Ir em baixo
Soldier of Jesus
Soldier of Jesus
Mensagens : 1
Data de inscrição : 16/04/2021

Diário de um soldado de Cristo se livrando da pornografia (soft e hard) Empty Diário de um soldado de Cristo se livrando da pornografia (soft e hard)

16/4/2021, 23:26
Sou de família cristã e sempre fui muito dedicado aos estudos. Meu vício em masturbação começa aos 10 anos de idade. Estou escrevendo esse relato aos 41 anos de idade. São 3 décadas onde eu tive as mais variadas formas de buscar excitação.
Eu começo a masturbação nos anos 90, quando a Internet no Brasil ainda não era uma realidade, mas o meu foco de excitação nunca foi exclusivo em cenas de sexo. Pela falta de opções, eu me virava com o que tinha, no caso revistas de MODA. Mais para frente, aos 13 anos, não lembro como, tive acesso à minha primeira revista Playboy. Mesmo assim, o tempo que eu dedicava à masturbação era muito pequeno e não era todos os dias.
Perto dos 18 anos, eu já conseguia comprar os CD-ROMs com material pornográfico e também já locava fitas nas locadoras de vídeo. Usava também revistas catálogo, como imagens de mulheres de bikini, roupas íntimas e afins. Mas logo cedo, com 14, 15 anos, tinha também um hábito pouco comum aos consumidores de pornografia: PRODUZIR o próprio material. Eu usava uma Câmera de Vídeo e filmava as meninas dançando no carnaval para depois, sozinho na sala ou quarto, assistir e me masturbar.
O contato com a Internet aconteceu 9 anos depois de começar a me masturbar, seja com material softcore e aos 18 anos com hardcore. Foi aí que a coisa tomou rumos infinitos, porque a rapidez e facilidade com que encontrava material em fotos principalmente – já que a Internet discada reduzia muito a possibilidade de vídeos longos, com 10 segundos no máximo – e pelos famosos chats do UOL.
Durante 2 anos eu estudei em Colégio Interno e lá a chance de ver pornografia era literalmente 0. Mas, eu descobri as famosas cabines da Praça da República em São Paulo, e uma ou duas vezes por mês ia lá ver pornografia nas cabinas, para matar o desejo. Mas, como era raro, não trazia problemas para meus estudos, porém SEMPRE me atrapalhou na espiritualidade. É IMPOSSÍVEL SE RELACIONAR COM DEUS ESTANDO NO VÍCIO DA PORNOGRAFIA.
Mas com relação aos estudos, eu tive poucos problemas, pois conciliava tranquilamente o tempo para as duas coisas. Mas aqui preciso abrir um parêntese: o estudo para mim sempre foi um poderosíssimo gatilho para obter prazer, já que estar entre os melhores alunos da sala, ter as melhores notas, ter desafios cada vez mais difíceis em disciplinas de cálculo especialmente, me trazia uma satisfação gigante. A época que o vício me trouxe mais problemas foi quando comecei uma segunda rodada de estudos para concursos públicos, cerca de 4 anos atrás (já sou concursado, mas queria pegar um emprego público mais rentável). Era muito assunto para estudar e, mesmo fazendo a proporção de 4 horas estudando para 1 hora vendo pornografia, não consegui abarcar todos os assuntos necessários.
O período que mais comecei a ver pornografia e produzir material próprio, incrivelmente, foi depois de casado. Eu AMO minha esposa, estou com ela a 17 anos, quero ficar com ela para sempre, mas esse vício é tão desgraçado que entra na sua vida e te perturba de forma que atrapalha fortemente os relacionamentos. E aqui preciso abrir um comentário para a questão do quanto é excitante produzir material próprio. Torna seu vício ainda mais perigoso e satisfatório, já que você começa a ser uma “lenda” da internet. Por muitos anos eu filmei e fotografei mulheres na praia, nas ruas, nos aeroportos, nas rodoviárias e divulguei na internet, em diversos sites do tipo. Tem publicação que alcançou mais de 250 mil pessoas. E hoje olho como isso é grave: Ajudei na manutenção do vício desse tanto de gente! Mas na época era absurdamente prazeroso ver que aquilo que você produzia agradava tantos outros como você.
Eu ia intercalando pornografia pesada com a Softcore, especialmente produzida por mim mesmo. Diferente de outros viciados em pornografia, eu não precisei buscar outros GÊNEROS mais fortes, como Homossexualidade masculina, zoofilia, pedofilia, sadomasoquismo, necrofilia, para sentir mais prazer. Bastava a novidade das atrizes pornô ou das novas mulheres que filmava para que fosse atendida a necessidade de “novidade” do meu cérebro.  
Agora voltando à questão da família, minha esposa me pegou algumas vezes vendo pornografia e isso gerou vergonha, desconfiança e decepção em nosso relacionamento. Mas ao invés de mudar, a gente acaba desenvolvendo táticas para NÃO SER PEGO. Isso mesmo, o vício não acaba e ainda arrumamos formas de manter nosso segredo.
Agora falando as minhas relações sexuais, só comecei a ter problemas depois dos 38 anos, quando vieram duas coisas juntas: Ejaculação Precoce – mais incomum em viciados por pornografia – e a disfunção erétil em algumas situações. Claro que outras coisas já haviam antes, como se excitar mais com a esposa PENSANDO nas cenas pornô armazenadas no cérebro. Sim, pensar nas cenas pornô enquanto estava praticando sexo com a esposa, ajudava na manutenção da ereção. Mas isso gera uma situação terrível para quem deseja viver uma vida cristã, que é o meu caso: sendo viciado em pornografia JAMAIS você vive o sexo puro e pleno que deve haver com a sua esposa. E mais: podem passar pensamentos TERRÍVEIS na sua mente como, por exemplo, de que é MELHOR viver sozinho e com o seu mundo infinito de possibilidades de prazer do que com alguém. Esse foi o pior pensamento que já passou pela minha mente. E quando você tem a sua excitação estendida para o mundo real – filmando e fotografando as mulheres de pertinho, havendo esforço, situações de medo, tensão, perigo – isso se torna ainda mais dramático.
Hoje a minha batalha está no mundo online, porque com o Advento de Instagram e outras plataformas, mais uma vez a farta disponibilidade de material faz com que se tenham muitas novidades. Arrancar um vício de 30 anos não é tarefa fácil, mas com o método do REVERT acredito que será possível.
Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 865
Data de inscrição : 10/12/2018

Diário de um soldado de Cristo se livrando da pornografia (soft e hard) Empty Re: Diário de um soldado de Cristo se livrando da pornografia (soft e hard)

17/4/2021, 00:02
Oi, Soldier of Jesus!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum