Diário de rlutador - 34 dias

+23
Joseph
Broda
ampity27
LikeAStone
Gardenzio
Guigoleta
neptuno
Bernardo de Claraval
Concurseiroraiz
Salvador AS
João Calvino
Kennynaluta
Rafa Cariri
FirmeForte
Bolovo
fc1992
Rottweiler
OImperialismo
Flying
MascaradeFerro
Vitrola
Justiceiro do Sertão
rlutador
27 participantes
Ir para baixo
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty 35 dias

10/4/2020, 03:37
Mais um dia relativamente produtivo.
Fiz exercícios caseiros, meditei, li coisas sobre o reboot e li textos acadêmicos. Passei boa parte da minha tarde fechando brechas que eu sabia que podia cometer P por elas, mas não caí. Isso me estressou um pouco, pq é uma coisa extremamente chata e demorada, pq o fiz em três notebooks diferentes aqui de casa, incluindo no de meus familiares.
Fico com a impressão de que os dias estão passando um pouco lento demais, já que minha meta agora é chegar aos 45 dias. Parece que esse dia tá distante. Fazem 5 dias que cheguei aos 30, mas ao mesmo tempo sinto como se fosse uma eternidade. Não jeito. Negócio é ter paciência.
Abração, galera.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Queda e novamente dia 1

12/4/2020, 05:06
No dia de ontem, tive uma queda.
Procurando instalar um programa no meu PC, acabei desconfiando de uma "falha" no bloqueador e fui checá-la. A falha estava aberta e me deti no vídeo por muito tempo, iniciando masturbação. Fechei, não levei até o fim, mas levo isso como queda, até porque me masturbei em outros momentos fantasiando, sem orgasmo. Por fim, consegui tomar um banho e trabalhei duro por horas pra tampar essa falha, o que foi bem difícil, pois tive que mexer em muitas configurações de sistema, área em que não sou especialista e tive que ver vários vídeos de tutorial na net de como fazer. Não vou mencionar aqui qual era a falha, pois ela é muito específica deve ser desconhecida por muitos. Então, não quero trazer gatilhos para ninguém.
Devido ao meu esforço em bloquear essa falha, mesmo caindo, me sentido bem pela minha disposição em resolver o problema e seguir o método do Programa Revert a risca. Acho que com bem estar que a luta me proporcionou e olhar pra mim mesmo com bons olhos, passei muito bem o primeiro dia de reboot novamente e com a libido alta.
Hoje, li coisas sobre o reboot e listei atividades ao ar livre pra fazer no pós-quarentena, já que essa é uma fonte dopamina benéfica. Decidi pra mim mesmo também que aprenderei a cozinhar como hobbie. Além disso, vi dois filmes, e os dois tinham cenas de nudez. Os dois serão debatidos pelo meu grupo de estudos no dia de amanhã, logo não pude evitar de vê-los. Senti algum tesão com as cenas, de fato muito bonitas. No entanto, elas pouco se assemelham com a P hardcore na qual me viciei no decorrer dos anos, não chegando a me ocasionar fissuras ou vontade de ver P. Acho que por hoje é só. Mesmo caindo me sinto vencedor a cada dia, pois me sinto empenhado a vencer e estou sendo sincero aqui e com minha namorada.
Forte abraço em todos. Venceremos!

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1257
Data de inscrição : 23/07/2019
Idade : 30

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

12/4/2020, 15:55
Fala meu amigo, que pena por essa queda. Mas vejo que você já recomeçou dedicado. Desejo força nesse recomeço.

Abraço,
Vlw.

_______________________________________
"Um Rottweiler nunca desiste..."

Reboot Atual: https://www.comoparar.com/t11634p675-diario-do-rottweiler#375551


avatar
Convidado
Convidado

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

12/4/2020, 17:22
rlutador escreveu:No dia de ontem, tive uma queda.
Procurando instalar um programa no meu PC, acabei desconfiando de uma "falha" no bloqueador e fui checá-la. A falha estava aberta e me deti no vídeo por muito tempo, iniciando masturbação. Fechei, não levei até o fim, mas levo isso como queda, até porque me masturbei em outros momentos fantasiando, sem orgasmo. Por fim, consegui tomar um banho e trabalhei duro por horas pra tampar essa falha, o que foi bem difícil, pois tive que mexer em muitas configurações de sistema, área em que não sou especialista e tive que ver vários vídeos de tutorial na net de como fazer. Não vou mencionar aqui qual era a falha, pois ela é muito específica deve ser desconhecida por muitos. Então, não quero trazer gatilhos para ninguém.
Devido ao meu esforço em bloquear essa falha, mesmo caindo, me sentido bem pela minha disposição em resolver o problema e seguir o método do Programa Revert a risca. Acho que com bem estar que a luta me proporcionou e olhar pra mim mesmo com bons olhos, passei muito bem o primeiro dia de reboot novamente e com a libido alta.
Hoje, li coisas sobre o reboot e listei atividades ao ar livre pra fazer no pós-quarentena, já que essa é uma fonte dopamina benéfica. Decidi pra mim mesmo também que aprenderei a cozinhar como hobbie. Além disso, vi dois filmes, e os dois tinham cenas de nudez. Os dois serão debatidos pelo meu grupo de estudos no dia de amanhã, logo não pude evitar de vê-los. Senti algum tesão com as cenas, de fato muito bonitas. No entanto, elas pouco se assemelham com a P hardcore na qual me viciei no decorrer dos anos, não chegando a me ocasionar fissuras ou vontade de ver P. Acho que por hoje é só. Mesmo caindo me sinto vencedor a cada dia, pois me sinto empenhado a vencer e estou sendo sincero aqui e com minha namorada.
Forte abraço em todos. Venceremos!
Boa lutador!!! É isso aí, use tudo como experiência e fortalecimento. Desta vez é pra valer. Forte abraço e persevere na batalha!
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2311
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 30

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

12/4/2020, 23:24
Novamente meu suporte, RLutador. Disciplina e organização são absolutamente obrigatórias em nossa saga. Lamento pela queda, levante-se e vá lutar. Eis a única maneira de se recompor e triunfar.

Bom ver que está com a cabeça boa para adversidades como o filme que teve que assistir. Lembrou-me a história que já lhe contei sobre ter que ler livros como Capitães da Areia na época do vestibular, quando estava pela primeira vez tentando deixar o vício. Parabéns pelo espírito maduro e focado nessa hora.

Forte abraço e siga guerreando.

_______________________________________
No PMO since November 6th, 2018.
Win or die trying.
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty 3 dias

14/4/2020, 01:58
Meus sinceros agradecimentos ao amigo Rott, Guerreiro de Longa Data e Justiceiro do Sertão.

Esses dois últimos dias foram relativamente calmos com o reboot, e sem fissuras. No entanto, aconteceram algumas coisas que gostaria de relatar. Primeiro de tudo, é que tenho sentido uma paz e um bem estar muito grande dentro de mim, o que considero inesperado, uma vez que caí a pouco tempo. Remeto isso ao fato de minhas quedas estarem sendo menos constantes, logo, mesmo caindo, não estou jogando os benefícios do reboot todo no lixo. Me manterei firme e resoluto em manter isso longe de mim, não assistindo P e me masturbando pra esse lixo tóxico nunca mais na minha vida!
No dia de ontem, senti um prazer imenso também durante a vídeo chamada com meu grupo de pesquisa para a discussão de um filme. É o tipo de socialização possível em quarentena, e me senti super bem naquele momento, bem como na vídeo-chamada que se seguiu com minha namorada.
Agora pouco, estava lendo o material do Programa Revert e tive um maravilhoso "insight". Não me recordo muito bem em que ponto da leitura eu estava, mas pensei que eu devo partir do pensamento de que eu ABANDONEI P a partir do dia de hoje! P NÃO É MAIS UMA OPÇÃO PRA MIM EM QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA! E por que digo isso? Digo isso porque minhas últimas falhas vieram acompanhadas de justificativas mentais de que encontrei falhas no bloqueador, e que por isso, já estava falhando no próprio método. Isso não é verdade, pois não sou um especialista em computação, e jamais poderei saber se estou completamente bloqueado. Estava seguindo o método certinho, pois ao encontrar uma falha, pesquisava o tanto quanto possível para bloqueá-la. O foda é que eu caia antes de tampar essa falha.  Portanto, decidi mudar meu mindset. O método Como Parar vai ser a minha ferramente pra tornar essa decisão um pouco mais fácil. Me bloqueando, me orientando em atividades estimuladoras de dopamina, ampliando meu conhecimento sobre o vício, etc. Eu vou cumpri-lo 100% mas também eu TENHO CERTEZA DE QUE NUNCA MAIS PRATICAREI PMO em minha vida! E vcs podem me cobrar por isso!
No dia de hoje, infelizmente acordei bem tarde. Não planejei isso, mas acredito que deve ser um efeito colateral do abandono definitivo de P. Isso porque peguei no sono ontem muito tarde, só depois das 4 da madrugada. Mas enfim, nenhuma racionalização que me levasse pra perto do que eu quero abandonar. No mais, estudei francês hoje, mandei cartas em inglês pra uns gringos que to conhecendo por meio de um app, hidratei meu cabelo (tenho um black-power estiloso, haha) e li coisas sobre o reboot.
Acho que é isso que eu tenho pra relatar por hoje.
Forte abraço em geral!

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
avatar
ampity27
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/04/2020

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

14/4/2020, 02:31
Velho, boto fé no teu pensamento e acredito sim que você vai conseguir. Enxergo este espaço como um grupo de pessoas que querem se ajudar e eu to disposto a isso. Tamo junto e força pra gente.

_______________________________________
Quiser alguém pra conversar, manda um e-mail:
[email protected]

rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

15/4/2020, 03:18
Valeu Ampity27. Vi que vc tem um e-mail na sua descrição, mas não vi seu diário. Se tiver, coloque-o junto. Isso aqui faz um bem do caralho! abração.

ampity27 escreveu:Velho, boto fé no teu pensamento e acredito sim que você vai conseguir. Enxergo este espaço como um grupo de pessoas que querem se ajudar e eu to disposto a isso. Tamo junto e força pra gente.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty 4 dias

15/4/2020, 03:26
Com a mudança de mindset, acho que os flashes de P estão sendo até menores do que quando eu contava mais dias no contador. Apesar disso, hj tive uma ereção firma lembrando de P. Logo passou, pq foi no meio da minha aula online de francês. Me obriguei a prestar atenção na aula imediatamente e ignorar o pensamento.
Acordei com uma ereção matinal forte, com lembranças da minha namorada. Me detive um pouco nesses pensamento sexuais, mas ganhando mais consciência com o tempo acordado, me levantei e fui focando nas minhas atividades diárias. Pensamentos sexuais acontecem, e nosso desejo de fato não vai embora. Nada mais natural de que um cara apaixonado como eu, relembre inconscientemente os bom momentos que teve com sua namorada. No entanto, em quarentena, é algo pra ficar atento. Não vou poder vê-la pra despejar esse desejo sexual por algum tempo. E quanto mais tempo fico sem vê-la e sem sexo, meu desejo se amplia e meu cérebro pode me levar inconscientemente a despejar meu desejo em P e M. Então, apesar de virem na minha cabeça constantemente, até meu saudável pensamento sexual em minha namorada eu vou evitar. De qualquer forma, pensando em sexo ou não, P não é mais uma opção viável!
Hoje, com a volta do sol da minha cidade depois de alguns dias, voltei a tomar sol pela manhã. Além disso, fiz exercícios em casa, meditei, li coisas sobre reboot, li "Quincas Borba", tive aula de francês, li coisas em inglês, enviei carta pra gringo e agora cá estou no fórum. Devo ainda assistir um Ep. de série, lavar louça e ler um pouco antes de dormir.
Abraço em todos.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Kennynaluta
Kennynaluta
Mensagens : 51
Data de inscrição : 31/05/2017

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

15/4/2020, 03:32
É isso aí, man. Tamo junto, seguindo firme, resistindo as vontades


rlutador escreveu:Com a mudança de mindset, acho que os flashes de P estão sendo até menores do que quando eu contava mais dias no contador. Apesar disso, hj tive uma ereção firma lembrando de P. Logo passou, pq foi no meio da minha aula online de francês. Me obriguei a prestar atenção na aula imediatamente e ignorar o pensamento.
Acordei com uma ereção matinal forte, com lembranças da minha namorada. Me detive um pouco nesses pensamento sexuais, mas ganhando mais consciência com o tempo acordado, me levantei e fui focando nas minhas atividades diárias. Pensamentos sexuais acontecem, e nosso desejo de fato não vai embora. Nada mais natural de que um cara apaixonado como eu, relembre inconscientemente os bom momentos que teve com sua namorada. No entanto, em quarentena, é algo pra ficar atento. Não vou poder vê-la pra despejar esse desejo sexual por algum tempo. E quanto mais tempo fico sem vê-la e sem sexo, meu desejo se amplia e meu cérebro pode me levar inconscientemente a despejar meu desejo em P e M. Então, apesar de virem na minha cabeça constantemente, até meu saudável pensamento sexual em minha namorada eu vou evitar. De qualquer forma, pensando em sexo ou não, P não é mais uma opção viável!
Hoje, com a volta do sol da minha cidade depois de alguns dias, voltei a tomar sol pela manhã. Além disso, fiz exercícios em casa, meditei, li coisas sobre reboot, li "Quincas Borba", tive aula de francês, li coisas em inglês, enviei carta pra gringo e agora cá estou no fórum. Devo ainda assistir um Ep. de série, lavar louça e ler um pouco antes de dormir.
Abraço em todos.

_______________________________________
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

15/4/2020, 03:34
Valeu, Kenny! Tamo junto!

Kennynaluta escreveu:É isso aí, man. Tamo junto, seguindo firme, resistindo as vontades


rlutador escreveu:Com a mudança de mindset, acho que os flashes de P estão sendo até menores do que quando eu contava mais dias no contador. Apesar disso, hj tive uma ereção firma lembrando de P. Logo passou, pq foi no meio da minha aula online de francês. Me obriguei a prestar atenção na aula imediatamente e ignorar o pensamento.
Acordei com uma ereção matinal forte, com lembranças da minha namorada. Me detive um pouco nesses pensamento sexuais, mas ganhando mais consciência com o tempo acordado, me levantei e fui focando nas minhas atividades diárias. Pensamentos sexuais acontecem, e nosso desejo de fato não vai embora. Nada mais natural de que um cara apaixonado como eu, relembre inconscientemente os bom momentos que teve com sua namorada. No entanto, em quarentena, é algo pra ficar atento. Não vou poder vê-la pra despejar esse desejo sexual por algum tempo. E quanto mais tempo fico sem vê-la e sem sexo, meu desejo se amplia e meu cérebro pode me levar inconscientemente a despejar meu desejo em P e M. Então, apesar de virem na minha cabeça constantemente, até meu saudável pensamento sexual em minha namorada eu vou evitar. De qualquer forma, pensando em sexo ou não, P não é mais uma opção viável!
Hoje, com a volta do sol da minha cidade depois de alguns dias, voltei a tomar sol pela manhã. Além disso, fiz exercícios em casa, meditei, li coisas sobre reboot, li "Quincas Borba", tive aula de francês, li coisas em inglês, enviei carta pra gringo e agora cá estou no fórum. Devo ainda assistir um Ep. de série, lavar louça e ler um pouco antes de dormir.
Abraço em todos.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Flying
Flying
Mensagens : 264
Data de inscrição : 15/01/2019

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

15/4/2020, 10:23
Parabéns pelo progresso, amigo! Estive afastado do fórum, mas não deixei de acompanhar sua luta.

Precisando, sabe que pode contar comigo. Forte abraço!

_______________________________________
Se tu o desejas, podes voar, só tens de confiar muito em ti.
Steve Jobs
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

16/4/2020, 05:40
Obrigado, Francisco!

Francisco escreveu:Parabéns pelo progresso, amigo! Estive afastado do fórum, mas não deixei de acompanhar sua luta.

Precisando, sabe que pode contar comigo. Forte abraço!

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty 5 dias

16/4/2020, 05:47
A mudança de mindset segue me dando bons resultados. Os flashes de P tem sido raríssimos. Eles acontecem com mais frequência justamente quando to lendo sobre o reboot, quando estou lendo coisas sobre P, daí nesses momentos fico um pouco mais propenso a pensar em P mesmo. Porém, pra mim isso não é exatamente algo negativo, pois nesses momentos estou aprofundando os meus conhecimentos para combater o vício. Porém, foi num momento desses que hoje tive um momento de pensamento um pouco mais consistente em P, justamente numa matéria de uma página anti-P do face. Na matéria, tinha o relato de uma ex-atriz P que ela falava de cenas violentas que ela teve que gravar. Porém, era um discurso sedutor, já que a violência é algo tão banalizada em P e passada sob um verniz sexy. Nisso, me excitei naquele relato, porém não me detive nele. Não vou parar de ler coisas dessa página, porque ela me ajuda pra caramba. Como eu disse aqui em outras oportunidades, quero ter uma relação mais natural e madura com as temáticas sexuais, pois elas estão por todo lado, e fugir delas é realmente praticamente impossível. Só quero saber lidar mesmo quando elas aparecerem diante de mim sem que eu as tenha procurado.
No mais, o dia seguiu numa boa. Li coisas sobre o e-book, fiz abdominais e alongamentos, estudei francês, escutei muita música, arrumei meu armário, escutei podcast, li um pouco de literatura e meditei.
Pronto pra mais um dia de batalha. Forte abraço em todos.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1257
Data de inscrição : 23/07/2019
Idade : 30

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

17/4/2020, 03:30
Fechando a primeira semana!
Parabéns brother!

_______________________________________
"Um Rottweiler nunca desiste..."

Reboot Atual: https://www.comoparar.com/t11634p675-diario-do-rottweiler#375551


rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

17/4/2020, 04:25
Valeu, Rott! tamo junto!

Rottweiler escreveu:Fechando a primeira semana!
Parabéns brother!

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty 6 dias

17/4/2020, 05:09
Talvez o relato de hoje seja um pouco mais demorado e com um teor um pouco mais virulento, pois não foi um dia fácil.

Ontem, ao arrumar meu guarda-roupas, tive muito contato com poeira, e como tenho rinite alérgica, hoje acordei atacado. Então, por não me sentir muito bem, hj não fiz exercício, o que aumentou o meu nível de estresse. Na noite anterior, já vinha sentindo uma saudade do caramba da minha namorada, o que já estava me deixando um pouco triste. E hoje esse sentimento persistiu ao acordar. Senti tristeza, carência, tesão, e um estresse bem consistente.

Enfim, comecei o dia. Como estou criando hábito de iniciar o dia lendo uma história de sucesso, assim o fiz. Mas a de hoje poderia se chamar história de insucesso, o que me deixou ainda mais puto.  Eu tenho muitas reservas ao movimento que se intitula NoFap. Numa boa, eu decidi retirar masturbação da minha vida porque com os anos  de vício, eu transformei P e M em coisas indissociáveis, já que de alguns anos pra cá, só praticava M acompanhada de P. Só fui perder a virgindade aos 21 anos, e mesmo assim, não engatei numa vida sexual ativa após a primeira transa. Daí adquiri D.E (que hoje penso estar praticamente resolvida, já que não apareceu nas minhas últimas transas), e outros sintomas negativos, como a perda de controle executivo e procrastinação. Pois bem, voltando a "história de insucesso", o camarada que relatou aquela barbaridade teve a capacidade de dizer que as vezes que fez sexo em mais de cem dias sem P e M, foi responsável por fazê-lo perder todas os benefícios adquiridos com o reboot. Lendo o relato desse maluco, eu ri milhões de vezes, mas depois eu fiquei bolado. Uma porrada de gente vem nesse  fórum justamente buscando se encontrar na sua vida sexual, pra vim um cara que nem diário tem, no meio de um quadro chamado de história de sucesso, defender que não se faça sexo!! Imagino o balde de água fria que isso não pode dar pra pessoa que está apenas conhecendo o fórum. Aquilo me incomodou bastante. O cara ainda veio com um papo totalmente pseudocientífico de retenção seminal, como se gozar fazendo sexo real fosse o elemento responsável por colocar em cheque todos os benefícios de ficar sem assistir P. Pra mim isso é uma visão distorcida do sexo, e ao mesmo tempo muito machista, pq ao mesmo tempo culpabiliza a mulher por uma determinada queda e perda dos benefícios do reboot numa relação sexual. Sexo é saudável, desde que seja com consentimento, seguro e prazeroso para as pessoas envolvidas no ato. É isso que eu acho que deve ser ensinado, e isso está pautado em escritos de pesquisadores de diversos ramos, como médicos, psicólogos, fisiologistas, urologistas, ginecologistas, sociólogos, etc. O movimento NoFap tá cheio de caras assim. Alguns medem o reboot somente pelo número de transas que conseguem dar e pela ereção mais forte, tratando mulher como um verdadeiro depósito porra; outros, como esse cara, negativizam extremamente o sexo e o orgasmo, como se orgasmo e sexo fossem contra recomendado a saúde!! Isso é pseudociência! Há inúmeros artigos falando mal do uso de P, que realmente faz mal a saúde, agora de sexo não! Isso não é mera questão de opinião!! Se a gente quer se manter um espaço que preza por ciência, que quer se manter como um blog sério, é imperativo que nos atentemos para essas coisas! É por isso que muita gente tem começado a debochar de movimentos de homens Anti-Pornografia, ou que ao menos reconheça os seus males, porque, infelizmente, em nosso meio, tem-se divulgado muita informação sem pé nem cabeça. Muita gente pregando o que dista de estudos científicos sérios. O pior de tudo, cabe repetir, o camarada nem do fórum participava, só foi postar no história de sucesso mesmo. Só não comentei na postagem pq ela é de dezembro, e desde então não há outros comentários.

Enfim, me abri sobre minhas angústias com a minha namorada. Como falei pra ela, acredito que esse meu novo mindset alterou a minha forma de sentir abstinência. Antes ela vinha por meio de fissura. Não conseguia parar de pensar em P, tinha vontade de praticar M. Hoje foi totalmente diferente. Nd vontade de ver P nem praticar M. Nenhum pensamento sequer. Só uma enorme frustração por não poder fazer sexo real, e estar carente, querendo o abraço e o beijo da mulher que eu amo. Depois de ler esse desastre de "história de insucesso", meditei, e depois de ter conversado com minha namorada, senti uma melhora muito grande dentro de mim. Simplesmente desabafei e tive o afago de uma pessoa querida. Muito melhor do que varrer problemas pra debaixo do tapete e se anestesiar com P. Pq é P é isso. Não passa de uma anestesia momentânea, que depois que o efeito passa, te faz sentir todas as dores de um pós-operatório. P é isso. Uma operação negativa que te destrói. Nd mais. Por isso não quero essa merda na minha vida! P arruína a sexualidade saudável, não importa de qual gênero ou orientação sexual da pessoa; lucra com tráfico e exploração sexual; contribui para objetificação e violência contra as mulheres de tudo quanto é tipo, e a lista seria longa...

No decorrer do dia, esse estresse foi passando. Consegui estudar francês, escutar música, ler e conversar com minha namorada por vídeo chamada, o que ajudou a diminuir a saudade. Não fiquei estressado a partir do final da tarde. Só precisei de desabafar mesmo e o post agora foi meio isso.

É isso, galera. Que não demos mais espaço pra P em nossas vidas. A abominem! Não deixem que isso seja mais uma opção. E digo mais. Se puderem contar pra alguém do vício de vocês, alguém de confiança, façam isso. É ótimo ter alguém pra desabafar, receber carinho e apoio nesses momentos tão difíceis. Pode ser pai, mãe, amigos, parceiras, Enfim, fortaleçam seus vínculos, isso é importante.

Forte abraço de rlutador.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1257
Data de inscrição : 23/07/2019
Idade : 30

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

17/4/2020, 12:07
Blz rlutador, as vezes nos deparamos com publicações com "bad vibes" por aqui, eu simplesmente paro de ler e volto para os tópicos. Distância as vezes é o melhor. Bom reboot pra vc!!!

Abraço.

_______________________________________
"Um Rottweiler nunca desiste..."

Reboot Atual: https://www.comoparar.com/t11634p675-diario-do-rottweiler#375551


Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2311
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 30

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

17/4/2020, 22:19
rlutador escreveu:Talvez o relato de hoje seja um pouco mais demorado e com um teor um pouco mais virulento, pois não foi um dia fácil.

Ontem, ao arrumar meu guarda-roupas, tive muito contato com poeira, e como tenho rinite alérgica, hoje acordei atacado. Então, por não me sentir muito bem, hj não fiz exercício, o que aumentou o meu nível de estresse. Na noite anterior, já vinha sentindo uma saudade do caramba da minha namorada, o que já estava me deixando um pouco triste. E hoje esse sentimento persistiu ao acordar. Senti tristeza, carência, tesão, e um estresse bem consistente.

Enfim, comecei o dia. Como estou criando hábito de iniciar o dia lendo uma história de sucesso, assim o fiz. Mas a de hoje poderia se chamar história de insucesso, o que me deixou ainda mais puto.  Eu tenho muitas reservas ao movimento que se intitula NoFap. Numa boa, eu decidi retirar masturbação da minha vida porque com os anos  de vício, eu transformei P e M em coisas indissociáveis, já que de alguns anos pra cá, só praticava M acompanhada de P. Só fui perder a virgindade aos 21 anos, e mesmo assim, não engatei numa vida sexual ativa após a primeira transa. Daí adquiri D.E (que hoje penso estar praticamente resolvida, já que não apareceu nas minhas últimas transas), e outros sintomas negativos, como a perda de controle executivo e procrastinação. Pois bem, voltando a "história de insucesso", o camarada que relatou aquela barbaridade teve a capacidade de dizer que as vezes que fez sexo em mais de cem dias sem P e M, foi responsável por fazê-lo perder todas os benefícios adquiridos com o reboot. Lendo o relato desse maluco, eu ri milhões de vezes, mas depois eu fiquei bolado. Uma porrada de gente vem nesse  fórum justamente buscando se encontrar na sua vida sexual, pra vim um cara que nem diário tem, no meio de um quadro chamado de história de sucesso, defender que não se faça sexo!! Imagino o balde de água fria que isso não pode dar pra pessoa que está apenas conhecendo o fórum. Aquilo me incomodou bastante. O cara ainda veio com um papo totalmente pseudocientífico de retenção seminal, como se gozar fazendo sexo real fosse o elemento responsável por colocar em cheque todos os benefícios de ficar sem assistir P. Pra mim isso é uma visão distorcida do sexo, e ao mesmo tempo muito machista, pq ao mesmo tempo culpabiliza a mulher por uma determinada queda e perda dos benefícios do reboot numa relação sexual. Sexo é saudável, desde que seja com consentimento, seguro e prazeroso para as pessoas envolvidas no ato. É isso que eu acho que deve ser ensinado, e isso está pautado em escritos de pesquisadores de diversos ramos, como médicos, psicólogos, fisiologistas, urologistas, ginecologistas, sociólogos, etc. O movimento NoFap tá cheio de caras assim. Alguns medem o reboot somente pelo número de transas que conseguem dar e pela ereção mais forte, tratando mulher como um verdadeiro depósito porra; outros, como esse cara, negativizam extremamente o sexo e o orgasmo, como se orgasmo e sexo fossem contra recomendado a saúde!! Isso é pseudociência! Há inúmeros artigos falando mal do uso de P, que realmente faz mal a saúde, agora de sexo não! Isso não é mera questão de opinião!! Se a gente quer se manter um espaço que preza por ciência, que quer se manter como um blog sério, é imperativo que nos atentemos para essas coisas! É por isso que muita gente tem começado a debochar de movimentos de homens Anti-Pornografia, ou que ao menos reconheça os seus males, porque, infelizmente, em nosso meio, tem-se divulgado muita informação sem pé nem cabeça. Muita gente pregando o que dista de estudos científicos sérios. O pior de tudo, cabe repetir, o camarada nem do fórum participava, só foi postar no história de sucesso mesmo. Só não comentei na postagem pq ela é de dezembro, e desde então não há outros comentários.

Enfim, me abri sobre minhas angústias com a minha namorada. Como falei pra ela, acredito que esse meu novo mindset alterou a minha forma de sentir abstinência. Antes ela vinha por meio de fissura. Não conseguia parar de pensar em P, tinha vontade de praticar M. Hoje foi totalmente diferente. Nd vontade de ver P nem praticar M. Nenhum pensamento sequer. Só uma enorme frustração por não poder fazer sexo real, e estar carente, querendo o abraço e o beijo da mulher que eu amo. Depois de ler esse desastre de "história de insucesso", meditei, e depois de ter conversado com minha namorada, senti uma melhora muito grande dentro de mim. Simplesmente desabafei e tive o afago de uma pessoa querida. Muito melhor do que varrer problemas pra debaixo do tapete e se anestesiar com P. Pq é P é isso. Não passa de uma anestesia momentânea, que depois que o efeito passa, te faz sentir todas as dores de um pós-operatório. P é isso. Uma operação negativa que te destrói. Nd mais. Por isso não quero essa merda na minha vida! P arruína a sexualidade saudável, não importa de qual gênero ou orientação sexual da pessoa; lucra com tráfico e exploração sexual; contribui para objetificação e violência contra as mulheres de tudo quanto é tipo, e a lista seria longa...

No decorrer do dia, esse estresse foi passando. Consegui estudar francês, escutar música, ler e conversar com minha namorada por vídeo chamada, o que ajudou a diminuir a saudade. Não fiquei estressado a partir do final da tarde. Só precisei de desabafar mesmo e o post agora foi meio isso.

É isso, galera. Que não demos mais espaço pra P em nossas vidas. A abominem! Não deixem que isso seja mais uma opção. E digo mais. Se puderem contar pra alguém do vício de vocês, alguém de confiança, façam isso. É ótimo ter alguém pra desabafar, receber carinho e apoio nesses momentos tão difíceis. Pode ser pai, mãe, amigos, parceiras, Enfim, fortaleçam seus vínculos, isso é importante.

Forte abraço de rlutador.

Cumprimentos, nobre Rlutador.

Concordo plenamente quando você diz que P e M são indissociáveis. Também entendo as duas como coisas muito próximas, só de serem baseadas numa coisa terrível que nós conhecemos muito bem, as fantasias. Também não tenho vida sexual ativa, até hoje só transei com GPs e sinto falta de uma experiência passível de ser chamada de real, as quais cresci vendo, desde garoto, meus contemporâneos tendo e bem diante de meus olhos. O que dizer das calorosas interações com meninas que meus colegas de escola tinham a metros de minha pessoa, dentro da sala de aula? Algumas me geraram verdadeiros traumas, os quais demorei muito tempo para superar como tal, entretanto por vezes me lembrando até hoje das histórias.

A respeito desses sujeitos que distorcem a ideia do movimento antipornografia, penso que infelizmente trazer ao mundo determinado leque de ideias acaba infelizmente fazendo com que muitos aproveitadores venham querer "estar na moda" e acabar distorcendo certos conceitos fundamentais da nova filosofia. Tento ignorar tudo isto, já li coisas nesse teor, é realmente algo lamentável e que devemos deixar de lado. Sexo é para ser uma coisa saudável e um prazer dos mais extraordinários que o mundo nos proporciona, desde que feito da maneira mais amadurecida e segura possível. Confesso que eu sou pela retenção seminal até certo ponto, sinto-me bem em focar minha cabeça para atividades que contribuam para meu desenvolvimento pessoal-profissional sabendo que qualquer sucesso, inclusive com mulheres, é consequência. No entanto, quem disse que não me seria de enorme satisfação ter uma parceira muito digna com a qual pudesse transar apaixonadamente com certa frequência? De forma que não me causasse desequilíbrio mental com relação ao cotidiano como um todo? Seria fantástico! Um homem adulto sabe que sexo faz bem, desde que feito por adultos e de modo adulto, em que se inclui não se ver aquilo como uma prática qualquer, mas como algo eu diria até divino, pois engendra a própria vida!

Pois bem, o negócio é nos mantermos longe da pornografia mesmo. Para sempre. Sem misericória. Homens de verdade no melhor sentido da expressão. O sexo é um presente divino e deve ser praticado de maneira a honrar tal condição, simples e categoricamente assim. Fantasias nos transportam para o próprio inferno, masturbação e pornografia são algo que, complementando e suplementando o que você disse, chegam a ser coisa pior que as dores de um pós-operatório. É um procedimento que não só nos danifica os pensamentos e por consequência as condutas físicas, como lucra horrores com grotesca exploração do mais íntimo que possuímos, o próprio corpo. Os relatos assombrosos de ex-atrizes e ex-atores pornô, muitos hoje doentes, demonstram bem isso. Nem tenho muito mais o que falar, concorda?

Forte abraço do Justiceiro do Sertão.

_______________________________________
No PMO since November 6th, 2018.
Win or die trying.
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

18/4/2020, 01:47
Meus sinceros agradecimento à Rott e Justiceiro do Sertão. De fato, quando escrevi essa postagem, pensei que ia ter forte oposição. Fico extremamente feliz que tenham entendido meu ponto. Fiquem sabendo que ambos são de grande valia pro meu crescimento nesse propósito. Muito obrigado mesmo!

Rottweiler escreveu:
Blz rlutador, as vezes nos deparamos com publicações com "bad vibes" por aqui, eu simplesmente paro de ler e volto para os tópicos. Distância as vezes é o melhor. Bom reboot pra vc!!!

Abraço.

Justiceiro do Sertão escreveu:
rlutador escreveu:Talvez o relato de hoje seja um pouco mais demorado e com um teor um pouco mais virulento, pois não foi um dia fácil.

Ontem, ao arrumar meu guarda-roupas, tive muito contato com poeira, e como tenho rinite alérgica, hoje acordei atacado. Então, por não me sentir muito bem, hj não fiz exercício, o que aumentou o meu nível de estresse. Na noite anterior, já vinha sentindo uma saudade do caramba da minha namorada, o que já estava me deixando um pouco triste. E hoje esse sentimento persistiu ao acordar. Senti tristeza, carência, tesão, e um estresse bem consistente.

Enfim, comecei o dia. Como estou criando hábito de iniciar o dia lendo uma história de sucesso, assim o fiz. Mas a de hoje poderia se chamar história de insucesso, o que me deixou ainda mais puto.  Eu tenho muitas reservas ao movimento que se intitula NoFap. Numa boa, eu decidi retirar masturbação da minha vida porque com os anos  de vício, eu transformei P e M em coisas indissociáveis, já que de alguns anos pra cá, só praticava M acompanhada de P. Só fui perder a virgindade aos 21 anos, e mesmo assim, não engatei numa vida sexual ativa após a primeira transa. Daí adquiri D.E (que hoje penso estar praticamente resolvida, já que não apareceu nas minhas últimas transas), e outros sintomas negativos, como a perda de controle executivo e procrastinação. Pois bem, voltando a "história de insucesso", o camarada que relatou aquela barbaridade teve a capacidade de dizer que as vezes que fez sexo em mais de cem dias sem P e M, foi responsável por fazê-lo perder todas os benefícios adquiridos com o reboot. Lendo o relato desse maluco, eu ri milhões de vezes, mas depois eu fiquei bolado. Uma porrada de gente vem nesse  fórum justamente buscando se encontrar na sua vida sexual, pra vim um cara que nem diário tem, no meio de um quadro chamado de história de sucesso, defender que não se faça sexo!! Imagino o balde de água fria que isso não pode dar pra pessoa que está apenas conhecendo o fórum. Aquilo me incomodou bastante. O cara ainda veio com um papo totalmente pseudocientífico de retenção seminal, como se gozar fazendo sexo real fosse o elemento responsável por colocar em cheque todos os benefícios de ficar sem assistir P. Pra mim isso é uma visão distorcida do sexo, e ao mesmo tempo muito machista, pq ao mesmo tempo culpabiliza a mulher por uma determinada queda e perda dos benefícios do reboot numa relação sexual. Sexo é saudável, desde que seja com consentimento, seguro e prazeroso para as pessoas envolvidas no ato. É isso que eu acho que deve ser ensinado, e isso está pautado em escritos de pesquisadores de diversos ramos, como médicos, psicólogos, fisiologistas, urologistas, ginecologistas, sociólogos, etc. O movimento NoFap tá cheio de caras assim. Alguns medem o reboot somente pelo número de transas que conseguem dar e pela ereção mais forte, tratando mulher como um verdadeiro depósito porra; outros, como esse cara, negativizam extremamente o sexo e o orgasmo, como se orgasmo e sexo fossem contra recomendado a saúde!! Isso é pseudociência! Há inúmeros artigos falando mal do uso de P, que realmente faz mal a saúde, agora de sexo não! Isso não é mera questão de opinião!! Se a gente quer se manter um espaço que preza por ciência, que quer se manter como um blog sério, é imperativo que nos atentemos para essas coisas! É por isso que muita gente tem começado a debochar de movimentos de homens Anti-Pornografia, ou que ao menos reconheça os seus males, porque, infelizmente, em nosso meio, tem-se divulgado muita informação sem pé nem cabeça. Muita gente pregando o que dista de estudos científicos sérios. O pior de tudo, cabe repetir, o camarada nem do fórum participava, só foi postar no história de sucesso mesmo. Só não comentei na postagem pq ela é de dezembro, e desde então não há outros comentários.

Enfim, me abri sobre minhas angústias com a minha namorada. Como falei pra ela, acredito que esse meu novo mindset alterou a minha forma de sentir abstinência. Antes ela vinha por meio de fissura. Não conseguia parar de pensar em P, tinha vontade de praticar M. Hoje foi totalmente diferente. Nd vontade de ver P nem praticar M. Nenhum pensamento sequer. Só uma enorme frustração por não poder fazer sexo real, e estar carente, querendo o abraço e o beijo da mulher que eu amo. Depois de ler esse desastre de "história de insucesso", meditei, e depois de ter conversado com minha namorada, senti uma melhora muito grande dentro de mim. Simplesmente desabafei e tive o afago de uma pessoa querida. Muito melhor do que varrer problemas pra debaixo do tapete e se anestesiar com P. Pq é P é isso. Não passa de uma anestesia momentânea, que depois que o efeito passa, te faz sentir todas as dores de um pós-operatório. P é isso. Uma operação negativa que te destrói. Nd mais. Por isso não quero essa merda na minha vida! P arruína a sexualidade saudável, não importa de qual gênero ou orientação sexual da pessoa; lucra com tráfico e exploração sexual; contribui para objetificação e violência contra as mulheres de tudo quanto é tipo, e a lista seria longa...

No decorrer do dia, esse estresse foi passando. Consegui estudar francês, escutar música, ler e conversar com minha namorada por vídeo chamada, o que ajudou a diminuir a saudade. Não fiquei estressado a partir do final da tarde. Só precisei de desabafar mesmo e o post agora foi meio isso.

É isso, galera. Que não demos mais espaço pra P em nossas vidas. A abominem! Não deixem que isso seja mais uma opção. E digo mais. Se puderem contar pra alguém do vício de vocês, alguém de confiança, façam isso. É ótimo ter alguém pra desabafar, receber carinho e apoio nesses momentos tão difíceis. Pode ser pai, mãe, amigos, parceiras, Enfim, fortaleçam seus vínculos, isso é importante.

Forte abraço de rlutador.

Cumprimentos, nobre Rlutador.

Concordo plenamente quando você diz que P e M são indissociáveis. Também entendo as duas como coisas muito próximas, só de serem baseadas numa coisa terrível que nós conhecemos muito bem, as fantasias. Também não tenho vida sexual ativa, até hoje só transei com GPs e sinto falta de uma experiência passível de ser chamada de real, as quais cresci vendo, desde garoto, meus contemporâneos tendo e bem diante de meus olhos. O que dizer das calorosas interações com meninas que meus colegas de escola tinham a metros de minha pessoa, dentro da sala de aula? Algumas me geraram verdadeiros traumas, os quais demorei muito tempo para superar como tal, entretanto por vezes me lembrando até hoje das histórias.

A respeito desses sujeitos que distorcem a ideia do movimento antipornografia, penso que infelizmente trazer ao mundo determinado leque de ideias acaba infelizmente fazendo com que muitos aproveitadores venham querer "estar na moda" e acabar distorcendo certos conceitos fundamentais da nova filosofia. Tento ignorar tudo isto, já li coisas nesse teor, é realmente algo lamentável e que devemos deixar de lado. Sexo é para ser uma coisa saudável e um prazer dos mais extraordinários que o mundo nos proporciona, desde que feito da maneira mais amadurecida e segura possível. Confesso que eu sou pela retenção seminal até certo ponto, sinto-me bem em focar minha cabeça para atividades que contribuam para meu desenvolvimento pessoal-profissional sabendo que qualquer sucesso, inclusive com mulheres, é consequência. No entanto, quem disse que não me seria de enorme satisfação ter uma parceira muito digna com a qual pudesse transar apaixonadamente com certa frequência? De forma que não me causasse desequilíbrio mental com relação ao cotidiano como um todo? Seria fantástico! Um homem adulto sabe que sexo faz bem, desde que feito por adultos e de modo adulto, em que se inclui não se ver aquilo como uma prática qualquer, mas como algo eu diria até divino, pois engendra a própria vida!

Pois bem, o negócio é nos mantermos longe da pornografia mesmo. Para sempre. Sem misericória. Homens de verdade no melhor sentido da expressão. O sexo é um presente divino e deve ser praticado de maneira a honrar tal condição, simples e categoricamente assim. Fantasias nos transportam para o próprio inferno, masturbação e pornografia são algo que, complementando e suplementando o que você disse, chegam a ser coisa pior que as dores de um pós-operatório. É um procedimento que não só nos danifica os pensamentos e por consequência as condutas físicas, como lucra horrores com grotesca exploração do mais íntimo que possuímos, o próprio corpo. Os relatos assombrosos de ex-atrizes e ex-atores pornô, muitos hoje doentes, demonstram bem isso. Nem tenho muito mais o que falar, concorda?

Forte abraço do Justiceiro do Sertão.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Uma semana

18/4/2020, 02:03
Completei uma semana com uma noite muito mal dormida. Sonhei que assistia P e ejaculava. No entanto, não vi sinais de polução noturna em minhas roupas, apesar de ter tido a sensação de gozo em sonho. No entanto, não senti a sensação física de que tivesse ejaculado ao longo do dia. Sabe, nós homens sabemos quando ejaculamos. Então, acho que isso não rolou. Além disso, acordei pelas 6 da manhã, e demorei consideravelmente pra pegar no sono de novo. Infelizmente, esporadicamente, sofro de episódios de paralisia do sono, o que me dá um medo gigante que apareça em momentos de insônia, como ocorreu na última noite. Acredito que essa seja uma forma sutil de crise de abstinência, já que, a partir do momento que introjetei pra mim que definitivamente parei de usar P em qualquer circunstância, pouco tenho tido flashs-pornográficos, fissuras ou vontade de praticar M. Então, a saída do meu cérebro pra me incomodar tem sido, aparentemente, tentar comprometer minha paz de espírito com sonhos ruins, estresse, carência e uma vontade insana pelo sexo real, a qual, se eu não vigiar, pode evoluir para um desejo por M e P como válvula de escape, o que não deixarei acontecer de jeito nenhum.

Fora isso, consegui dormir depois e me levantei totalmente descansado por volta de meio-dia. Benesses de estar de "férias". Sendo assim, a partir do momento que me levantei, fiz minhas atividades diárias, como ler histórias de sucesso (e aí mais uma vez me deparei com textos bem machistas que culpavam mulheres ditas sensuais por sua queda, de modo a retirar de si mesmo as responsabilidade por seu vício), outras coisas sobre o reboot, ler notícias, meditar, dentre outros. Em tudo que fiz no dia de hoje, senti um prazer difícil de explicar. Talvez se relacione com os receptores de dopamina bem apurados, o que tem me feito sentir prazer em coisas simples e não sexuais, a despeito da conjuntura caótica que vivemos.

Como modo de seguir o Programa Revert a risca, vejo que as redes sociais não são muito recomendadas para o reboot, embora não sejam proibidas. Então, abri mão temporariamente do facebook e do instagram, pelo menos até completar os 90 dias. Apaguei todo histórico do navegador do cel, pois assumo que as vezes via fotos de minas que eu considerava gostosas por lá. Assim, apaguei todos os links desse tipo de gatilho. Única perda que terei com isso, será de deixar de acompanhar a página "Se Recuse a Clicar" do facebook, que é uma página anti-pornografia que eu realmente recomendo que sigam, caso estejam nessa rede social.

Acho que é isso que tenho pra relatar por hoje. Forte abraço em geral.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Broda
Broda
Mensagens : 1972
Data de inscrição : 11/12/2015

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

18/4/2020, 17:07
Fala mano!

Muitíssimo obrigado por passar no meu diário. Sua mensagem e a dos outros me reanimaram a voltar a participar. Antes meu diário tava meio morto, o que eu entendo também, pois estava postando com pouca frequência e participando pouco do diário dos outros, situação que quero mudar.

Interessante o prazer que sentiu em fazendo as atividades da sua rotina, creio que seja um excelente sinal. Sinal de que você está voltando para o ponto que nunca deveria ter saído. Espero que possa encontrar sua namorada em breve, mas até lá, aproveite para ir fazendo o reboot e se tornando um homem melhor para você e para ela.

Abração!
Joseph
Joseph
Mensagens : 1251
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 27
Localização : Brasil - [email protected]
http://josephreboot90@gmail.com

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

18/4/2020, 22:39
Fala meu caro, agradecido estou porque você está nessa plataforma para ajudar os outros e inclusive comentou no meu diário, o que me deixou feliz.
Então cara, espero que esteja bem, parabenizo pelos 8 dias, essa insonia ocorre quando estamos passando por esse processo de abstinência pornográfica, e masturbação, no meu caso além de insônia que as vezes aparece, tem também ansiedade e as vezes estresse momentâneo. Antigamente, eu não estava preparado para esses efeitos, mas hoje eu sei que isso pode ocorrer, então estou bem de boa, mais preparado.

Cara, eu vi sua apresentação, uma coisa que vc assemelha a minha pessoa. Tivemos uma adolescência diferenciada, como a minha, eu na adolescência fui bem atuante na igreja, nao fiz relação sexual, por um lado me ajudou muito, por outro lado, me prejudicou também, pois quando fui perder a virgindade, tive problemas com DE, por conta do vicio pornográfico, isso é foda até comentar, mas nao posso esquecer disso agora, pq realmente é necessário, para que possamos sair dessa o mais breve possivel.

Vi que vc segue as recomendações do programa revert, o que também faço, o uso de redes sociais não ajuda em nada e nao agrega muito no reboot, eu tenho diminuído drasticamente, só uso o instagram pra um projeto que estou participando nessa quarentena.

Forte abraço cara, estarei por aqui acompanhando sua trajetória, nada de reset viu.Conte comigo!

_______________________________________


DIÁRIO  JOSEPH: https://www.comoparar.com/t6731-diario-joseph
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

19/4/2020, 05:40
Tamo junto, Broda! Nos ajudando venceremos! Poste mais no seu diário e no dos outros mesmo, pois essa troca de ideias e experiências é fundamental para a nossa evolução.

Broda escreveu:
Fala mano!

Muitíssimo obrigado por passar no meu diário. Sua mensagem e a dos outros me reanimaram a voltar a participar. Antes meu diário tava meio morto, o que eu entendo também, pois estava postando com pouca frequência e participando pouco do diário dos outros, situação que quero mudar.

Interessante o prazer que sentiu em fazendo as atividades da sua rotina, creio que seja um excelente sinal. Sinal de que você está voltando para o ponto que nunca deveria ter saído. Espero que possa encontrar sua namorada em breve, mas até lá, aproveite para ir fazendo o reboot e se tornando um homem melhor para você e para ela.

Abração!

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
rlutador
rlutador
Mensagens : 671
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 28

Diário de rlutador - 34 dias - Página 6 Empty Re: Diário de rlutador - 34 dias

19/4/2020, 05:50
Sim, mano. Quanto a abstinência, penso que estou apenas na primeira semana. Já tive vários reboots, já alcancei os 90 dias, e essas duas primeiras semanas são do cão mesmo. Mas to na certeza de que resistirei e passarei delas mais uma vez. Na real já to sentindo melhorar, mas pode ser que volte de novo.

Quanto a experiência religiosa, foi bem parecida mesmo. Não posso negar que na adolescência, eu não tive uma educação sexual maneira que me permitisse fazer sexo de uma forma saudável naquela época. Sendo assim, exercer minha sexualidade na adolescência no contexto em que cresci na minha adolescência, talvez não acabasse em boa coisa. Acho que essa questão é mais ampla. A gente vive numa sociedade que não educa a gente sexualmente e até nos prende. Daí, vamos fazer isso de forma escondida, anônima, na P. Vi uma entrevista de uma socióloga, chamada Gail Dines, que afirmou que esse é o interesse da indústria pornográfica mesmo, e que os adolescentes se constituem no público alvo dos grandes sites de P, justamente pq são mais suscetíveis ao vício e vivem em um contexto de controle sexual. Isso casa muito com nossas experiências, não é mesmo?

Quanto as redes sociais, eu tava até me dando bem com elas no modelo que eu estava. Sem apps no cel, só no navegador mesmo. Mas botei pra mim que eu paguei por um material formulado por uma pessoa que já foi viciada em P. Então decidi que dessa vez vou cumprir tudo a risca mesmo.
Abração!

Joseph escreveu:Fala meu caro, agradecido estou porque você está nessa plataforma para ajudar os outros e inclusive comentou no meu diário, o que me deixou feliz.
Então cara, espero que esteja bem, parabenizo pelos 8 dias, essa insonia ocorre quando estamos passando por esse processo de abstinência pornográfica, e masturbação, no meu caso além de insônia que as vezes aparece, tem também ansiedade e as vezes estresse momentâneo. Antigamente, eu não estava preparado para esses efeitos, mas hoje eu sei que isso pode ocorrer, então estou bem de boa, mais preparado.

Cara, eu vi sua apresentação, uma coisa que vc assemelha a minha pessoa. Tivemos  uma adolescência diferenciada, como a minha, eu na adolescência fui bem atuante na igreja, nao fiz relação sexual, por um lado me ajudou muito, por outro lado, me prejudicou também, pois quando fui perder a virgindade, tive problemas com DE, por conta do vicio pornográfico, isso é foda até comentar, mas nao posso esquecer disso agora, pq realmente é necessário, para que possamos sair dessa o mais breve possivel.

Vi que vc segue as recomendações do programa revert, o que também faço, o uso de redes sociais não ajuda em nada e nao agrega muito no reboot, eu tenho diminuído drasticamente, só uso o instagram pra um projeto que estou participando nessa quarentena.

Forte abraço cara, estarei por aqui acompanhando sua trajetória, nada de reset viu.Conte comigo!

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos