Ir em baixo
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty A luta que é viver

em 29/6/2018, 05:06
Olá, caro leitor,
Este é um esboço de relato de um iniciante neste jogo que é a vida sobre a insegurança, medo, solidão e a confusão mental que o vício em masturbação e pornografia me trouxe.
Meus problemas sexuais se deram após o vício da masturbação ficarem fora de controle. A minha pessoa mais amada já não recorria mais em meus sonhos eróticos (embora pensar nela me trouxesse conforto, segurança e, de menos importante, libido), os estímulos necessários à um orgasmo me deixavam mais inseguro, o medo de contar à ela isso fez-me recorrer a meios rápidos e fáceis de conseguir tanto "tesão", criado falsamente ao me introduzir no mundo da pornografia.
Um trágico dia, ao ficar curioso com certos assuntos sexuais (sou um jovem curioso, em todos os aspectos), me deparei com fotos explícitas de penetração em uma propaganda em alguns sites, me satisfez, vi que me "animava" sexualmente, procurei mais e mais aquelas fotos picantes. Mas de fotos fui a gifs, de gifs a curtos videos pornográficos, depois à longas cenas de sexo, minha mente exigia cada vez mais, cada vez mais diferente, cada vez mais esquisito, cada vez mais perigoso, ...
O pior de tudo é que passei 4 anos em luta contra a masturbação, consegui resultados de chegar à um mês sem praticar, acreditava nunca precisar de pornografia (ela não faz parte da minha índole, do meu ego, do meu ser essencial), mas por recaídas emocionais me deixei levar à ela, e em um mês já estava viciado, acabando ppr se sentir solitário nessa luta, mesmo que meus amores (família, amigos, par romântico) estejam sempre à meu lado, direta ou indiretamente, sabendo ou não da situação.
Por isso hoje, decidido à acabar com meus dois vícios, iniciarei uma verdadeira batalha contra mim mesmo, meus desejos estupidos de buscar falsos sentimentos criado pela pornografia sendo que posso desfrutar do mais belo sentimento na vida que é o de se sentir cuidado, protegido, amado, evoluindo psicologicamente e fisicamente contra esses dois males.
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty 1• dia completo sem PMO

em 30/6/2018, 04:42
Olá novamente, caro leitor
Escrever o primeiro relato (qual tentarei fazer como um diário) me foi muito gratificante e confortante. De certa forma sempre precisei me expressar mais emocionalmente, já que foi a insegurança emocional e física que me fizeram progredir como espectador de tantas pornografias, por isso me satisfez somente o ato de escrevê-lo.
Contudo, diferentemente de muitos dos viciados em qualquer coisa que começam a ter crises de abstinência em dias e semanas após o início de sua luta, comigo geralmente os sintomas de depressão situacional (sendo a abstinência como gatilho), cansaço, procrastinação e desmotivação à sociabilidade me afetam nos primeiros momentos e dias de abstinência, tendo melhoras e recaídas dependendo de estímulos que recebo externamente. É difícil esta etapa, pois começo a duvidar de mim mesmo (mesmo que de tão cansado e acostumado à pornografia, nenhum gênero me estimulava mais), duvidar do amor da pessoa que sei que mais me ama em todo este mundo, da minha fé e amor por meu Deus, duvidar do significado que dei à minha vida chegando a pensar que o suicídio é a melhor forma de acabar com os sofrimentos e as lutas.
Todavia, quando volto a me lembrar de quem sou, do que vivi e aprendi, das coisas físico psicológicas que adquiri, dos amores que conquistei, acredito novamente que é bom continuar nessa luta que é a vida, pois viver pra mim é o melhor motivo de tudo, a morte (segundo sentido da vida) só terá sentido quando eu realmente viver, acredito que ainda preciso viver muito mais, e sem a pornografia com muito mais qualidade e felicidade. Houve muitos questionamentos em minha mente hoje, muitos momentos em que pensei em coisas boas e ruins, muitas coisas que descobri d mim mesmo, mas elas não são tão relevantes neste diário (por enquanto, ao menos), assim pois, vou finalizando. Acreditando sei que todos aqui podem superar e viver melhor, força à todos nós. ^_^
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty 2 • dia

em 1/7/2018, 05:48
Olá, caro leitor
Eu tinha muito o que falar nesse dia, mas ao tentar enviar o longo texto que digitei, bem... Eu também fiquei com motivos pra ficar com raiva (um grande desabafo por água abaixo, o site não carregou nos servidores, o perdi kkkk [risos] ), mas não fiquei, ao menos não continuei.
Como não tenho muito tempo para redigir outro texto pelo celular, vou resumir meus sentimentos e qual o resultado de hoje:
Culpa, tristeza, vontade frenética, tristeza, solidão, socialização, cansaço de uma longa viagem em um longo dia, gosto pela vida e pelas pessoas que amo, tristeza pela recaída, demonstração de afeto, lembranças de afeto que recebo todo dia de minhas amadas pessoas, calma, venci, escrevi, raiva rsrsr [risadinha], paciência, sono, até amanhã.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Sonhador Lúcido
Sonhador Lúcido
Mensagens : 140
Data de inscrição : 05/10/2017

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 1/7/2018, 21:03
Isso aí meu jovem. Gostei da atitude, continue firme na luta.

Te acompanhando, um abraço!

_______________________________________


MEU DIÁRIO

http://comoparar.forumeiros.com/t7617-90-dias-nunca-estive-com-tanto-medo
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty 3• dia completo sem PO

em 2/7/2018, 02:40
Caro leito, olá novamente
Bem, se vc acompanha meu diário deve ter percebido que o 2• dia está faltando, foram problemas de envio e perda dos dados (fiquei desencorajado a refazê-lo kkk [risos]).
Bem, você que é detalhista deve ter percebido a falta de um M no titulo, mas ele foi intencional. Não vou enrolar porque é explicito e óbvio que sim, pratiquei a masturbação no dia de hoje, peso até a ter que zerar meu contador. Não cheguei ao orgasmo, embora a falta de estímulos fora da rotina que tinha de todos os dias se masturbar me levasse a soltar muitos fluidos e um mui pouco de sémem sem os "finalmentes" das coisas.
Foi um dia difícil de se controlar, mesmo em meio à tantas pessoas que amo em minha volta. Sei que errei, e se alguém puder me ajudar, diga-me se é melhor resetar meu contador de dias. Embora tenha tido tanta agitação neste dia, saiu melhor do que eu esperava de mim mesmo, ficar sem pornografia e sem o orgasmo, ainda adquiri mais experiência com meu corpo, descobrindo que posso evitar muitas crises com as atividades que mais gosto (hoje ler, conversar com alguém, ocupar a mente), me evitou centenas de vezes em ir ao banheiro tirar essa tensão hormonal que a abstinência me traz. Mas minha fraqueza foi se ver só em casa, por isso vou passar mais tempo na presença de pessoas, me tornar mais saudável, conseguir mais força para essa luta que é viver.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Buda
Buda
Moderador
Moderador
Mensagens : 1434
Data de inscrição : 16/06/2016

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 2/7/2018, 14:29
Olá, Jhunyo

A masturbação só passa a ser um problema por conta das fantasias, as quais podem nos levar de volta à pornografia.

Continue firme no reboot, pois você só tem a ganhar com ele.

* Algumas mensagens suas foram fundidas ao diário que você já havia criado (título do diário: A luta que é viver). Sempre clique em Responder ao tópico para dar continuidade dos seus relatos neste diário. Assim, as pessoas podem conhecer melhor a sua luta contra o vício em pornografia e te ajudar da forma mais adequada de acordo com os seus relatos anteriores.

Abç.
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Recomeço

em 3/7/2018, 04:00
Olá, caro leitor

"Não sei o que dizer.
Explicar não diminui minha culpa.
Mas ficar se culpando não resolve o problema."

Estes foram meus pensamentos depois do "Nossa, perdi pro meu corpo novamente..." . Já havia lido em alguns relatos que o 4• dia sem PMO seria o mais difícil na primeira semana -- ao que parece é verdade --, mas eu não sei se deveria dizer isto: Por sorte a pornografia não me domina mais, nem sequer penso em recorrer à ela novamente e nem recorri, mas pro meu azar e minha fraqueza, a masturbação me dominou a mente o dia inteiro até que, cedendo às vontades corporais, resetei o M e o O da contagem de dias sem PMO.

Por incrível que pareça, lutar nos dá força para que nem mesmo nossa mente, maior parte de nós mesmos, consigam trazer tamanhas crises de abstinência como antes, tamanha solidão e desejo de morte já não aparecem horas após perder a batalha (batalha, não a guerra). Memos em tão poucos dias, já se percebe mudanças visíveis em meu humor, minhas vontades sexuais e libido, mas cada dias mais, mesmo após a masturbação, anseio o colo carinhoso e cheio de amor da minha pessoa amada. Este colo me conforta e me reforça a vontade de continuar a luta, sei que todos tem este tipo de pessoa que nos conforta, este tipo de amigo (a), de pai (mãe), tio (a), primo (a) que nos ouve e nos ama.

Por isso, mesmo não tendo muita força nas batalhas, um conselho que dou é: Ame mais, mas ame de verdade, não se entregue à amores irreais (se é que podemos chamar de amor) mas ame e sua luta não será somente mais uma luta, mas sim uma caminhada para a linha de chegada da vitória na vida.

Ps: Obrigado a quem lê e responde os meus diários, minhas dúvidas e problemas. O fórum me é mui incentivador nessa luta contra a PMO e saber que posso ter o apoio da comunidade é gratificante. Um cheiro no coração, galera, muito obrigado mesmo.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
avatar
NerdsMaxx
Mensagens : 2
Data de inscrição : 30/06/2018

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 3/7/2018, 18:06
Você vai conseguir se sair vecendor nessa batalha, a cada recaída que tomamos, mais forte ficamos, e um dia não sofreremos recaídas. Eu tenho 19 anos, e vi pornografia pela primeira vez quando tinha 10 anos de idade, com 16 ou 17 anos fui procurar terapia, e a terapia ajudou muito, mesmo demorando de eu ter resultado. No mês passado tinha conseguido passar 44 dias sem ver pornografia, mas infelizmente não durou mais que isso, devido ao meu nervosismo com vestibular no dia seguinte, aí me descontrolei, mas hoje tô mais calmo.
Lutar nessa batalha é difícil, mas a mudança nunca é impossível. Com o tempo a batalha vai ficando mais fácil, eu pelo menos acho.
Recaída não é um fracasso, e sim desistir. Nunca desistindo, você vai vencer essa batalha!
Estamos juntos, amigo!! Rezarei por você! E tchau!
Sonhador Lúcido
Sonhador Lúcido
Mensagens : 140
Data de inscrição : 05/10/2017

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 4/7/2018, 00:39
O modo como falou do amor, eu gostei. Ele é uma forte âncora. Ele nos ajuda a não só nos sentirmos especiais e necessitados de atenção; mas também a saber se doar. Amar mais é se doar mais e isso traz algo muito libertador: esquecer um pouco de si mesmo.

Já que está feroz nessa luta, e destacou a importância de não desistir da guerra, meeixe fazer uma observação: não importa cair (que clichê) sabe por que? Por assim irá aprender. O Reboot, eu vejo como igual uma habilidade. Eu vejo igual tocar violão ou desenhar; alguns vão fazer muito bem de primeira, outros irão ter dificuldades em diferentes graus. Mas no final, todos podem fazê-lo muito bem.

Você sabe se observar bem. Seja disciplinado mas não seja tão duro consigo mesmo. Você consegue!

_______________________________________


MEU DIÁRIO

http://comoparar.forumeiros.com/t7617-90-dias-nunca-estive-com-tanto-medo
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Mais um dia por mim, mais um dia pelo amor

em 4/7/2018, 05:07
Olá, amigo (a) leitor (a),

Minha mente ultimamente anda querendo que eu procrastine todas as coisas boas em minha vida: Estudos, exercícios, minhas leituras, meus momentos de filosofias, minha batalha contra a Pornografia e a Masturbação. Mesmo cansado de um longo dia de estudos, creio que esse diário já faz parte de mim, larga-lo seria como largar minha luta, nenhuma preguiça me faria parar de vir ao fórum, por isso estou aqui, mais uma vez, escrevendo sobre experiências vindas da abstinência de P e M.

Contudo, ao que parece, minha inspiração para retratar esse dia, os sentimentos surgidos, pessoas e momentos que vivenciei, não está tão boa. Tudo que escrevo parece ter completo vazio e as mais singelas palavras são como o ouro que perde seu brilho. Talvez seja a abstinência, mas também sei que não posso ficar culpando a abstinência por tudo de ruim em minha vida, eu meu ontem, hoje e amanhã.

O som do silêncio no meu quarto, embora me lembre melancolia, já não me traz vontade de nada (antes o vento me levava a refletir, ler, escrever, receber e doar carinho), mas hoje a monotomia e a falta de algo novo me deixaram maluco, mas estranhamente estou muito cansado fisicamente -- acho que necessito de um descanso da mente e do corpo, um sono com sonhos de amores e alegrias talvez revigore para um amanhã melhor.

Mas, felizmente por hoje, a batalha está vencida, orarei para que todos possam vencer não só a luta que é viver o dia de hoje e de amanhã, mas também toda a guerra de toda a nossa vida.

Um cheiro no coração de todos (as), abraços, tchau.




_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Um agradecimento de coração

em 4/7/2018, 05:17
Muito obrigado pelas palavras confortantes e dicas de todos, sinceramente. A vitória está mesmo naqueles que se doam e ajudam os outros, por isso sei que vocês já venceram não só a PMO, mas toda a vida. ^_^

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Marker
Marker
Mensagens : 430
Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 4/7/2018, 06:40
Fala, bro! De boas?

Conheci teu diário agora, mas já queria te parabenizar por essa determinação que você passa por meio dos seus posts. Se continuar assim, vai longe hein. Mano, não fica triste com reset não, faz parte da jornada, o importante é aprender com os erros. Tenta buscar motivação, principalmente dentro de você, inclusive te recomendo a prática da meditação, porque basicamente você vai treinar pra ficar mais presente no momento, dando um baita impulso no reboot, e ao mesmo tempo vai conseguir gerenciar melhor seus sentimentos, crescendo como pessoa e atingindo, num futuro próximo, a maturidade emocional (a chave pra sair de qualquer vício).

Uns brothers me passaram um link de um post muito incrível, que acho que todo mundo deveria ler, e tenho certeza que vai te ajudar imensamente na sua luta. Pode ter certeza que você vai se agradecer depois de ler esse post. Se liga o link :

http://www.yourbrainrebalanced.com/forum/threads/my-thoughts-on-rebooting-extremely-long-post.15558/

Espero ter ajudado, mano. Abração e bem-vindo!

_______________________________________




MEU DIÁRIO
https://www.comoparar.com/t7233-virando-o-jogo#177280


'''Aqueles que cultivam o hábito da persistência parecem ter um seguro contra o fracasso'' - Napolleon Hill


“O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo.” - Winston Churchill
avatar
Convidado
Convidado

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 4/7/2018, 14:13
Tive a pouca tempo um grande desânimo em relação ao reboot, conheço essa vontade de procrastinar. Esse link que o Rebooter mandou foi o que me levantou do fracasso. Um Reboot precisa ser feito pensando em uma meta para quando o vicio for vencido. Pense em um talento que vc tenha e se dedique a ele, visando uma profissão.
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 4/7/2018, 15:29
Obrigado, pessoal, já iniciei a leitura que me pediram, e obrigado pela motivação, neste desânimo de ultimamente tais palavras me serviram muito. Vou passar a meditar mais, preciso mesmo, acho que vai me ajudar para não me aproximar do abismo, assim como todo o fórum tem me ajudado muito.

Obrigado mesmo, abraços.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty A felicidade bate a porta

em 5/7/2018, 05:32
Olá, caro leitor,

Eu e você já sabemos as dificuldades que surgem ao enfrentarmos nossos vícios, como é ferido nosso ego, como é muitas vezes doloroso quando nossa mente cria armadilhas para nós mesmos, mas muitas vezes esquecemos que a abstinência de P e M é uma oportunidade que damos à nós mesmos para sermos mais felizes.

Eu decidi que abrirei a porta para esta felicidade que bate. Já disse isso, mas aproveitar o que é de melhor na vida fez-me até mesmo esquecer o que é a P, nem me lembrava que estava em uma batalha -- e isso é bom, eu acho rsrs [risos] --, sinto até que me cansar com o que é agradável e saudável é o que mais me falta ultimamente.

Neste cansaço vou concluindo esse diário, a batalha de hoje. Mais um dia, graças à Deus, ao meu esforço, à meus amigos e amores. Mais um dia...

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Sephiroth
Sephiroth
Mensagens : 379
Data de inscrição : 26/10/2017

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 5/7/2018, 16:29
Pra chegar ao céu , tem que passar pelo o inferno primeiro, a abstinência vai doer sim vai muitas vez pelas emoções que foram mal resolvidas e usadas pelo vício como rota de fuga ... essa é uma grande oportunidade de enfrentar seus problemas de frente e se tornar um homem de valor...abraço
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Meu maior mal

em 7/7/2018, 05:37
Olá, caro amigo leitor,

Já faz 2 dias que estou que estou sem escrever: Isso me causou mais recaídas que o normal. O cansaço físico me dominou de uma forma que nem mesmo as coisas mis prazerosas e saudáveis à mim pareciam ser merecedoras de meus esforços, e me deixei levar pelo caminho errado.

A masturbação sempre foi meu maior demônio desde a pré-adolescência -- talvez porque eu saiba que não foi por influências externas, mas minha própria curiosidade me levou a experimentá-la. Mas ao que parece, efeitos do vício nela são parcialmente semelhantes ao meu vício de pornografia (do qual a abstinência ainda persiste), como a necessidade de coisas novas para me saciar. Isso me fez cair em umas loucuras na mente, a ponto de praticar a auto-felação para conseguir me satisfazer sexualmente.

Felizmente, percebi meus erros de cara ao contrário de abandonar todo esse meu pequeno progresso, por tal, já sei que devo cessar essa prática antes que se torne um demônio mais poderosos do que eu.

Meu maior mal, busco vencê-lo um dia, nem que necessite treinar a vida toda. Serei um vencedor, disso tenho certeza. E por este meio, vou finalizando, que todos tambem recebam as graças nq vida que necessitam, força galera. Muito obrigado.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Sonhador Lúcido
Sonhador Lúcido
Mensagens : 140
Data de inscrição : 05/10/2017

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 11/7/2018, 02:16
Jhunyo escreveu:Olá, caro amigo leitor,

Já faz 2 dias que estou que estou sem escrever: Isso me causou mais recaídas que o normal. O cansaço físico me dominou de uma forma que nem mesmo as coisas mis prazerosas e saudáveis à mim pareciam ser merecedoras de meus esforços, e me deixei levar pelo caminho errado.

A masturbação sempre foi meu maior demônio desde a pré-adolescência -- talvez porque eu saiba que não foi por influências externas, mas minha própria curiosidade me levou a experimentá-la. Mas ao que parece, efeitos do vício nela são parcialmente semelhantes ao meu vício de pornografia (do qual a abstinência ainda persiste), como a necessidade de coisas novas para me saciar. Isso me fez cair em umas loucuras na mente, a ponto de praticar a auto-felação para conseguir me satisfazer sexualmente.

Felizmente, percebi meus erros de cara ao contrário de abandonar todo esse meu pequeno progresso, por tal, já sei que devo cessar essa prática antes que se torne um demônio mais poderosos do que eu.

Meu maior mal, busco vencê-lo um dia, nem que necessite treinar a vida toda. Serei um vencedor, disso tenho certeza. E por este meio, vou finalizando, que todos tambem recebam as graças nq vida que necessitam, força galera. Muito obrigado.

Sua determinação desde o começo acho foda. Lembre-se sempre de quando estiver sem energia, exausto e estressado, de se observar bem. É nessas horas que geralmente mostramos uma parte nossa que inconscientemente tentamos não reparar.

No mais, muito força aí cara. Tô gostando de ver sua resiliência e progresso

_______________________________________


MEU DIÁRIO

http://comoparar.forumeiros.com/t7617-90-dias-nunca-estive-com-tanto-medo
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty O valor do descanso

em 13/7/2018, 02:04
Olá, amigo leitor

De corpo e mente exaustos, me deixei fora do mundo da Internet por alguns dias, e isso me trouxe mais vigor do que esperava. Não me abateu a vontade de procurar nada de cunho sexual (o que já me faz completar mais de duas semanas sem pornografia) e embora tenha caído na masturbação, por razões que ainda não pude identificar, me sinto forte.

Talvez esteja me exaltando em demasiado ao falar em mais força, talvez até meio presunçoso, mas é o que tenho passado a sentir desde que adentrei nesse fórum, desde que analisei a mim mesmo e vi que minhas falhas não são o que sou se eu não quiser. A batalha parece se tornar com mais obstáculos quando você ultrapassa o primeiro, mas depois que seu corpo e mente se acostumam com a primeira queda, a segunda é mais fácil de evitar, e quando não evitada, você aprende que chorar de nada resolve.

Mas, por não me lembrar exatamente as horas que caí, vou marcar o agora como o recomeço da jornada à vitória.
Agradeço a você, que leu até o fim este relato, me é mui satisfatório ter o apoio de todos; se te ajudei, não agradeças à mim, mas a você mesmo por estar se dando uma nova chance de vida agora, uma nova perspectiva. Abraços, um cheiro no coração. study Smile

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Sonhador Lúcido
Sonhador Lúcido
Mensagens : 140
Data de inscrição : 05/10/2017

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 13/7/2018, 16:13
Jhunyo escreveu:Olá, amigo leitor

De corpo e mente exaustos, me deixei fora do mundo da Internet por alguns dias, e isso me trouxe mais vigor do que esperava. Não me abateu a vontade de procurar nada de cunho sexual (o que já me faz completar mais de duas semanas sem pornografia) e embora tenha caído na masturbação, por razões que ainda não pude identificar, me sinto forte.

Talvez esteja me exaltando em demasiado ao falar em mais força, talvez até meio presunçoso, mas é o que tenho passado a sentir desde que adentrei nesse fórum, desde que analisei a mim mesmo e vi que minhas falhas não são o que sou se eu não quiser. A batalha parece se tornar com mais obstáculos quando você ultrapassa o primeiro, mas depois que seu corpo e mente se acostumam com a primeira queda, a segunda é mais fácil de evitar, e quando não evitada, você aprende que chorar de nada resolve.

Mas, por não me lembrar exatamente as horas que caí, vou marcar o agora como o recomeço da jornada à vitória.
Agradeço a você, que leu até o fim este relato, me é mui satisfatório ter o apoio de todos; se te ajudei, não agradeças à mim, mas a você mesmo por estar se dando uma nova chance de vida agora, uma nova perspectiva. Abraços, um cheiro no coração.  study  Smile  

Você não está se exaltando demais, pelo menos não me parece. Acho seu relato bem modesto. Reforce sempre essa sua autoestima e a reputação que tem consigo mesmo. Sem se esquecer de se auto vigiar.

Vamos juntos!

_______________________________________


MEU DIÁRIO

http://comoparar.forumeiros.com/t7617-90-dias-nunca-estive-com-tanto-medo
avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty A fraqueza, porta para mais fraqueza

em 3/8/2018, 06:16
Olá, leitor,
Quanto tempo não escrevo nesse singelo diário. Estou desapontado comigo mesmo por diversos fatores que me ocorreram esses dias:
Procrastinação
Fraqueza
Queda

Nesses últimos dias minha cidade se encontrava em festa, a tradicional festa dos padroeiros da igreja católica, e como sou responsável pela parte musical de todas as celebrações, ensaios noite e dia, dia após dia me deixaram com um cansaço tremendo, porta para muita procrastinação em tempo livre.

Quando estava a ficar só, o que passou a fazer parte de minha rotina de descanso (umas horas de sono), muitas vezes me vina o desejo, o doce mas amargo desejo de cair na masturbação. O que mais me decepcionou nem foi esse impasse já rotineiro da minha vida que é a luta contra ela, mas o fato de que eu passei a buscar estímulos para praticá-la (mesmo depois de mais de um mes sem pornografia), busquei diversas imagens de cunho sexual.

Iniciando novamente -- talvez mais forte, talvez não -- a batalha contra a PMO, num anseio enorme pelo afeto da minha pessoa amada que não tenho à semanas, continuo, pedindo forças à Deus, pedindo forças à família e amigos, à meu amor, à vida, pedindo forças à mim mesmo.

Obrigado por ler até aqui, forças para você, para todos nós que queremos superar a nós mesmos.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

https://www.comoparar.com/t7852-a-luta-que-e-viver
Sonhador Lúcido
Sonhador Lúcido
Mensagens : 140
Data de inscrição : 05/10/2017

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 3/8/2018, 12:48
Jhunyo escreveu:Olá, leitor,
Quanto tempo não escrevo nesse singelo diário. Estou desapontado comigo mesmo por diversos fatores que me ocorreram esses dias:
Procrastinação
Fraqueza
Queda

Nesses últimos dias minha cidade se encontrava em festa, a tradicional festa dos padroeiros da igreja católica, e como sou responsável pela parte musical de todas as celebrações, ensaios noite e dia, dia após dia me deixaram com um cansaço tremendo, porta para muita procrastinação em tempo livre.

Quando estava a ficar só, o que passou a fazer parte de minha rotina de descanso (umas horas de sono), muitas vezes me vina o desejo, o doce mas amargo desejo de cair na masturbação. O que mais me decepcionou nem foi esse impasse já rotineiro da minha vida que é a luta contra ela, mas o fato de que eu passei a buscar estímulos para praticá-la (mesmo depois de mais de um mes sem pornografia), busquei diversas imagens de cunho sexual.

Iniciando novamente -- talvez mais forte, talvez não -- a batalha contra a PMO, num anseio enorme pelo afeto da minha pessoa amada que não tenho à semanas, continuo, pedindo forças à Deus, pedindo forças à família e amigos, à meu amor, à vida, pedindo forças à mim mesmo.

Obrigado por ler até aqui, forças para você, para todos nós que queremos superar a nós mesmos.

Acredito que a procrastinação é uma luta muito comum, não só entre nós viciados. Junta isso a ficar só, pode ser decisivo para a queda. Eu também sempre começava a fantasiar de quando ficava sozinho; é praticamente automática essa reação.

Se esse for o motivo de suas últimas quedas, ou evite criar esse gatilho, ou procure por bloqueadores.

Um grande abraço, fica com Deus e vamos juntos nessa batalha.

_______________________________________


MEU DIÁRIO

http://comoparar.forumeiros.com/t7617-90-dias-nunca-estive-com-tanto-medo
Salah
Salah
Mensagens : 875
Data de inscrição : 06/05/2018

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 4/8/2018, 15:22
Eu também quando fico sozinho automaticamente começo a fantasiar,sabe o que eu fiz?Evitei de ficar sozinho,é meio simples kk

_______________________________________
“Quando os pensamentos surgem, em vez de os veres como faltas,reconhece-os como sendo vazios e deixa-os tal como são”
 ~Gotsangpa
Meu diário:https://www.comoparar.com/t7511p725-diario-da-libertacao
Johnny Fighter
Johnny Fighter
Mensagens : 40
Data de inscrição : 06/08/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Re: Re-reinício

em 9/8/2018, 06:00
Hey bro,
Me identifiquei muito com sua história, desejo a você uma força extraordinária e que os sentimentos que te afligem diminuam com a sua luta diária.
Você escreve muito bem, digo como quem gosta de ler, seus relatos são muito bem elaborados e me definem muito.
Como vc é me parece ser uma pessoa religiosa (pelo menos foi o que entendi) dê uma olhada depois:
1 João 3:19,20 Filipenses 4:6,7,13
São 2 passagens que me ajudaram muito, podem ser de ajuda pra vc tbm.

Força para vc!
ALWAYS FIGHTING

_______________________________________


avatar
Jhunyo
Mensagens : 16
Data de inscrição : 29/06/2018
Idade : 19

Re-reinício Empty Re-reinício

em 3/10/2019, 15:32
Opa, meu nome é Júnior (mas, pra encurtar, me chamem só de Jr. msm), tenho 18 anos, sou estudante de História, religioso e... bem, viciado em PM. Minha história com a PMO começa e recomeça de forma bem confusa, pois, não é a primeira vez que inicio o reboot. Meu vício começou ainda como muito jovem, aos 12, involuntariamente, descobri a M em desventuras higiênicas, não muito recorrentes e inocentemente, sem saber o real significado daquilo. Aos 14, já havia percebido que aquilo era um mal que me trazia muitos malefícios, tentei me controlar, mas passava, no máximo, "somente" 1 mês sem praticar a M, depois esses períodos de tempo foram diminuindo conforme muitas más influências naturalizavam essa prática e, também, os estragos emocionais que me trouxeram. Aos 16, 17, tive minha primeira experiência com o reboot, passei 3, 4 meses em luta, até que desisti e tudo se tornou um inferno na minha vida (que mais a frente explicarei). Hoje, estou transtornado com a PM (e uma forte HOCD) que me impedem de prosseguir com meus objetivos de vida.

Agora, minha longa história emocional (cheia de tramas fracas, admito, que muitos diriam ser baboseira --- e eu entendo o porquê). Tudo começou na minha infância, sempre uma criança esperta, nem tão alegre, nem tão triste, sem muitos amigos por medo de ser objetificado por suas capacidades escolares; sem carinho, mas também sem despreso dos outros. Sofria negligência da existência da vida (isso na minha cabeça), como se minha presença ou ausência não importassem, já que a falta de atenção e carinho no lar também não ajudavam, assim, foi se iniciando a ladeira que viria a seguir, mesmo que nunca tivesse questionado a normalidade de minha situação (pontuando que o único lugar que eu me sentia pertencente era a escola, sentia que eu fazia a diferença lá, mesmo que só para os professores, qual tinha apreço).

Com o tempo, minha mente, somente focada em um nada enorme, já que nunca havia colocado metas de vida, nem mesmo acadêmicas (nunca fui muito de estudar por horas, pra provas ou qualquer situação), nem mesmo de futuro, me fez passar por diversas fases de identificação da personalidade pessoal, positivas e negativas. Tive tempos de ódio total do mundo e das pessoas (isso lá pros 10 anos, imagina), um medo quase patogênico de tudo (não saia nem mesmo de casa sem pensar em tragédias), um tempo desacreditado na humanidade, no mundo, de tudo, basicamente (até mesmo de Deus --- e não foi na adolescência, acredite). Porém, mesmo assim, minha adolescência foi tranquila emocionalmente, principalmente após me mudar do RJ para a PB aos 12 anos.

Embora tenha sido na adolescência que a M tenha começado, foi um período tranquilo, se comparado às outras etapas de minha vida. Como sempre, encarando o mundo e eu mesmo sozinho, descobri alguma coisa boa na vida que eu não sabia definir, mas eram as amizades. Porém, a semente da M tinha sido plantada, e, aos 15, parecia que eu dedicava a vida para ela (justamente no período do ensino médio em que todos os professores falam o quanto é normal essa prática que nunca é senão descontrolada --- é incontrolável a masturbação). Iniciei o reboot, com a ajuda da Igreja (de uma pessoa muito querida por mim, e da oração) e com ajuda do fórum uns anos depois, fiz mesmo até um diário, que durou algumas semanas, e, por fim, a tragédia final.

Em suma, desenvolvi inicio de depressão, que misturada às experiências anteriores de descontrole mental, me fez muitas vezes pensar e quase praticar o suicídio. Eram a família, o sexo (minha primeira e única amada foi embora de onde moro sem mais nem menos, me deixou assolado em desespero e saudade), com os problemas sexuais o início da P (que nunca antes havia experimentado assistir, nunca mesmo)e, logo depois, a HOCD, eram as possíveis frustações na vida acadêmica (pois como disse, nunca me dediquei, embora sempre estivesse bem na escola e, agora, na faculdade) e, por fim, a incapacidade de me amar, de ver algum valor na minha vida, existência. Foram longos 2 anos, não diria sozinho pois tinha o amigo querido já dito, mas, as noites mais difíceis era quando eu não tinha a sua presença física e palavras que me acalmavam, já que ele é uma pessoa muito ocupada com o trabalho. Os dias foram passando e menos tempi aguentava ficar sem M, principalmente porque faziam meses que havia largado o diário, o reboot. Hoje estou melhor, me superei, passei à acreditar e ver quão é real que o amor de verdade quem cura, a "depressão" foi controlada, estou calmo e tranquilo, na maioria do tempo. Contudo, a M e a P ainda estão impregnadas na minha vida e não consigo tirar (principalmente a P, dos mais variados tipos --- já que a "tradicional" não me satisfaz como antes).


Juro que tentei resumir kkkkkk, quem puder, me ajude, por favor.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum