ser afetado pelos efeitos do PMO, eu também tenho hocd mas muito mais fraco do que ao início, no início eu nem conseguia sair à rua e às veses nem podia ouvir a palavra "homens" ou "homossexuais".
A única coisa que eu te recomendo é fazeres o reboot, não é um coisa fácil para quem é viciado, vais ter muita vontade de testares-te para provares que não és gay mas se recaires faz parte da trajetória. Eu estou há 9 dias sem PMO, desta vez eu não vou recair, tive muito tempo centenas de recaídas e isso acabou comigo.
Força mano Very Happy

Luan1611 gosta desta mensagem

avatar
Luan1611
Mensagens : 41
Data de inscrição : 01/09/2021
Idade : 20

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty Bom dia

7/9/2021, 11:19
Bom dia, estou tentando fazer o Reboot, porém os pensamentos continuam muito intensos, sendo que cheguei em um ponto que n sei se eu tô me sentindo mal, tipo os sentimentos de angústia, medo ansiedade diminuíram bastante, sendo fica palpitando os pensamentos na minha cabeça ainda, então eu realmente estou virando gay?? Tipo tudo n passava de um aceitação?? Estou muito confuso.
Obs: estou tomando remédio anti depressivo, passado por um psiquiatra
avatar
mafinhos
Mensagens : 3
Data de inscrição : 10/09/2021

HOCD ou não HOCD, eis a questão - Página 13 Empty Re: HOCD ou não HOCD, eis a questão

10/9/2021, 10:54
Olá a todos! Sou português, portanto não reparem na minha escrita de tuga.

Tenho 23 anos, fui apaixonado por raparigas a vida toda, algumas paixões doentias mesmo, sempre tinha que gostar de alguém. Saí há 9 meses de um relacionamento de 4 anos. Os melhores dia da minha vida, fui feliz como nunca pensei ser. Amava-a (acho que ainda a amo) e admito que se calhar em demasia, fiz dela o centro da minha vida. O último ano do nosso namoro foi terrível, ela tinha crises constantes sobre o que sentia por mim. Era capaz de ter uma semana em que eu achava que não íamos durar muito e depois ela voltava ao normal. Ela tinha uma personalidade um bocado tóxica, emancipada, algo que eu adorava, mas pelo facto de eu ter uma auto-estima péssima desde sempre, aliada a um transtorno de ansiedade, toda a gente me dizia que ela é que mandava na relação, o que admito que me fazia alguma impressão. Mas amava-a e quando sentia o amor dela tudo valia a pena. Descobri a pornografia aos 10 anos, sempre hétero, sempre com atração por raparigas, tanto física como afetiva. Em criança tinha simulado com os meus primos atos sexuais. Também comecei a consumir pornografia homossexual e a dar aso a algumas fantasias homossexuais que me apareciam à cabeça. Nunca na porra da vida poderia achar que isto significava alguma coisa, apenas desvalorizava e olhava como uma fantasia parva fruto da masturbação e da pornografia em excesso (várias vezes ao dia). Ainda assim as fantasias com raparigas eram obviamente constantes e de forma excessiva. Além disso, o meu sonho sempre foi casar e ter uma família unida e feliz, de acordo com os meus princípios cristãos. E é o meu sonho, que agora está despedaçado por causa do fim da minha relação. Eu e a minha exnamorada estivemos 3 anos sem sexo, pelos nossos princípios conservadores. Eu sentia uma atração absurda por ela, cada toque era uma coisa linda, sentia o "brilhozinho nos olhos" (como dizemos em Portugal) e a magia no ar sempre que estava com ela. Fruto da nossa inexperiência, quando fizemos não foi a melhor coisa do mundo. O que é normal, porque a pornografia vende-nos uma coisa que não é real. Terminámos porque, acho eu, ela já não sentia o mesmo e eu estava mergulhado numa depressão, num transtorno de ansiedade e num TOC profundos.
As minhas obsessões começaram quando o meu transtorno de ansiedade começou a crescer. Fui para o hospital uma vez a achar que ia ter um ataque cardíaco, fizeram-me um cataterismo, eu estava aterrorizado, nunca tinha sentido um medo daqueles. Felizmente, não era nada, provavelmente só ansiedade. Desde esse dia foram poucos os momentos de paz que tive na vida. Primeiro, durante vários meses, achei que me ia dar um ataque cardíaco a qualquer momento. Sentia o braço dormente, palpitações fortes constantes (que passaram com o tempo). Depois, comecei a sentir azia e dores de estômago também constantes. Logo, achei que tinha cancro. Andei meses a sofrer com isso, constantemente a pensar em hipóteses catastróficas. Fiz exames e não tinha nada. Paralelamente a isto, a minha relação tinha imensos problemas e eu estava a dar em louco. Foi na altura da quarentena, também. Entrei no meu mestrado de sonho, estava encantado mas também muito stressado com as aulas, aliado às minhas obssessões de saúde, com os meus problemas de relação sempre na cabeça. Tudo misturado... Um pesadelo.
Em Novembro do ano passado começou o maior inferno da minha vida. Depois de duas vezes na intimidade com a minha namorada em que falhei completamente (perdi a ereção), comecei a ter ataques de ansiedade absurdos. Passei a evitar estar com ela sexualmente, quando apenas uns dias antes de isto acontecer eu era doido por isso, era a coisa mais deliciosa da vida. Comecei a ter pensamentos assustadores que me deixavam com calores e sem ar: que já não gostava de raparigas, que não era um homem e sim uma mulher, que era homossexual, que as coisas que tinha visto e feito na infância e adolescência tinham-me mudado, que ia deixar de ser quem sou. Começaram a aparecer sintomas físicos, algo que descrevo como "ter a consciência no anûs", pequenas sensações no pénis, imagens perturbadoras que me apareciam a toda a hora. Não conseguia dormir, contei tudo aos meus pais, eles preocupados mas que nunca duvidaram da minha essência, assim como toda a gente que soube do meu caso. Passaram 10 meses de tudo isto. Reparo que já tive momentos muito bons, em que achei que o HOCD nunca mais voltaria e que era realmente ridículo, mas já tive momentos de puro inferno, em que duvido de tudo, tenho medo de tudo, tenho medo de viver uma mentira. No entanto, começo já a detetar as armadilhas do pensamento que este sacana do HOCD faz. Aliás, ler este fórum e outros fez-me entender que sofremos todos do mesmo: OCD, que nos vai afetando de acordo com o nosso medo. Nos momentos em que os pensamentos perturbadores se afastam, dão-me umas saudades inacreditáveis da minha ex namorada. Só me apetece abraçá-la e casar com ela.

Agora vem a pergunta que quero fazer. Qual é o diagnóstico que me dão aqui? Razz
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos