Compartilhe
Ir em baixo
Mais que vencedor
Mais que vencedor
Mensagens : 273
Data de inscrição : 22/10/2018
Idade : 22

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/1/2019, 19:34
Lain, tenta começar a participar de algum movimento na igreja. Seria não só importante pro seu casamento, mas também por vc. Nós precisamos também cuidar de nós mesmos e acho que isso ajudaria muito vc. Vai te dar uma nova rotina, novas responsabilidades, novos objetivos.

Talvez eu esteja chovendo no molhado, mas como vc nunca comentou, vou citar alguns. Tem o ECC. Acho que não daria certo por conta do seu marido não querer. Mas eu conheço um cara que tinha um problema muito sério com bebida. Ele não ia na igreja e nem nada. Mas, através dos encontros do ECC, ele começou o processo dele de conversão e hoje é um pregador que roda o Brasil. Conheço também um casal que passou por um problema muito grande, uma grande crise no casamento e resolveram através desses encontros.

Mas fora isso, tem os grupos de oração da renovação carismática que podem te ajudar e muito. Vc pode também começar a ajudar nas missas da sua comunidade ou às vezes procurar alguma comunidade de vida (como por exemplo a canção nova, Shalom, aliança de misericórdia) que faça atendimentos.

Eu não sei se vc já participa de algo do tipo. Se não, pode ter certeza que vai te ajudar muito

_______________________________________


"Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém. Tudo me é permitido, mas eu não me deixarei dominar por coisa alguma." I Coríntios 6, 12
"O Reino dos Céus é arrebatado à força e são os violentos que o conquistam." Mateus 11, 12

Meu diário - http://www.comoparar.com/t8595-diario-em-busca-do-racional-em-mim
avatar
Lucy Nyu
Mensagens : 46
Data de inscrição : 15/10/2018

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 12/1/2019, 14:43
Mero ninguém, espero que tudo fique bem entre você e sua mulher.

Mais que vencedor, você poderia me mandar um e-mail? Acho que eu poderia explicar melhor umas coisas que estão acontecendo.
Renovatio
Renovatio
Mensagens : 269
Data de inscrição : 11/01/2017

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 15/1/2019, 14:17
Querida Lucy, fico admirado com sua fé e persistência em levar adiante o seu casamento.
É bom encontrar católicos nesse fórum, que tentam dar sentido à luta contra este vício. Eu também sou viciado e estou lutando desde muito, seja para viver com mais coerência minha fé católica, seja para estar em paz comigo e com Deus. Já tive várias recaídas e já passei muito tempo limpo. Estou longe do vício há pouco mais de um mês, eu acho.
O seu relato me comove muito. Nós, homens, somos muito duros de juízo e orgulhosos mesmo. Custa-nos aceitar nossas limitações e pedir desculpas. Rezo para que sua fé não desfaleça, para que você mantenha a sua saúde mental, e para que seu marido tome rumo na vida, nem ao menos que seja para reconhecer ser viciado.
Qualquer coisa, estou à disposição.
Um abraço.
avatar
Convidado
Convidado

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 18/1/2019, 23:21
Lucy Nyu, me comovi muito com o seu relato e torço tremendamente para que tudo dê certo no seu casamento!!!
Não cogite o divórcio! Sei que é fácil falar quando se está do lado de fora, mas lute com todas as suas forças e ORE bastante.
Veja o filme "Quarto de Guerra", tem no Netflix, e ore muito pelo seu marido, Deus é bondoso e poderoso pra te livrar dessa, nada é demasiado difícil para ele!
Torço enormemente pelo bem de vocês.
avatar
Lucy Nyu
Mensagens : 46
Data de inscrição : 15/10/2018

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 28/3/2019, 11:47
Apenas para atualizar...

Desde janeiro meu marido não encostava em mim. E para falar a verdade, eu já me sentia sem libido.

Foram inúmeras discussões durante esse tempo e isso só foi nos afastando. Não dormíamos juntos mais, por pirraça dele.

Até que eu descobri uma mensagem dele para uma menina... nem vou entrar em detalhes.

Foi então que eu percebi que o problema não estava na pornografia, mas no meu marido mesmo.

Como eu continuaria o casamento dessa forma? Achei melhor a separação... e era tudo o que eu não queria!

Mas ainda desejo que ele mude. O meu amor por ele continua o mesmo, apesar de tudo, e desejo que ele seja sempre uma pessoa melhor. Um dia a ficha dele vai cair de que esse comportamento não leva a nada. Bem, é isso.
Emily
Emily
Mensagens : 62
Data de inscrição : 03/02/2019

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 8/4/2019, 22:46
Lucy nyu, se o que vai lhe fazer feliz, é a separação, siga firme. Aqui, todos sabemos o quanto é desgastante viver com um viciado,o quanto abala a auto estima de uma mulher. É horrível nos sentirmos a pior mulher do mundo, feia, sem atrativos. Sobre teu ex marido, o vício realmente deixa o viciado mais tolerante a esse tipo de comportamento.
Entendo a sua dor. Mesmo assim, não deixe de postar aqui.
Força!

_______________________________________
avatar
Lucy Nyu
Mensagens : 46
Data de inscrição : 15/10/2018

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/8/2019, 10:31
Depois de um tempo venho desabafar.

Pouco tempo depois da minha ultima postagem descobri que estava gravida. Foi tão estranho contar para meu marido, pois ele disse "acho que você não está, pois tem mais de mês que não temos relação." Bem, não sei como, mas aconteceu. E eu me esforcei muito para não brigarmos, para esquecer tudo o que passou e tentar ter uma família feliz, pela minha filha. Mas não deu, não tem jeito. Depois da gravidez parece que até piorou, parece que ele se afastou mais ainda sexualmente. Eu até percebi o esforço dele para compensar isso... como eu sentia muito enjoo e muitas dores no estomago por causa do refluxo, ele passou a cuidar de tudo em casa, até cuidava de mim. O problema foi que nessa fase eu passei a dormir mais cedo e ele passou a dormir mais tarde ainda. Então foi passando o tempo e ele não me procurava... tem muitos meses que não temos nada.

E eu simplesmente cansei. Cansei dele, cansei de tudo. Tivemos mais uma discussão e agora nem temos conversado mais. Acho que ele também cansou de tentar mudar. Antes, quando discutíamos por esse assunto, ele sempre passava uns 3 dias sem ligar o computador e devorava um monte de livros, além de se aproximar de mim. Dessa vez? não deu a mínima. Eu não acredito que ele possa mudar, e nem ele acredita nele mais. Acho que chutou o balde de vez.

Quando eu vi essa distância enorme entre nós, pois existe um abismo entre nós dois causado pela pornografia, e vi que não tem solução mais, eu chorei de tristeza. Quando eramos eu e meu marido, dois adultos que fizeram suas escolhas, não tinha tanto problema quanto agora. Agora temos um inocente envolvido nisso tudo. Eu me sinto tão má, tão péssima mãe. Olhe o ambiente em que eu fui me meter, olhe em que situação vou ter a minha filha. É tão triste que os filhos tenham que pagar pelos pecados dos seus pais. Eu não queria isso... pedi e peço tanto a Deus para ter piedade dela, pois não tem culpa de nada. Chega a ser injusto. Imagine eu ver minha filha sofrendo e saber que é minha culpa... Já estou sofrendo todos os dias por causa disso.

Ao mesmo tempo em que penso essas coisas sobre minha filha, também sinto raiva de ter conhecido a verdade sobre os homens. Eu não podia imaginar que os homens olham as mulheres na rua, imaginam elas peladas, imaginam cenas de sexo, depois chegam em casa e se M fantasiando com isso. Eu não podia imaginar que eles já se imaginaram fazendo sexo com quase todas as mulheres que conheceram na vida, desde colegas, vizinhas e até desconhecidas. Quando eu vejo um homem (ou uma legião deles) secando uma mulher na rua (coisa que eu vejo todos os dias), eu sinto tanta tristeza.

Eu me lembro muito bem de um dia em que meu marido me disse que sempre foi tímido com as mulheres, por isso ele prometeu para si mesmo que se um dia arrumasse uma namorada ele nunca teria olhos para outra. E eu, tonta, acreditei que realmente meu namoro tinha sido assim. Durante anos e anos de namoro, eu nunca imaginei que ele teria olhos para outra mulher. Sempre pensei que eu fosse a unica mulher do mundo para ele. Nunca fui insegura, nunca fiquei desconfiando dele... pelo contrário. Ele soube atuar tão bem... pois pelas minhas costas ele era outra pessoa.

Sempre que eu notava um afastamento dele, eu procurava entender o que estava acontecendo e ele sempre dava mil desculpas, dizia que eram problemas psicológicos, as vezes colocava a culpa em mim, mas nunca disse que o problema era essa imundície da pornografia. Nunca disse "olha, o problema de eu me afastar de você é porque eu adoro olhar peito e bunda de outras mulheres na rua, ficar imaginando elas nuas, imaginar cenas de sexo. É muito prazeroso. Faço isso todos os dias. Por isso as vezes não dou a mínima para você." Não... nunca disse isso. Dizia o contrário "nunca vou ter olhos para outra". Hoje em dia eu sei que ele nunca vai ter olhos é para mim, sou invisível para ele.

Eu também tive problemas com pornografia (sendo que ele me inseriu nesse mundo dele), mas acho que agora entendo o porque de eu ter conseguido sair sem muitas dificuldades. Primeiro que meu vicio durou poucos anos, uns 5 talvez. E segundo porque eu NUNCA me imaginei fazendo sexo com outro homem. Eu via a pornografia e sempre, sempre imaginava meu marido na cena. E eu tive tentações de imaginar outro homem sim, mas cortava logo. Então é uma decepção muito grande para mim, pois eu acreditava que ele agia da mesma forma para comigo. Gente, eu sou tão maluca que realmente acreditei que ele olhava para outras mulheres como ele olha para outros homens. Zero de desejo. (Lendo outros relatos eu nem sei mais se é assim que ele olha para outros homens)

Eu não sei lidar com essas coisas que descobri sobre os homens, sobre meu marido... Neste momento eu sei que ele está lá fazendo sexo imaginário com outra mulher. E se não estiver agora, vai estar daqui algumas horas. Tudo o que aparece em minha mente é a palavra "traição". Todas as noites eu sonho que ele está me traindo. Todos os dias eu sofro com isso. O meu maior desejo é deixa-lo livre. Sempre penso que não deveria ter me casado com ele. Não por eu não gostar dele, mas por ele nunca ter me amado. Não posso acreditar que exista amor onde existe traição diária e onde a pessoa não dá a mínima para isso. Me desculpem os que pensam o contrário, mas isso não é amor.

Também me entristece muito ver que a maioria dos homens tentam mudar por motivos egoístas. São raros os que acreditam que estão traindo a companheira. Mesmo que ele diga "eu sei que isso é traição", me soa da boca para fora, porque depois de cometer o ato, não vejo muitos homens relatarem o sentimento de tristeza por terem traído, magoado, prejudicado a companheira. vejo dizendo "perdi todos os benefícios, a DE voltou" entre outras coisas... (Ou seja, a maioria só se preocupa com o próprio órgão sexual).

Dizem "discuti com minha mulher, por isso caí" "tive um dia difícil, por isso caí" "tenho problemas com isso e aquilo, por isso caí".

A sua mulher também discutiu com você, mas é provável que ela não tenha usado isso para conversar P com homem na internet, nem tenha usado isso para fazer sexo imaginário com outro homem.

Sua mulher também teve um dia difícil, desde que o mundo é mundo todo mundo tem um dia difícil todos os dias.

A sua mulher também tem problemas, e até a unha quebrada é um problema para ela.
avatar
Tatimokinha
Mensagens : 23
Data de inscrição : 15/07/2019

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/8/2019, 00:44
Oiiii li um pouco da sua história, nossa bem difícil resolver se ele não assume né.
Mas olha, se vc mudar um pouco o foco?
Ele tem alguma qualidade? Algo que te faz querer ficar casada com ele?
Se vc quizer continuar casada e ele tiver coisas boas, qualidades, tenta focar nisso pra vc conseguir viver bem, pela sua filha.
Minha filha tem 1 ano e 6 meses, e eu faço tudo por ela. Vc comentou no meu post e viu um pouco do que to passando tbm né. Entendo sua dor e vc com certeza tbm entende a minha.
Pra eu conseguir sobreviver ao meu casamento fracassado, eu me apego nas qualidades do meu marido, é muito mais muito difícil fazer isso quanto tem um defeito que causa tanta dor e sofrimento na gente mesma. Mas não é impossível, eu abro mão da minha felicidade carnal (paixão, amor, sexo, beijos e abraços ) pela felicidade da minha filha, eu não quero que ela cresça longe do pai.
Tenta achar alguma coisa boa nele, ele deve ter algo.
Vamoa conversando, vamos nos ajudando, vamos pensar positivo, força pra nós, somos mães, temos que vencer esse sofrimento pelas nossas filhas.
iNada
iNada
Mensagens : 124
Data de inscrição : 13/08/2019

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 26/9/2019, 01:53
Eu também tive problemas com pornografia (sendo que ele me inseriu nesse mundo dele), mas acho que agora entendo o porque de eu ter conseguido sair sem muitas dificuldades. Primeiro que meu vicio durou poucos anos, uns 5 talvez. E segundo porque eu NUNCA me imaginei fazendo sexo com outro homem. Eu via a pornografia e sempre, sempre imaginava meu marido na cena. E eu tive tentações de imaginar outro homem sim, mas cortava logo. Então é uma decepção muito grande para mim, pois eu acreditava que ele agia da mesma forma para comigo. Gente, eu sou tão maluca que realmente acreditei que ele olhava para outras mulheres como ele olha para outros homens. Zero de desejo. (Lendo outros relatos eu nem sei mais se é assim que ele olha para outros homens)

Fico muito feliz por conseguir sair disso. Lendo esse relato, acredito que você consumia a pornografia só pra poder apimentar alguma coisa com o seu marido. Como você se masturbava pensando nele vendo as cenas, creio que com o tempo você iria parar de consumir esse tipo de conteúdo.
Complicado, quando se está afundado esquece até do mundo pra poder alimentar esse maldito vício.


Eu não sei lidar com essas coisas que descobri sobre os homens, sobre meu marido... Neste momento eu sei que ele está lá fazendo sexo imaginário com outra mulher. E se não estiver agora, vai estar daqui algumas horas. Tudo o que aparece em minha mente é a palavra "traição". Todas as noites eu sonho que ele está me traindo. Todos os dias eu sofro com isso. O meu maior desejo é deixa-lo livre. Sempre penso que não deveria ter me casado com ele. Não por eu não gostar dele, mas por ele nunca ter me amado. Não posso acreditar que exista amor onde existe traição diária e onde a pessoa não dá a mínima para isso. Me desculpem os que pensam o contrário, mas isso não é amor.

Fico muito triste quando leio tipos de relatos como o seu. Mesmo me recuperando dessa droga, me dá um sentimento de culpa e chateação que a gente faz o próximo passar. No meu caso sou viciado desde adolescente. Vai demorar um pouco pra poder desintoxicar dessa porcaria? Vai. Mas estou até indo bem, eu acho. Não consumo mais nenhum tipo de pornografia. Estou com "problemas" com a masturbação ("o lado bom desse problema é que não tem pornografia no meio"). Mas isso vai se acertando com o tempo.
Mesmo você não tendo nada a ver com o problema dele, isso acaba afetando muito sua auto-estima e confiança.

Também me entristece muito ver que a maioria dos homens tentam mudar por motivos egoístas. São raros os que acreditam que estão traindo a companheira. Mesmo que ele diga "eu sei que isso é traição", me soa da boca para fora, porque depois de cometer o ato, não vejo muitos homens relatarem o sentimento de tristeza por terem traído, magoado, prejudicado a companheira. vejo dizendo "perdi todos os benefícios, a DE voltou" entre outras coisas... (Ou seja, a maioria só se preocupa com o próprio órgão sexual).
Dizem "discuti com minha mulher, por isso caí" "tive um dia difícil, por isso caí" "tenho problemas com isso e aquilo, por isso caí".
A sua mulher também discutiu com você, mas é provável que ela não tenha usado isso para conversar P com homem na internet, nem tenha usado isso para fazer sexo imaginário com outro homem.
Sua mulher também teve um dia difícil, desde que o mundo é mundo todo mundo tem um dia difícil todos os dias.
A sua mulher também tem problemas, e até a unha quebrada é um problema para ela.


Sinceramente, não tenho nem o que falar depois de ler isso. Coloquei a mão na consciência e refleti muito sobre o que disse. Queria ter respondido na hora que eu li, mas isso caiu como um peso enorme sobre minha mente esses tipos de atitudes que citou. Meditei bastante em relação aos relatos de alguns homens que também li nesse fórum. Fico agradecido por ter falado isso pois vai ajudar e muito na questão de deixarem o ego de lado e passar a entender que não existe só o nosso problema no mundo.
Abraços.

Enviado pelo Topic'it
Alexandretj
Alexandretj
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/11/2016
Idade : 36

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 4 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 26/9/2019, 05:47
Para mim PMO é traição. Mesmo que seja virtual, fica a "via sexual" no cérebro sempre pensando nisso. Com essa quantidade de estímulos, acho difícil um homem não olhar as mulheres na rua (traição), ou na academia (traição),...

A questão é que se fica num estágio tão depravado, que se aparecer uma mulher dando em cima, o homem pode cometer o ato. Desculpe as palavras. A P está acovardando os homens como você falou. Tudo de problema e frustrações que passam vão se dopar na PMO. Eu mesmo me fui covarde pra muitas coisas e não quero mais esse fundo do poço. Te desejo forças pra superar tudo isso que passa.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________


study Link do meu Diário
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum