Ir em baixo
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 27/2/2020, 07:10
yamato645 escreveu:Boa Fnata, que orgulho de você!! pode ter certeza que esses 30 dias já são um grande passo e você poderá sentir uma boa diferença comparado antes do reboot. Um conselho que eu te daria agora é que, se os jogos tão te atrapalhando, procure fontes alternativas para te satisfazer no seu tempo livre. Vejo que você ta bem determinado com estudos, meditação e afins, totalmente saudável!! Boa sorte nessa sua luta, estarei aqui para te apoiar e acompanhar

Olá yamato! Estou grato por sua visita aqui; vou seguir seu conselho companheiro.
Um grande abraço!
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 27/2/2020, 20:09
(...)


Última edição por Fnata em 4/4/2020, 23:49, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 27/2/2020, 21:20
(...)


Última edição por Fnata em 4/4/2020, 23:50, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 29/2/2020, 10:09
Eu estava lendo o livro de Buda e como eu sempre volto a reler,dando mais valor ao assunto a ser entendido do que o próprio término da leitura do livro,iniciei o capítulo da ascese, onde inicialmente é falado sobre como evitar as paixões mundanas,que são coisas nas quais temos desejos e há uma forma de não ser levado por essas ilusões que, nos satisfazem por um curto período de tempo. Consiste em você observar o que te faz bem e mal,cortando o mal pela raiz por meio dessas observações; saber que as coisas como roupas,comida,são mais para necessidade,do que para luxo,pois a cobiça dessas coisas de forma errada, podem ao persistirmos nos desejos com elas, tirarem nossa paz; quando você quer parar com algo deve evitá-lo, assim como evitamos o frio para não pegarmos resfriado,pois não tem lógica você querer parar com um vício se ainda habita nos mais variados meios em que o que te afeta permanece lá; e da mesma forma, indo agora para a cobiça, do que adianta parar com um vício,se você como a pornografia por exemplo, que no caso evitará ver as pessoas com seus corpos nus e praticando atos sexuais após parar com tal prática, começar a fantasiar e desejar ardentemente as pessoas que ver, podendo concluir que está com desejo agora por pessoas que vê fora das telas ao invés de virtuais? Porventura não continuará a desejar? É certo que por pessoas que estão por perto pode acontecer, e não estou dizendo para você parar de desejar as pessoas, mas sim alertando que se você começa a seguir tais pensamentos e não tiver nenhuma pessoa para se relacionar,acabará cedendo à sua própria mão e voltando ao vício.

Eu optei por escrever pois acho que isso será útil.

Dia 32 : Sonhos molhados e polução noturna
Dia 33: Acordei limpo
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 29/2/2020, 17:07
Fnata escreveu:Eu estava lendo o livro de Buda e como eu sempre volto a reler,dando mais valor ao assunto a ser entendido do que o próprio término da leitura do livro,iniciei o capítulo da ascese, onde inicialmente é falado sobre como evitar as paixões mundanas,que são coisas nas quais temos desejos e há uma forma de não ser levado por essas ilusões que, nos satisfazem por um curto período de tempo. Consiste em você observar o que te faz bem e mal,cortando o mal pela raiz por meio dessas observações; saber que as coisas como roupas,comida,são mais para necessidade,do que para luxo,pois a cobiça dessas coisas de forma errada, podem ao persistirmos nos desejos com elas, tirarem nossa paz; quando você quer parar com algo deve evitá-lo, assim como evitamos o frio para não pegarmos resfriado,pois não tem lógica você querer parar com um vício se ainda habita nos mais variados meios em que o que te afeta permanece lá; e da mesma forma, indo agora para a cobiça, do que adianta parar com um vício,se você como a pornografia por exemplo, que no caso evitará ver as pessoas com seus corpos nus e praticando atos sexuais após parar com tal prática, começar a fantasiar e desejar ardentemente as pessoas que ver, podendo concluir que está com desejo agora por pessoas que vê fora das telas  ao invés de virtuais? Porventura não continuará a desejar? É certo que por pessoas que estão por perto pode acontecer, e não estou dizendo para você parar de desejar as pessoas, mas sim alertando que se você começa a seguir tais pensamentos e não tiver nenhuma pessoa para se relacionar,acabará cedendo à sua própria mão e voltando ao vício.

Eu optei por escrever pois acho que isso será útil.

Dia 32 : Sonhos molhados e polução noturna
Dia 33: Acordei limpo

Boa tarde amigo, primeiramente parabéns pelos 33 dias limpos, gostei da sua reflexão, também concordo com a sua afirmação. Sou um pouco religioso e gosto daquela passagem que afirma: "Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. "
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 1/3/2020, 08:04
Renji escreveu:Boa tarde amigo, primeiramente parabéns pelos 33 dias limpos, gostei da sua reflexão, também concordo com a sua afirmação. Sou um pouco religioso e gosto daquela passagem que afirma: "Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. "

Olá Renji! Agradeço sua vinda aqui nesse diário!
Essa passagem também me faz refletir e a conheço desde uns anos e tenho seguido esses ensinamentos; percebo que tanto a doutrina de Buda, como os ensinamentos de Cristo seguem a prática da disciplina, amor,e a justiça e tudo mais que é verdadeiramente bom.
Um grande abraço!
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 1/3/2020, 08:40
Dia 33: Ontem eu fui à uma festa novamente e tive uma conclusão:

Não gosto muito de festas, ficar sentado à mesa,na maioria das vezes me sinto indigno de estar nesses locais; tanto que prefiro mais ir a lugares que não há muitas pessoas e músicas altas,como azilo e roça;ainda mais que não gosto das músicas que tocam como essas novas Pops, eletrônicas,funks e tudo mais que considero meloso demais. Não sou muito de ouvir música pois prefiro escrever as minhas próprias com rimas que tem sentido. Na festa havia uma prima minha que, de tanta beleza, maquiagem, parecia um ser de outro planeta! É claro, não desejei ninguém e foi muito bom, minha mente estava mais limpa.

Embora não sou muito chegado a tal evento,fui com o objetivo de sair para,como a maioria das pessoas fazem, "relaxar" um pouco a cabeça,mas mesmo assim eu pensava em estudar!
Correu tudo em seu determinado curso,foi até que bom eu me arriscaria a dizer!
Editado: joguei jogos na sexta-feira e sábado, até na festa joguei mas logo vejo um sentimento de culpa e resolvi parar. Joguei o Trafic Rider, simulador de motos umas quatro partidas.

34: até agora eu estou confuso se tive Polução noturna e sonhos molhados...
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 1/3/2020, 18:01
Fnata escreveu:Dia 33: Ontem eu fui à uma festa novamente e tive uma conclusão:

Não gosto muito de festas, ficar sentado à mesa,na maioria das vezes me sinto indigno de estar nesses locais; tanto que prefiro mais ir a lugares que não há muitas pessoas e músicas altas,como azilo e roça;ainda mais que não gosto das músicas que tocam como essas novas Pops, eletrônicas,funks e tudo mais que considero meloso demais. Não sou muito de ouvir música pois prefiro escrever as minhas próprias com rimas que tem sentido. Na festa havia uma prima minha que, de tanta beleza, maquiagem, parecia um ser de outro planeta! É claro, não desejei ninguém e foi muito bom, minha mente estava mais limpa.

Embora não sou muito chegado a tal evento,fui com o objetivo de sair para,como a maioria das pessoas fazem, "relaxar" um pouco a cabeça,mas mesmo assim eu pensava em estudar!
Correu tudo em seu determinado curso,foi até que bom eu me arriscaria a dizer!
Editado: joguei jogos na sexta-feira e sábado, até na festa joguei mas logo vejo um sentimento de culpa e resolvi parar. Joguei o Trafic Rider, simulador de motos umas quatro partidas.

34: até agora eu estou confuso se tive Polução noturna e sonhos molhados...

Boa tarde Fnata, eu também nunca gostei muito de festas, na verdade, nas únicas vezes em que saí foi por causa de alguns amigos que eu possuía no ensino médio. Hoje, percebo que existem lugares muito mais saudáveis e que me trazem mais felicidade do que ir em alguma festa para "pegar" alguém.
Abração e continue firme no reboot.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 1/3/2020, 18:56
Renji escreveu:
Boa tarde Fnata, eu também nunca gostei muito de festas, na verdade, nas únicas vezes em que saí foi por causa de alguns amigos que eu possuía no ensino médio. Hoje, percebo que existem lugares muito mais saudáveis e que me trazem mais felicidade do que ir em alguma festa para "pegar" alguém.
Abração e continue firme no reboot.

Boa noite! Eu concordo contigo, e sabe, percebo que na minha família,as pessoas quando vão na festa por mais que tem problemas,parecem estar "bem" em certa ocasião, sendo algo de aparências, e fora desses eventos, é como de tudo voltasse ao normal, e eu prefiro o normal,pois é melhor do que essas farsas.

avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 1/3/2020, 19:14
Dia 34: Nessa semana que não tive aulas na escola, aproveitei e fui estudar matemática básica através de vídeos no YouTube que estão me ajudando muito a aprender de novo.
E acabei acordando por volta das 7:00 mas amanhã irei voltar ao normal.
De manhã,liguei o computador e fui ler um ebook que encontrei no lê livros sobre meditação,pois estava muito curioso e aflito por não saber muito sobre a meditação.
Percebi ao terminar a leitura que estava um pouco entendiado e no computador e desliguei-o. Logo fiz uma meditação de uma hora.
Joguei jogos hoje, como o god of war: ghost of Sparta De Psp emulado em meu celular e a cada segundo que eu jogava eu estava me sentindo um pouco para baixo.
Depois de terminar de jogar,fui ler uns relatos aqui no fórum e encontrei a história do Renji e concordo que devo realmente parar com os jogos também;caso esteja lendo Renji,sua história me motivou a deixar os games. Senti que eu estava um pouco emburreicido ao jogar acreditando que meu circuito de recompensa liberou dopamina me fazendo se afogar no vício em jogos novamente. Eu não encontrei até hoje um livros que fale a fundo do vício em jogos,a sensação de voltar ao ritmo hipnótico é assustadora,mas vou me reerguer novamente e abandonar os jogos definitivamente. Só joguei hoje pois estava entediado sei que recorri ao erro novamente. Estou pensando em colocar um contador de dias sem jogos, mas acho que isso é bobagem,pois o foco é na PMO,embora os jogos utilizam nossos circuitos de recompensa,e acho que isso pode atrapalhar no Reboot, já postei um tópico aqui perguntando sobre o ciclo de recompensa mas não fui respondido apenas bloquearam minha postagem. Eu apenas criei pois não estava em uma categoria de dúvidas. Eu ficaria imensamente grato se alguém me respondesse sobre os jogos, é uma dúvida que está me fazendo jogar a cada dia e não quero voltar aos jogos e muito menos a pornografia.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 1/3/2020, 20:07
Vou relatar aqui e sinto novamente que assim como a música,preciso demais desabafar
Nesses dias em que estudei,ao terminar minha tarefa, eu encontrara um tempo para jogar jogos,me sentia feliz e sentia que precisava de uma recompensa; voltando para casa,mesmo excluindo o tal joguinho,ontem a noite em casa,eu senti que precisava de algo para relaxar, no caso era exatamente os jogos,mas acabei indo dormir.
Sabem o que eu penso sobre vida? Vou lhes contar
Penso que tudo era bom antes de terem criado o primeiro jogo virtual,aquele que simulava um jogo tênis feito por um físico,cuja a bolinha ia em sua direção e você devia rebatê-la. É claro que o sexo foi se tornando muito mais acessível para o ser humano desde os tempos mais antigos e ganhando uma versão pornográfica, afetando assim o ser humano e gerando lucro como os jogos eletrônicos.O que me motiva a parar é pensar que eu posso construir uma nova vida.
Eu por esses dias ao jogar, pensava que estava perdendo muitas coisas da vida e infelizmente estava mesmo. Por estar seguindo a prática do ascetismo eu sinto que errei com minha mente,minha alma e com Deus ao ter jogado jogos.
Quando comecei a estudar,estudei por muito tempo,mais de três horas logo no início e comecei a sentir que estava perdendo o fio da meada após seguir uma video-aula e ter copiado indo direto para outra.Ontem não estudei,hoje também não, pois eu li o ebook Aprendendo inteligência do Prof. Piazzi e a partir das informações concedidas eu irei encontrar meu ritmo.
Não raramente mas tenho vontade de vender o celular,porém preciso dele para comunicação e sinto vontade de viver sem tecnologia,porém preciso dela também. Quando eu leio livros eu me envolvo com a narrativa e mesmo após ler ,me ocorre o caso de ficar pensando sobre o que leio. Me envolvi com alguns romances de Jorge amado e adorei ter viajado para o Brasil nos anos 90, sabe eu lia coisas antigas,e continuo lendo;que descreviam as coisas nos mínimos detalhes; eu habitava em uma epóca que não é como hoje; embora tudo parecia mais difícil,parece que segundo os jovens entrevistados no livro Inércia-geração Y no limite do tédio que você encontra no site e-livros; parece que ficou mais chato por tudo ser mais fácil.Eu até que concordo em partes com eles.
Vou parar com esses jogos,voltar a leitura e planejar uma rotina eficaz dessa vez de verdade.


avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 3/3/2020, 21:09
Olá amigo, como vão as coisas?.
Com relação aos jogos online, infelizmente só você pode decidir se está viciado ou não, tente ficar um tempo sem e perceber se há diferenças ou não na sua vida, no seu jeito de agir. Eu me sinto uma pessoa muito melhor desde que parei. Eu sentia que estava perdendo muito tempo da minha vida nisso e que poderia estar empregando esse tempo em coisas mais produtivas, como leitura, caminhada, passar um tempo com a minha família. Fora que parece que com esses jogos eu me tornava mais tímido e menos sociável, além de perder parte da minha motivação. Pode ser que os jogos não sejam tão viciantes quanto p+m+o, mas não duvido que possam causar mudanças estruturais no cérebro igualmente severas. O problema é provar, visto que assim como a p. os jogos também movimentam bilhões e milhões de dólares todos os anos, com eventos, streamers e jogadores. E é visto com bons olhos pela maioria das pessoas como um "bom hobbie". Além disso, eu me sentia muito mais suscetível a uma recaída em p., visto que muitos dos jogos que eu jogava possuíam inúmeros gatilhos.

Enfim, só você pode tomar a decisão se deve parar ou não. Abraço e siga firme no reboot.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 4/3/2020, 13:53
Renji escreveu:Olá amigo, como vão as coisas?.
Com relação aos jogos online, infelizmente só você pode decidir se está viciado ou não, tente ficar um tempo sem e perceber se há diferenças ou não na sua vida, no seu jeito de agir. Eu me sinto uma pessoa muito melhor desde que parei. Eu sentia que estava perdendo muito tempo da minha vida nisso e que poderia estar empregando esse tempo em coisas mais produtivas, como leitura, caminhada, passar um tempo com a minha família. Fora que parece que com esses jogos eu me tornava mais tímido e menos sociável, além de perder parte da minha motivação. Pode ser que os jogos não sejam tão viciantes quanto p+m+o, mas não duvido que possam causar mudanças estruturais no cérebro igualmente severas. O problema é provar, visto que assim como a p. os jogos também movimentam bilhões e milhões de dólares todos os anos, com eventos, streamers e jogadores. E é visto com bons olhos pela maioria das pessoas como um "bom hobbie". Além disso, eu me sentia muito mais suscetível a uma recaída em p., visto que muitos dos jogos que eu jogava possuíam inúmeros gatilhos.

Enfim, só você pode tomar a decisão se deve parar ou não. Abraço e siga firme no reboot.
Olá Renji,eu concordo com tudo isso e estou disposto a parar,afinal,isso faz parte do ascetismo também e não quero segui-lo com essa brecha.
Grato estou pelo apoio;
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 4/3/2020, 14:03
Dia 35,36 e 37 sem polução noturna e sonhos molhados

Ontem,dia 36, meu pai pedira para que eu reconfigurasse o whatsapp dele e me surpreendi novamente com umas fotos que por pouco não as vi,se não estivessem embaçadas e haviam figurinhas pornograficas também, conseguindo ver só uma pequeninissima parte de uma foto,mas logo ignorei-a,se tratava de uma mulher nua, e excluí todo o conteúdo limpando as conversas e saindo do grupo que o pessoal que trabalha junto com ele postam só porcarias,e é claro excluí as pastas do app com o gerenciador de arquivos pois é mais seguro.  Sei que eles sempre o adicionam no grupo e meu pai que não sabe usar o aplicativo de forma certa pode acabar até enviando tais coisas mesmo sem querer para alguém e nem gosto de pensar nisso.

Percebi que antigamente eu pensava por muito tempo que não iria conseguir ficar muito tempo livre da Pmo e eu estava completamente errado. Portanto lhes dou um sábio conselho: não esperem por recaídas,pois se haver dúvidas é sinal que não estão se dedicando ao Reboot.
A+
A+
Mensagens : 45
Data de inscrição : 01/03/2020
Idade : 19
Localização : Nárnia

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 4/3/2020, 20:34
Fnata escreveu:Dia 35,36 e 37 sem polução noturna e sonhos molhados

Ontem,dia 36, meu pai pedira para que eu reconfigurasse o whatsapp dele e me surpreendi novamente com umas fotos que por pouco não as vi,se não estivessem embaçadas e haviam figurinhas pornograficas também, conseguindo ver só uma pequeninissima parte de uma foto,mas logo ignorei-a,se tratava de uma mulher nua, e excluí todo o conteúdo limpando as conversas e saindo do grupo que o pessoal que trabalha junto com ele postam só porcarias,e é claro excluí as pastas do app com o gerenciador de arquivos pois é mais seguro.  Sei que eles sempre o adicionam no grupo e meu pai que não sabe usar o aplicativo de forma certa pode acabar até enviando tais coisas mesmo sem querer para alguém e nem gosto de pensar nisso.

Percebi que antigamente eu pensava por muito tempo que não iria conseguir ficar muito tempo livre da Pmo e eu estava completamente errado. Portanto lhes dou um sábio conselho: não esperem por recaídas,pois se haver dúvidas é sinal que não estão se dedicando ao Reboot.

Boa mano, essa atitude de ignorar mostram que vc está no caminho certo!

_______________________________________

avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 5/3/2020, 19:54
A+, pois é irmão, estou com uma certa aversão a Pmo que penso que se praticasse tal ato, seria uma grande desonra comigo,com minha crença e com Deus.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 5/3/2020, 20:05
Dia 38: Acordei por volta das 4:44 da manhã e estava com tanto sono que resolvi dormir de novo, até esse período tudo corria bem, mas ao dormir, tive um sonho molhado e polução noturna, acordando por volta das 5:10 e recordo me que no sonho eu procurava por uma fêmea e antes mesmo de eu ter praticado um ato sexual, ejaculara e acordei no meio do processo e senti meio desconfortado com a liberação de sêmen indo direto tomar banho.
E percebo também que ontem,dia 37, minha líbido estava alta, e acho que isso é ruim para mim, que está seguindo o ascetismo,uma vez que posso ficar com o desconforto que ela proporciona;é um ponto a ser observado para quem está fazendo a restauração pois a pessoa pode encontrar gatilhos mesmo que indiretamente, uma vez que a líbido está alta,podendo fantasiar com pessoas próximas, sendo mais suscetível a prática da masturbação.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 7/3/2020, 10:53
Dia 39: sem polução noturna e sonhos molhados
40: polução noturna e sonhos molhados

Estou novamente tentando voltar aos estudos,pois perdi o fio da meada por umas duas semanas, mas agora vou mergulhar nessa jornada afundo pois preciso muito, não sou um estudante de alto nível mas vou tentar chegar lá, eu sou uma pessoa que apenas quer voltar aos estudos e ir do básico ao avançado. Ontem novamente joguei um jogo eletrônico e quase tentei novamente hoje, se não fosse os pensamentos relacionados aos estudos acompanhados de uma maldita música sertaneja que me fez sentir emocionado,como se fosse um feitiço, e não gosto muito de ouvir música por esse motivo, pois elas nos fazem emocionar temporariamente e é como se passasse um filme em nossas mentes.
Estou pesquisando sobre como voltar a estudar,como estudar pois quero seguir da maneira mais certa.
Essa semana peguei um livro na escola para ler,ele tem um vocabulário que merece atenção e vou focar nisso também. E ontem para hoje,comi uns doces de amendoim, e percebi que não são eles que me atrapalham,contradizendo o que eu relatei aqui no começo de meu diário; e sim era eu quem desejava muito as mulheres a ponto de não suportar ficar sem a prática da masturbação acompanhada da pornografia. Mas agora, a mente está se renovando e estou me tornando uma pessoa diferente de antes.
A+
A+
Mensagens : 45
Data de inscrição : 01/03/2020
Idade : 19
Localização : Nárnia

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 7/3/2020, 14:56
Fnata escreveu:Dia 39: sem polução noturna e sonhos molhados
40: polução noturna e sonhos molhados

Estou novamente tentando voltar aos estudos,pois perdi o fio da meada por umas duas semanas, mas agora vou mergulhar nessa jornada afundo pois preciso muito, não sou um estudante de alto nível mas vou tentar chegar lá, eu sou uma pessoa que apenas quer voltar aos estudos e ir do básico ao avançado. Ontem novamente joguei um jogo eletrônico e quase tentei novamente hoje, se não fosse os pensamentos relacionados aos estudos acompanhados de uma maldita música sertaneja que me fez sentir emocionado,como se fosse um feitiço, e não gosto muito de ouvir música por esse motivo, pois elas nos fazem emocionar temporariamente e é como se passasse um filme em nossas mentes.
Estou pesquisando sobre como voltar a estudar,como estudar pois quero seguir da maneira mais certa.
Essa semana peguei um livro na escola para ler,ele tem um vocabulário que merece atenção e vou focar nisso também. E ontem para hoje,comi uns doces de amendoim, e percebi que não são eles que me atrapalham,contradizendo o que eu relatei aqui no começo de meu diário; e sim era eu quem desejava muito as mulheres a ponto de não suportar ficar sem a prática da masturbação acompanhada da pornografia. Mas agora, a mente está se renovando e estou me tornando uma pessoa diferente de antes.

Esse é o caminho! Vai praticando a leitura desse novo vocabulário e aperfeiçoando a prática da leitura pra ser mais fácil quando começar a estudar.

_______________________________________

Powerranger
Powerranger
Mensagens : 2041
Data de inscrição : 17/02/2018

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 8/3/2020, 10:48
Fnata escreveu:Dia 39: sem polução noturna e sonhos molhados
40: polução noturna e sonhos molhados

Estou novamente tentando voltar aos estudos,pois perdi o fio da meada por umas duas semanas, mas agora vou mergulhar nessa jornada afundo pois preciso muito, não sou um estudante de alto nível mas vou tentar chegar lá, eu sou uma pessoa que apenas quer voltar aos estudos e ir do básico ao avançado. Ontem novamente joguei um jogo eletrônico e quase tentei novamente hoje, se não fosse os pensamentos relacionados aos estudos acompanhados de uma maldita música sertaneja que me fez sentir emocionado,como se fosse um feitiço, e não gosto muito de ouvir música por esse motivo, pois elas nos fazem emocionar temporariamente e é como se passasse um filme em nossas mentes.
Estou pesquisando sobre como voltar a estudar,como estudar pois quero seguir da maneira mais certa.
Essa semana peguei um livro na escola para ler,ele tem um vocabulário que merece atenção e vou focar nisso também. E ontem para hoje,comi uns doces de amendoim, e percebi que não são eles que me atrapalham,contradizendo o que eu relatei aqui no começo de meu diário; e sim era eu quem desejava muito as mulheres a ponto de não suportar ficar sem a prática da masturbação acompanhada da pornografia. Mas agora, a mente está se renovando e estou me tornando uma pessoa diferente de antes.

Eae Fnata, cara que incrível você querendo voltar aos estudos, siga por esse caminho que você terá sucesso.Se quiser uma ajuda com isso, pode contar comigo, eu considero que sei bastante coisa até sobre métodos de estudos, faculdades, livros para estudar, como estudar, posso te dar bastante dicas que fui aprendendo na época que estive estudando para o ENEM, cerca de 1 ano e meio atrás.Tenho experiência com o ENEM e com alguns concursos públicos, então acho que posso ajudar em algo.

Essa questão do emocional que as músicas trazem, é verdade, mas a música realmente precisa trazer emoção, se não traz emoções então a qualidade da música é baixa.As vezes trazem sentimentos bons ou sentimentos ruins, mas também podem trazer grandes aprendizados.Um grandea abraço amigão

_______________________________________
"Se eu desistir agora, logo estarei de volta onde eu comecei. E quando comecei, eu estava desesperadamente desejando estar onde estou agora."
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 8/3/2020, 11:12
A+: Agradeço o apoio irmão, as mensagens tem me ajudado muito e estou imensamente grato

Power: Estou um pouco desnorteado com os estudos,e sua ajuda é bem vinda, caso queira me enviar algo deixarei meu email: [email protected]
Sobre a música, ela era uma sertaneja romântica, não me lembro o nome, e ao invés de eu ter que fantasiar uma vida amorosa como antigamente(daí eu ter parado com essas músicas,pois para minha realidade são muito utópicas), eu pensei a respeito dos estudos como a menina dos olhos!

O apoio de vocês aqui tem me ajudado bastante;
Um grande abraço a todos!
Riderdeth
Riderdeth
Mensagens : 83
Data de inscrição : 16/09/2019
Localização : Brazil

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 9/3/2020, 09:25
Grande Fnata!

Meus parabéns pelo contador, cara! Fico muito feliz que estás conseguindo se livrar disso e tem sido uma inspiração pra mim. Lembro que desde o início você foi alguém que me ajudou bastante e sou muito grato por isso e pelo seu exemplo. Um grande abraço, brother!

_______________________________________
E (eis que Alma) elevou a voz ao céu e clamou, dizendo: [...] "Ó Senhor Deus, meu coração está extremamente aflito; consola minha alma em Cristo. Ó Senhor, concede-me forças para suportar com paciência essas aflições [...]. Ó Senhor, conforta-me a alma e faze que eu tenha êxito, assim como os companheiros que estão comigo".

[...] E o Senhor proveu-os de tudo e deu-lhes força para que não padecessem qualquer espécie de a aflição que não pudesse ser sobrepujada pela alegria em Cristo [...].


- Alma 31:26,31-32,38



Confira meu diário em https://www.comoparar.com/t10031p50-diario-de-rider#275469.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 9/3/2020, 19:00
Riderdeth escreveu:Grande Fnata!

Meus parabéns pelo contador, cara! Fico muito feliz que estás conseguindo se livrar disso e tem sido uma inspiração pra mim. Lembro que desde o início você foi alguém que me ajudou bastante e sou muito grato por isso e pelo seu exemplo. Um grande abraço, brother!

Olá Rider! Faço minhas,suas palavras!
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 9/3/2020, 19:27
Dias 41 e 42:
Sem polução noturna e sonhos molhados.

Não relatei aqui o dia 40,porém posso resumi-lo em duas palavras: JOGOS ELETRÔNICOS.

Dia 41: Em uma radiante e luminosa manhã de sol,eu estava a pedalar, pelas ruas do bairro onde moro.Ao me sentir cansado,resolvi parar e voltar para casa.Até esse período tudo corria bem,peguei o livro da escola para ler e algo de errado aconteceu...
...procrastinei e muito, dei uma desculpa para mim mesmo ao ler o livro,dizendo que estava cansado e que minha lista de palavras anotadas estava enorme e resolvi ''relaxar'' jogando um jogo do celular com pausa para carregamento até as 22:00 da noite.

Dia 42: Acordei ás cinco e por três vezes dormi e colocando o relógio para despertar que me manteve acordado até as 5:47 e resolvi levantar da cama e, lutando contra meus pensamentos que tivera a respeito de não ir à escola e consegui ir. Ao chegar em casa,comecei a fazer um trabalho de biologia e joguei novamente através do celular.Fiquei por tanto tempo,que não sabia se havia lavado a louça do almoço. Mas agora já lavei a louça e quero parar de vez com os jogos,pois embora tudo esteja tranquilo eles me dão uma sensação de que tudo está mal em minha vida,isso é complexo demais para mim. Percebo que perdi minha seriedade com o ascetismo e com Deus, no qual eu seguira com escassa dedicação. Depois de uma certa reflexão que tive, pensei que havia voltado no ritmo Hipnótico descrito no livro de Napoleon Hill,mas irei  lutar novamente para meu porto seguro.Vou reconfigurar meu bloqueador de aplicativos por tempo no celular e seguir em frente.
avatar
Convidado
Convidado

Diário Fnata: Caminhada sem fuga - Página 4 Empty Re: Diário Fnata: Caminhada sem fuga

em 9/3/2020, 20:36
Fnata escreveu:Dias 41 e 42:
Sem polução noturna e sonhos molhados.

Não relatei aqui o dia 40,porém posso resumi-lo em duas palavras: JOGOS ELETRÔNICOS.

Dia 41: Em uma radiante e luminosa manhã de sol,eu estava a pedalar, pelas ruas do bairro onde moro.Ao me sentir cansado,resolvi parar e voltar para casa.Até esse período tudo corria bem,peguei o livro da escola para ler e algo de errado aconteceu...
...procrastinei e muito, dei uma desculpa para mim mesmo ao ler o livro,dizendo que estava cansado e que minha lista de palavras anotadas estava enorme e resolvi ''relaxar'' jogando um jogo do celular com pausa para carregamento até as 22:00 da noite.

Dia 42: Acordei ás cinco e por três vezes dormi e colocando o relógio para despertar que me manteve acordado até as 5:47 e resolvi levantar da cama e, lutando contra meus pensamentos que tivera a respeito de não ir à escola e consegui ir. Ao chegar em casa,comecei a fazer um trabalho de biologia e joguei novamente através do celular.Fiquei por tanto tempo,que não sabia se havia lavado a louça do almoço. Mas agora já lavei a louça e quero parar de vez com os jogos,pois embora tudo esteja tranquilo eles me dão uma sensação de que tudo está mal em minha vida,isso é complexo demais para mim. Percebo que perdi minha seriedade com o ascetismo e com Deus, no qual eu seguira com escassa dedicação. Depois de uma certa reflexão que tive, pensei que havia voltado no ritmo Hipnótico descrito no livro de Napoleon Hill,mas irei  lutar novamente para meu porto seguro.Vou reconfigurar meu bloqueador de aplicativos por tempo no celular e seguir em frente.

Olá Fnata, parabéns pelos 42 dias. Cuidado com os jogos, principalmente aqueles que possuem gatilhos e que podem levar a uma recaída. Abraço e siga firme.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum