Compartilhe
Ir em baixo
avatar
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 1786
Data de inscrição : 18/08/2017
Idade : 32
Localização : Daily War - A guerra ainda não acabou!

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 16/11/2017, 16:14
Parabéns, Baggins!

Que reboot, hein, cara! Bom d+ saber que está colhendo ótimos frutos, brother! Você merece, cara! É super esforçado e reflexivo.  

Abração, mano!  Very Happy

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 21/11/2017, 13:00
5&4 escreveu:Parabéns, Baggins!

Que reboot, hein, cara! Bom d+ saber que está colhendo ótimos frutos, brother! Você merece, cara! É super esforçado e reflexivo.  

Abração, mano!  Very Happy

Valeu 5&4!

Aprendi aqui no fórum que refletir o que fazer é tão importante quanto fazer acontecer. Tem uma relação direta de causa e consequência!

Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 21/11/2017, 17:42
Viver um dia de cada vez...

Será que desta vez eu entendi o que isto significa? Como uma frase tão clichê, repetida tantas e tantas vezes (por mim, inclusive) pode ter um significado tão profundo e tão difícil de enxergar?

Viver um dia de cada vez engloba não criar muitas expectativas. É viver o hoje. É não deixar que coisas que podem nem se concretizar te aflijam.

Mas expectativas sobre o que exatamente?

Na verdade, sobre tudo. Seja sobre o reboot, seja no âmbito pessoal, profissional, o fato é que pensar sobre uma tonelada de coisas ao mesmo tempo baseado num futuro incerto e com vários cenários possíveis é uma tarefa ingrata e contraproducente.

Em se tratando do vício nosso de cada dia, pode parecer que isso é o mesmo que se entregar à apatia, à desesperança, ao desalento. Aliás, conheço bem a sensação, afinal de contas foram tantas quedas e tantas tentativas que o vício quase me convenceu de que a vida era cinzenta assim mesmo.

O fato é que pensar sobre o problema não significa necessariamente se preocupar com o problema. Pensar em como configurar os bloqueadores não é o mesmo que se preocupar com cada as possível falha que este possa ter. Refletir sobre uma recaída não é o mesmo que se desanimar em imaginar como vai ser para recomeçar "tudo de novo". Pensar sobre como socializar não significa tentar imaginar como reagir em cada situação.Pensar mais no agora é uma diminuição considerável da angústia, da ansiedade e da frustração.

Desde minha última recaída, há 22 dias, parece que a "ficha caiu" sobre este assunto. Tudo que eu poderia fazer a respeito das recomendações já foi feito. Mas sensação é diferente das outras vezes. É difícil descrever em palavras como exatamente me sinto. Mas o fato é que os flashbacks não apareceram nesse período e não houve sequer uma fissura leve. Me sinto tranquilo, focado, mas não necessariamente animado ou com aquele espírito de que "agora vai". Simplesmente não tenho a resposta se este será "O reboot" ou se terei que começar novamente mas, pra ser sincero, não tem a menor diferença.

Viver um dia de cada vez significa que você pode e deve planejar o que fazer. Mas a partir daí, só nos resta começar a agir. Obviamente serão necessários ajustes no que foi planejado, mas tentemos focar mais no que está ocorrendo e menos no que poderia acontecer. Isso ajuda bastante a pensar com mais clareza.

Viver um dia de cada vez... Por que eu não pensei nisso antes?

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 1786
Data de inscrição : 18/08/2017
Idade : 32
Localização : Daily War - A guerra ainda não acabou!

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 21/11/2017, 20:03
Fala Baggins!

Que bela reflexão, meu camarada!  Viver um dia de cada vez faz toda a diferença. Gera menos ansiedade, angustia, emprego desnecessário de energia naquilo que não interessa. De fato, frases similares a esta: "Só por hoje não consumirei PMO", dita diariamente, exerce um poder gigantesco no combate ao vício. 

Parabéns pelo seu reboot! Assim, você vai longe. Abraços.  Very Happy

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


avatar
Paulo Jorge
Mensagens : 252
Data de inscrição : 15/07/2017
Idade : 48
Localização : Portugal

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 22/11/2017, 06:12
Se há algo que aprendi neste forum, é que aqueles que conseguem atingir boas marcas no reboot (60 dias, 70, 100, etc.) e depois caem, conseguem depois reiniciar o reboot com mais facilidade. O conhecimento que ficou para trás, vai servir depois para facilitar a recuperação. Nestes casos nunca se recomeça do zero.

No teu caso, vejo já muitos benefícios de anteriores reboots.

Baggins, continua assim, que  devagarinho chegas lá.

Abraço

_______________________________________
avatar
Urso Polar
Mensagens : 99
Data de inscrição : 01/09/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 22/11/2017, 06:27
Baggins escreveu:
Na verdade, sobre tudo. Seja sobre o reboot, seja no âmbito pessoal, profissional, o fato é que pensar sobre uma tonelada de coisas ao mesmo tempo baseado num futuro incerto e com vários cenários possíveis é uma tarefa ingrata e contraproducente.

Em se tratando do vício nosso de cada dia, pode parecer que isso é o mesmo que se entregar à apatia, à desesperança, ao desalento. Aliás, conheço bem a sensação, afinal de contas foram tantas quedas e tantas tentativas que o vício quase me convenceu de que a vida era cinzenta assim mesmo.

Grande Baggins,

Esses pensamentos também passam pela minha cabeça porque a gente vive em uma sociedade que nos cobra o sucesso o tempo todo. Um pequeno deslize parece que é o fim do mundo. Nós vivemos em uma paranoia! Por isso que é bom a gente se livrar das expectativas que nutrem esse mal estar.

Baggins escreveu:O fato é que pensar sobre o problema não significa necessariamente se preocupar com o problema. Pensar em como configurar os bloqueadores não é o mesmo que se preocupar com cada as possível falha que este possa ter. Refletir sobre uma recaída não é o mesmo que se desanimar em imaginar como vai ser para recomeçar "tudo de novo". Pensar sobre como socializar não significa tentar imaginar como reagir em cada situação.Pensar mais no agora é uma diminuição considerável da angústia, da ansiedade e da frustração.

Desde minha última recaída, há 22 dias, parece que a "ficha caiu" sobre este assunto. Tudo que eu poderia fazer a respeito das recomendações já foi feito. Mas sensação é diferente das outras vezes. É difícil descrever em palavras como exatamente me sinto. Mas o fato é que os flashbacks não apareceram nesse período e não houve sequer uma fissura leve. Me sinto tranquilo, focado, mas não necessariamente animado ou com aquele espírito de que "agora vai". Simplesmente não tenho a resposta se este será "O reboot" ou se terei que começar novamente mas, pra ser sincero, não tem a menor diferença.

Viver um dia de cada vez significa que você pode e deve planejar o que fazer. Mas a partir daí, só nos resta começar a agir. Obviamente serão necessários ajustes no que foi planejado, mas tentemos focar mais no que está ocorrendo e menos no que poderia acontecer. Isso ajuda bastante a pensar com mais clareza.

Viver um dia de cada vez... Por que eu não pensei nisso antes?

A maturidade que você tem demonstrado aqui me ajuda a pensar com mais calma a respeito como devo pensar a relação com esse vício. Um dia de cada vez. Os números, muitas das vezes, não significam vitória, eles são marcos importantes para que nós possamos seguir adiante.

Um grande abraço amigo, tamo junto.
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 27/11/2017, 14:06
Salve, salve, caros rebooters!

Aqui estamos mais uma vez para dar uma atualizada neste querido simpático diário.

Desde a última postagem para cá, nada mudou muito, o que pra mim significa um grande avanço. Posso afirmar com segurança que a parte sexual está 100%: ereções a todo vapor, orgasmos bem intensos, sem ER, nada de fantasias e curtindo bastante o momento.

O que ainda preocupa é a parte emocional/psicológica da coisa... Querendo ou não, era a forma de lidar com as fases difíceis da vida. E devo admitir que esta fase da minha vida não está nada fácil. Como o estresse anda constante por estes tempos bicudos, o vício, mesmo enfraquecido, continua assediando, mesmo que em proporções muito menores. Quanto a esta questão, tenho um trecho interessante do livro O Poder do Hábito, sei que alguns aqui do fórum já o leram, mas irei postar um trecho e comentá-lo posteriormente.

Agora o que tem me ajudado mesmo é a hidroginástica. Agora que já pratico há mais de um mês, posso constatar que a sensação de bem-estar e auto-estima melhorou muito. Infelizmente o vício incomoda às vezes depois das aulas. Como já havia relatado, o cérebro aproveita a deixa de estar me sentindo bem para me induzir ao vício, como se fosse um "pequeno prêmio" por minha disciplina.

É quase como se ele dissesse:

Twisted Evil É disso que eu estava falando cara! Dopamina! Muito bom! Mas poderia ser melhor, né não? Sei que você parou com isso, eu respeito, mas imagine só um lance rápido, coisa de dez minutinhos, pra relaxar com chave de ouro! Não? Ok, era só uma sugestão, digo eu...

E deixo meu fantasma falando sozinho e vou fazer outras coisas. O diacho desse vício é mais irritante e repetitivo do que o garoto propaganda do Trivago. Mas atualmente ele está cansando de insistir com mais rapidez.

E é isso, meus caros. Vou ali procurar meu hotel ideal pelo melhor preço continuar com meus afazeres, que a procrastinação também tem me afetado um pouco por estes dias.

Um grande abraço a todos

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 1786
Data de inscrição : 18/08/2017
Idade : 32
Localização : Daily War - A guerra ainda não acabou!

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 28/11/2017, 08:58
Oi Baggins,

O reboot é assim mesmo, parece que sempre tem que ter uma pedrinha no nosso sapato. Só que a boa notícia é que ela não ficará lá para sempre. Eu sofri muito para superar as questões emocionais. De todos os gatilhos, elas eram a que mais me assediavam. Procure entender que tudo é passageiro, os dias ruins não são para sempre e que paciência é uma virtude. Isso tem me ajudado a enfrentar os problemas ligados ao emocional.

Parabéns por seguir firme na hidroginástica, seu organismo agradece pela dopamina. Sem falar que funciona como uma válvula de escape também das tensões diárias. Continue ignorando o cérebro primitivo. Somos seres evoluídos, não temos que ficar dando trela para atrasados mesmo. Nesse aspecto, temos que ser orgulhosos mesmo.

Continue firme, um forte abraço.

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 30/11/2017, 12:48
5&4 escreveu:Oi Baggins,

O reboot é assim mesmo, parece que sempre tem que ter uma pedrinha no nosso sapato. Só que a boa notícia é que ela não ficará lá para sempre. Eu sofri muito para superar as questões emocionais. De todos os gatilhos, elas eram a que mais me assediavam. Procure entender que tudo é passageiro, os dias ruins não são para sempre e que paciência é uma virtude. Isso tem me ajudado a enfrentar os problemas ligados ao emocional.

Parabéns por seguir firme na hidroginástica, seu organismo agradece pela dopamina. Sem falar que funciona como uma válvula de escape também das tensões diárias. Continue ignorando o cérebro primitivo. Somos seres evoluídos, não temos que ficar dando trela para atrasados mesmo. Nesse aspecto, temos que ser orgulhosos mesmo.

Continue firme, um forte abraço.

Muito obrigado pela força irmão. É realmente a parte mais difícil é a emocional. Ainda é algo que tenho que trabalhar bastante, principalmente com as surpresas do dia a dia... Me deparei com uma armadilha hoje e acabei recaindo... Fica para o próximo post...

Um grande abraço meu velho!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
_Anonymus
Mensagens : 126
Data de inscrição : 08/06/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 30/11/2017, 12:51
Lamento por sua recaída, Baggins. Sempre que podia, visitava o fórum para dar uma olhada em suas postagens, já que me serviram como fonte de inspiração. De qualquer forma, ainda continuo vendo em você, a maturidade de um vencedor. Em breve estará por cima novamente!
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 30/11/2017, 14:12
Caros rebooters!

Este reboot durou agora 31 dias. E tenho que admitir que foram bem mais fáceis que os 31 dias do reboot anterior.

Mas ainda sou muito vulnerável ao que me pega de surpresa. Parece que nessas horas não há plano de contingência que me faça voltar ao normal, por mais conhecimento do reboot que eu tenha. Respeitei os bloqueadores, estou fazendo atividades de religação, estou fazendo bastante sexo de qualidade com minha esposa, abstraio os pensamentos invasivos logo quando eles surgem. Tento me manter ocupado o máximo de tempo possível. E mesmo assim acabei recaindo.

Estaria eu reclamando do processo? Me convencendo de que é difícil demais para levá-lo adiante? Me questionando se isso realmente vale a pena?

Respondo com um grande e peremptório NÃO!

Como reclamar de algo que me tirou da escuridão e que me impulsionou a fazer coisas que há seculos eu apenas "planejava fazer"? Se a cada tentativa o fardo vai ficando um pouquinho mais leve, como eu poderia dizer para mim mesmo que isso é difícil demais? E é simplesmente inconcebível questionar se o esforço vale a pena, se a cada vez que eu caio minha convicção de que é possível se livrar disso só aumenta.

Então o que faltou para me manter firme? Não sei ainda, preciso refletir sobre o que houve, bolar uma estratégia mais abrangente para casos assim. Mas esse caso específico não ocorrerá mais. Mas os detalhes serão cenas para o próximo post.

Até mais!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 1786
Data de inscrição : 18/08/2017
Idade : 32
Localização : Daily War - A guerra ainda não acabou!

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 30/11/2017, 14:47
Olá Baggins,

Sinto muito, cara, pelo reset! Você já tinha completado 1/3 do reboot e parece que tinha encontrado o caminho para atingir a linha de chegada. Infelizmente, acidentes acontecem e nos tiram do percurso. Espero que volte o quanto antes para dar seguimento a essa trajetória de liberdade. Ficarei esperando, então, pelo próximo relato para entender melhor o que aconteceu. Força, amigo! Utilize esse incidente como combustível para inflamar o seu próximo reboot. Um forte abraço.

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 30/11/2017, 16:12
_Anonymus escreveu:Lamento por sua recaída, Baggins. Sempre que podia, visitava o fórum para dar uma olhada em suas postagens, já que me serviram como fonte de inspiração. De qualquer forma, ainda continuo vendo em você, a maturidade de um vencedor. Em breve estará por cima novamente!

Fala Anonymus!

Obrigado por passar aqui irmão! Também sinto muito quando as pessoas aqui no fórum tropeçam, mas fico feliz quando elas se levantam. Essa, para mim, é a verdadeira inspiração. É saber que muitos passam pelas mesmas dificuldades que nós, amargam derrotas para o vício, mas que mesmo assim conseguem visualizar um futuro sem esses grilhões.

E isso inclui você, Anonymus. Passei em seu diário, não deu para saber o que realmente se passou ou detalhes de sua história, mas apesar de todas as dificuldades, está aqui para lutar e isso é o que realmente importa. Fico feliz que você não tenha desistido.

Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Fantasmas do passado

em 30/11/2017, 17:57
Vamos aos detalhes.

Aqui no trabalho temos 03 computadores: 01 na área de vendas (que não tem bloqueadores, mas é em lugar público) e dois no escritório, o meu (todo bloqueado) e de meu irmão (não tem bloqueadores, mas basicamente só anda desligado). Estes computadores estão interligados em rede.

No computador de vendas está o banco de dados do sistema e pastas compartilhadas em rede, com planilhas, backups e estas coisas. Uma dessas pastas eu acesso frequentemente e havia uma pasta de nome estranho desta vez. Na verdade não era estranho, era familiar demais, pois eu usava o nome de uma pasta de sistema para esconder P em um antigo computador.

Entrei na pasta e fiquei confuso com tudo aquilo: era uma pasta com vários arquivos meus de P de 2004! Não entendia o que ela fazia ali, mas é certo que aquele frio na barriga veio de imediato. Congelei como se estivesse sendo assaltado à mão armada. Vi alguns vídeos (todos eram de poucos segundos de duração, eram do tempo da net discada!). Já foi mais do que suficiente para abalar minha fraca vontade. Tentei deletar a pasta, mas não tinha permissão de fazer isso do meu computador.

Fiquei nervoso, saí pra pegar um ar. Depois tentei ver se acessava diretamente o computador de vendas para deletar o conteúdo, mas estava com bastante movimento na hora e ele estava sendo utilizado pelos funcionários. Eu já havia entrado em estado de fissura... Eu agradeceria se alguém aparecesse do nada e me desse um soco no meio da cara. Não conseguia mais me concentrar em nada. Entrei mais uma vez na pasta, vi mais alguns vídeos e fotos. Já havia "bebido o primeiro gole". Fechei mais uma vez. Dei mais um tempo fora do escritório. Só queria que aquilo acabasse.

Fui no banheiro, tentei me masturbar sem fantasiar, mas isso já foi uma medida desesperada. Óbvio que não ia conseguir. Masturbação sem fantasiar nesse estágio de fissura é mais do que uma utopia...

Como aquela pasta foi parar lá? Bem, meu irmão guarda uma "penca" de HDs velhos e como ele que fazia as manutenções em meu computador, o meu antigo HD estava lá... Ele um belo dia ele resolveu ver o que tinha nesses HDs, achou essa merda toda e resolveu salvar justo na pasta compartilhada. A troco de que, eu não sei, pois ele poderia acessar toda a P que ele quisesse no computador dele.

Mas as atitudes já foram tomadas. Por comprometimento ao reboot, abri o jogo com meu irmão. Apesar de pouco provável recair por ele, vou instalar o K9 no computador de vendas. E vou pedir para meu irmão mudar a senha de acesso do computador dele. Agora ele terá o cuidado de manter as coisas apenas no computador dele. E obviamente, deletei a maldita pasta.

E aqui estou de novo, meu povo! Já em pé e pronto pra pancadaria!

Um grande abraço a todos!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
_Anonymus
Mensagens : 126
Data de inscrição : 08/06/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 1/12/2017, 05:49
Baggins escreveu:
_Anonymus escreveu:Lamento por sua recaída, Baggins. Sempre que podia, visitava o fórum para dar uma olhada em suas postagens, já que me serviram como fonte de inspiração. De qualquer forma, ainda continuo vendo em você, a maturidade de um vencedor. Em breve estará por cima novamente!

Fala Anonymus!

Obrigado por passar aqui irmão! Também sinto muito quando as pessoas aqui no fórum tropeçam, mas fico feliz quando elas se levantam. Essa, para mim, é a verdadeira inspiração. É saber que muitos passam pelas mesmas dificuldades que nós, amargam derrotas para o vício, mas que mesmo assim conseguem visualizar um futuro sem esses grilhões.

E isso inclui você, Anonymus. Passei em seu diário, não deu para saber o que realmente se passou ou detalhes de sua história, mas apesar de todas as dificuldades, está aqui para lutar e isso é o que realmente importa. Fico feliz que você não tenha desistido.

Um grande abraço!

É como sempre digo: jamais desistirei!

O meu diário está defasado, devido uma revolta que tive, logo após uma recaída. Sumir do mundo, era o que eu mais queria naquele momento. E depois de continuar na lama, caindo e levantando, decidi me reerguer de verdade e encarar o problema de frente. Foi assim que tomei atitudes severas para conseguir alcançar o meu objetivo, que é basicamente abandonar o velho homem, e ser um novo.

Já nem sei se a moderação permitirá a minha participação aqui no fórum, pois estaria quebrando uma das regras, que é ter um diário.

Enfim, caso não permitam, saiba que continuarei o acompanhando mesmo de longe. Sei que com essas atitudes que você tem tomado e com esse pensamento maduro, certamente vencerá o vício, é só questão de tempo.

Um grande abraço, e enquanto eu estiver por aqui, sinta-se a vontade para postar no meu quase-diário.

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 277
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 1/12/2017, 06:49
Baggins, estarei acompanhando o seu diário. O importante é se levantar o quanto antes após a recaída. Torço pela sua vitória, dia após dia.
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 1/12/2017, 10:27
Renovatio escreveu:Baggins, estarei acompanhando o seu diário. O importante é se levantar o quanto antes após a recaída. Torço pela sua vitória, dia após dia.

Grande Renovatio!

É uma grande honra contar com sua presença aqui em meu diário!

Navegando em outros diários, sempre via postagens suas. Sempre gostei delas, objetivas mas com bastante tato e serenidade.

O curioso é que não faz nem três dias que acabei de ler seu diário. E é fantástico porque você conseguiu passar muitos conhecimentos e dicas importantes com poucos relatos. Talvez seja seu jeito lacônico (aprendi até palavra nova, veja só mais essa Laughing) . Recomendo a você que está me lendo agora, que dê uma passada no diário do Renovatio. Garanto que é rápido e certeiro.

E quanto ao que você disse, é mais uma verdade: a velocidade de retomada ao reboot é fundamental para que tudo se torne mais fácil depois.

Obviamente o vício está me incomodando um pouco hoje, mas já descontei uma parte desse incômodo na piscina, fazendo minha hidroginástica! Ficava pensando comigo mesmo, ferrado: "Não é dopamina que você quer, seu ordinário? Então tome aí! Vai ser do meu jeito!"

O lado bom disso tudo que fica mais fácil de contar agora: 01/12 é o dia 1, 02/12 é dia o dia 2 (tô zoando, preferia meus 31 dias, mas fazer o que... Rolling Eyes )

Obrigado pela força irmão!

vamos em frente!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 1786
Data de inscrição : 18/08/2017
Idade : 32
Localização : Daily War - A guerra ainda não acabou!

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 2/12/2017, 08:41
Grande Baggins,

Obrigado por compartilhar, cara! Fico feliz em ver que já tomou as medidas corretivas, parabéns por isso! Tem uma frase de Sêneca que descreve bem você: "Se um grande homem cair, mesmo depois da queda, ele continua grande." Sucesso na jornada.

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


avatar
Paulo Jorge
Mensagens : 252
Data de inscrição : 15/07/2017
Idade : 48
Localização : Portugal

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 3/12/2017, 21:11
Baggins, palavras para quê? só posso dizer que continuo a apoiar-te incondicionalmente e parabéns pela tua perseverança!

Abraço

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 277
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 4/12/2017, 13:52
E aí, Baggins, como vai o reboot?
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 5/12/2017, 18:36
E então, nobres rebooters, como andam as forças?

Espero que estejam bem. Passando aqui apenas para relatar algumas coisas relevantes para este comecinho de novo reboot.

Mas antes de mais nada, quero apenas agradecer às mensagens de apoio, hoje em especial ao sempre presente 5&4, ao nosso grande rebooter de além-mar Paulo Jorge e ao igualmente grande Rrrrrreonavááátio (Galvão Bueno ia gostar de narrar um jogo com você em campo, cara.  Laughing )

É, desta vez a fissura incomodou bastante nos dois primeiros dias do reboot. Mas foi suportável e não tive maiores problemas com isso. E tive relações com minha mulher, o que ajudou um bocado. Ajudou tanto a ficar mais tranquilo quanto como um aviso. Esses lapsos são bem perigosos.

Digo isso porque um dia depois da recaída, minha mulher ainda não sabia e eu vi que ela estava a fim. E aí uma velha sensação conhecida me apunhalou: não estava com muita vontade e a sensação de arrependimento por não ter segurado a onda, mesmo tendo sido algo imprevisível.

Falei com ela sobre a recaída e só tenho a agradecer a Deus pela mulher maravilhosa que eu tenho. Ela levou numa boa e fizemos sexo mesmo assim. E lá estava ela: A ER atacando novamente, com uma ereção mais ou menos (mais pra menos do que para mais), mas foi bom, apesar de minha situação.

A princípio, comecei a ficar bolado com isso e falei com ela que talvez tivéssemos que dar um tempo no sexo, para o cérebro descansar desse estímulo todo. Não queria perder todo o progresso.

Mas felizmente, foi apenas um alerta. Dias depois ela estava a fim e eu também e a ereção estava tinindo novamente. Mas realmente me serviu de lição, mais um susto para que eu me mantenha firme nesse propósito.

Algo que eu também vi voltar de uma hora pra outra foi o esquecimento. Sempre me considerei uma pessoa muito distraída, esquecida e as pessoas ao meu redor concordavam com isso. Só esta semana que se passou que eu vim reparar mesmo como tinha melhorado neste quesito. Como nos acostumamos fácil com as coisas boas, tendemos a esquecer nossos progressos e só reparei nisso quando esses lapsos de memória ocorreram após esta recaída.

Esqueci a touca para a aula de hidro já na porta da academia. Sorte que moro perto, mas acabei chegando um pouco atrasado. Também esqueci onde coloquei as chaves de casa durante esta semana. E o mais cômico foi antes de ontem: minha mulher pediu que eu colocasse um saco plástico na lixeira do banheiro. Fui buscá-la e quando volto, ela estava escovando os dentes, o que me impediu de realizar a tarefa na hora. Minutos depois ela me pergunta onde estava o saco e eu sinceramente não lembrava. Peguei outro e coloquei. No outro dia ela riu e achou o saco: em cima do notebook... Por que eu coloquei lá? Quem sabe?  confused

E assim soube que minha memória é ótima. A falta de atenção induzida por essa porcaria é que beira a letargia. Simplesmente eu viajo na maionese.

Portanto meus caros, por mais tempo que eu inconscientemente ache que já está tudo caminhando para a normalidade, a verdade acaba se mostrando bem diferente.

Hoje também tive umas oscilações de humor, de manhã estava triste e procrastinador, mas pela tarde melhorou muito. E agora estou ótimo!

Um grande abraço a todos!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 11/12/2017, 10:36
E então caros rebooters? Como estamos de restauração?

Independente de nosso estado, tranquilo ou fissurado, triste ou de bem com a vida, com muitos ou poucos problemas, o importante é ESTAR no reboot como se nossa vida dependesse disso... na verdade ela depende disso, então nada de "poréns", foquemos no que tem que ser feito e ponto final.

Demorei um pouco para postar porque viajei este fim de semana e por problemas com a internet lá em casa. Estou escrevendo isso aqui do trabalho, portanto vai ser rapidinho. Mas acompanho o fórum todos os dias.

Bem, neste reboot 3.0, o início foi mais "fissurado" que o segundo, mas nesta última semana estabilizou. Estou tranquilo, sem fissuras e sem fantasias ou flashbacks. A mente fora do ar ainda dá seus sinais. Na sexta coloquei a comida para esquentar no microondas e quando me dei por conta, o aparelho estava esquentando o vento, porque a comida mesmo estava bem na minha frente... Laughing

Mas o que eu venho mais sentindo resultados é em relação à atividade física. Estou fazendo a aula uma hora mais cedo, às 07h e pasmem: acordo no horário, sem me arrastar, sem ter aquela vontade marota ficar na cama e dizer para mim mesmo "hoje não". Levanto e vou, independente do meu humor. Vai fazer dois meses agora dia 20, sei que ainda é cedo para dizer que vou permanecer assim (porque meu record de permanência em uma atividade sempre foi uns três meses), mas não posso dizer que não estou surpreso com os resultados. Eu, Baggins, acordar às 6h pra fazer qualquer coisa? Nem passava pela minha cabeça!

Talvez isso de permanecer por no máximo por três meses em uma atividade seja apenas mais uma crença limitante criada por mim mesmo para me manter na zona de mediocridade, assim como eu havia me convencido de que acordar cedo para investir em meu bem-estar era inconcebível. "As manhãs são feitas para dormir", vivia dizendo isso o tempo todo...

O aprendizado está sendo fantástico, não posso negar.

Vamos em frente... Um dia de cada vez...

Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 277
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 11/12/2017, 15:02
Também tenho a mesma sensação em relação à formação de hábitos. O começo é sempre difícil, mas com o tempo a gente vai se acostumando, para bem ou para mal.
Isso de acordar cedo é um bom exemplo. Conheço muita gente que não consegue se levantar da cama antes das 6 da manhã. Mas quando a gente vai incorporando esta rotina no nosso dia a dia (combinando com dormir cedo, é claro), as coisas se tornam mais fáceis.
Acho que é a mesma lógica do processo de desintoxicação da P. O começo é bem mais complicado porque a gente vai romper com um estilo de vida que a gente levava, talvez, há décadas. O começo é difícil pra cacete e o cara quer voltar pra lama de todo jeito, achando que, no fundo, é tudo muito bom. Com o tempo, a gente vai consolidando novos hábitos (daí a religação) e os velhos vícios vão ficando mais escanteados. Eles nunca vão embora, mas pelo menos ficam adormecidos em um lugar que quase não nos incomoda.
Desejo-lhe sorte no seu reboot. Um abraço.
_Anonymus
Mensagens : 126
Data de inscrição : 08/06/2017

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 12/12/2017, 08:03
Baggins escreveu:
E então caros rebooters? Como estamos de restauração?

Independente de nosso estado, tranquilo ou fissurado, triste ou de bem com a vida, com muitos ou poucos problemas, o importante é ESTAR no reboot como se nossa vida dependesse disso... na verdade ela depende disso, então nada de "poréns", foquemos no que tem que ser feito e ponto final.

Demorei um pouco para postar porque viajei este fim de semana e por problemas com a internet lá em casa. Estou escrevendo isso aqui do trabalho, portanto vai ser rapidinho. Mas acompanho o fórum todos os dias.

Bem, neste reboot 3.0, o início foi mais "fissurado" que o segundo, mas nesta última semana estabilizou. Estou tranquilo, sem fissuras e sem fantasias ou flashbacks. A mente fora do ar ainda dá seus sinais. Na sexta coloquei a comida para esquentar no microondas e quando me dei por conta, o aparelho estava esquentando o vento, porque a comida mesmo estava bem na minha frente... Laughing

Mas o que eu venho mais sentindo resultados é em relação à atividade física. Estou fazendo a aula uma hora mais cedo, às 07h e pasmem: acordo no horário, sem me arrastar, sem ter aquela vontade marota ficar na cama e dizer para mim mesmo "hoje não". Levanto e vou, independente do meu humor. Vai fazer dois meses agora dia 20, sei que ainda é cedo para dizer que vou permanecer assim (porque meu record de permanência em uma atividade sempre foi uns três meses), mas não posso dizer que não estou surpreso com os resultados. Eu, Baggins, acordar às 6h pra fazer qualquer coisa? Nem passava pela minha cabeça!

Talvez isso de permanecer por no máximo por três meses em uma atividade seja apenas mais uma crença limitante criada por mim mesmo para me manter na zona de mediocridade, assim como eu havia me convencido de que acordar cedo para investir em meu bem-estar era inconcebível. "As manhãs são feitas para dormir", vivia dizendo isso o tempo todo...

O aprendizado está sendo fantástico, não posso negar.

Vamos em frente... Um dia de cada vez...

Um grande abraço!

Grande Baggins!

É isso aí, atividades a todo vapor!

E como você bem disse no início da sua postagem, independente do nosso estado o importante é estar no reboot como se nossa vida dependesse disso (e depende). Dei uma vacilada ontem, logo após completar 1 mês. Mas é assim mesmo, aprendizado foi o que não faltou nessa minha trajetória de 30 dias, agora sinto-me mais forte e capaz de vencer. E fazendo uma analogia à sua crença militante, eu também não pensava que o Anonymus pudesse passar 30 dias sem PMO, agora eu sei que o impossível é só questão de tempo.

Abraços!

_______________________________________
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 263
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 12/12/2017, 17:27
Renovatio escreveu:Também tenho a mesma sensação em relação à formação de hábitos. O começo é sempre difícil, mas com o tempo a gente vai se acostumando, para bem ou para mal.
Isso de acordar cedo é um bom exemplo. Conheço muita gente que não consegue se levantar da cama antes das 6 da manhã. Mas quando a gente vai incorporando esta rotina no nosso dia a dia (combinando com dormir cedo, é claro), as coisas se tornam mais fáceis.
Acho que é a mesma lógica do processo de desintoxicação da P. O começo é bem mais complicado porque a gente vai romper com um estilo de vida que a gente levava, talvez, há décadas. O começo é difícil pra cacete e o cara quer voltar pra lama de todo jeito, achando que, no fundo, é tudo muito bom. Com o tempo, a gente vai consolidando novos hábitos (daí a religação) e os velhos vícios vão ficando mais escanteados. Eles nunca vão embora, mas pelo menos ficam adormecidos em um lugar que quase não nos incomoda.
Desejo-lhe sorte no seu reboot. Um abraço.

Interessante você ter mencionado isso Renovatio, sobre a combinação de pequenos novos hábitos incorporados ao cotidiano. Realmente tenho ido dormir mais cedo, inclusive junto com minha mulher e acabei fazendo isso instintivamente. No livro "O poder do Hábito" (por sinal, é figurinha carimbada aqui no fórum, alguns aqui já leram), o reboot é uma espécie de hábito angular: um novo comportamento que vai repercutindo em outros que aparentemente não tinham uma relação entre si, gerando uma mudança gradual , mas profunda.

Mais uma vez, obrigado pelo apoio!

Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum