Compartilhe
Ir em baixo
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 19/10/2018, 18:32
Recaí ontem, aos 43 dias...

Semana retrasada, com uns 35 dias, eu consegui fazer sexo normalmente, eu tive ereção, durei bastante tempo, não precise "me tocar" pra conseguir erguer o bicho, mas foi estranho. Eu estava muito feliz, e muito triste ao mesmo tempo. Pra quem leu o meu diário, eu estou ficando com uma menina, contei tudo pra ela e, não consumia mais pornografia, mas não abdiquei do orgasmo por às vezes tentar fazer sexo com ela e acabar acontecendo, li alguns diários aqui e em sites gringos e conheci histórias de pessoas que "melhoraram" assim. Bom, eu fiquei muito triste ao mesmo tempo porque a minha ereção eu obtive tocando a menina. Ok, isso parece bom, mas é que assim, quando olho pra meninas reais eu não sinto a excitação que eu sentia uma vez, não sentia nada comparado ao que eu sentia antes, apesar de ter algum estímulo. Resumindo, creio que tive uma ereção, e ainda consigo ter às vezes, por "treinar" meu pênis a ficar ereto quanto estou com essa menina, da pra se dizer de certa forma que eu "forcei ele" para fazermos sexo algumas vezes, e agora consigo às vezes. Meu cérebro se condicionou a ter uma ereção quando estou com ela, não que eu sinta excitação suficiente.

Bom, eu não gostaria de "me livrar do vício" e ficar tendo sexo mecânico com as mulheres, sem sentir muito prazer na verdade, e às vezes correndo o risco de brochar por causa disso, ou simplesmente não levantar, etc... Eu sabia que era muito cedo, 43 dias, mas fui dar uma lida nos fóruns e me caiu a ficha. Me caiu a ficha do porquê que você vê vários caras nas histórias de sucesso, caras que atingem os 90 dias e que dizem, o interessante é que esse padrão de post é igual aqui e nos sites gringos também, "agora estou mais autoconfiante, sou mais eu, me sinto melhor, sem procrastinação, me sinto um homem completo, bababab" e várias outras infindáveis melhoras psicológicas e diárias que conquistaram mas daí, bem no finzinho do post "quanto a DE, ainda tenho algum problema, mas acredito que com o tempo vou melhorar...", é porque nunca se melhora de verdade. É por isso... É porque aquela coisa que se tinha antes do vício, de ver uma menina de legging e ter uma ereção completa e duradoura, sem esforço nenhum e ter que pensar em outra coisa pra não passar vergonha, nunca mais vai voltar, já era isso, e é por isso que recaímos.

O viciado em pornografia tem que lidar com o fato de que sua vida sexual nunca mais vai ser a mesma, que não tem como ele comparar com a vida de alguém que nunca foi viciado. E essa negação faz com que ele recaia, faz com que a gente veja aqui e em sites gringos pessoas com mais de 200, 300 dias, recaindo, porque estão procurando aquela excitação que as mulheres reais e a PMO no início davam, mas que agora não existe mais e elas tem que simplesmente lidar com isso.

Esse pensamento acabou comigo ontem e acabei recaindo.

Estou postando isso aqui no meu diário não para ser pessimista, mas para que eu consiga lidar com esse fato... Acredito que só encarando essa verdade é que eu vou conseguir me libertar disso. Se eu ficar esperando que minha excitação por mulheres reais vai ser igual a de uma vez, isso sempre vai me deixar frustrado e me fazer recair, tenho que esperar menos do reboot nessa questão sexual, e me sentir mais feliz em relação aos outros ganhos que se tem com ele quanto a autoconfiança, diminuição da procrastinação e etc... É triste, eu sinceramente, no fundo, não estou nem aí quanto a autoestima, ou qualquer um dos benefícios do reboot, só queria sentir o prazer com uma mulher que poderia ter sentido antes de me tornar um viciado, mas, fazer o que, vou ter que mudar esse pensamento se não vou ficar pra sempre nesse círculo vicioso.

Outra coisa que queria registrar aqui, é que nem a pornografia me da mais prazer, ontem quando entrei em desespero da possibilidade de nunca mais ter o prazer que tinha antes, dei um jeito de ver um vídeo porno e mal senti prazer, triste...

_______________________________________


Bolseiro_carioca
Mensagens : 710
Data de inscrição : 27/08/2016
Idade : 27
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 19/10/2018, 22:46
Rapaz o tempo cura tudo, em 1 mes ou 3 apenas vai curar sua DE o resto é num prazo de um ano. Digo pq muito rebooters passaram por isso. Não se sabote, de tempo ao tempo. Seu corpo e mente se recupera de tudo. mas em 90 dias é só sua DE, o resto precisa de mais.
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 20/10/2018, 10:13
Bolseiro_carioca escreveu:Rapaz o tempo cura tudo, em 1 mes ou 3 apenas vai curar sua DE o resto é num prazo de um ano. Digo pq muito rebooters passaram por isso. Não se sabote, de tempo ao tempo. Seu corpo e mente se recupera de tudo.  mas em 90 dias é só sua DE, o resto precisa de mais.

Sim, eu sei que foi pouco tempo, 43 dias, só que to falando isso pelo que andei lendo e me desmotivo

Cara, coloca o link do teu diário no teu avatar aí, tentei achar e não achei

_______________________________________


Broly
Mensagens : 44
Data de inscrição : 17/08/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 20/10/2018, 11:25
Fala Charizard, estava lendo seu relato de recaída aos 43 dias e talvez eu esteja fazendo errado ou não consiga ficar em modo totalmente hard, ou também não tenha chegado aos 90 dias. Mas, eu concordo com você em partes. Não acho que eu vou conseguir ter a mesma disposição sexual que já tive um dia antes de passar por todas as experiências sexuais que já tive incluindo PMO. E pelo tempo que eu já convivi com isso eu acredito que mesmo passando muito tempo, anos, longe da P, se eu ver começar a ver P, em pouquíssimo tempo volto ao meus velhos hábitos de PMO que durou vários anos e principalmente querendo ou não foi minha iniciação na vida sexual eu já comecei nisso e só depois de muito tempo já com alguns problemas de EP e que fui experimentar sexo real. Porém a parte que eu discordo, e que eu prefiro ter esperança, é da que só teremos sexo mecânico e de baixa qualidade com ereção um pouco a desejar. Meu níveis de dopamina ainda estavam muito irregulados e não sei se um dia voltarão ao normal totalmente. mas para mim tem melhorado muito com o tempo, só não é uma subida constante, eu tenho quase que uma flat-line ao longo do tempo, hora mais intensa hora mais tranquila e acredito que com o tempo eu vou melhorar e não chegar no nível que eu já estive um dia, mas num que me seja satisfatório e satisfatório para minha companheira. Boa sorte na sua luta amigo e boa sorte, tenha fé, acredite no processo e continue, força...
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 21/10/2018, 18:37
Broly escreveu:Fala Charizard, estava lendo seu relato de recaída aos 43 dias e talvez eu esteja fazendo errado ou não consiga ficar em modo totalmente hard, ou também não tenha chegado aos 90 dias. Mas, eu concordo com você em partes. Não acho que eu vou conseguir ter a mesma disposição sexual que já tive um dia antes de passar por todas as experiências sexuais que já tive incluindo PMO. E pelo tempo que eu já convivi com isso eu acredito que mesmo passando muito tempo, anos, longe da P, se eu ver começar a ver P, em pouquíssimo tempo volto ao meus velhos hábitos de PMO que durou vários anos e principalmente querendo ou não foi minha iniciação na vida sexual eu já comecei nisso e só depois de muito tempo já com alguns problemas de EP e que fui experimentar sexo real. Porém a parte que eu discordo, e que eu prefiro ter esperança, é da que só teremos sexo mecânico e de baixa qualidade com ereção um pouco a desejar. Meu níveis de dopamina ainda estavam muito irregulados e não sei se um dia voltarão ao normal totalmente. mas para mim tem melhorado muito com o tempo, só não é uma subida constante, eu tenho quase que uma flat-line ao longo do tempo, hora mais intensa hora mais tranquila e acredito que com o tempo eu vou melhorar e não chegar no nível que eu já estive um dia, mas num que me seja satisfatório e satisfatório para minha companheira. Boa sorte na sua luta amigo e boa sorte, tenha fé, acredite no processo e continue, força...

Eaí Broly, pois é, eu quero ter essa esperança também, mas não é o que eu tenho visto nos relatos, tanto nos brasileiros quanto nos gringos. Realmente me incomoda ver as histórias de sucesso em que a pessoa relata inúmeras melhoras e no final do post "quanto a DE, ainda tenho problemas, mas acredito que vou melhorar com o tempo", porque a DE, no caso de quem é viciado em PMO, não é nada mais nada menos que não ficar excitado com uma mulher real, é isso... é ver uma mulher nua na sua frente e não ter desejo sexual, e pra mim, é a parte mais importante... Eu entendo os benefícios que se tem em realizar o reboot, mas o que eu queria era poder olhar uma mulher sem roupa e não conseguir me aguentar de tão excitado, que nem antes do vício, mas isso não é possível pra quem é viciado, deveriam ser sinceros pra a gente nos sites e foruns quanto aos benefícios do reboot... O que me leva a continuar no reboot é porque é impossível viver com o vício, você procrastina tanto que destrói a tua vida e desenvolve um grau de ansiedade inimaginável pra quem nunca passou por isso, não porque acho que vou voltar a ter a atração que tinha antes do vício por mulheres que não estão num vídeo pornô hehe

Bom, mudando de assunto, você então só abdico da P e da M? Já ficou quanto tempo sem O? Pergunto isso porque tem a questão dos receptores de dopamina sobre os quais andei lendo no yourbrainonporn, que só se recuperam depois de um tempo sem orgasmo, em teoria... Tenta ficar um tempo sem pra ver se da algum resultado, abraços

_______________________________________


Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 25/2/2019, 22:45
Faz um tempão que não escrevo aqui. A marca de 66 dias é especial pra mim porque foi o mais longe que já cheguei, se eu ir deitar hj e acordar sem ter recaído vou ter batido meu record...

Tenho que modificar meu contador, eu tive orgasmos com a minha namorada, então não é um hard mode. Parece uma boa coisa, mas na verdade não sinto uma grande melhora, consigo ter um sexo de baixa qualidade, sem ereções totais e pouco satisfatório, incomparáveis com o que eu sentia com a pornografia.

Eu tive vários ganhos, em várias áreas da minha vida por me afastar desse vício, não pretendo voltar a usar pornografia, pra falar a verdade nas últimas vezes que eu usei eu mal senti prazer... Eu simplesmente não sinto vontade de usar. Mesmo assim, não sei se pessoas com o meu grau de vício realmente voltam algum dia a ter uma vida sexual relativamente normal e satisfatória.

Me sinto resignado, a frustração da probabilidade de nunca mais sentir aquele desejo real e incontrolável por uma mulher real não me incomoda mais tanto, o que realmente tem me incomodado é a solidão. A solidão que esse vício nos traz é indescritível. Não poder falar com ninguém sobre isso sem ser pela tela de um computador é horrível. A minha namorado sabe, é claro, converso com ela sobre isso, mas é diferente... Um viciado em cocaína pode ir num encontro de ex viciados e conversar abertamente com outro viciado sobre isso, o máximo que eu posso fazer é pagar pra uma pessoa com um diploma tentar me ajudar... Ou mesmo me ouvir, por mais que ela não tenha a mínima noção de como é ter esse problema. Só queria poder conversar com alguém sobre isso de igual pra igual... Perder um pouco essa sensação de isolamento

_______________________________________


Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 5/3/2019, 20:26
Dei uma corrigida no meu contador, como já havia dito, eu não me abstive de M e O porque faço sexo com a minha namorada, então não estou num hard mode. Ainda, achei uma anotação em outro contador de uma vez que pratiquei recaí no dia 9 de janeiro (estava na casa dos meus pais, o PC lá não é bloqueado infelizmente), foi um dia que cheguei completamente bêbado em casa e resolvi chutar o balde, o engraçado é que tive o cuidado de anotar isso e esquecer depois, triste...

Bom, agora meu contador está corrigido e estou pensando em como vai ficar minha relação com a namorada quando começar o hard mode. Eu já obtive melhoras, em vários aspectos, mas eu tenho certeza que eu só vou alcançar o próximo nível de melhora — vamos dizer assim — quando executar o hard mode da maneira correta. Isso me deixa com medo, eu moro sozinho e vivo num meio em que não me identifico com ninguém, então além de namorada, ela é a pessoa que me faz companhia, minha amiga, se eu a perder vou ficar sozinho em todos os sentidos possíveis da palavra. Ainda, ela me aceitou mesmo sabendo que eu sou viciado em PMO, é muito difícil isso acontecer pra uma pessoa que nem eu...

Todas as vezes que tentamos o hard mode eu acabava ficando em abstinência (ficava meio apático, depois variava de humor, aí entrava em flatline e ficava deprimido) e dava menos atenção pra ela, mas era involuntário e não tinha nada a ver com ela, era efeito do vício e isso deixava o clima ruim entre nós, deixava ela triste e distante também. Então, se eu conseguisse uma ereção razoavelmente boa e fizesse sexo com ela, tudo voltava ao normal, ficava tudo certo. Isso se repetiu várias vezes, e nunca consegui fazer o hard mode, até que desisti. Agora meu relacionamento deu uma estabilizada e estou decidido a tentar de novo, espero que dê tudo certo.

_______________________________________


Paladino91
Mensagens : 80
Data de inscrição : 09/02/2019
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 5/3/2019, 21:01
E aew mano Charizard,

A situação quando se tem uma companheira fica complicada, por que é uma coisa que afeta os 2 no relacionamento, eu acredito muito no reboot, mas somente no HardMode, é muito duro,doloroso, desgastante, doí muito mas eu acho que tem que ser no hard, no meu caso é 15 anos com PMO, não tem como eu ficar 30 dias e fazer um sexo real, é muito tempo de PMO para em somente 30 dias fazer sexo, eu acredito ( não sei se é o seu caso) que sua mente la na hora do sexo vai fantasiar coisas diferente , não ta 100%, 8/10/15 anos de PMO é muito tempo meu mano, se o reboot ainda fosse 1 ano, seria pouco tempo para curar danos de uma década de PMO.

Força aew brother!
avatar
Mensagens : 221
Data de inscrição : 09/12/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 6/3/2019, 11:06
obrigado por comparecer ao meu diário.

Já tinha visto o seu, mas geralmente dou maior atenção àqueles que sofrem de DE, que é meu caso. No seu primeiro post não falava nada de DE.

Um fato curioso que vi no seu diário é que "aquele negócio de ver uma mina de leggins e ficar de pau duro esquece".

Na realidade, eu nunca tive ereção com mulher de legging, mas sim beijando ou vendo apenas um peito.

Hoje, tenho que receber muito estímulo para ter uma ereção meia boca

Vou passar a te acompanhar. boa sorte a nós
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 6/3/2019, 19:54
Paladino91 escreveu:E aew mano Charizard,

A situação quando se tem uma companheira fica complicada, por que é uma coisa que afeta os 2 no relacionamento, eu acredito muito no reboot, mas somente no HardMode, é muito duro,doloroso, desgastante, doí muito mas eu acho que tem que ser no hard, no meu caso é 15 anos com PMO, não tem como eu ficar 30 dias e fazer um sexo real, é muito tempo de PMO para em somente 30 dias fazer sexo, eu acredito ( não sei se é o seu caso) que sua mente la na hora do sexo vai fantasiar coisas diferente , não ta 100%, 8/10/15 anos de PMO é muito tempo meu mano, se o reboot ainda fosse 1 ano, seria pouco tempo para curar danos de uma década de PMO.

Força aew brother!

Eai paladino,

bom, no meu caso já aconteceu sim, de ir fazer sexo com minha namorada e meu cérebro ficar tentando fantasiar, 30 dias é mesmo muito pouco. Eu sou viciado desde os meus 11 pra 12 anos, tenho 25, então sou viciado há muito tempo também. Tenho que fazer um reboot hard mode mesmo, e só depois tentar alguma coisa, se não vou continuar com esse sexo de baixa qualidade, tirando os outros problemas né... Bom, vou conversar com minha parceira e ver no que da, vou relatar aqui no diário

abraço

_______________________________________


Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 6/3/2019, 20:11
gustav000 escreveu:obrigado por comparecer ao meu diário.

Já tinha visto o seu, mas geralmente dou maior atenção àqueles que sofrem de DE, que é meu caso. No seu primeiro post não falava nada de DE.

Um fato curioso que vi no seu diário é que "aquele negócio de ver uma mina de leggins e ficar de pau duro esquece".

Na realidade, eu nunca tive ereção com mulher de legging, mas sim beijando ou vendo apenas um peito.

Hoje, tenho que receber muito estímulo para ter uma ereção meia boca

Vou passar a te acompanhar. boa sorte a nós

Sempre dou uma olhada no seu diário cara, acho seu caso parecido com o meu de certa forma, tirando que acho que você tem uma visão sobre o problema mais parecida com a minha também... não sei até que ponto to falando besteira, mas foi a impressão que tive.

Cara, sobre essa questão da legging aí, acho que isso é mais uma questão de gosto mesmo, a legging pra mim faz um paralelo com peitos pra você hauheuaheaueh, eu só quis dizer que eu tinha ereções totais e duradouras com muito menos estímulo do que hoje. Agora pra mim é impossível ter uma ereção só olhando pra uma mulher, por mais que seja apenas de biquini ou algo do tipo, e sei que isso nunca mais vai acontecer de novo. Eu também preciso de muito estímulo agora pra ter uma ereção meia boca...

Bom, é que nem você disse, boa sorte pra nós

abraço


_______________________________________


avatar
Mensagens : 221
Data de inscrição : 09/12/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 6/3/2019, 21:14
nunca me excitei olhando bunda de mulher vestida...nem mesmo nos meus 15 anos onde minha saúde sexual era "plena", digamos assim.

Mas bastava olhar um peito ou beijar uma mina na boca, pronto, ereção apontada para o céu rs

É foda cara. Porque hoje meu psicologico é assim: se eu beijo a mina e o pau não sobe, eu já me cobro demais....

ontem mesmo minha namorada estava se vestindo, eu a vi pelada e o pau nada...que situação....
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 16/3/2019, 23:24
gustav000 escreveu:nunca me excitei olhando bunda de mulher vestida...nem mesmo nos meus 15 anos onde minha saúde sexual era "plena", digamos assim.

Mas bastava olhar um peito ou beijar uma mina na boca, pronto, ereção apontada para o céu rs

É foda cara. Porque hoje meu psicologico é assim: se eu beijo a mina e o pau não sobe, eu já me cobro demais....

ontem mesmo minha namorada estava se vestindo, eu a vi pelada e o pau nada...que situação....

Eu acho que "descobri" por que eu ficava excitado apenas olhando mulheres de roupa apertada, vestido, legging, etc... era meio que uma projeção do vício no mundo real, uma espécie de voyeurismo. Eu ficava olhando pras mulheres do dia a dia e conseguia ficar excitado, isso dava uma falsa noção de que minha libido era muito elevada, mas na verdade não era, era o vício se manifestando hehe... vi sobre isso num vídeo do Noah Church, é em inglês, vale a pena dar uma olhada. Resumindo, você era saudável cara, é nesses momentos que se deve ficar excitado mesmo, quando se toca, beija uma mulher... então não esquenta sobre isso, eu é que tinha essa "libido patológica".

Eu dei umas lidas nos seus últimos posts sobre a desmotivação de não melhorar da DE, mas melhorar nos outros assuntos. Me identifiquei muito com o que você disse, é legal sim melhorar nos outros aspectos da vida, mas a DE simplesmente acaba com o cara. No meu caso não é nem pelo fato de não conseguir satisfazer uma mulher, claro que isso é ótimo, mas do que eu sinto falta mesmo é ter aquele tesão incontrolável, aquele desejo REAL, quando se tem aquela ereção que fica latejando, que você nem pensa se vai brochar ou não porque sabe que seria impossível, o desejo é muito grande, eu sinto falta é disso, o que eu realmente queria é recuperar isso, não vou mentir, é foda, acho que você entende o que quero dizer...

_______________________________________


SBP
Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/03/2019
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Salve Charizard

em 17/3/2019, 04:01
Seu caso tem cura, mas você tem que entender que caras como eu, você, o Gustav00 e outros aí que possuem mais de uma década de vício estamos no grupo do Gabe Deem, o criador do RebootNation, que teve 15 anos de PMO ininterruptas. Ele ficou SEIS MESES na flatline e só se curou 100% da DE após 9 meses, mesmo tendo volta das ereções matinais a partir do 4° mês. Meu caso de DE é grave, no meu diário  você vai ver o que é bizarrice,  mas to aceitando a cura, a lentidão e já descartei ser curado em 90 dias, sei que aqui será algo entre 150 a 240 dias. Mas não ligo, vou testando aos poucos, igual fiz com uma GP agora pouco.

Algumas dicas que dou:

Não desanime, não tenha medo de perder a garota que você está ficando, não force sexo antes da hora, pense 1 trilhão de vezes antes de contar pra qualquer mulher sobre o vício e recomendo que leia as obras de Nessahan Alita.

Link para download das obras:

http://forum.bufalo.info/showthread.php?tid=22

_______________________________________


CLIQUE PARA LER O DIÁRIO DA FUGA DO INFERNO DO SBP
avatar
Mensagens : 221
Data de inscrição : 09/12/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 17/3/2019, 11:27
exatamente o que o SBG disse.

Já me conformei que se a cura vier pelo abstenção de PMO, ela não virá em 90 dias, mas sim em 1 ano no mínimo.

Somos individuais e temos experiências individuais. Até mesmo uma gripe em pessoas distintas tem o tempo de cura variado.

Claro que não devemos traçar uma meta de 1 ano, mas começando por 90 dias, depois 120 dias, depois 6 meses até chegar em um ano.

Mesma coisa que voce desejar correr uma maratona, primeiro voce tem que por uma meta de uma corrida de 1KM, meio que trotando (corrida leve) e assim aumenta sucessivamente.



Bolseiro_carioca
Mensagens : 710
Data de inscrição : 27/08/2016
Idade : 27
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 17/3/2019, 14:20
Três meses é um tempo equivocado para muitos aqui. é de 6 meses a um ano, acredito eu. E sem P e M e O. não se testtem com GP, não acho que valha a pena. Deem tempo pro seu corpo se recuperar.
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 17/3/2019, 15:47
SBP escreveu:Seu caso tem cura, mas você tem que entender que caras como eu, você, o Gustav00 e outros aí que possuem mais de uma década de vício estamos no grupo do Gabe Deem, o criador do RebootNation, que teve 15 anos de PMO ininterruptas. Ele ficou SEIS MESES na flatline e só se curou 100% da DE após 9 meses, mesmo tendo volta das ereções matinais a partir do 4° mês. Meu caso de DE é grave, no meu diário  você vai ver o que é bizarrice,  mas to aceitando a cura, a lentidão e já descartei ser curado em 90 dias, sei que aqui será algo entre 150 a 240 dias. Mas não ligo, vou testando aos poucos, igual fiz com uma GP agora pouco.

Algumas dicas que dou:

Não desanime, não tenha medo de perder a garota que você está ficando, não force sexo antes da hora, pense 1 trilhão de vezes antes de contar pra qualquer mulher sobre o vício e recomendo que leia as obras de Nessahan Alita.

Link para download das obras:

http://forum.bufalo.info/showthread.php?tid=22

Eu li teu relato SBP, junto com a minha namorada inclusive hehe, sim, também acredito que só 3 meses não adianta pra casos que nem os nossos. Me tira uma dúvida, numa parte do seu relato vc conta que volto à atividade um certo tempo, durante esse período vc sentia atração intensa pelas mulheres reais ou era só um sexo razoável?

gustav000 escreveu:exatamente o que o SBG disse.

Já me conformei que se a cura vier pelo abstenção de PMO, ela não virá em 90 dias, mas sim em 1 ano no mínimo.

Somos individuais e temos experiências individuais. Até mesmo uma gripe em pessoas distintas tem o tempo de cura variado.

Claro que não devemos traçar uma meta de 1 ano, mas começando por 90 dias, depois 120 dias, depois 6 meses até chegar em um ano.

Mesma coisa que voce desejar correr uma maratona, primeiro voce tem que por uma meta de uma corrida de 1KM, meio que trotando (corrida leve) e assim aumenta sucessivamente.






Bolseiro_carioca escreveu:Três meses é um tempo equivocado para muitos aqui. é de 6 meses a um ano, acredito eu. E sem P e M e O. não se testtem com GP, não acho que valha a pena. Deem tempo pro seu corpo se recuperar.


Sim, Bolseiro e gustav000, não é nem essa a minha questão, se é 90 dias ou 1 ano, minha questão é se realmente é possível voltar a sentir aquele tipo de excitação de que falei sobre, pra casos semelhantes ao meu, o que nos resta é seguir em frente com o reboot e acreditar. Não completei nem os 90 dias ainda... antes vou completar os 90 dias, depois eu vejo o que vou fazer hehe

_______________________________________


Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 17/3/2019, 16:03
Falhei miseravelmente ontem no meu hard mode, fiz sexo com a minha namorada, apesar de termos combinado de um ajudar o outro durante meu reboot. Conversei com ela hoje e vamos continuar tentando, acredito que agora ela ta mais compreensiva e mais determinada, assim como eu...

Uma questão que queria deixar registrado aqui é que isso não foi uma recaída normal, estávamos muito bebados e surgiu o assunto sexo anal (vou usar a sigla SA), conversa vem, conversa vai e acabou rolando. Não consegui me segurar.

Hoje caí na real e acho que isso é tão prejudicial pro meu reboot quanto ver P em si, porque o pornô que eu mais via, principalmente nos últimos estágios do meu vício, era o de SA, então eu creio que isso é uma forma de projeção do meu vício e do meu escalonamento pra vida real. Fiquei me sentindo meio mal depois porque eu notei que fiquei mais excitado que o normal, claro, continuou sendo aquele sexo de baixa qualidade e etc... mas fiquei mais excitado do que o normal, me pergunto se tem algo a ver com o fato de eu ter consumido anos de P envolvendo SA, em todo caso, estaca 0, contador resetado, sigo em frente.

_______________________________________


Beren Erchamion
Mensagens : 454
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 26
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 17/3/2019, 17:56
Salve, Charizard.

Vou começar a acompanhar seus relatos.

Acredito que nós dois temos a percepção de que não se trata só de se afastar da pornografia em si, mas de mudar toda uma mentalidade.

Há muitos usuários que se afastam dos sites e imagens pornográficas, mas que mantêm as distorções da pornografia dentro de si - como enxergar as mulheres como meros objetos ou simples meios pra se atingir um fim, por exemplo.

Eu estava há 80 dias sem ver pornografia e me forcei a resetar o contador e iniciar o Hard Mode. Percebi que não fazia sentido acumular dias sem pornografia e continuar com o mesmo pensamento, inclusive me masturbando.

Eu não acho que haja uma regra universal pro Reboot - além de não usar pornografia, é claro. Fora isso, cada um pode definir regras específicas. Não acho que ter relações sexuais com a parceira seja ruim para o Reboot, mas se você percebeu que o modo como as coisas aconteceram com sua namorada é uma extensão do vício em pornografia, acho que você fez bem em resetar. Não adianta cortar alguns galhos desse problema, ele precisa ser arrancado pela raiz.

Força a todos nós, vamos vencer porque já rejeitamos a opção de nos dar por vencidos.

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Reboot (inicial): 0/90 (0%)

Metas:
- 10 dias (0%)

SBP
Mensagens : 29
Data de inscrição : 07/03/2019
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 18/3/2019, 03:05
Salve, Charizard!

Minha vez de vir dar uns palpites aqui no seu Diário  Laughing

Primeiramente respondendo sua pergunta: durante as tentativas de reboot ao longo desses três anos,  somente duas vezes consegui períodos longos: uma vez de 93 dias em 2017 e outra de 52 dias logo no começo de 2016 no meu primeiro reboot, após descobrir os malefícios da PMO com os materiais do Gary Wilson. Nesse reboot de 52 dias, eu estava muito animado e conforme os dias iam passando, de fato estava voltando a ter sensibilidade e libido de uma maneira rápida e forte, porém foi um período muito atípico onde TUDO que eu tentava com mulheres dava errado, e eu ainda estava meio na bad por conta de uma garota, e na época tinha um pensamento igual ao que você tem atualmente: ser contra GP. Hoje em dia mudei radicalmente de ideia pra isso, mas enfim, já te expliquei isso no meu diário e não é o foco aqui da discussão

Já no reboot mais longo que consegui no segundo semestre, de 93 dias, estava indo muito bem, consegui uma boa relação sexual sem DE por volta do 45° dia e as coisas fluiam normalmente, numa velocidade bacana também, porém eu tinha na cabeça de maneira incisiva o tal dos 90 dias. Não fazia nem ideia de que muitos casos, inclusive o meu, requeriam/requerem um prazo talvez de até 240 ou 270 dias. Aí no 93° dia após dar uns beijos num antigo affair, fiquei em modo de flatline, e puto comigo mesmo, acabei me masturbando mecanicamente pra esvaziar o saco, e logo já estava na PMO novamente. Teve que passar 1 ano e meio, para que, atualmente, eu voltasse ao fórum e recomeçasse meu reboot derradeiro, ao qual estou, e desta vez muito mais estudado, preparado e alerta às armadilhas.

Bom, agora alguns palpites aqui, conforme prometido:

Acho absolutamente non-sense ter um contador em hard mode separado do contador normal. Vejo o hard-mode como uma ferramenta útil para pequenos intervalos dentro do reboot. Por exemplo, você teve uma relação sexual hoje e está há 68 dias no reboot, um hard mode até o dia 90 para depois comemorar com a namorada, não seria má ideia, ou seja, você usa mais 22 dias de hard mode para dar uma regenerada extra e depois vai com tudo pra cima. Contar transada como recaída acho um absurdo, mesmo quando tiver DE. Isso não é recaída. O hard mode é útil para nos policiarmos de não tentar transar quando não há nenhum sinal de satisfação garantido: no caso estar em flatline, não ter nada de ereção matinal e/ou espontânea, estar com libido baixa, estar se sentindo morto ainda. Mas se até o dia 90 você estiver com ereção forte, desejo intenso, quebre a regra e parta. Use o Hard mode como um auxiliador e não como regra. Do jeito que você tá fazendo aí, o molho acaba saindo mais caro do que o peixe. Ficar se martirizando por sexo real com namorada é ser muito severo consigo mesmo. A questão do sexo anal não tem nada a ver com religação pornográfica, tal como transar com GP. Isso são coisas que sempre existiram e nunca ninguém ficou problemático por conta disso. É totalmente diferente do que fazíamos de ver 40 mulheres peladas em meia hora numa sessão de PMO. Nem se compara à enxurrada de dopamina do vício. Eu mesmo, atualmente estou com 24 dias de reboot, sendo que fiquei 23 em hard mode, até que tive relação com a GP que mencionei em meu diário, e escrevi lá que agora pretendo mais uns 15-20 dias de hard mode pra ajudar na recuperação e eu não achar que já tá tudo ganho só porque não tive DE ontem, e assim vai indo, metas tangíveis e quebrá-las apenas se as condições forem muito favoráveis.

Abraços.

_______________________________________


CLIQUE PARA LER O DIÁRIO DA FUGA DO INFERNO DO SBP
Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 22/3/2019, 23:34
Beren Erchamion escreveu:
Salve, Charizard.

Vou começar a acompanhar seus relatos.

Acredito que nós dois temos a percepção de que não se trata só de se afastar da pornografia em si, mas de mudar toda uma mentalidade.

Há muitos usuários que se afastam dos sites e imagens pornográficas, mas que mantêm as distorções da pornografia dentro de si - como enxergar as mulheres como meros objetos ou simples meios pra se atingir um fim, por exemplo.

Eu estava há 80 dias sem ver pornografia e me forcei a resetar o contador e iniciar o Hard Mode. Percebi que não fazia sentido acumular dias sem pornografia e continuar com o mesmo pensamento, inclusive me masturbando.

Eu não acho que haja uma regra universal pro Reboot - além de não usar pornografia, é claro. Fora isso, cada um pode definir regras específicas. Não acho que ter relações sexuais com a parceira seja ruim para o Reboot, mas se você percebeu que o modo como as coisas aconteceram com sua namorada é uma extensão do vício em pornografia, acho que você fez bem em resetar. Não adianta cortar alguns galhos desse problema, ele precisa ser arrancado pela raiz.

Força a todos nós, vamos vencer porque já rejeitamos a opção de nos dar por vencidos.

Beren Erchamion, cara, fico feliz que você vai acompanhar meu diário, vou começar a acompanhar o teu também. Isso que vc disse "Acredito que nós dois temos a percepção de que não se trata só de se afastar da pornografia em si, mas de mudar toda uma mentalidade." é totalmente real, eu acredito piamente que sem uma mudança de mentalidade, sem mudar a pessoa que nós somos é impossível sair disso, abraços

SBP escreveu:Salve, Charizard!

Minha vez de vir dar uns palpites aqui no seu Diário  Laughing

Primeiramente respondendo sua pergunta: durante as tentativas de reboot ao longo desses três anos,  somente duas vezes consegui períodos longos: uma vez de 93 dias em 2017 e outra de 52 dias logo no começo de 2016 no meu primeiro reboot, após descobrir os malefícios da PMO com os materiais do Gary Wilson. Nesse reboot de 52 dias, eu estava muito animado e conforme os dias iam passando, de fato estava voltando a ter sensibilidade e libido de uma maneira rápida e forte, porém foi um período muito atípico onde TUDO que eu tentava com mulheres dava errado, e eu ainda estava meio na bad por conta de uma garota, e na época tinha um pensamento igual ao que você tem atualmente: ser contra GP. Hoje em dia mudei radicalmente de ideia pra isso, mas enfim, já te expliquei isso no meu diário e não é o foco aqui da discussão

Já no reboot mais longo que consegui no segundo semestre, de 93 dias, estava indo muito bem, consegui uma boa relação sexual sem DE por volta do 45° dia e as coisas fluiam normalmente, numa velocidade bacana também, porém eu tinha na cabeça de maneira incisiva o tal dos 90 dias. Não fazia nem ideia de que muitos casos, inclusive o meu, requeriam/requerem um prazo talvez de até 240 ou 270 dias. Aí no 93° dia após dar uns beijos num antigo affair, fiquei em modo de flatline, e puto comigo mesmo, acabei me masturbando mecanicamente pra esvaziar o saco, e logo já estava na PMO novamente. Teve que passar 1 ano e meio, para que, atualmente, eu voltasse ao fórum e recomeçasse meu reboot derradeiro, ao qual estou, e desta vez muito mais estudado, preparado e alerta às armadilhas.

Bom, agora alguns palpites aqui, conforme prometido:

Acho absolutamente non-sense ter um contador em hard mode separado do contador normal. Vejo o hard-mode como uma ferramenta útil para pequenos intervalos dentro do reboot. Por exemplo, você teve uma relação sexual hoje e está há 68 dias no reboot, um hard mode até o dia 90 para depois comemorar com a namorada, não seria má ideia, ou seja, você usa mais 22 dias de hard mode para dar uma regenerada extra e depois vai com tudo pra cima. Contar transada como recaída acho um absurdo, mesmo quando tiver DE. Isso não é recaída. O hard mode é útil para nos policiarmos de não tentar transar quando não há nenhum sinal de satisfação garantido: no caso estar em flatline, não ter nada de ereção matinal e/ou espontânea, estar com libido baixa, estar se sentindo morto ainda. Mas se até o dia 90 você estiver com ereção forte, desejo intenso, quebre a regra e parta. Use o Hard mode como um auxiliador e não como regra. Do jeito que você tá fazendo aí, o molho acaba saindo mais caro do que o peixe. Ficar se martirizando por sexo real com namorada é ser muito severo consigo mesmo. A questão do sexo anal não tem nada a ver com religação pornográfica, tal como transar com GP. Isso são coisas que sempre existiram e nunca ninguém ficou problemático por conta disso. É totalmente diferente do que fazíamos de ver 40 mulheres peladas em meia hora numa sessão de PMO. Nem se compara à enxurrada de dopamina do vício. Eu mesmo, atualmente estou com 24 dias de reboot, sendo que fiquei 23 em hard mode, até que tive relação com a GP que mencionei em meu diário, e escrevi lá que agora pretendo mais uns 15-20 dias de hard mode pra ajudar na recuperação e eu não achar que já tá tudo ganho só porque não tive DE ontem, e assim vai indo, metas tangíveis e quebrá-las apenas se as condições forem muito favoráveis.

Abraços.

SBP, eu fundamento o meu reboot nos artigos do yourbrainonporn.com. Eu quero fazer o hard mode por um extenso período de tempo baseado na ideia de que o excesso de ejaculação/orgasmos dessensibiliza os neuroreceptores dopaminérgicos e diminui a quantidade deles no corpo estriado (região do encéfalo onde ocorre o circuito recompensa). Se a cada pequena melhora eu tiver um orgasmo eu nunca vou dar tempo pra que meus neuroreceptores se regenerem verdadeiramente, por isso eu não posso fazer sexo sempre que eu atingir uma marca de mais ou menos 20 dias, que é quando eu começo a sentir uma leve melhora na minha libido. Então eu preciso fazer um hard mode mais extenso, eu nunca fiz.

https://www.yourbrainonporn.com/ybop-articles-on-porn-addiction-porn-induced-problems/effects-of-porn-on-the-user/porn-masturbation-and-mojo-a-neuroscience-perspective-2012/ nesse link explica sobre isso, mais especificamente no tópico "excessive ejaculation"... e tem os artigos que mostram o estudo feito em ratos sobre essa questão

Sobre as GP, a situação é completamente diferente pra uma pessoa que não é viciada em pornografia. Quem não é viciado tem a sexualidade desenvolvida, toda a comunicação, tudo que envolve sexualidade num ambiente real já foi assimilado pelo cérebro dessa pessoa, o que não é o nosso caso. Nesse mesmo site que coloquei ali em cima tem um artigo explicando que num período crítico, dos 11 anos até os 21 anos mais ou menos, é quando a nossa sexualidade é formada e todas as nossas experiências envolvendo sexo são muito mais intensas e muito mais relevantes pra moldar o que nós entendemos por prazer sexual, falando de um ponto de vista neurofisiológico, são 3 vezes mais dopaminérgicas do que as experiências que se tem depois dos 21 (também tem o artigo no site). Pra resumir, quem é viciado usou PMO repetitivamente tendo descargas absurdas de dopamina durante essa fase e ensinou, condicionou o cérebro a entender que prazer sexual é ficar sentado na frente da tela de um computador assistindo outras pessoas fazerem sexo, e não todo o contexto que envolve conquistar uma menina: trocar olhares, conversar, sorrir, sentir o cheiro, ouvir a voz, resumindo, todo o processo de atração pra culminar no sexo real. O que é o reboot? É reensinar o teu cérebro não a fazer sexo, mas reprogramar toda a nossa sexualidade de novo, e se nesse momento, sempre quando você for "se testar" você fizer sexo com uma GP eu acho que você vai estar condicionando o teu cérebro a uma situação completamente diferente de interagir e tentar conquistar uma mulher comum do dia a dia...

Agora, falando sobre o sexo anal, não é que eu ache que ele seja prejudicial ou algo do tipo, é que eu acredito que, no meu caso, sexo anal é uma forma da eu tentar imitar o que eu via nos vídeos na vida real. O próprio Gabe Deem, que vc citou, fala sobre isso num vídeo, ele conta pro entrevistador que com o passar do tempo ele começou a tentar reproduzir na vida real o que ele via nos vídeos e depois que ele fez o reboot ele conseguiu entender o quão absurdo era isso pra uma mulher comum...

Então cara, eu vou tentar fazer o reboot dessa forma por enquanto. Eu confio nos artigos do yourbrainonporn, eu acho que eles têm explicações coerentes pra o que acontece com os viciados em PMO. Mas sim, talvez eu esteja errado, talvez eu faça o reboot dessa forma e não dê certo, talvez esses artigos sejam tudo besteira e ninguém saiba de fato o que acontece com a gente... se isso acontecer, paciência, aí eu tento de outra forma depois, mas no momento vou seguir nessa linha.

Pra finalizar, vlw por vir opinar aqui cara, eu até demorei pra responder porque eu reli os artigos e repensei se eu tava indo na direção certa, repensei essa tua ideia de fazer "mini hard modes" e ir adaptando eles conforme eu vou tendo mais libido, mas acho que isso não vai me ajudar não. Sempre que tiver uma crítica, uma ideia ou alguma informação nova pode postar aqui que so aberto a isso, abração


_______________________________________


Charizard
Mensagens : 60
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 30/3/2019, 18:34
Primeiro:
Eu "recaí" de novo, eu e minha namorada resolvemos tentar fazer sexo sem que eu ejaculasse, não deu certo. Eu já estava no décimo dia, o orgasmo não foi nem um pouco prazeroso, logo depois que aconteceu minha namorada chorou, foi frustrante. Sabotei meu hard mode e ainda por cima foi ruim.

Segundo:
Me aconteceu uma coisa que me deixou preocupado, eu estava no meio de uma aula na faculdade e um colega se virou e me chamou. Quando eu olhei, ele tava segurando o celular na mão virado pra mim com uma foto de uma mulher sem roupa. Na hora eu fiquei puto, pensei "qual a chance de isso acontecer e atrapalhar assim o meu reboot", só que daí eu voltei a mim e notei que não causou absolutamente nd em mim, eu vi a foto e não senti NADA, absolutamente NADA, não fiquei nem levemente excitado. Lembro que há um tempo atrás se eu visse uma foto, uma leve sugestão de pornografia que fosse, eu ficava verdadeiramente excitado, de não conseguir me controlar.

Por que isso me preocupou? O "sexo" com minha namorada não é bom, eu fico "meia bomba", não fico muito excitado e se eu me distrair por 5 segundos eu perco a ereção, e agora nem P me deixa excitado mais? Isso quer dizer que se o reboot não funcionar não vai existir nada que seja capaz de me excitar? É um pensamento paranoico mas o único lugar que tenho pra desabafar...


_______________________________________


Master_DW
Mensagens : 444
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 18
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 30/3/2019, 21:21
Mano em relação a líbido e orgasmo, vou te falar a verdade. Pode ver desde o início do meu diário que eu estava com a libido super baixa e eu tinha 17 anos mano. Fiquei super preocupado, pensei que tinha DE ou que era assexuado... Mano pensei que minha vida tinha acabado! É como essa frase "O homem é tão dependente da sua líbido quanto a mulher é de seu ego". A mulher quer que você seja louco por ela tanto no emocional quanto no sexo, e o homem quer ter líbido alta toda hora. Vou te falar a verdade mano, minha libido hoje mesmo com as recaídas está 100 porcento melhor. Mas porque pratico o método a meses, pelo menos mais de 4 meses. E mesmo com as recaídas e tentativas frustadas eu melhorei sempre, nunca piorei. Papo reto mano, que se foda sua libido!! Se sua namorada não tentar te ajudar você vai ficar na depressão aí, achando que tem algo de errado contigo! Pega no hardmode e faz academia mano, tu vai ver sua testosterona subir nessa bagaça. Eu estou falando isso porque fiquei assim mano, nunca fui esse tipo de cara depre, mas quando isso me ocorreu pensei em me matar cara. Hoje estou bem melhor( Cheguei umas 4 vezes em hardmode a 21 dias em hardmode), e posso te falar, se ela te fazer ficar mal, você irá ficar mal. Foca em tu mano e que se foda o resto!! Grande abraço e você vai melhorar como eu melhorei!!

_______________________________________
" Academia + NoFap + NoPorn = Best lifestyle"
"Vivendo intensamente e com um objetivo em mente: Evoluir"








Meu diário: http://www.comoparar.com/t8521-estilo-de-vida-diario-de-um-homem
avatar
Mensagens : 221
Data de inscrição : 09/12/2018
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 30/3/2019, 21:42
Charizard escreveu: Primeiro:
Eu "recaí" de novo, eu e minha namorada resolvemos tentar fazer sexo sem que eu ejaculasse, não deu certo. Eu já estava no décimo dia, o orgasmo não foi nem um pouco prazeroso, logo depois que aconteceu minha namorada chorou, foi frustrante. Sabotei meu hard mode e ainda por cima foi ruim.

Segundo:
Me aconteceu uma coisa que me deixou preocupado, eu estava no meio de uma aula na faculdade e um colega se virou e me chamou. Quando eu olhei, ele tava segurando o celular na mão virado pra mim com uma foto de uma mulher sem roupa. Na hora eu fiquei puto, pensei "qual a chance de isso acontecer e atrapalhar assim o meu reboot", só que daí eu voltei a mim e notei que não causou absolutamente nd em mim, eu vi a foto e não senti NADA, absolutamente NADA, não fiquei nem levemente excitado. Lembro que há um tempo atrás se eu visse uma foto, uma leve sugestão de pornografia que fosse, eu ficava verdadeiramente excitado, de não conseguir me controlar.

Por que isso me preocupou? O "sexo" com minha namorada não é bom, eu fico "meia bomba", não fico muito excitado e se eu me distrair por 5 segundos eu perco a ereção, e agora nem P me deixa excitado mais? Isso quer dizer que se o reboot não funcionar não vai existir nada que seja capaz de me excitar? É um pensamento paranoico mas o único lugar que tenho pra desabafar...


Cara, sua mina chorou por qual motivo? Ela se sente culpada? Nunca nenhuma mulher chorou na minha frente, nem minha namorada, depois do ato falho, mas umas pensaram (e com razão) que o problema era eu mesmo, outras pensaram que não foram, digamos "safadas" o suficiente para me satisfazer.

Sobre o segundo parágrafo, eu tenho o mesmo pensamento que o seu. O reboot é minha última saída. Minha meta é nunca mais assistir pornografia. Será essa a solução? não sei.

Mas vamos pensar assim: sedentarismo causa DE? sim, entao vamos praticar exercício
Diabetes causa DE? sim, então vamos reduzir no doce.
Pornografia causa DE? sim, então vamos reduzi-la também
Ansiedade causa DE? vamos fazer exercício físico, comer direito e, se for o caso, tomar remédios.
Paladino91
Mensagens : 80
Data de inscrição : 09/02/2019
Ver perfil do usuário

E se eu nunca mais voltar ao normal? - Página 3 Empty Re: E se eu nunca mais voltar ao normal?

em 31/3/2019, 12:41
Charizard escreveu: Primeiro:
Eu "recaí" de novo, eu e minha namorada resolvemos tentar fazer sexo sem que eu ejaculasse, não deu certo. Eu já estava no décimo dia, o orgasmo não foi nem um pouco prazeroso, logo depois que aconteceu minha namorada chorou, foi frustrante. Sabotei meu hard mode e ainda por cima foi ruim.

Segundo:
Me aconteceu uma coisa que me deixou preocupado, eu estava no meio de uma aula na faculdade e um colega se virou e me chamou. Quando eu olhei, ele tava segurando o celular na mão virado pra mim com uma foto de uma mulher sem roupa. Na hora eu fiquei puto, pensei "qual a chance de isso acontecer e atrapalhar assim o meu reboot", só que daí eu voltei a mim e notei que não causou absolutamente nd em mim, eu vi a foto e não senti NADA, absolutamente NADA, não fiquei nem levemente excitado. Lembro que há um tempo atrás se eu visse uma foto, uma leve sugestão de pornografia que fosse, eu ficava verdadeiramente excitado, de não conseguir me controlar.

Por que isso me preocupou? O "sexo" com minha namorada não é bom, eu fico "meia bomba", não fico muito excitado e se eu me distrair por 5 segundos eu perco a ereção, e agora nem P me deixa excitado mais? Isso quer dizer que se o reboot não funcionar não vai existir nada que seja capaz de me excitar? É um pensamento paranoico mas o único lugar que tenho pra desabafar...



Brother estou acompanhando o seu diário e vou ser um pouco duro com você, esquece sexo, é foda demais falar isso para quem é casado ou tem namorada, mas não adianta ficar se frustrando, a ideia inicial é 90 dias, consiga seguir isso arrisca, porque quando você tenta antes te machuca e machuca sua namorada também, se ela te ama de verdade vai passar essa barra com você por que depois vai valer apena. não tem como curar um problema de anos em 10/20/30 dias, do Edging para o orgasmo é um passo.

Abçs Tmj!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum