Abstinência não é recuperação.

+20
Ligris
SheldonCooper94
John Fersil
Loc Dog
RosseauStrong
parbat
Superman
logos
Alexandretj
Kaneki
jotavr
Nick
RichKid
GuerreiroImplacável
Drew
NogueiraJ
Peter Parker
I will resurface!
parmera
Luan Oliveira
24 participantes
Ir para baixo
NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 148
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 00:16
parmera escreveu:O vício me mudou profundamente e acredito que isso tenha acontecido com muitos do que também estão passando por essa luta. E absolutamente nenhuma dessas mudanças foi positiva. Foram todas negativas. E o centro de toda essa mudança tá numa palavra simples mas muito poderosa: sinceridade. Em resumo é isso: o vício roubou a minha sinceridade. E essa falta de sinceridade se deu em dois sentidos: comigo mesmo e com os outros.

Desde que me conheço por gente, nunca acreditei nos valores que a PMO injetou em mim. Não vou mencioná-los aqui porque isso pode servir como gatilho pra quem estiver lendo, mas quem tá ou tava envolvido em todo esse "ecossistema" da PMO sabe muito bem do que eu tô falando. Enfim, nunca acreditei nesses valores. Nas conversas que mantinha com as outras pessoas, inclusive, pregava totalmente o oposto do que a prática da PMO envolve. Perceber essa minha hipocrisia foi como se tivesse tirado um cisco enorme do meu olho. Eu já não estava mais sendo sincero comigo mesmo porque deixava de fazer coisas que eu gostava pra ficar entretido por horas fazendo algo que eu racionalmente não queria. Chegou um momento que minha vida simplesmente paralisou: me vi desempregado, matando aulas da faculdade, rompendo ou sabotando relacionamentos etc, tudo por causa desse vício. Lado a lado com isso, deixei de ser sincero com os outros. Não conseguia mais estabelecer contatos visuais com as pessoas, mentia, omitia. Em resumo, não tava sendo verdadeiro nem comigo e nem com os outros.

Perceber isso foi um passo importante pra harmonizar meus pensamentos com as minhas atitudes. Não vou mentir e dizer que meu reboot tá mil maravilhas, não vou dizer que não tenho desejos, não vou dizer que por vezes me bate uma vontade quase incontrolável de dar só uma espiada, mas eu tô nessa luta por uma questão de autocuidado. Desde que eu entrei de cabeça nesse vício tenho praticado uma autosabotagem constante, tenho agido em prejuízo de mim mesmo. É hora de mudar esse comportamento. E mudar esse comportamento tem uma exigência fundamental que é cortar o mal pela raíz. E a raiz disso tudo é a PMO.

Não tenho a ingenuidade de achar que as coisas se resolverão magicamente simplesmente porque larguei um vício maldito. Mas esse vício é como uma corrente que te amarra uma bola de boliche nos pés. Abandoná-lo é romper os elos dessa corrente e me dar a oportunidade de caminhar livremente, sem ter esse peso gigantesco pra carregar.

Força pra todos que estão nessa luta!

E ae parmera!

E se eu te disser que tava pensando sobre minha falta de sinceridade a noite toda?! Cara, vou falar sobre isso no meu diário de hoje hahaha. Eu tenho que falar! Se eu não tivesse pensado sobre, você teria me alertado. Obrigado! Suas postagens são sempre incríveis! Muita força e foco pra você!

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Assinatura:

Próxima Meta: 9 dias em 03.08.2021

"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

Diário atualizado em: 31.07.2021
Visto por último em: 31.07.2021

GuerreiroImplacável gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 08:54
GuerreiroImplacável escreveu:Falae parmera!! Acabei de ler seu diário e cara, gostei muito da forma como você se aprofunda no que diz! Me identifiquei com bastante coisa aqui em seu diário e com certeza estarei por aqui te acompanhando.
Sobre a "abstinência não ser recuperação", eu vejo essa situação da mesma forma como você. A PMO nos influenciou de uma forma muito profunda, atingindo nossos valores, nossas crenças e consequentemente nossas ações. Esse vício nos trouxe prejuízos muito além do simples consumo compulsório de P, e somente aprendendo a viver novamente é que é possível nos livrar desse mal por completo.

Quais são os fóruns que você frequenta? Fiquei interessado em conhecê-los, eu mesmo acredito que manter a mente cheia de conhecimentos úteis seja uma das formas de ocupá-la de uma forma saudável e distrair dos pensamentos compulsórios do vício!
Enfim, continue firme em sua jornada, estamos todos juntos nessa!!! 💪💪

E aí, GuerreiroImplacável! Obrigado pelas palavras. Acho importante aprofundar pra explorar bem o que tá em jogo nisso tudo, não é simplesmente sobre PMO, é nossa vida que tá sendo trabalhada. Entender isso foi fundamental pros meus avanços nessa luta. É exatamente o que você disse: precisamos reaprender a viver. Estar viciado não é viver.

Eu frequento o Reboot Nation e o NoFap do Reddit, além de constantemente ler algumas coisas no YourBrainOnPorn. O fato de todos eles estarem em inglês pode ser um problema, mas se você não tiver fluência no idioma é só jogar no Google Tradutor. A tradução não sai perfeita mas acredito que dê pra pegar mais ou menos a mensagem. Pode ter certeza que nesses lugares você vai encontrar muita informação e ferramenta útil. Se eu tivesse conhecido cada um deles um pouco antes, já teria concluído meu reboot há um tempo.

Também vou passar a te acompanhar.

Continuamos firmes e fortes nessa luta!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

GuerreiroImplacável gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 09:04
Olá parmera, tudo bem? Você deu um apoio no meu diário e aqui estou eu para retribuir o gesto. Cara, gostei da forma profunda e SINCERA como você se expressa. Muitos poderiam vir e dizer que está tudo bem, que os pensamentos não são um problema, que basta passar uns dias sem que fica tudo bem mas não é verdade. Verdade foi o que você relatou nesse post. Esse vício causa na gente uma grande ansiedade, baixa autoestima por isso que entendo muitas das questões que você relatou. Posso estar errado mas parece que nos sentimos tão envergonhados de nós internamente que acabamos por expressar externamente. Nesse sentido é necessário saber gerenciar nossas emoções para sermos uma força positiva para nós mesmos e para os demais.

A PMO com certeza é um fator negativo que se junta a outras coisas e nos faz nos sentirmos de uma maneira indesejada. Por isso devemos nos livrar dela, ninguém foi feito para ser escravo, fomos todos feitos para vencer.

O reboot é o caminho para a vitória e por meio dele dá para perceber outras coisas paralelas que precisam ser mudadas. Fique atento, siga seu plano de vida, trabalhe o autocuidado e a saúde mental. Um abraço e conte comigo!

Bom dia, Rudolf Hansen! Seja bem-vindo ao meu diário. Espero que o que eu escrevo aqui te ajude nessa sua caminhada.

Os nossos principais problemas e dificuldades no enfrentamento a esse vício surge justamente nos nossos pensamentos. Uma memória, um trauma, uma frustração, um sentimento... Nós só vamos conseguir superar isso tudo quando entendermos e aprendermos a lidar com isso. O vício não é só físico, é também psicológico.
Também tenho essa impressão de que nos sentimos evergonhados de nós mesmos e deixamos isso transparecer. Eu, por exemplo, a cada sessão de PMO e nos dias seguintes me sentia sujo. Mas não simplesmente uma sujeira que era só tomar banho pra limpar. Era muito mais profunda. A minha vida e meus pensamentos estavam sujos, o meu entendimento da vida estava sujo, a minha visão das pessoas estava suja, as minhas fantasias estavam sujas, os meus desejos estavam sujos. Isso me causou uma neurose pesada e acredito que não só a mim. Foi essa sujeira que me deixou a cada dia mais recluso, com menos vontade de me relacionar com os outros. Sinto que conforme progrido no reboot essa sensação vai passando, mas até reverter tudo o que esse vício me causou leva tempo.

Tô tranquilo quanto a isso. Tentando entender as minhas limitações e meus limites. É o que precisamos fazer. A vitória vai chegar, só precisamos ter paciência, um plano, a execução desse plano e muita atenção a cada instante.

Abraço e força nessa luta!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

Vitoriosa, GuerreiroImplacável e guerreirodeluz gostam desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 09:08
RichKid escreveu:Eae meu amigo, tranquilo? vou começar a acompanhar teu diário

Este maldito vício é assim mesmo, só faz você se afundar cada vez mais e afeta totalmente a sua vida. Mas este ano tudo será diferente, vamos nos livrar de toda esta merda .

Boa sorte na sua jornada amigo, tamo junto Smile

Fala, RichKid! Fique à vontade por aqui, a ideia é que esse espaço seja coletivo e sirva pra muitas trocas de ideias. Pode aparecer por aqui e deixar registrada alguma ideia ou reflexão sempre que quiser. Vamos nos ajudando uns aos outros.

Esse ano vai ser diferente. Também tô confiante e trabalhando muito pra isso.

É nóis! Força nessa luta!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

Vitoriosa e GuerreiroImplacável gostam desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 09:13
NogueiraJ escreveu:E ae parmera!

E se eu te disser que tava pensando sobre minha falta de sinceridade a noite toda?! Cara, vou falar sobre isso no meu diário de hoje hahaha. Eu tenho que falar! Se eu não tivesse pensado sobre, você teria me alertado. Obrigado! Suas postagens são sempre incríveis! Muita força e foco pra você!

Tamo junto! Wink

E aí, NogueiraJ.

Dahora, mano. Escreva sobre isso, sim. É importante que, além de lermos o que os outros escrevem, nós mesmos reescrevermos com as nossas palavras e trazer o nosso sentido e aplicação pra aquilo que lemos. Fico contente de ter te dado esse empurrão.

Agradeço pelas palavras. Espero que a gente continue trocando muitas ideias por aqui e que num futuro próximo nós estejamos um comentando a postagem um do outro na aba "Histórias de Sucesso".

Força pra nós!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

Vitoriosa, GuerreiroImplacável e NogueiraJ gostam desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Vocês me salvaram de uma queda.

27/1/2021, 09:27
Hoje de manhã acordei desatento. Não foi exatamente nenhum desejo ou vontade de PMO, foi desatenção. A primeira coisa que fiz ao acordar foi desbloquear o celular e abrir as notificações. Erro infantil, faz uns dias que não faço isso porque é um dos gatilhos que notei. Além disso, a primeira coisa que nós fazemos ao acordar vai ditar muito do que será o nosso dia. A primeira coisa que fazemos ao acordar é o nosso primeiro contato com o mundo. Depois de alguns minutos moscando nas redes sociais, quando dei por mim já tava quase me direcionando a uma queda.

Mas consegui voltar à consciência e abri a página do fórum. Ver as mensagens e curtidas que cada um deixou foi como um aviso, um reconforto, um sinal. Tô inteiro, tô firme.

Por isso resolvi escrever essa mensagem e agradecer a cada um dos que têm construído isso daqui junto comigo. GuerreiroImplacável, Rudolf Hansen, RichKid, NogueiraJ, Drew, excogitatoris, i will resurface!, Peter Parker muito obrigado. Pode parecer um exagero, mas vocês me salvaram por hoje! Essas trocas de ideias têm sido um ponto de apoio gigantesco pra mim nesses dias tão difíceis. Tenho a cada dia mais convicção de que cada vitória aqui é coletiva. Sozinho eu não teria conseguido, como não consegui várias vezes em que me vi sozinho.

Abraço e força pra nós nessa luta!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

GuerreiroImplacável, Luan Oliveira, RichKid e NogueiraJ gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 12:36
parmera escreveu:Hoje de manhã acordei desatento. Não foi exatamente nenhum desejo ou vontade de PMO, foi desatenção. A primeira coisa que fiz ao acordar foi desbloquear o celular e abrir as notificações. Erro infantil, faz uns dias que não faço isso porque é um dos gatilhos que notei. Além disso, a primeira coisa que nós fazemos ao acordar vai ditar muito do que será o nosso dia. A primeira coisa que fazemos ao acordar é o nosso primeiro contato com o mundo. Depois de alguns minutos moscando nas redes sociais, quando dei por mim já tava quase me direcionando a uma queda.

Mas consegui voltar à consciência e abri a página do fórum. Ver as mensagens e curtidas que cada um deixou foi como um aviso, um reconforto, um sinal. Tô inteiro, tô firme.

Por isso resolvi escrever essa mensagem e agradecer a cada um dos que têm construído isso daqui junto comigo. GuerreiroImplacável, Rudolf Hansen, RichKid, NogueiraJ, Drew, excogitatoris, i will resurface!, Peter Parker muito obrigado. Pode parecer um exagero, mas vocês me salvaram por hoje! Essas trocas de ideias têm sido um ponto de apoio gigantesco pra mim nesses dias tão difíceis. Tenho a cada dia mais convicção de que cada vitória aqui é coletiva. Sozinho eu não teria conseguido, como não consegui várias vezes em que me vi sozinho.

Abraço e força pra nós nessa luta!

Olá parmera, tudo bem? Se você sabe que é um gatilho remova, pois não devemos subestimar o vício. Redes sociais podem ser traiçoeiras pois são um poço de armadilhas. Parabéns por ter resistido, não é fácil mas também não é impossível. Siga em frente e firme. Abraços!
parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 14:08
parmera escreveu:Hoje de manhã acordei desatento. Não foi exatamente nenhum desejo ou vontade de PMO, foi desatenção. A primeira coisa que fiz ao acordar foi desbloquear o celular e abrir as notificações. Erro infantil, faz uns dias que não faço isso porque é um dos gatilhos que notei. Além disso, a primeira coisa que nós fazemos ao acordar vai ditar muito do que será o nosso dia. A primeira coisa que fazemos ao acordar é o nosso primeiro contato com o mundo. Depois de alguns minutos moscando nas redes sociais, quando dei por mim já tava quase me direcionando a uma queda.

Mas consegui voltar à consciência e abri a página do fórum. Ver as mensagens e curtidas que cada um deixou foi como um aviso, um reconforto, um sinal. Tô inteiro, tô firme.

Por isso resolvi escrever essa mensagem e agradecer a cada um dos que têm construído isso daqui junto comigo. GuerreiroImplacável, Rudolf Hansen, RichKid, NogueiraJ, Drew, excogitatoris, i will resurface!, Peter Parker muito obrigado. Pode parecer um exagero, mas vocês me salvaram por hoje! Essas trocas de ideias têm sido um ponto de apoio gigantesco pra mim nesses dias tão difíceis. Tenho a cada dia mais convicção de que cada vitória aqui é coletiva. Sozinho eu não teria conseguido, como não consegui várias vezes em que me vi sozinho.

Abraço e força pra nós nessa luta!

Vacilei, esqueci de mencionar o Luan Oliveira, que foi quem me deu as boas-vindas e todas as instruções iniciais. Foi mal, Luan. E muito obrigado por isso também!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

GuerreiroImplacável gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

27/1/2021, 14:10
Rudolf Hansen escreveu:

Olá parmera, tudo bem? Se você sabe que é um gatilho remova, pois não devemos subestimar o vício. Redes sociais podem ser traiçoeiras pois são um poço de armadilhas. Parabéns por ter resistido, não é fácil mas também não é impossível. Siga em frente e firme. Abraços!

Sim, Rudolf Hansen, não podemos subestimar o vício e devemos tratá-lo como tal. As redes sociais exercem uma influência no meu, sim, mas tô tratando de me afastar de ambos.

Agradeço a força. Tamo junto!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

GuerreiroImplacável gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Contador de dias.

28/1/2021, 15:51
Já passei dos 7 dias iniciais no fórum e consegui instalar um contador de dias. Não levo como parâmetro, mas serve como um registro do meu progresso "quantitativo".
Hoje cedo não completei o ciclo de PMO, mas cheguei a consumir P por um tempo. Novamente por desatenção. As primeiras e últimas horas do dia são sempre mais tensas e pavimentam o caminho pras quedas: de manhã nós ainda estamos um pouco adormecidos até levantar da cama, lavar o rosto, tomar um banho e comer algo; e à noite, ao deitar, nosso corpo já se desfaz de todo aquele estado de alerta que fortalecemos durante o dia. Preciso criar algumas estratégias pra conseguir driblar isso.

De qualquer forma, mesmo com essa queda grave, não percebi nenhuma perda nos benefícios que conquistei até aqui. Em alguns momentos o cérebro e o corpo pedem pra dar aquela bizoiada mas tenho conseguido me manter firme. Isso acaba me desconcentrando por algum tempo e me traz uma leve ansiedade, mas em comparação com tempos anteriores tô conseguido lidar bem. O progresso está mais nessa maneira de lidar com os problemas do que em bater recorde de dias.

Só força pra todos!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

GuerreiroImplacável, Nick e RichKid gostam desta mensagem

Nick
Nick
Mensagens : 276
Data de inscrição : 27/11/2020

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

28/1/2021, 16:16
parmera escreveu:Já passei dos 7 dias iniciais no fórum e consegui instalar um contador de dias. Não levo como parâmetro, mas serve como um registro do meu progresso "quantitativo".
Hoje cedo não completei o ciclo de PMO, mas cheguei a consumir P por um tempo. Novamente por desatenção. As primeiras e últimas horas do dia são sempre mais tensas e pavimentam o caminho pras quedas: de manhã nós ainda estamos um pouco adormecidos até levantar da cama, lavar o rosto, tomar um banho e comer algo; e à noite, ao deitar, nosso corpo já se desfaz de todo aquele estado de alerta que fortalecemos durante o dia. Preciso criar algumas estratégias pra conseguir driblar isso.

De qualquer forma, mesmo com essa queda grave, não percebi nenhuma perda nos benefícios que conquistei até aqui. Em alguns momentos o cérebro e o corpo pedem pra dar aquela bizoiada mas tenho conseguido me manter firme. Isso acaba me desconcentrando por algum tempo e me traz uma leve ansiedade, mas em comparação com tempos anteriores tô conseguido lidar bem. O progresso está mais nessa maneira de lidar com os problemas do que em bater recorde de dias.

Só força pra todos!

Força meu jovem, aos poucos a gente chega lá!

_______________________________________


Meu diário

parmera gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

28/1/2021, 16:21
Nick escreveu:
parmera escreveu:Já passei dos 7 dias iniciais no fórum e consegui instalar um contador de dias. Não levo como parâmetro, mas serve como um registro do meu progresso "quantitativo".
Hoje cedo não completei o ciclo de PMO, mas cheguei a consumir P por um tempo. Novamente por desatenção. As primeiras e últimas horas do dia são sempre mais tensas e pavimentam o caminho pras quedas: de manhã nós ainda estamos um pouco adormecidos até levantar da cama, lavar o rosto, tomar um banho e comer algo; e à noite, ao deitar, nosso corpo já se desfaz de todo aquele estado de alerta que fortalecemos durante o dia. Preciso criar algumas estratégias pra conseguir driblar isso.

De qualquer forma, mesmo com essa queda grave, não percebi nenhuma perda nos benefícios que conquistei até aqui. Em alguns momentos o cérebro e o corpo pedem pra dar aquela bizoiada mas tenho conseguido me manter firme. Isso acaba me desconcentrando por algum tempo e me traz uma leve ansiedade, mas em comparação com tempos anteriores tô conseguido lidar bem. O progresso está mais nessa maneira de lidar com os problemas do que em bater recorde de dias.

Só força pra todos!

Força meu jovem, aos poucos a gente chega lá!

Valeu, Nick! Bom te ver por aqui. Não te conhecia. Vou passar a te acompanhar no seu diário. Muita força pra nós!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

GuerreiroImplacável e Nick gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

28/1/2021, 18:09
parmera escreveu:Já passei dos 7 dias iniciais no fórum e consegui instalar um contador de dias. Não levo como parâmetro, mas serve como um registro do meu progresso "quantitativo".
Hoje cedo não completei o ciclo de PMO, mas cheguei a consumir P por um tempo. Novamente por desatenção. As primeiras e últimas horas do dia são sempre mais tensas e pavimentam o caminho pras quedas: de manhã nós ainda estamos um pouco adormecidos até levantar da cama, lavar o rosto, tomar um banho e comer algo; e à noite, ao deitar, nosso corpo já se desfaz de todo aquele estado de alerta que fortalecemos durante o dia. Preciso criar algumas estratégias pra conseguir driblar isso.

De qualquer forma, mesmo com essa queda grave, não percebi nenhuma perda nos benefícios que conquistei até aqui. Em alguns momentos o cérebro e o corpo pedem pra dar aquela bizoiada mas tenho conseguido me manter firme. Isso acaba me desconcentrando por algum tempo e me traz uma leve ansiedade, mas em comparação com tempos anteriores tô conseguido lidar bem. O progresso está mais nessa maneira de lidar com os problemas do que em bater recorde de dias.

Só força pra todos!

Olá meu amigo. "O progresso está mais nessa maneira de lidar com os problemas do que em bater recorde de dias". Esse trecho que você disse é pura verdade, não se trata de apenas dias sem assistir, devemos buscar a mudança em todas as áreas da vida, enfrentar de vez os problemas. Que bom que já está de pé. Forças e um abraço!
parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Resetei.

29/1/2021, 11:57
Hoje eu caí, mas reconheço a minha responsabilidade nisso tudo. Nos útlimos dias fui pavimentando o caminho pra chegar até aqui. Uma espreitadinha aqui, outra ali, quando percebi já tava naquele transe hipnótico, com o coração e o cérebro totalmente angustiados querendo parar mas o corpo pedindo um pouco mais, só mais unzinho, depois você para, faz suas atividades do dia e finge que nada aconteceu. Só que acontece sim, e quando acontece é como se um prédio caísse em cima de você mas que em vez de atingir o seu corpo atingisse o seu coração. E ele fica completamente despedaçado. E isso se alastra por todo o seu corpo, fazendo com que você fique totalmente prostrado, olhando pro nada e profundamente vazio.
Só assistir P já é ruim porque é como se reativasse todo um sistema, como se você apertasse um botão que te transtornasse. Agora, completar o ciclo consegue ser pior ainda. Mas seguimos.
Tomei algumas atitudes drásticas, como excluir do celular todos os aplicativos de redes sociais. Além disso, vou passar a deixá-lo desligado durante todo o dia, ligá-lo uma vez só pra responder as mensagens que me chegaram e desligá-lo novamente. Preciso me recolher e repensar um pouco a minha relação com as redes sociais porque percebi que quando estive longe delas foi um bom período pro meu reboot. A dinâmica delas é muito cruel, nós ficamos a todo instante nos comparando uns com os outros, pensando em como eles aparentam serenidade por não estarem completamente atolados num vício. E isso acaba gerando mais ansiedade em nós que estamos viciados. E isso alimenta ainda mais um ciclo vicioso porque quanto mais ansiosos, mais ficamos vulneráveis a uma queda.
Às vezes o nosso cérebro tenta nos enganar, dizendo pra adiarmos alguma decisão, pra mantermos algumas coisas na zona de conforto porque "a partir de hoje eu vou saber lidar melhor". Besteira, não podemos dar ouvidos a esse tipo de coisa. Nosso cérebro está viciado e vai fazer de tudo pra nos enganar e voltar pro vício. Todos nós inseridos no vício de PMO estamos num estado psicológico de completa autossabotagem, precisamos estar atentos a isso e caminharmos pra sair dele. Estamos nele, mas não somos ele. Não nascemos assim então não morreremos assim, só precisamos de um pouco mais de paciência, perserverança e trabalho. Precisamos ser radicais com a gente mesmo, tratar algumas coisas como inadiáveis. O vício joga duro com a gente, precisamos jogar duro com ele também. Atenção e firmeza são as palavras chaves pra lidar com esse problema.

Bom final de semana e muita força a todos!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

Ligris, GuerreiroImplacável, Drew, Deco e RichKid gostam desta mensagem

jotavr
jotavr
Mensagens : 206
Data de inscrição : 24/04/2020

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

30/1/2021, 00:25
Eae mano, achei o seu texto meio gatilho, vai deixar um pessoal confuso kkk. Eu conheci o nofap há mt tempo tbm, em 2017, foi na época do nofap setember kkk, achava q era só uma zoeria, se já tivesse levado a sério... dps fiz um nofap certo em 2018, fiquei 2 semanas, mas recai sabe pq? pq levei um FORA KKKKK, ai desanimei de fazer, engraçado q no dia q levei o fora tava mal né, n sei pq, mas a mina tava interessada em mim e dps mudou de ideia. Em 2019 eu já tinha noção dos efeitos, tipo, eu tinha um compromisso quinta, na segunda eu batia pra ficar 3 dias de boa, mas não levava aquilo a sério, n sei pq, só em 2020, q comecei a ter arrependimento, q comecei a levar a sério. To com os mesmos sintomas q o seu tbm

parmera gosta desta mensagem

jotavr
jotavr
Mensagens : 206
Data de inscrição : 24/04/2020

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

30/1/2021, 00:32
parmera escreveu:Hoje eu caí, mas reconheço a minha responsabilidade nisso tudo. Nos útlimos dias fui pavimentando o caminho pra chegar até aqui. Uma espreitadinha aqui, outra ali, quando percebi já tava naquele transe hipnótico, com o coração e o cérebro totalmente angustiados querendo parar mas o corpo pedindo um pouco mais, só mais unzinho, depois você para, faz suas atividades do dia e finge que nada aconteceu. Só que acontece sim, e quando acontece é como se um prédio caísse em cima de você mas que em vez de atingir o seu corpo atingisse o seu coração. E ele fica completamente despedaçado. E isso se alastra por todo o seu corpo, fazendo com que você fique totalmente prostrado, olhando pro nada e profundamente vazio.
Só assistir P já é ruim porque é como se reativasse todo um sistema, como se você apertasse um botão que te transtornasse. Agora, completar o ciclo consegue ser pior ainda. Mas seguimos.
Tomei algumas atitudes drásticas, como excluir do celular todos os aplicativos de redes sociais. Além disso, vou passar a deixá-lo desligado durante todo o dia, ligá-lo uma vez só pra responder as mensagens que me chegaram e desligá-lo novamente. Preciso me recolher e repensar um pouco a minha relação com as redes sociais porque percebi que quando estive longe delas foi um bom período pro meu reboot. A dinâmica delas é muito cruel, nós ficamos a todo instante nos comparando uns com os outros, pensando em como eles aparentam serenidade por não estarem completamente atolados num vício. E isso acaba gerando mais ansiedade em nós que estamos viciados. E isso alimenta ainda mais um ciclo vicioso porque quanto mais ansiosos, mais ficamos vulneráveis a uma queda.
Às vezes o nosso cérebro tenta nos enganar, dizendo pra adiarmos alguma decisão, pra mantermos algumas coisas na zona de conforto porque "a partir de hoje eu vou saber lidar melhor". Besteira, não podemos dar ouvidos a esse tipo de coisa. Nosso cérebro está viciado e vai fazer de tudo pra nos enganar e voltar pro vício. Todos nós inseridos no vício de PMO estamos num estado psicológico de completa autossabotagem, precisamos estar atentos a isso e caminharmos pra sair dele. Estamos nele, mas não somos ele. Não nascemos assim então não morreremos assim, só precisamos de um pouco mais de paciência, perserverança e trabalho. Precisamos ser radicais com a gente mesmo, tratar algumas coisas como inadiáveis. O vício joga duro com a gente, precisamos jogar duro com ele também. Atenção e firmeza são as palavras chaves pra lidar com esse problema.

Bom final de semana e muita força a todos!

Poxa mano, um descuido e já era, mas se mantenha firme. O algoritmo da internet, hj é voltado ao porno, ELES TEM NOÇÃO disso, ai q tá o problema. Seja em Google, Instagram, Youtube. Eu me afastei de td tbm, Instagram, só entro pra postar foto ou responder alguém, salvei até a página do direct pra n entrar no feed, Youtube só entro a noite, Facebook sempre silencio retardado q posta mulher. É engraçado q só em casa nós temos esse pensamento né, de ficar ficar se bajulando e tals, vc tem q pensar na rua, qnd for sair com os amigos, encontrar com a namorada, família, se vale a pena ou não, recair. Eu acho até engraçado q qnd eu saio, esqueço tudo isso, é mt bom, até penso pq estava pensando essas merdas qnd tava em casa se qnd tô na rua fico de boa. Recomendo vc tomar um banho gelado ou sair de casa qnd tiver tendo esses pensamentos. Reconheça seus gatilhos tbm, pra n cair no mesmo dnv, a última vez q recai, me segurei bastante, faltavam só algumas horas pra poder ir dormir, mas fiz bobeira e me entreguei. A cada recaída vc só vai ficando mais calejado.

parmera gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

30/1/2021, 07:53
jotavr escreveu:Eae mano, achei o seu texto meio gatilho, vai deixar um pessoal confuso kkk. Eu conheci o nofap há mt tempo tbm, em 2017, foi na época do nofap setember kkk, achava q era só uma zoeria, se já tivesse levado a sério... dps fiz um nofap certo em 2018, fiquei 2 semanas, mas recai sabe pq? pq levei um FORA KKKKK, ai desanimei de fazer, engraçado q no dia q levei o fora tava mal né, n sei pq, mas a mina tava interessada em mim e dps mudou de ideia. Em 2019 eu já tinha noção dos efeitos, tipo, eu tinha um compromisso quinta, na segunda eu batia pra ficar 3 dias de boa, mas não levava aquilo a sério, n sei pq, só em 2020, q comecei a ter arrependimento, q comecei a levar a sério. To com os mesmos sintomas q o seu tbm

Fala aí, jotavr. Sério que você achou o meu texto um gatilo? Me fala em qual momento que é pra eu poder pensar melhor a respeito e editar, por favor.

O importante é que agora você tem noção de tudo isso e tá caminhando pra sair desse turbilhão. Nunca é tarde pra isso!

Abraço e força pra nós!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

jotavr gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

30/1/2021, 07:59
jotavr escreveu:

Poxa mano, um descuido e já era, mas se mantenha firme. O algoritmo da internet, hj é voltado ao porno, ELES TEM NOÇÃO disso, ai q tá o problema. Seja em Google, Instagram, Youtube. Eu me afastei de td tbm, Instagram, só entro pra postar foto ou responder alguém, salvei até a página do direct pra n entrar no feed, Youtube só entro a noite, Facebook sempre silencio retardado q posta mulher. É engraçado q só em casa nós temos esse pensamento né, de ficar ficar se bajulando e tals, vc tem q pensar na rua, qnd for sair com os amigos, encontrar com a namorada, família, se vale a pena ou não, recair. Eu acho até engraçado q  qnd eu saio, esqueço tudo isso, é mt bom, até penso pq estava pensando essas merdas qnd tava em casa se qnd tô na rua fico de boa. Recomendo vc tomar um banho gelado ou sair de casa qnd tiver tendo esses pensamentos. Reconheça seus gatilhos tbm, pra n cair no mesmo dnv, a última vez q recai, me segurei bastante, faltavam só algumas horas pra poder ir dormir, mas fiz bobeira e me entreguei. A cada recaída vc só vai ficando mais calejado.

A P está quase que por toda parte, ultimamente. Em outras roupagens, mas está sempre presente. Precisamos ficar atentos a isso a todo instante.

Isso de só pensar nessas coisas quando se está em casa é bem verdade. Acho que é porque estamos mais a vontade, temos privacidade e temos menos coisas a fazer. O tédio é um elemento importante nisso.

Banhos gelados me ajudam mesmo, sair de casa tá um pouco complicado por causa da pandemia. Meditação também me ajuda, já pratico há 1 ano e ela teve um papel fundamental nos meus progressos.

Agradeço pelas dicas e pelo apoio que me deu aqui. Abraço, queridão!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

jotavr gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/01/2021

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Recomeço.

30/1/2021, 12:00
É sempre importante se dar a possibilidade de um recomeço. Mais do que ficar se lamentando após alguma queda é se levantar com rapidez, observar o que te fez cair e se desviar disso nos próximos passos. Buscar novamente o norte, reorientarmos os nossos pensamentos e ações que tomaremos nos próximos instantes. É um tanto trabalhoso se ficarmos nos martirizando ou tentando encontrar justificativas plausíveis pras recaídas porque essas justificativas só enfraquecem nosso objetivo. Não podemos racionalizar o vício porque ele por si só é irracional. Não existe justificativa válida pra manter um vício vivo, é só olhar como ele impacta as nossas vidas pra entender isso. Ninguém quer nem deve viver como um zumbi.

Precisamos saber calcular entre os benefícios de curto prazo que o vício nos traz (entorpecimento e prazer que não dura mais do que alguns segundos) e os malefícios de longo prazo que eles nos trouxe (ansiedade, depressão, isolamento). Quais valem mais a pena perseguir? Algumas dores que a abstinência e a recuperação nos traz são inevitáveis e não devem ser evitadas por nós. Além de elas serem um sinal claro de que estamos no caminho certo, superar essas dores nos trarão prazeres maiores num futuro próximo. Mas além de pensar no futuro, precisamos ter responsabilidade com o presente. Cada ação diz respeito a nós, somos nós quem tomamos. Do mesmo modo que é possível dizer "sim" aos impulsos, é possível também dizer "não". Precisamos abandonar essas expectativas irrealistas com o futuro, deixar de lado essa fixação com os 90 dias, porque além de tudo isso nos tornar mais ansiosos, cada organismo é um organismo, cada corpo está viciado num nível diferente. Os 90 dias são apenas um número simbólico e é importante ter uma meta em mente. Não quero de jeito algum desmerecer o projeto de 90 dias, até porque também tô nele como uma maneira de medir um progresso e me "recompensar" quando atingi-lo. Mas antes de tudo é preciso entender que se livrar de um vício é um projeto de vida. E a vida se constrói no presente, a cada segundo. É só depois de entendermos essa urgência que teremos progressos significativos na nossa caminhada. E aí sim os 90 dias serão atingidos com mais facilidade e será somente um número, serão somente o que eles realmente são: 90 dias, 3 meses. O que são 3 meses na vida de uma pessoa com 20, 30, 40, 50 ou 60 anos? Pode parecer contraditório, mas são ao mesmo tempo muita coisa e pouca coisa. Depende da maneira como encaramos isso. Depende do comprometimento que temos com a nossa VIDA.

Força pra todos que estão nessa luta.

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

Kaneki, I will resurface!, Peter Parker, jotavr e RichKid gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 1543
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Olá

30/1/2021, 13:36
Olá amigo, realmente, oq importa de verdade é aprender muito durante esse tempo e aplicar em sua vida todo esse aprendizado, lembrando do malefício do vício, e o benefício de se livrar dele, boa sorte e abçs.

_______________________________________


MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

GuerreiroImplacável e parmera gostam desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1156
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 25
Localização : Brooklyn 1986

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

30/1/2021, 21:31
parmera escreveu:É sempre importante se dar a possibilidade de um recomeço. Mais do que ficar se lamentando após alguma queda é se levantar com rapidez, observar o que te fez cair e se desviar disso nos próximos passos. Buscar novamente o norte, reorientarmos os nossos pensamentos e ações que tomaremos nos próximos instantes. É um tanto trabalhoso se ficarmos nos martirizando ou tentando encontrar justificativas plausíveis pras recaídas porque essas justificativas só enfraquecem nosso objetivo. Não podemos racionalizar o vício porque ele por si só é irracional. Não existe justificativa válida pra manter um vício vivo, é só olhar como ele impacta as nossas vidas pra entender isso. Ninguém quer nem deve viver como um zumbi.

Precisamos saber calcular entre os benefícios de curto prazo que o vício nos traz (entorpecimento e prazer que não dura mais do que alguns segundos) e os malefícios de longo prazo que eles nos trouxe (ansiedade, depressão, isolamento). Quais valem mais a pena perseguir? Algumas dores que a abstinência e a recuperação nos traz são inevitáveis e não devem ser evitadas por nós. Além de elas serem um sinal claro de que estamos no caminho certo, superar essas dores nos trarão prazeres maiores num futuro próximo. Mas além de pensar no futuro, precisamos ter responsabilidade com o presente. Cada ação diz respeito a nós, somos nós quem tomamos. Do mesmo modo que é possível dizer "sim" aos impulsos, é possível também dizer "não". Precisamos abandonar essas expectativas irrealistas com o futuro, deixar de lado essa fixação com os 90 dias, porque além de tudo isso nos tornar mais ansiosos, cada organismo é um organismo, cada corpo está viciado num nível diferente. Os 90 dias são apenas um número simbólico e é importante ter uma meta em mente. Não quero de jeito algum desmerecer o projeto de 90 dias, até porque também tô nele como uma maneira de medir um progresso e me "recompensar" quando atingi-lo. Mas antes de tudo é preciso entender que se livrar de um vício é um projeto de vida. E a vida se constrói no presente, a cada segundo. É só depois de entendermos essa urgência que teremos progressos significativos na nossa caminhada. E aí sim os 90 dias serão atingidos com mais facilidade e será somente um número, serão somente o que eles realmente são: 90 dias, 3 meses. O que são 3 meses na vida de uma pessoa com 20, 30, 40, 50 ou 60 anos? Pode parecer contraditório, mas são ao mesmo tempo muita coisa e pouca coisa. Depende da maneira como encaramos isso. Depende do comprometimento que temos com a nossa VIDA.

Força pra todos que estão nessa luta.

Iae bi-campeão da liberta
Cara, bola pra frente sempre, depois de uma queda o melhor é não pensar mais nisso e seguir o jogo
Força nesse recomeço meu bro.
Não vai beber demais na comemoração não huehuehue.
pig

_______________________________________


"Não parar, não precipitar, não retroceder."

Próxima meta: 20 dias (Quarta-feira, 04 de agosto, 17h10)

Diário:
https://www.comoparar.com/t10897-diario-da-minha-vitoria

Kaneki e parmera gostam desta mensagem

RichKid
RichKid
Mensagens : 49
Data de inscrição : 20/12/2020

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

1/2/2021, 10:49
Olá meu amigo, lamento pela sua queda Sad

Como você disse, precisamos nos levantar rápido e aprender com nossos erros para evitá-los na próxima vez. Tenho certeza que tudo vai dar certo mano, te desejo uma boa sorte.

Força nessa luta

_______________________________________
Se o homem faz de si mesmo um verme, ele não deve se queixar quando é pisado.  

- Immanuel Kant  




Kaneki e parmera gostam desta mensagem

Peter Parker
Peter Parker
Moderador
Moderador
Mensagens : 837
Data de inscrição : 27/11/2019
Localização : Queens

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

2/2/2021, 18:35
Olá, caríssimo Campeão da Libertadores, rs.

A nossa vontade está deformada por conta do vício, se ficarmos nos expondo a gatilhos constantemente, a queda será só uma questão de tempo. Portanto, o ideal é ser radical e cortarmos de nossas vidas tudo e todos que possa nos incitar a fantasiar ou consumir P. É difícil, mas sacrifícios são necessários.

Grande abraço.

_______________________________________
"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28  study

"Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades." - Tio Ben

Diário do Aranha mais querido: https://www.comoparar.com/t9821-diario-de-um-vencedor

Minha História de Sucesso

parmera gosta desta mensagem

I will resurface!
I will resurface!
Mensagens : 418
Data de inscrição : 30/08/2018
Idade : 23
Localização : RJ

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

2/2/2021, 21:24
parmera escreveu:É sempre importante se dar a possibilidade de um recomeço. Mais do que ficar se lamentando após alguma queda é se levantar com rapidez, observar o que te fez cair e se desviar disso nos próximos passos. Buscar novamente o norte, reorientarmos os nossos pensamentos e ações que tomaremos nos próximos instantes. É um tanto trabalhoso se ficarmos nos martirizando ou tentando encontrar justificativas plausíveis pras recaídas porque essas justificativas só enfraquecem nosso objetivo. Não podemos racionalizar o vício porque ele por si só é irracional. Não existe justificativa válida pra manter um vício vivo, é só olhar como ele impacta as nossas vidas pra entender isso. Ninguém quer nem deve viver como um zumbi.

Precisamos saber calcular entre os benefícios de curto prazo que o vício nos traz (entorpecimento e prazer que não dura mais do que alguns segundos) e os malefícios de longo prazo que eles nos trouxe (ansiedade, depressão, isolamento). Quais valem mais a pena perseguir? Algumas dores que a abstinência e a recuperação nos traz são inevitáveis e não devem ser evitadas por nós. Além de elas serem um sinal claro de que estamos no caminho certo, superar essas dores nos trarão prazeres maiores num futuro próximo. Mas além de pensar no futuro, precisamos ter responsabilidade com o presente. Cada ação diz respeito a nós, somos nós quem tomamos. Do mesmo modo que é possível dizer "sim" aos impulsos, é possível também dizer "não". Precisamos abandonar essas expectativas irrealistas com o futuro, deixar de lado essa fixação com os 90 dias, porque além de tudo isso nos tornar mais ansiosos, cada organismo é um organismo, cada corpo está viciado num nível diferente. Os 90 dias são apenas um número simbólico e é importante ter uma meta em mente. Não quero de jeito algum desmerecer o projeto de 90 dias, até porque também tô nele como uma maneira de medir um progresso e me "recompensar" quando atingi-lo. Mas antes de tudo é preciso entender que se livrar de um vício é um projeto de vida. E a vida se constrói no presente, a cada segundo. É só depois de entendermos essa urgência que teremos progressos significativos na nossa caminhada. E aí sim os 90 dias serão atingidos com mais facilidade e será somente um número, serão somente o que eles realmente são: 90 dias, 3 meses. O que são 3 meses na vida de uma pessoa com 20, 30, 40, 50 ou 60 anos? Pode parecer contraditório, mas são ao mesmo tempo muita coisa e pouca coisa. Depende da maneira como encaramos isso. Depende do comprometimento que temos com a nossa VIDA.

Força pra todos que estão nessa luta.
Gostei muito dessa mensagem que você acabou de postar! Ela é uma linda mensagem! 90 dias é uma meta para medir o experimento como você disse, porém é uma meta que nos ajuda a alcançar um objetivo que é de parar de assistir pornografia de uma vez por todas! Não devemos focar muito nessa meta, você fez uma ótima observação em dizer que focar muito nos 90 dias nos deixa ansiosos, e é verdade. Gostaria de terminar com uma pergunta, o que você quis dizer sobre se premiar com os 90 dias? Dependendo da maneira que você possa vim a querer se premiar, você pode vim a se premiar justamente com pornografia, tome cuidado para que isso não seja uma racionalização e você pode estar alimentando ela. Um abraço e parabéns por ter voltado para a pista o mais rápido possível!!

Kaneki, GuerreiroImplacável e parmera gostam desta mensagem

jotavr
jotavr
Mensagens : 206
Data de inscrição : 24/04/2020

Abstinência não é recuperação.  - Página 2 Empty Re: Abstinência não é recuperação.

3/2/2021, 18:50
Eae parmera, como anda o reboot?
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos